ACAMPAMENTO SINISTRO - SAGA REVIEW

acampamento-sinistro-saga-review

A maioria das sagas de horror tem seus primeiros filmes como sendo os mais famosos e até mesmo, os melhores. Basta lembrar Amityville, Hellraiser, Sexta feira 13, A hora do pesadelo, Baile de formatura, Halloween, Profecia, Psicose, enfim...

A saga que será revisada hoje, não foi diferente. Acampamento sinistro, mais um slasher que pipocou nos anos 80, é mais lembrado pelos 3 primeiros filmes, e muitos nem sabem que existe um 4...5...

Bom, vamos aos filmes:


Acampamento sinistro (1983)

Na história, depois de uma tragédia do passado, a tímida e perturbada Angela Baker, é mandada para um acampamento de verão em companhia de seu primo. Logo após a chegada de Angela, estranhos assassinatos começam a ocorrer, deixando o acampamento Camp Arawak, manchado de sangue.

As filmagens deste filme aconteceram em Argyle, Nova York, perto de Summit Lake, em um acampamento anteriormente conhecido como Camp Algonquin. Em entrevistas, o roteirista e diretor, Robert Hiltzik, disse que frequentou aquele acampamento quando criança. A obra foi filmada em 5 semanas começando em setembro de 1982 e terminando em outubro daquele ano com um orçamento de apenas 350 mil dólares. O filme se tornou um sucesso inesperado e algo como um favorito cult para os fãs de filmes de terror. Ganhou 30 vezes mais do que o gasto com ele.


Este é o último filme de Mike Kellin. Ele ficou doente durante as filmagens, mas fez o possível para disfarçar. Ele morreu de câncer de pulmão em agosto de 1983, três meses antes do lançamento.

A produção foi rodada no início do outono, mas foi ambientada no meio do verão, então a equipe teve que pintar com spray as folhas marrons e a grama verde para manter a continuidade. Durante a filmagem da cena em que a canoa vira no lago, John E. Dunn (que faz o Kenny) cortou a parte superior de sua mão contra uma rocha afiada no fundo do lago. Ele teve que ser levado às pressas para o hospital.


Felissa Rose tinha apenas 13 anos na época, o que é incomum para um longa-metragem. Os estúdios geralmente escalam atores com 18 anos ou mais que parecem mais jovens devido às restrições ao uso de atores menores de 18 anos para filmagens de horas prolongadas. Além disso, aos 13 anos, ela era muito jovem para ver seu próprio filme nos cinemas. Ao contrário de muitos de seus contemporâneos, que tinham adultos retratando jovens, o elenco era composto principalmente de atores adolescentes.

A reviravolta final é considerada uma das mais chocantes do gênero. 


O que nos leva a...

Acampamento sinistro II (1988)

Em acampamento de férias, Angela, uma monitora com um obscuro segredo no passado, mata todos os jovens que não são "bonzinhos", ou seja, os que fazem sexo, usam drogas ou tenham qualquer atitude contrária à da psicopata. Quando vários adolescentes somem sem explicações, o proprietário do acampamento despede Angela, que descarrega sua fúria nos sobreviventes.


Agora com direção de Michael A. Simpson, que também faria a parte 3, o filme é uma sequência imediata do filme anterior. No papel de Molly, um nome não tão conhecido do público, faz parte de um clã muito famoso: Renée Estevez, irmã de Charlie Sheen, Emílio Estevez e filha de Martin Sheen. Ramon Estevez, outro irmão, também é pouco conhecido como ela. Mesmo assim, ela atuou bastante, até mesmo em produções renomadas como West Wing, com o pai e "O Caminho", também com o pai e com a direção do irmão.

E não só os dois com referências. Os personagens têm o nome de atores associados à cultura cinematográfica quintessencial dos anos 80. Molly (Molly Ringwald), Sean (Sean Penn), Ally (Ally Sheedy), TC (Tom Cruise), Tio John (John Hughes), Mare (Mare Winningham), Rob (Rob Lowe), Demi (Demi Moore), Lea (Lea Thompson), Brooke (Brooke Shields), Jodi (Jodie Foster), Anthony (Anthony Michael Hall), Judd (Judd Nelson), Charlie (Charlie Sheen), Phoebe (Phoebe Cates), Emilio (Emilio Estevez), Diane ( Diane Lane).


Felissa Rose foi convidada para voltar como Angela Baker, mas ao ler o roteiro, não sentiu conexão com o humor dado à personagem na sequência. Ela também estava se preparando para frequentar a faculdade na época, o que a motivou mais ainda a pular fora. 

