1O CURIOSIDADES SOBRE O FILME "RIO BRAVO (1950)"

rio-bravo-curiosidades

Hoje vamos ver algumas curiosidades de um dos clássicos dirigidos por John Ford, Rio Bravo. Na trama, após a Guerra Civil americana, a União vira as atenções para os Apaches. O oficial Kirby Yorke inicia o treinamento de novos recrutas no local, sendo que um deles é seu filho, que ele não encontrava havia 15 anos. Ele o manda de volta para casa, mas o garoto não aceita e decide lutar. Quando reencontra a esposa, Kirby tenta reunir a família e recriar os laços de amor e vida que já se perderam.

Leia e não deixe de adquirir o filme, lançado pela Versátil:

1) John Wayne e Maureen O'Hara

John Ford fez esse filme em troca da realização de Depois do Vendaval (1952). Ford, Wayne e O'Hara sonhavam o projeto desde 1944, mas quando apresentaram a ideia ao estúdio não conseguiram financiamento. Para a Republic Pictures, Depois do Vendaval não faria sucesso algum e não valia o investimento. O trio, decidido, aceitou fazer então um rentável faroeste - este Rio Bravo -, que seria o responsável por pagar as contas do arriscado Depois do Vendaval. Ele acabou ganhando dois Óscares (Ford inclusive) e concorreu a outros 5 (melhor filme, inclusive).

E acabou sendo o primeiro filme da parceria Wayne / O'Hara . Eles estrelaram juntos cinco filmes e se tornariam conhecidos como um dos melhores casais de Hollywood na tela.

2) Nepotismo?

Estreia no cinema de Patrick Wayne, filho de John. O ator, que fez muitos papéis secundários no cinema é muito reconhecido pela turma dos anos 80 que não perdia um filme da Sessão da Tarde. A obra em questão é Simbad e o Olho do Tigre, onde Patrick fazia o personagem título.

3) Mortes nos bastidores

De acordo com Maureen O'Hara em sua biografia, "Tis Herself", dois dublês morreram durante as filmagens do filme quando caíram de seus cavalos em uma cena no meio de um rio lamacento. Seus corpos nunca foram recuperados.

4) Rejuvenescimento capilar

John Wayne usava uma peruca para fazer seu personagem parecer um pouco mais velho.

5) Índios eternamente enganados

Durante a locação em Moab, a equipe trouxe cinquenta índios Navajo de sua reserva para interpretar  apaches no filme, acompanhados por Lee Bradley, que serviu como tradutor. Billy Yellow, um dos índios selecionados para os close-ups, afirmou tempos depois que os Navajo não foram informados de que estavam retratando apaches.

6) Continuação ou Confusão?

Não está claro se o personagem de John Wayne neste filme (tenente-coronel Kirby Yorke) é o mesmo que em Sangue de heróis (capitão Kirby York) em um estágio posterior de sua carreira ou não. Embora os personagens tenham o mesmo nome, exceto pela grafia, o fato de Victor McLaglen interpretar o Sgt.Maj. Quincannon aqui, mas em Sangue de heróis, o sargento. Mulcahy indicaria que os personagens de Duke são, na verdade, pessoas completamente diferentes. 

O diretor John Ford costumava ter o hábito de reutilizar nomes em seus filmes, um exemplo disso está em Legião Invencível (1949), onde o personagem de Victor McLaglen se chama Timothy Quincannon é o mesmo de  Rio Grande (1950), assim como o personagem de Ben Johnson, Tyree em ambos os filmes, mas são personagens totalmente diferentes.

7) Novinha 

Aos 29, Maureen O'Hara era apenas 14 anos mais velha que Claude Jarman Jr., que interpretou seu filho. Esta pouca diferença de idade é comum nas telas e geralmente é disfarçada pela aparência jovial de um dos personagens. 

8) Sem Rio Grande

De todos os locais de filmagem utilizados como locações, nenhum é no Rio Grande, ou mesmo próximo. Ele passa pelo Colorado, Novo México e Texas.

9) Com Rio Grande (e outros Rios)

O título original de Rio Bravo é Rio Grande. Ford também dirigiu um filme chamado Rio acima.  Por outro lado, John Wayne fez Rio Lobo e Rio Vermelho (com Howard Hawks, que por sua vez, dirigiu também Rio da Aventura).

O que torna esta curiosidade mais interessante é que Hawks dirigiu um filme em 1959 chamado Rio Bravo e com John Wayne !!! Aqui no Brasil ele recebeu o nome de "Onde começa o inferno".

10) Shenandoah sem James Stewart

O Shenandoah é mencionado várias vezes em conversas entre Sheridan e Yorke. Isso se refere a um conflito em andamento no vale do Shenandoah, o chamado "celeiro do Sul" entre o exército sindical liderado pelo general Sheridan e o exército confederado sob o comando do general Jubal Earley. Continuando de meados de agosto a meados de outubro de 1864, envolveu uma série de seis grandes batalhas e terminou com Sheridan queimando campos e celeiros para privar o sul de sua principal fonte de alimento. 

