BLAKE EDWARDS - 10 FILMES ESSENCIAIS

blake-edwards-10-filmes-essenciais

Blake Edwards ficou bastante conhecido por suas comédias, principalmente com Peter Sellers. Trabalhou várias vezes com sua esposa Julie Andrews. Seu conturbado e longo relacionamento profissional com Peter Sellers foi mostrado no filme de 2004, “Vida e morte de Peter Sellers" com Geoffrey Rush no papel título. 

Numa das passagens, mostra a tentativa de convencer Sellers a voltar a trabalhar com Edwards, através de um amigo vidente. O vidente teria sugerido a Sellers que seu futuro estava ligado as iniciais B. E. Sellers entendeu que eram de Britt Ekland, uma modelo sueca com quem acabou se casando.

Blake fez vários filmes que eu pessoalmente adoro, como Encontro às escuras, além da série "Pantera cor de rosa", que merecia estar em peso nesta lista, principalmente "Um tiro no escuro" e "A nova transa da pantera cor de rosa", ambos melhores que o original. Edwards também fez grandes filmes fora do gênero que o consagrou, mostrando-se um hábil diretor de suspense, drama e western. 

Ele faleceu na noite de quarta, dia 15 de dezembro de 2010, aos 88 anos de idade, após complicações provocadas por uma pneumonia.


Cory (Tony Curtis) deixa o bairro pobre de Chicago onde morava, pois quer melhorar de vida. O acaso o faz passar na frente do Green Pines, um resort bem exclusivo no Wisconsin. Cory crê que arrumar emprego ali é o passo inicial para começar outra vida. Após ser entrevistado pelo administrador do restaurante, o autoritário Earnshaw (Henry Daniell), Cory é empregado como ajudante de garçom, cujo salário é pequeno. 

A renda de Cory é completada com um pôquer que acontece toda a noite e faz apostas até mesmo no campo de golfe, com outros hóspedes. Uma noite, no salão de refeições, vê Abby Vollard (Martha Hyer) e fica logo apaixonado, mas ela nem repara nele, pois está noiva de Alex Wyncott (William Reynolds), o filho de um importante político.


O submarino Sea Tiger está nas Filipinas e fica muito danificado com o ataque dos japoneses. O seu comandante, Matt Sherman, quer fazer de tudo para o submarino navegar outra vez. Então Matt vê-se forçado em aceitar os serviços do tenente Nick Holden, que não tem nenhuma experiência no mar e está sob seu comando. 

O capitão ainda se vê forçado a socorrer cinco enfermeiras do exército que ficaram presas numa localidade próxima prestes a ser invadida pelos japoneses.


Holly Golightly (Audrey Hepburn) é uma garota de programa nova-iorquina que está decidida a casar-se com um milionário. Perdida entre a inocência, ambição e futilidade, ela toma seus cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany's, na intenção de fugir dos problemas. 

Seus planos mudam quando conhece Paul Varjak (George Peppard), um jovem escritor bancado pela amante que se torna seu vizinho, com quem se envolve. Apesar do interesse em Paul, Holly reluta em se entregar a um amor que contraria seus objetivos de tornar-se rica.


Suspense com tons de noir, Escravas do Medo é, juntamente com Vício Maldito, um ponto fora do gráfico na cinematografia de Blake Edwards, renomado por suas sofisticadas comédias. Para este filme, Edwards aperfeiçoou a elegante fotografia em branco-e-preto usada por ele na série de TV dos anos 1950 Peter Gunn. 

Glenn Ford interpreta um agente do FBI que investiga os planos de um psicopata que, através de extorsão, tenta forçar uma bancária (Lee Remick) a roubar o banco em que trabalha. De se notar também a trilha musical por Henri Mancini, colaborador habitual de Blake Edwards.


Um relações públicas de São Francisco é um bebedor "social"... que nunca pára de se socializar. Sua esposa vivaz começa a beber para fazer companhia a ele. Eles vivem pelos bons tempos. Mas eventualmente os bons tempos ficam ruins. 

Quando o filme de Blake Edwards baseado no romance de J.P. Miller chegou às telas, fez os críticos delirarem, foi um grande sucesso e brilhou como um destaque nas carreiras de suas duas estrelas indicadas ao Oscar, Jack Lemmon e Lee Remick. Vício Maldito recebeu um total de 5 indicações ao Oscar e uma estatueta de Melhor Canção Original para Henry Mancini/Johnny Mercer.


