JOAN CRAWFORD - 10 FILMES ESSENCIAIS

joan-crawford-10-filmes-essenciais

Joan Crawford foi uma atriz lendária. Não só pelo talento, e pelos filmes, mas por sua rixa com a atriz Bette Davis (que virou recentemente uma série) e seus problemas familiares. Foi casada quatro vezes. Os três primeiros casamentos foram com os atores Douglas Fairbanks Jr., Franchot Tone e Philip Terry e o quarto com o empresário Alfred Steele, maior acionista da Pepsi Cola e de quem ela ficou viúva em 1959, exercendo por vários anos o cargo de presidente do conselho da empresa. Não teve filhos mas adotou quatro crianças: Christina, Christopher e as gêmeas Cynthia "Cindy" e Cathy. 

No seu testamento escrito pouco tempo antes de sua morte, Joan Crawford deserdou os seus dois filhos mais velhos, Christina e Christopher, legando uma parcela mínima da sua fortuna, avaliada em cerca de dois milhões de dólares, aos outros dois. Após sua morte, sua filha mais velha Christina Crawford, publicou Mommie Dearest (Mamãezinha Querida), um livro autobiográfico best-seller em que descreve Joan como péssima e abusiva mãe, dela e de seu irmão. Segundo Christina, a mãe era obcecada por limpeza e não tinha nenhum afeto pelos filhos, que teria adotado apenas para fins publicitários. O livro, bastante polêmico, foi levado às telas com Faye Dunaway no papel de Crawford.

Joan é nossa homenageada de hoje dos 10 filmes essenciais. 

Boa sessão:


Jane Hudson (Bette Davis) é uma estrela infantil idosa, que cuida de Blanche (Joan Crawford), sua irmã em uma cadeira de rodas, também um ex-atriz mirim. Vivendo juntas em uma mansão na velha Hollywood, Blanch planeja se vingar de Jane pelo acidente de carro que a deixou paralítica anos atrás. Mas Jane está desesperada voltar à fama, e tenta esconder a existência de Blanche de médicos, visitantes e vizinhos enquanto ela pensa em uma maneira de se livrar de sua irmã.


Em Los Angeles, Millicent Wetherby é uma solteirona solitária que passa o dia trabalhando como estenógrafa, no condomínio onde mora. Quando um de seus clientes lhe presenteia com um ingresso para um concerto, como reconhecimento por um trabalho bem feito, ela o assiste sozinho. A música melancólica a faz relembrar de um tempo, anos atrás, quando ela sacrificou o amor de um pretendente, em potencial, para cuidar de seu pai doente. Tudo muda quando ela conhece Burt, um homem mais jovem, por quem ela se apaixona loucamente. Algum tempo depois, ela descobre que ele sofre de uma doença.


Vienna é a dona do saloon, constantemente ameaçada pelos rancheiros que querem sua propriedade por causa da passagem da ferrovia. O minerador Dancin'Kid é acusado de matar num assalto à diligência um dos rancheiros, irmão de Emma. Vienna chama seu ex-amante e pistoleiro Johnny Guitar, para ajudá-la a manter os rancheiros afastados. Emma, que ama Dancin'Kid, tem ciúmes dele com Vienna e quer enforcá-la, acusando-a de participar do crime que matou seu irmão. As duas se confrontam numa última luta inusitada e mortal.


Lester Blaine (Jack Palance) é um ator em busca do sucesso que, ao tentar o papel numa peça de teatro, é sumariamente recusado pela estrela principal Myra Hudson (Joan Crawford) sob o argumento de que ele não possui o "ar romântico" necessário para o personagem. Arrasado, Blaine decide perseguir a atriz numa viagem de trem de Nova York a São Francisco. Seu objetivo é provar a Myra que ele é sim romântico. E para isso vai justamente tentar conquistá-la. Crawford e Palance foram indicados para o Oscar (a primeira dele na Academia).


Paul Boray (John Garfield) é um jovem violinista que se envolve com Helen Wright (Joan Crawford), uma mulher rica, mecenas e alcoólatra. Enquanto se aproveita da situação Paul acaba se tornando caprichoso, já Helen se debate em sentimentos de culpa. No entanto Paul precisa descobrir o que é mais importante para ele: a boa vida ou a música.


Mildred Pierce (Joan Crawford) é uma mãe dedicada, disposta a fazer tudo pela filha, a ambiciosa e ingrata Veda.  Após ser traída e abandonada pelo marido, Mildred Pierce quer provar que consegue ser independente e criar suas duas filhas sozinha. Apesar do sucesso no ramo de restaurantes, ela não tem a aprovação da filha Veda, que se envolve com o padrasto. Quando Mildred se torna a principal suspeita do assassinato do marido, conhecemos a sua história e descobrimos até onde pode chegar o seu amor de mãe.


Em um tribunal em Estocolmo, o julgamento de Anna Holm (Joan Crawford) começa. Anna é acusada de assassinato. As testemunhas são chamadas e contam a história em flashback. Anna e seus “amigos” trabalhavam em um restaurante, mas este trabalho era só de fachada: eles atuavam de verdade no ramo da chantagem. A vítima de chantagem que vai mudar toda a história é Vera Segert (Osa Massen), cujas cartas de amor para um amante foram parar nas mãos erradas. 


Mary (Norma Shearer) é uma esposa dedicada e descobre que seu marido está tendo um caso com outra mulher, Crystal Allen (Joan Crawford). Sylvia (Rosalind Russell) é invejosa e vive no dilema de casar-se para logo se divorciar. Mary fica em dúvida se continua casada, ignorando o caso ou se peça a separação. Ela acaba conhecendo Crystal, e descobre que o marido além de tudo paga-lhe as contas.


A dançarina Grusinskaya não crê no amor e não tem um rumo em sua vida, mas muda seu pensamento completamente ao conhecer o falido barão Felix von Geigern. Este, por sua vez, se torna amigo de Otto Kringelein, um homem que descobriu que está à beira da morte e decide passar seus últimos dias no luxuoso hotel em que está seu patrão, um rico empresário que pretende fechar um grande negócio e que conta com os serviços da taquígrafa Flaemmchen.


Um atirador de facas, de grande sucesso num circo por não ter braços e usar os pés nos seus números, esconde um grande segredo.
De acordo com a própria Crawford, o filme foi um verdadeiro ponto de virada para sua carreira e isso graças à estrela Lon Chaney. Ao trabalhar com Chaney, Crawford foi capaz de realmente aprender a atuar, e sua carreira decolou depois de seu papel no filme. Além de ser um dos grandes filmes de Tod Browning e uma das mais antológicas atuações de Chaney.


Classicline alguns destes filmes em DVD que podem ser adquiridos no site da empresa ou nas lojas parceiras (além dos Mercenários Livres, claro). E para comprar, só clicar no link acima. 


 
Tecnologia do Blogger.