O EXTERMINADOR (1980) - FILM REVIEW

Um dos grandes diferenciais do cinema dos anos 80 é tratar temas relevantes, mesmo em produções B.  O exterminador cai neste grupo. Clássico do Cinema em casa do SBT, assisti quando anunciaram com o famoso bordão: "Pela primeira vez na TV". 

A trama começa com os veteranos da Guerra do Vietnã, John e Michael em pleno ofício, sofrendo os horrores do conflito. Tempos depois, eles trabalham como estivadores num depósito que fica no bairro pobre do Bronx em Nova York. Certo dia, Michael flagra uns folgados saqueando cerveja de um dos depósitos onde trabalha e dá uma lição neles. Poucas horas depois, ele é brutalmente atacado pelos mesmos marginais, sendo apunhalado e surrado.

 Acaba no hospital, paralítico e sem chances de caminhar novamente. John fica completamente transtornado com o episódio e se transforma em um vingador usando o seu antigo equipamento do exército, ele sai em uma cruzada para limpar as ruas de Nova York dos bandidos, usando o nome de “O Exterminador”.

Bem Paul Kersey não? O lance é que a justiça com as próprias mãos é tema desde sempre por conta da impunidade. A sensação de desproteção é latente e ano a ano ela pode ser constatada pela opinião popular, além, claro, de fatos conclusivos. Outro tema importante tratado no filme é o racismo. Um dos caras que atacam o personagem de Steve James justifica-o, simplesmente, por ele ser muito negro. 

- That guy, he was just a nigger!

  - That nigger was my best friend, you motherfucker!

A sequência inicial chama a atenção pela qualidade. Ela custou 400 mil dólares para ser filmada, o que representou 20% do orçamento do filme de 2 milhões. Somente a cena de decapitação custou 25 mil dólares. A cena foi filmada no Indian Dunes National Park, na Califórnia. Este foi o mesmo local onde Vic Morrow e duas crianças morreram no segmento dirigido por John Landis de No limite da realidade (1983).

Quando o filme foi lançado, alguns censores estrangeiros não permitiram que o filme fosse exibido, a menos que fossem feitos cortes consideráveis. Eles não permitiam que os filmes mostrassem "bandidos" escapando impunes de seus crimes e queriam que fossem levados à justiça, para que o público recebesse a mensagem de que "o crime não compensa".

O lançamento original no cinema do Reino Unido foi cortado em 44 segundos com edições da cena de decapitação (justo ela !!!), o esfaqueamento de Michael (uma das cenas capitais) e uma cena em que uma prostituta é torturada com um ferro de solda. As versões de vídeo foram cortadas em 3 m 38 segundos, com cortes adicionais nas edições de cinema e cortes adicionais em imagens em câmera lenta de cenas de assassinato no Vietnã e a remoção de uma sequência inteira onde John faz balas dum-dum cheias de mercúrio. 

O DVD da Synergy lançado no Reino Unido em 2000  foi cortado por apenas 22s, com a decapitação de abertura e a tortura da prostituta ainda editada. O filme foi finalmente aprovado sem cortes no Reino Unido pela BBFC em 2004, uma vez que as cenas ofensivas não foram mais consideradas prejudiciais pelos padrões de 2004.

Já a versão em VHS finlandesa foi cortada em 10 minutos (emularam Código Hays, só pode):

As cenas que ficaram de fora foram a infame decapitação (mais tarde no filme, um vislumbre ultrarrápido dessa cena é mostrado sem cortes em um flashback);  O soldado com o corpo sangrando no torso, limpando seu facão, um soldado  tentando remover um fio de sua garganta sangrando; Michael atirando em um soldado. Um soldado em chamas; Um soldado correndo para a água em chamas. (Estes censores certamente baniriam "Resgate do Soldado Ryan" para a Lua).

Cortaram também Ginty atirando num soldado que está na água (mais tarde no filme, essa mesma cena é mostrada em um ângulo ainda mais gráfico num um flashback, completamente sem cortes!, o que não faz o menor sentido). E finalmente. os "Ghetto Ghouls" batendo em Michae foram quase completamente cortados.

Nos Blu-rays da Inglaterra e da Alemanha, uma imagem (pendurada na parede do galinheiro) mostrando a genitália masculina estava desfocada. Ironicamente, o making-of incluído mostra a imagem não desfocada. O lançamento norueguês foi cortado na cena de abertura com a decapitação e quando Michael Jefferson é violentamente atacado pelos bandidos.

Outros tempos, não?

Kurt Russell baseou seu personagem Snake Plissken de Fuga de Nova York (1981) no personagem deste filme.  Steve James teria originalmente um pequeno papel como barman. No entanto, o escritor e diretor James Glickenhaus ficou tão impressionado com sua leitura que o escalou para o papel de Michael. Curiosamente,  Irwin Keyes interpretou o mesmo personagem na continuação, apesar do fato de seu personagem ter sido morto neste filme.

Christopher George, que faz o detetive, faleceu apenas 3 anos depois, aos 52 anos, de ataque cardíaco. Mesmo assim, num intervalo de 3 anos, participou de várias produções marcantes como Pavor na cidade dos zumbis, Dia de formatura,  Ninja, a máquina assassina, O Terror da serra elétrica, Resgate do Vietnã e Mortuary. 

Já Steve James partiu mais novo ainda, aos 41 anos, vitimado por um câncer. O ator é muito reconhecido por seu papel em American Ninja, como o melhor amigo de Joe (Dudikoff), Curtis Jackson. O diretor James Glickenhaus fez apenas 8 filmes: Viajantes do Futuro (1995), Dupla Fatal (1993), McBain - O Guerreiro Moderno (1991), Um Tira Implacável (1988), O Protetor (1985), O Ultimato (1982), O Exterminador (1980) e The Astrologer (1975), sendo este um dos mais conhecidos. 

E para finalizar, o filme foi lançado com finais diferentes, conforme o local de exibição: em alguns lançamentos, Eastland sobreviveu à emboscada da CIA, enquanto em outros ele é morto por Dalton (Christopher George). 

Bem anos 80...


One Movies/Dark Flix iniciou mais uma coleção incrível, com filmes raros sob o saudoso selo da London, que fez nossa alegria alguns séculos atrás. O item de hoje é O exterminador. Ele pode adquirido no link acima e nas melhores lojas.

EXTERMINADOR
LONDON ARCHIVE COLLECTION. Volume 19

Veja abaixo detalhes da linda edição.

Informações técnicas da edição:

AUDIO ORIGINAL: INGLÊS 
DUBLADO PORTUGUÊS 
LEGENDA: Português/ Inglês/Espanhol  
GÊNERO: Ação 
FORMATO DE TELA: 1.85:1


Tecnologia do Blogger.