O filme mostra as aventuras do atrapalhado inspetor Jacques Clouseau (Peter Sellers) e suas tentativas de descobrir quem é o famoso ladrão que se intitula O Fantasma, e que poderia estar planejando roubar o famoso diamante pantera cor-de-rosa, de propriedade da princesa Dala. 

Closeau está há muito tempo na pista certa, mas não consegue descobrir a verdadeira identidade do gatuno, sendo sempre atrapalhado por sua esposa Simone, que secretamente é amante e cúmplice do Fantasma.


O homem-espetáculo, Grande Leslie, propõe a construtores de automóveis no início do século XX uma grande corrida entre Nova York e Paris (cruzando todos os EUA em direção oeste, o Estreito de Bhering e a Rússia), que serviria para incrementar a venda de veículos. 

O arqui-rival de Leslie, o bigodudo e diabólico Prof. Sina, promete derrotá-lo cruzando a linha de chegada com um carro de sua própria invenção. Explicitamente uma homenagem à dupla "O Gordo e o Magro",  é um imenso pastelão onde o centro da trama é uma grande corrida de automóveis entre Nova York e Paris. 


A exceção de um prólogo e de apenas poucos minutos no início e no fim, toda a trama passa numa moderna mansão de um produtor de Hollywood, Fred Clutterbuck. Ali, acidentalmente convidado pelo anfitrião, comparece um ator indiano levado a Hollywood para filmar “O Filho de Gunga Din”, o desastrado e atrapalhado Hrundi V. Bakshi. 

O fenomenal indiano já havia se encarregado de levar pelos ares o mais milionário set do filme do qual participava, e agora promove uma série de confusões que acabam transformando a festa num verdadeiro caos.


Dois cowboys, Ross Bodine (William Holden) e Frank Post (Ryan O'Neal), são amigos que trabalham no rancho R-Bar-R, de Walter Buckman (Karl Malden). Bodine é um veterano que está ficando muito velho para ser vaqueiro, já Post é jovem e ambicioso e espera da vida algo mais do que tocar gado. Quando um vaqueiro morre num acidente no curral, Ross e Frank recebem de Walter a tarefa de levar o corpo da vítima até uma cidade próxima. 

Durante o trajeto Post sugere que o melhor jeito deles melhorarem de vida é roubando um banco. Após relutar, Bodine concorda com o plano e os dois roubam o banco local. Eles conseguem fugir com o dinheiro, mas isto provoca a ira de Walter e seus dois filhos, John (Tom Skerritt) e Paul (Joe Don Baker), que se sentem traídos, pois consideravam Bodine e Post homens de confiança. Assim John e Paul recebem a missão de capturar ou matar Ross e Frank.


Um homem que personifica uma mulher no palco? Fácil. Mas uma mulher, cujo sustento depende dela se passar por homem que finge ser uma mulher? Agora começam os problemas. Na Paris de 1934, Victoria Grant é uma cantora lírica desempregada, abandonada pelo marido e faminta, que conhece Carroll Todd, um cantor homossexual e hostess, que tinha sido recentemente demitido. 

Juntos eles articulam um plano, no qual ela se faz passar por um homem, o Conde Victor Grazinski, e que é um transformista e cantor de uma voz forte e potente. Mas a farsa corre o perigo de ser desmascarada quando ela se apaixona por King Marchand, um gângster que veio a Paris buscar novos artistas para seu clube em Chicago, acompanhado de sua amante e seu guarda-costas.



Cinema Faroeste Vol. 10
Edição Limitada Com 6 Cards (Caixa com 3 DVDs)

A Versátil lançou “Cinema Faroeste Vol. 10”, caixa em luva reforçada com 3 DVDs que reúne seis clássicos do gênero, incluindo a inédita versão recentemente restaurada de “Rio Bravo” (“Rio Grande”), uma obra-prima do mestre John Ford com o astro John Wayne. Duas horas de extras, com quase 100 minutos apenas sobre o filme de Ford contendo um documentário sobre John Wayne. Edição Limitada com 6 cards.