De acordo com alguns membros do elenco e da equipe, durante a produção, Pamela Springsteen não contou a ninguém que era na verdade irmã de Bruce Springsteen. Vários descobriram isso anos depois. A modelo usada para retratar "Angela" para a arte da caixa VHS original é Connie Craig. Pamela não estava disponível para a sessão de fotos naquele dia.


Este filme foi filmado em Waco, Geórgia, em um campo anteriormente conhecido pelos moradores como Camp Waco. Agora é propriedade privada. A maioria dos edifícios usados ​​no filme já não existe mais. O banheiro, a cabana abandonada e a piscina são as únicas coisas restantes. Para quem não se lembra, em Wako ocorreu o terrível "cerco de Wako", cujo confronto entre o FBI e a seita do Ramo Davidiano, que durou 51 dias, terminou em um incêndio iniciado dentro da sede, ocasionando a morte de 76 pessoas, entre elas 20 crianças, duas grávidas.

E no mesmo local, só que meses depois, vamos para...


Acampamento sinistro III (1989)

Angela, a monitora assassina do filme anterior, assume a identidade de uma jovem estudante que mata e parte para um novo acampamento de férias, com a proposta de reunir adolescentes de classe abastada e outros de nível econômico baixo. 

Como foi filmado consecutivamente pela mesma equipe, muitas ideias se mantiveram. Por exemplo, a maioria dos personagens do filme tem o nome de personagens de Amor, Sublime Amor (1961), The Brady Bunch (1969) e Os Monstros (1964), preferências pessoais do diretor. O subtítulo do filme, "Teenage Wasteland", vem de uma das canções favoritas do diretor, do gripo The Who, "Baba O'Reilly".


Aliás, ainda sobre "Amor, Sublime Amor" há várias similaridades, com pessoas parecidas com "gangues" no acampamento e um personagem muito parecido fisicamente, com o ator do filme de Robert Wise.  

A máscara de hóquei usada no Acampamento Sinistro 2 (1988) é vista na cena de pesca. Ao ser retirado da água, outro campista comenta que a data é "sábado, 14". Aliás, no filme anterior pipocam mais referências os filmes de horror que neste. Basta lembrar, além de Sexta Feira 13, O massacre da serra elétrica, Rock Horror Picture Show e A hora do pesadelo. Porém há easter eggs bem escondidos, como o número da placa do caminhão que corresponde ao número da casa em A Hora do Pesadelo (1984).


O roteiro deste filme foi escrito durante as filmagens do anterior e eles tiveram apenas um final de semana para pré-produção. Nele, originalmente, continha mortes mais elaboradas para os personagens, que tiveram que ser alteradas por questões de orçamento. Herman deveria ter um lança chamas enfiado na virilha, com Angela gritando  "Um assado de Wienie!".  

Além disso, Tawny e toda sua equipe de reportagem deveriam morrer em uma explosão depois que Angela cortou os cabos de freio de sua van. Outro elemento cortado devido às restrições foi o cachorro de Márcia.


Quando o filme recebeu inicialmente uma classificação X pela MPAA devido ao sangue e à violência, um representante ligou para o diretor Michael A. Simpson para lhe dizer que a mulher que exibiu o filme ficou fisicamente doente depois de assistir à cena da morte no mastro da bandeira.

Havia uma dúvida sobre a morte de Molly no filme anterior. Mas quando a repórter diz que houve 19 mortes no último filme, sendo que eram 18 sem contar Molly, significou que Molly morreu no final. As próximas duas sequências tiveram diversos problemas na conclusão ou distribuição causando uma grande confusão para quem pesquisa o nome dos filmes. Já vão entender por que.


Acampamento sinistro IV - A sobrevivente (1992)

Allison sofre pesadelos recorrentes e amnésia impedindo-a de lembrar o passado. Ela retorna ao campo para descobrir os segredos, mas quando todo mundo que cruza seu caminho acaba morto. Surge a pergunta: ela é Ângela Baker ou ela está sendo perseguida?

As filmagens começaram em outubro de 1992 em Camp Tamarack em Oakland, New Jersey. No entanto, a Double Helix Films, a produtora do filme, faliu neste período, fazendo com que a produção fosse encerrada. Cerca de 34 minutos de filmagem foram filmados antes do fechamento. Um trailer também foi feito. Em 2002, a filmagem foi lançada como extra do DVD chamado  Kit de Sobrevivência do Sleepaway Camp. 


Em novembro de 2010, a revista Fangoria fez um anúncio oficial da conclusão do filme. Mas somente em 2012, a versão oficial do longa-metragem foi finalmente lançada pela Retrosploitation via CreateSpace e Amazon. A versão final foi editada pelo cineasta Dustin Ferguson e produzida por John Klyza do SleepawayCampFilms.com, usando imagens de arquivo dos três primeiros filmes. Ou seja, é possível achar este filme com data de 1992, 2002 e 2012, sendo que o quinto filme é de 2008. 

