MAGNÓLIA (1999) - FILM REVIEW

magnolia-1999-film-review.

Paul Thomas Anderson é o maior herdeiro do cinema mosaico de Robert Altman. Várias histórias acontecendo, com vários personagens diferentes, e que em algum momento se cruzam. Na história, que se desenrola em Los Angeles, nos arredores da rua Magnólia, nove pessoas terão suas vidas interligadas através de "O Que as Crianças Sabem", um programa de televisão ao vivo que existe há vários anos, onde um grupo de três crianças desafia três adultos. O atual grupo de crianças está indo para a oitava semana e, com isso, faltarão apenas mais duas para elas quebrarem o recorde do programa.

Se conseguirem o feito ganharão uma alta soma, mas neste time vencedor está Stanley Spector (Jeremy Blackman), um garoto prodígio que é quem realmente faz a diferença, mas ele está começando a ficar cansado disto, pois entre outras coisas está sendo usado pelo pai (Michael Bowen) para ganhar dinheiro. O programa é comandado por Jimmy Gator (Philip Baker Hall), um veterano da televisão que vai morrer de câncer, mas não está em estado terminal. Por coincidência Earl Partridge (Jason Robards), o produtor do programa, também está morrendo de câncer no cérebro e pulmão, mas este tem os dias contados. Earl é marido de Linda Partridge (Julianne Moore), que se casou com ele pelo seu dinheiro mas agora está desesperada, pois descobriu que ama o marido. 


Earl tem um enfermeiro particular, Phil Parma (Philip Seymour Hoffman), que lhe dá toda a atenção como profissional e como amigo. Earl pede a Phil que entre em contato com Frank T.J. Mackey (Tom Cruise), que cresceu odiando Earl e agora dá um seminário para solteiros, onde ensina técnicas para seduzir uma mulher. O motivo da raiva de Frank é que Earl abandonou sua primeira esposa, e mãe de Frank, após vinte e três anos de casados, quando esta estava com câncer, e deixou Frank com apenas quatorze anos para cuidar da mãe até a morte dela. Desta época em diante os dois nunca mais se falaram, mas Phil tenta localizar Frank de qualquer jeito para avisar que seu pai está morrendo.

Coincidentemente Jimmy Gator tem uma filha, Claudia Wilson Gator (Melora Waters), que também não fala com o pai, pois o acusa de tê-la molestado sexualmente. Claudia é viciada em crack e Jim Kurring (John C. Reilly), um policial, vai à casa de Claudia após ter recebido uma queixa de som muito alto no apartamento dela. Jim se apaixona imediatamente por ela, que se sente atraída e ao mesmo tempo insegura de manter esta relação. Há ainda Donnie Smith (William H. Macy), que em 1968 estabeleceu o recorde de "O Que as Crianças Sabem", mas quando ficou adulto se tornou um patético fracassado, que recentemente foi despedido e busca desesperadamente a felicidade.


Dos maravilhosos planos sequência, passando pelas primorosas atuações, um "mise en scène" que só P.T. Anderson é capaz de fazer atualmente, uma inspirada trilha sonora e um final antológico, memorável, ousado e inacreditável, fazem de Magnólia uma obra prima (mais uma, alias) do diretor. Os acontecimentos mostrados no filme são de certa forma, um espelho, que reflete a vida e o dia a dia de cada um de nós. Para quem não sabe, a magnólia é uma flor que sinaliza a chegada da primavera e a casca da árvore da qual cresce pode ser usada para tratar a ansiedade e o câncer. O Magnolia Boulevard é uma rua que atravessa Burbank, Califórnia, a capital mundial da mídia, a poucos quilômetros de Hollywood e do centro de Los Angeles. 

Nem a rua, nem a flor têm seus conceitos explicados e associados ao que vemos. A grande sacada do filme é ser intuitivo. E precisamos mais de 180 minutos para entender que um raio vai nos atingir ao término da produção e que a magnólia está no ar. Não a vemos, mas vamos tomando conhecimento, lentamente, de sua existência, de forma inconsciente, até tornar parte consciente coletivo. E tudo isto começa com uma simples previsão do tempo: 82% de chance de chuva. Neste momento, não sabemos porque exatamente 82 (que nada mais é que a primeira de muitas referências que vão sendo inseridas no nosso subconsciente de Êxodos  8:2) e muito menos fazemos a ideia de que o que cairá dos seus são rãs.