Disco 1

 ☛Rio Bravo
(Rio Grande, 1950, 105 min.)
De John Ford. Com John Wayne, Maureen O’Hara, Ben Johnson.

Com o fim da Guerra Civil, o tenente-coronel Kirby Yorke  segue para Rio Grande, onde deve enfrentar os apaches. Obra-prima que fecha a famosa “trilogia da cavalaria” do mestre John Ford. Inédita versão restaurada com dublagem clássica. 

 ☛Esse Homem É Meu
(The King and Four Queens, 1956, 84 min.)
De Raoul Walsh. Com Clark Gable, Eleanor Parker, Jean Willes.

Dan Kehoe, um pistoleiro em fuga, fica sabendo que quatro viúvas moram com uma senhora que teria ouro guardado. Ele decide roubar as mulheres. Encantador faroeste realizado com a eficácia característica do mestre Raoul Walsh.

Disco 2

 ☛Os Dois Indomáveis
(Wild Rovers, 1971, 137 min.)
De Blake Edwards. Com William Holden, Ryan O’Neal, Karl Malden.

Cansados da vida de vaqueiro, dois caubóis assaltam um banco e fogem, mas o filho do seu patrão vai atrás deles. Nostálgico e crepuscular, este é um dos melhores faroestes do anos 70, com ótima direção de Blake Edwards (“Vitor ou Vitória?”).

 ☛Pelo Sangue de Nossos Irmãos
(Great Day in the Morning, 1956, 92 min.)
De Jacques Tourneur. Com Virginia Mayo, Robert Stack, Ruth Roman.

Um aventureiro confederado ganha um saloon num jogo de pôquer, mas depois enfrenta uma série de obstáculos. Mais um raro e excelente faroeste do mestre Jacques Tourneur, de “Choque de Ódios”, “Paixão Selvagem” e “O Testamento de Deus”.


Disco 3

 ☛Audácia dos Fortes
(Singing Guns, 1950, 90 min.)
De R.G. Springsteen. Com Vaughn Monroe, Ella Raines, Walter Brennan.

Após salvar a vida do xerife, famoso ladrão de diligências é nomeado representante da lei e fica dividido entre a nova ocupação e a vida de bandido. Com músicas e humor, esse ótimo faroeste traz ainda a beleza de Ella Raines (“A Dama Fantasma”).

 ☛Tempo de Morrer
(Tiempo de morir, 1966, 88 min.)
De Arturo Ripstein. Com Marga López, Jorge Martínez de Hoyos, Enrique Rocha.

Após 18 anos na prisão por ter matado um homem, Juan quer recomeçar sua vida, mas os filhos do morto não lhe darão paz. Com roteiro de Gabriel García Márquez, este faroeste psicológico marca a estreia do mestre mexicano Arturo Ripstein (“Vermelho Sangue”).

Informações sobre a edição:

Títulos em português: Rio Bravo (Rio Grande), Esse Homem É Meu, Os Dois Indomáveis, Pelo Sangue de Nossos Irmãos, Audácia dos Fortes, Tempo de Morrer
Títulos originais: Rio Grande, The King and Four Queens, The Wild Rovers, Great Day in the Morning, Singing Guns, Tiempo de Morir
País de produção: Estados Unidos, México
Ano de produção: 1950-1971
Gênero: Faroeste
Direção: John Ford, Raoul Walsh, Blake Edwards, Jacques Tourneur, R.G. Springsteen, Arturo Ripstein
Elenco: John Wayne, Maureen O’Hara, Ben Johnson, Clark Gable, Eleanor Parker, Jean Willes, William Holden, Ryan O’Neal, Karl Malden, Virginia Mayo, Robert Stack, Ruth Roman, Vaughn Monroe, Ella Raines, Walter Brennan, Marga López, Jorge Martínez de Hoyos, Enrique Rocha
Idioma: Inglês, Espanhol
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen Anamórfico 2.35:1, Fullscreen 1.33:1
Tempo de duração: 596 min.
Região: All (0)
Preto e Branco, Colorido
Faixa etária: 14 anos

Extras: 

Especiais sobre “Rio Bravo/Rio Grande” (94 min.), Especiais sobre os outros filmes (28 min.)



Tecnologia do Blogger.