ANTES QUE O DIABO SAIBA QUE VOCÊ ESTÁ MORTO (2007) - FILM REVIEW

antes-que-o-diabo-saiba-que-voce-esta-morto

Algumas carreiras cinematográficas são tão poderosas que dignas de admiração como um todo. Sidney Lumet está neste hall que entrou e saiu com glórias em 2011, após sua morte aos 86 anos. Aliás, seu primeiro filme foi, simplesmente, uma das obras mais perfeitas do cinema: 12 homens e uma sentença. Lumet era um exímio "diretor de atores", se envolvendo produções costumeiramente teatrais, em pequena escala, onde a força narrativa estava na interpretação do elenco, geralmente estelar e não incomum,  candidatos ao Oscar por seus grandes papéis.

O filme de hoje é "Antes que o diabo saiba que você está morto", filme que mostra Andy, um corretor endividado, que precisa de dinheiro rápido. Ele envolve o seu irmão mais novo, Hank, em um esquema para cometer o crime perfeito: roubar a joalheria dos seus pais. O plano dá errado e o patriarca da família quer fazer justiça com as próprias mãos, sem saber que os criminosos que ele procura podem ser pessoas bem mais próximas que ele imagina.

A narrativa truncada favorece os mistérios sobre o desenrolar da história e o que levou os personagens às escolhas totalmente equivocadas. O elenco, muito bem escolhido, dá personalidade á trama de forma ímpar, principalmente pela qualidade e entrega dos atores e atrizes.

E o fundamental na trama é justamente fazer com que criemos empatia por todos, sentimos suas dores, arrependimentos e motivações. A maestria de Lumet consegue desviar a atenção do assalto (que vemos várias vezes, devido as idas e vindas da história) para os problemas da família e suas relações bem como os "porquês" de tudo chegar ao ponto que chegou.  O roteiro, do estreante Kelly Masterson, é afiado. Curiosamente, depois deste, ele só fez 4 trabalhos (Expresso do Amanhã, Quem matou Kennedy? e Risco imediato).

Curioso como que, com apenas 30 minutos, acreditamos que podemos telegrafar o resto da história facilmente, evocando o lema "Mais importante o destino, é a viagem". Não poderíamos estar mais errados. Ao longo da trama, vemos a trama de diversos ângulos e em todos, chegamos a conclusão que crime não compensa. Mas a trama não se reduz a isto, tendo sempre o norte que a maldade os cerca. Nos cerca. De forma irremediável. 

O título do filme vem do brinde irlandês: "Que você esteja no céu meia hora antes que o diabo saiba que você está morto." A certa altura, o personagem de Hoffman reflete sobre sua existência após uma tarde regada á drogas: "-Eu não sou a soma das minhas partes. A junção delas não forma um único eu". Isto mostra como o personagem se encontra dramaticamente fragmentado e mesmo que junte os cacos, ele não existirá como ser humano como fora concebido. Ele reconhece, para sí, que se perdeu.

Numa destas curiosidades mórbidas da vida, o seu é retratado como um usuário de drogas da classe alta, que é visto consumindo cocaína e heroína ao longo do filme. Na vida real, Philip Seymour Hoffman morreu de uma overdose aguda de drogas misturadas de uma bola de heroína, cocaína, benzodiazepina e anfetamina, em 2 de fevereiro de 2014. Antes de sua recaída em 2013, Hoffman estava completamente sóbrio por 23 anos.

Nunca ficam claros exatamente quais são os motivos de Andy para o roubo. Afinal, ele precisa do dinheiro para que ele e sua esposa possam se mudar para o Brasil (!!!) e começar de novo, ou é apenas a ideia para um crime perfeito ou ainda o roubo é para alimentar seu vício em drogas? Parece piada interna do cinema, mas o fato é que, assim como a Suíça é o paraíso para quem quer esconder dinheiro ilícito, o Brasil é o local ideal para pessoas passarem o resto de suas vidas após praticarem golpes. Será a imagem de impunidade que passamos?

Desde a cena inicial, onde Marisa Tomei está de "quarto", transando com Hoffman, o objetivo da trama é incomodar, mesmo com atitudes rotineiras como o sexo. Aos poucos, vamos vendo que se perder na vida é mais fácil que imaginamos. Ás vezes depende apenas de uma aparente boa ideia e uma grande dose de infelicidades que vão acontecendo ao longo do caminho. Lumet nos mostra, que se não vigiarmos, podemos ser personagens de uma trama como esta. E pior ainda: qualquer um deles.


One Movies/Dark Flix lançou o filme do post, que pode ser comprado clicando no link acima. E abaixo, detalhes da edição fornecidos pela própria empresa.

ANTES QUE O DIABO SAIBA QUE VOCÊ ESTÁ MORTO
DVD ULTRA ENCODER 

Com a carreira em decadência e precisando de dinheiro extra, Andy (Philip Seymour Hoffman, ganhador de *Oscar de Melhor Ator em “Capote”) convence seu irmão mais jovem Hank (Ethan Hawke de “Dia de Treinamento”), tão desajustado quanto ele, a participar de um crime perfeito, sem vítimas, sem armas, sem violência, sem surpresas. Acovardado, Hank inclui no plano um cúmplice que ignora as regras e provoca uma tragédia. Suas ações desencadeiam uma série de eventos em que ninguém fica ileso. Traição e vingança vêm à tona e as consequências são imprevisíveis.


Informações técnicas da edição:

DISCO 1 - FILME

116 minutos – Colorido – Formato de Tela: 1.85:1 – Classificação Indicativa 18 anos (Violência, Uso de Armas, Assassinato, Sexo) – Áudio: Original em Inglês 5.1 Dolby Digital Surround e 2.0 Dolby Digital Estéreo – Dublado em Português 2.0 Dolby Digital Estéreo – Legendas: Português e Inglês

DISCO 2 - EXTRAS

Extras: *A Dark Story, entrevistas com o roteirista Kelly Masterson, 30 minutos - *Best Last Film, entrevista com o ator Ethan Hawk, 18 minutos - *Directed by Sidney Lumet: How The Devil Was Made, entrevistas com os atores Ethan Hawke, Philip Seymour Hoffman, Marisa Tomei, com os produtores Michael Cerenzie e Brian Linse com o diretor Sidney Lumet , 25 minutos - *Trailer de Cinema

76 minutos – Colorido – Formato de Tela: 1.85:1 – Áudio: Original em Inglês 2.0 Dolby Digital Estéreo – Legendas: Português



Tecnologia do Blogger.