Durante a campanha, cerca de 9.000 vidas de ambos os lados foram perdidas. Este é aproximadamente o mesmo número de vítimas sofridas durante uma campanha semelhante em 1862. Acredita-se que a capacidade do sul de defender a área até aquela época tenha prolongado a Guerra Civi.

Em tempo, Shenandoah virou filme com James Stewart e dirigido por Andrew V. Mclaglen, filho de  Victor McLaglen, ator do filme Rio Grande. 


Cinema Faroeste Vol. 10
Edição Limitada Com 6 Cards (Caixa com 3 DVDs)

A Versátil lançou “Cinema Faroeste Vol. 10”, caixa em luva reforçada com 3 DVDs que reúne seis clássicos do gênero, incluindo a inédita versão recentemente restaurada de “Rio Bravo” (“Rio Grande”), uma obra-prima do mestre John Ford com o astro John Wayne. Duas horas de extras, com quase 100 minutos apenas sobre o filme de Ford contendo um documentário sobre John Wayne. Edição Limitada com 6 cards.

Disco 1

 ☛Rio Bravo
(Rio Grande, 1950, 105 min.)
De John Ford. Com John Wayne, Maureen O’Hara, Ben Johnson.

Com o fim da Guerra Civil, o tenente-coronel Kirby Yorke  segue para Rio Grande, onde deve enfrentar os apaches. Obra-prima que fecha a famosa “trilogia da cavalaria” do mestre John Ford. Inédita versão restaurada com dublagem clássica. 

 ☛Esse Homem É Meu
(The King and Four Queens, 1956, 84 min.)
De Raoul Walsh. Com Clark Gable, Eleanor Parker, Jean Willes.

Dan Kehoe, um pistoleiro em fuga, fica sabendo que quatro viúvas moram com uma senhora que teria ouro guardado. Ele decide roubar as mulheres. Encantador faroeste realizado com a eficácia característica do mestre Raoul Walsh.

Disco 2

 ☛Os Dois Indomáveis
(Wild Rovers, 1971, 137 min.)
De Blake Edwards. Com William Holden, Ryan O’Neal, Karl Malden.

Cansados da vida de vaqueiro, dois caubóis assaltam um banco e fogem, mas o filho do seu patrão vai atrás deles. Nostálgico e crepuscular, este é um dos melhores faroestes do anos 70, com ótima direção de Blake Edwards (“Vitor ou Vitória?”).

 ☛Pelo Sangue de Nossos Irmãos
(Great Day in the Morning, 1956, 92 min.)
De Jacques Tourneur. Com Virginia Mayo, Robert Stack, Ruth Roman.

Um aventureiro confederado ganha um saloon num jogo de pôquer, mas depois enfrenta uma série de obstáculos. Mais um raro e excelente faroeste do mestre Jacques Tourneur, de “Choque de Ódios”, “Paixão Selvagem” e “O Testamento de Deus”.


Disco 3

 ☛Audácia dos Fortes
(Singing Guns, 1950, 90 min.)
De R.G. Springsteen. Com Vaughn Monroe, Ella Raines, Walter Brennan.

Após salvar a vida do xerife, famoso ladrão de diligências é nomeado representante da lei e fica dividido entre a nova ocupação e a vida de bandido. Com músicas e humor, esse ótimo faroeste traz ainda a beleza de Ella Raines (“A Dama Fantasma”).

 ☛Tempo de Morrer
(Tiempo de morir, 1966, 88 min.)
De Arturo Ripstein. Com Marga López, Jorge Martínez de Hoyos, Enrique Rocha.

Após 18 anos na prisão por ter matado um homem, Juan quer recomeçar sua vida, mas os filhos do morto não lhe darão paz. Com roteiro de Gabriel García Márquez, este faroeste psicológico marca a estreia do mestre mexicano Arturo Ripstein (“Vermelho Sangue”).

Informações sobre a edição:

Títulos em português: Rio Bravo (Rio Grande), Esse Homem É Meu, Os Dois Indomáveis, Pelo Sangue de Nossos Irmãos, Audácia dos Fortes, Tempo de Morrer
Títulos originais: Rio Grande, The King and Four Queens, The Wild Rovers, Great Day in the Morning, Singing Guns, Tiempo de Morir
País de produção: Estados Unidos, México
Ano de produção: 1950-1971
Gênero: Faroeste
Direção: John Ford, Raoul Walsh, Blake Edwards, Jacques Tourneur, R.G. Springsteen, Arturo Ripstein
Elenco: John Wayne, Maureen O’Hara, Ben Johnson, Clark Gable, Eleanor Parker, Jean Willes, William Holden, Ryan O’Neal, Karl Malden, Virginia Mayo, Robert Stack, Ruth Roman, Vaughn Monroe, Ella Raines, Walter Brennan, Marga López, Jorge Martínez de Hoyos, Enrique Rocha
Idioma: Inglês, Espanhol
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen Anamórfico 2.35:1, Fullscreen 1.33:1
Tempo de duração: 596 min.
Região: All (0)
Preto e Branco, Colorido
Faixa etária: 14 anos

Extras: 

Especiais sobre “Rio Bravo/Rio Grande” (94 min.), Especiais sobre os outros filmes (28 min.)




Tecnologia do Blogger.