O 8: 2 é mencionado mais de cem vezes ao longo do filme. A obra é uma gigantesca exposição subliminar. Há  referências da trama em todo ponto e mal percebemos, mesmo revendo. Por exemplo, na cena do bar com William H. Macy, o videogame visto em segundo plano é Frogger. Para quem não se recorda, era um jogo de Atari onde o protagonista é um sapo tentando fazer uma travessia pela cidade. No bar Smiling Peanut, há um quadro-negro que lista duas equipes: "The Frogs" e "The Clouds". Ambas são peças do dramaturgo cômico grego Aristófanes. Significam "Sapos e "Nuvens". 

Algumas referências ao 8:2 são inacreditáveis. Em um certo momento importante, BEE (abelha) é a palavra. O B se assemelha ao 8. E são 2 "Es". Loucura o que eles fizeram... Magnolia é uma palavra de 8 letras em que a letra A  aparece apenas duas vezes: na segunda e oitava posição. O jogador do prólogo precisa de um 2 no blackjack, mas recebe um 8. A convenção de ciência forense começa às 8:20. Logo depois que Jim Kurring vê Donnie Smith subindo no prédio, você pode ver um sinal de uma placa no lado da rua que diz "Êxodo 8: 2" (é ' fica visível novamente quando os sapos caem e atingem o carro de Kurring). O número no avião dos bombeiros. Nas fotos de Marcy, seu número de registro criminal é 82082082082.


Claudia propõe 8:00 para um encontro com Jim , mas Jim diz que não sai do trabalho antes das 10:00, portanto a data está marcada para 10:00, 2 horas depois do horário sugerido original.. Na delegacia de polícia no começo do filme, o relógio marca as 8:02. Quando Donnie entra no Smiling Peanut, a música "Goodbye Stranger" está tocando. Ouvimos a música exatamente 28 segundos depois de iniciada. Pouco antes da tentativa de suicídio de Sydney Barringer, à sua esquerda, sob os pés contra a parede, o fio é enrolado, formando o número 8: 2.

...Se você não quiser deixá-lo ir, mandarei sobre todo o seu território uma praga de rãs

O papel de Frank T.J. Mackey foi especialmente escrito para Tom Cruise. Paul Thomas Anderson criou o personagem após ter conversado com o ator e este ter demonstrado interesse em trabalhar em seu próximo filme. Ross Jeffries era o verdadeiro Frank T.J. Mackey. Ele é o criador do "Speed Seduction", um conjunto de escritos e seminários de desenvolvimento pessoal que se baseiam em Programação Neurolinguística e técnicas hipnóticas. Jeffries afirma que esses métodos ajudam os homens a entenderem as mulheres, especialmente suas motivações e psicologia, a fim de conseguir conquistá-las. Ross quis processar o filme, mas desistiu porque gostou.


Jason Robards inicialmente teve que abandonar o filme para se recuperar de uma operação. Quando Paul Thomas Anderson abordou George C. Scott sobre o papel de Earl Partridge, Scott jogou o roteiro pela sala, dizendo: "Esta é a pior coisa que eu já li. A linguagem é terrível". De fato, tem em torno de 188 "Fucks" ao longo da história, ou seja, 1 por cada minuto. Claudia (Melora Walters) foi o primeiro personagem criado, e os outros personagens foram ramificados dela. Paul Thomas Anderson escreveu a maior parte do roteiro durante duas semanas que passou na cabana de William H. Macy, em Vermont, com medo de sair porque viu uma cobra. "E o gatilho" para escrever a história foi música de Aimee Mann, que faz parte integrante justamente da cena mais antológica do filme, que citei acima. 

O personagem de Jason Robards no filme sofre de câncer terminal no cérebro e no pulmão. Robards morreu coincidentemente de câncer de pulmão um ano após o lançamento do filme. Quase todos os locais contêm pelo menos uma figura ou pintura de uma magnólia. Cada linha da cena "Wise Up" se refere ao que o personagem está passando, por exemplo, quando Claudia canta: "Não era o que você pensava quando começou", isso se refere ao seu vício em cocaína. As músicas são parte integrante da história, como dito.  Por exemplo, Claudia cheira cocaína em cima de um CD de Aimee Mann,  "I'm with Stupid", que dialóga com sua atitude. Toda vez que vemos Donnie (William H. Macy) em seu carro, a mesma música está tocando no rádio ("Dreams", da artista britânica Gabrielle ), que tem a ver com a sua jornada.


O assassinato de Edmund Berry Godfrey, mencionado no prólogo, ocorreu em 12 de outubro de 1678 e os três homens (Green, Berry e Hill) executados pelo assassinato foram condenados com base em evidências fornecidas por Miles Prance, que mais tarde se declarou culpado de perjúrio. O mistério  não foi resolvido. A história do mergulhador que caiu de um avião é uma lenda urbana. Já a história sobre o homem morto por um tiro ao cair de um prédio é usada há anos como um caso hipotético nas aulas de direito penal para ilustrar a causa. 