Mas ao ler este texto, fica sugerido um trabalho mal feito. Só que não é. Como a personagem principal é atormentada por flashes, eles compõem muito bem as cenas, "enchendo linguiça" de forma bastante satisfatória em termos de homenagem à franquia, bem como servir de resgate do material filmado. 


Mas para quem, como eu, maratonou os 5 filmes, teve que rever um recorte dos três primeiros filmes a maior parte do tempo.

Acampamento sinistro - O retorno (2008)

Ronnie (Paul DeAngelo), agora um co-diretor do Camp Manabe ao lado de Frank (Vincent Pastore), se torna suspeito quando jovens são vítimas de terríveis "acidentes" novamente. Ronnie não consegue apagar de sua memória os acontecimentos de 20 anos atrás, quando assassinatos abalaram o Camp Arawak. Seria um fantasma do passado voltando para assombrá-lo? Paranoico, Ronnie começa a elaborar uma lista de suspeitos a medida que novos corpos aparecem.

Primeira sequência a ser escrita, dirigida e produzida por Robert Hiltzik, que escreveu, dirigiu e produziu o Acampamento Sinistro original (1983). Além de ser creditado por certas criações de personagens, Hiltzik não teve envolvimento com o Acampamento Sinistro 2 (1988) nem com o Acampamento Sinistro 3 (1989), além, claro, do quarto filme incompleto. 


O filme, inclusive, é sequência direta do primeiro filme. Felissa Rose, que interpretou Angela Baker no Acampamento Sinistro original (1983), e como dito acima, foi substituída por Pamela Springsteen no Acampamento Sinistro 2 (1988) e no Acampamento Sinistro 3 (1989), repete seu papel como a agora adulta Angela neste filme.

O filme foi concluído em 2003 e inicialmente teve dificuldades para ter seus efeitos visuais finalizados e também falta de acordos de distribuição Os efeitos em CGI foram refeitos entre 2006 a 2008 para o lançamento neste mesmo ano. Curiosamente, o cantor Isaac Hayes, que trabalha no filme, veio a falecer justamente em 2008. 


Acampamento sinistro: A Reunião (???)

O filme, que não existe, foi chamado de "Sleepaway Camp Reunion", e anunciado como produção em andamento. A distribuição foi organizada através da Magnolia Pictures. O criador Robert Hiltzik, que recuperou os direitos da franquia, afirmou que faria o filme se seu orçamento fosse maior, para conseguir colocar em prática todas as mortes gráficas desejadas.

No entanto, Hiltzik e o produtor de "Acampamento sinistro - o retorno", Jeff Hayes mais tarde anunciaram que haviam começado a trabalhar em uma reinicialização que manteria os principais personagens e elementos do filme original com elementos adicionais do enredo e uma dose de modernização. Para nossa sorte, nada aconteceu, ficando o projeto no limbo.

A One Movies/Dark Flix lançou os filmes os 3 primeiros filmes citados acima num único volume, em uma bela edição, que pode ser comprada clicando na imagem acima. E todos os filmes com extras.

Veja abaixo detalhes da linda edição:

ACAMPAMENTO SINISTRO - TRILOGIA

DISCO 1 - ACAMPAMENTO SINISTRO
Sleepaway Camp, 1983, 84 minutos
Elenco: Felissa Rose, Jonathan Tiersten, Karen Fields
Direção: Robert Hiltzik

DISCO 2 - ACAMPAMENTO SINISTRO 2
Sleepaway Camp II: Unhappy Campers, 1988, 80 minutos
Elenco: Pamela Springsteen, Renée Estevez, Tony Higgins
Direção: Michael A. Simpson

DISCO 3 - ACAMPAMENTO SINISTRO 3
Sleepaway Camp III: Teenage Wasteland, 1989, 80 minutos
Elenco: Pamela Springsteen, Tracy Griffith, Michael J. Pollard
Direção: Michael A. Simpson


⇰ Informações técnicas da edição:

Sistema de cor: Colorido
Tempo Total: 324 minutos (Incluindo material extra)
Formato de Tela: 1.85:1
Recomendação: 16 anos (Violência, Uso de Armas, Mutilações)
Áudio: Original em Inglês 2.0 Dolby Digital Surround
Legendas: Português, Espanhol e Inglês

⇰ Acompanha a: 3 cards colecionáveis

⇰ Embalagem: Amaray box translúcido + luva em cartão 350 gramas empastado laminado com aplicação de verniz local.



Tecnologia do Blogger.