No final, o filme volta nas três histórias, a fim de ilustrar o quanto situações extraordinárias podem acontecer com pessoas como eu, ou você, leitor ou leitora. E mesmo assim, precisamos continuar vivendo até não precisarmos mais. Quando realizado, os produtores imploraram para o diretor cortar um pouco do filme, e transformá-lo em algo entre 2.30 e 2.45. Ele obviamente não o fez. Mas se olharmos bem de perto, veremos que precisamos de muito mais que 3 horas para entender e enxergar tudo que Magnólia tem a dizer. Não só sobre a história, mas sobre nós mesmos.



Paul Thomas Anderson Essencial 
Edição Limitada Com pôsteres e Card (Blu-ray + DVD)

A Versátil lançou “Paul Thomas Anderson Essencial”, luva reforçada com 2 discos Blu-ray que reúne dois filmes em inéditas versões restauradas de Paul Thomas Anderson (“Sangue Negro”), um dos diretores mais talentosos de sua geração, além de mais 1 DVD com um filme BÔNUS do diretor INÉDITO no Brasil, e mais de duas horas de vídeos extras, entre especiais e entrevistas. Edição Limitada com 2 pôsteres e 1 card.

Disco 1Blu-ray
.
BOOGIE NIGHTS: PRAZER SEM LIMITES
(Boogie Nights, 1997, 155 min.)
Com Mark Wahlberg, Julianne Moore, Burt Reynolds.

O jovem Eddie Adams é descoberto pelo diretor pornô Jack Horner, que se impressiona com seu enorme “talento” e o transforma em Dirk Diggler, um astro de filmes pornô na Califórnia no final dos anos 70, mas o sucesso tem o seu preço. Primeira obra-prima de Paul Thomas Anderson que tece uma crônica do apogeu e da decadência da indústria do cinema pornográfico. Versão restaurada com comentários em áudio do diretor.

.
Disco 2Blu-ray
.
MAGNÓLIA
(Magnolia, 1999, 188 min.)
Com Tom Cruise, Jason Robards, Julianne Moore.

Big Earl Partridge é um produtor de TV à beira da morte que deseja rever o filho. Phil é seu enfermeiro e Linda, sua esposa. Frank, um guru machista, é o filho que Big Earl procura. Jimmy apresenta um programa de TV e está com câncer. Ele tenta se entender com a filha, viciada em cocaína. Stanley é um garoto-prodígio manipulado pelo pai. Todos moram num bairro de Los Angeles cortado pela rua Magnólia.
.
Disco 3DVD
.
☛ JOGADA DE RISCO
(Hard Eight, 1996, 101 min.)
Com Philip Baker Hall, John C. Reilly, Gwyneth Paltrow, Samuel L. Jackson.

Pela primeira vez em DVD no Brasil, o excelente neo-noir quem marcou a estreia de Paul Thomas Anderson. Um jogador profissional ensina um novato os truques do jogo. Dois anos depois, ele reencontra seu pupilo e descobre que ele fez amizades perigosas.

.
Informações técnicas da edição:

Título: Boogie Nights: Prazer Sem Limites, Magnólia, Jogada de Risco
Título original: Boogie Nights, Magnolia, Hard Eight
País de produção: Estados Unidos
Ano de produção: 1996-1999
Gênero: Drama, Policial
Direção: Paul Thomas Anderson
Elenco: Mark Wahlberg, Julianne Moore, Burt Reynolds, Tom Cruise, Jason Robards, Julianne Moore, Philip Seymour Hoffman, Philip Baker Hall, John C. Reilly, Gwyneth Paltrow, Samuel L. Jackson.
Resolução: 1080p High Definition (menos “Jogada de Risco”)
Idioma: Inglês, Português (Boogie Nights, Magnólia)
Áudio: Inglês (Dolby TrueHD 5.1, Magnólia, Boogie Nights), Inglês (Dolby Digital 2.0, Uma Jogada de Risco), Português (Dolby Digital 2.0)
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen anamórfico 2.40:1 (Magnólia, Boogie Nights), Widescreen anamórfico 2.35:1 (Uma Jogada de Risco)
Tempo de duração: 445 min.
Região: A
Colorido
Faixa etária: 14 anos

Extras

Especiais sobre “Boogie Nights” (49 min.), Especiais sobre “Magnólia” (86 min.),
Extras de “Jogada de Risco” (17 min.)

”Versátil

Tecnologia do Blogger.