13 CURIOSIDADES SOBRE O FILME STARGATE (1994)

13-curiosidades-sobre-o-filme-stargate

Antes de explorarem a destruição do mundo de várias formas em suas filmografias, Roland Emmerich e Dean Devlin percorriam caminhos menos megalomaníacos. Com Stargate, eles influenciaram uma longa carreira na TV, com várias séries e spin-offs tratando do tema.

Na trama, um egiptólogo (James Spader) não-reconhecido por suas teorias é convidado a trabalhar em uma base secreta e lá toma contato com um anel de trinta metros coberto de hieróglifos. Ele descobre a chave para se chegar a um novo mundo, pois aquele anel é um portão estelar e, junto com uma pequena tropa de elite, atravessa o portão e se vê diante de uma experiência e uma aventura inimaginável.
Leia abaixo curiosidades sobre a produção:


1) Em uma entrevista para uma revista, James Spader disse que achou o roteiro original "horrível", mas também que era tão ruim que realmente o intrigou. Ele então se encontrou com Roland Emmerich, foi inspirado pela paixão do diretor pelo projeto e decidiu fazer o filme porque sentiu que a energia e a loucura de fazer tal filme se traduziriam em uma emocionante obra cinematográfica..

Para quem fez "Lobo", um filme altamente questionável sobre Lobisomens no mesmo ano de 1994, acho que  na verdade, não entendeu Stargate.


2) A aversão de Jaye Davidson pelos holofotes que recebeu após Traídos pelo Desejo (1992) fez com que ele relutasse em assumir o papel de Ra em Stargate, a Chave para o Futuro da Humanidade (1994). O cheque na mesa o convenceu. Mais tarde, Jaye desprezou tanto os figurinos usados, que no último dia de filmagem de suas cenas, após ouvir o "corte" final, ele se despiu no set sem ir ao trailer. Além disso, ele se aposentou da atuação após a conclusão deste filme. 


3) O efeito de olhos brilhantes de Rá foi adicionado na pós-produção, porque o público de teste não achou que ele fosse estranho o suficiente. Essa característica foi continuada no Stargate SG-1 (1997), como um identificador para as pessoas que são assimiladas pelos Goa'uld.


4) O grito de James Brown em "I Feel Good" foi usado como efeito sonoro na cena demonstrando o alienígena assumindo o controle do corpo do jovem.

5) Quando o professor Langford vê o portal estelar pela primeira vez na sequência de abertura, ele exclama "Herregud! Hva er det?". Isso significa "Meu Deus! O que é isso?" em norueguês, língua nativa de Erik Holland .


6) David Arnold estava trabalhando como balconista em uma loja de discos na Inglaterra quando foi recomendado para compor a trilha sonora deste filme. Na faixa de comentários do DVD, Dean Devlin e Roland Emmerich admitiram que ficaram um pouco nervosos depois de contratá-lo, já que sua experiência na época se limitava a alguns curtas e apenas um longa-metragem (A Idade da Violência, de 93). No entanto, suas dúvidas desapareceram assim que ouviram o que Arnold havia composto, e eles continuaram sua cooperação com ele nos seus filmes seguintes.. Emmerich e Devlin também afirmam que a qualidade da trilha sonora de Arnold para o filme é melhor exemplificada pelas inúmeras vezes que ela foi reutilizada em trailers, comerciais de TV e programas.


7) Muitas das cenas de multidão apresentam manequins, pois são mais baratos do que extras. Era uma galáxia distante, muito antes de George Lucas fazer até pernilongo em seu mundo digital fake na segunda trilogia Star Wars.

8) O professor de ensino médio Omar Zuhdi alegou em um processo por violação de direitos autorais em 1995 que praticamente todo o filme foi roubado de um manuscrito que ele escrever quando era estudante universitário. Zuhdi teve até seu ex-professor de egiptologia da Universidade Johns Hopkins para atestá-lo. Ao contrário da crença popular, Zuhdi nunca enviou pessoalmente seu manuscrito diretamente a Roland Emmerich e Dean Devlin; ele o enviou apenas uma vez para a 20th Century Fox, que o rejeitou em 1984, cinco anos antes de Emmerich e Devlin se conhecerem. 


No processo o StudioCanal alegou que acabou adquirindo uma cópia do manuscrito e, alguns anos depois, contratou Emmerich e Devlin para fazer Stargate, usando as ideias de Zuhdi, que processou Emmerich, Devlin, todos os outros produtores do filme, StudioCanal e MGM por US$ 140 milhões. Em 1997, o caso foi resolvido fora do tribunal por US$ 50.000. Em 2013, Zuhdi publicou um romance chamado "Egyptscape", baseado no manuscrito que ele diz ter submetido à Fox.


9) A primeira cena ambientada na contemporaneidade foi filmada no Park Plaza Hotel. Este local também foi usado como cenário final no filme "A garota de rosa shocking", também estrelado por James Spader. Já a entrada da montanha para o local onde fica o anel gigante na Terra é a mesma que foi usada para entrar no NORAD no filme Jogos de Guerra (1983). 


10) Embora tenha desempenhado alguns pequenos papéis antes, este filme tem o primeiro papel coadjuvante substancial para Djimon Hounsou (creditado como Djimon). Na faixa de comentário do DVD, Dean Devlin e Roland Emmerich mencionam com orgulho que, embora Steven Spielberg tenha dado a Hounsou sua grande oportunidade em Amistad (1997), eles o 'descobriram' antes disso.


11) O Stargate é um sistema projetado para abrir um buraco de minhoca, que é uma forma hipotética de viagem espacial chamada de "ponte Einstein-Rosen", em homenagem aos cientistas Nathan Rosen e Albert Einstein. Segundo eles, o buraco de minhoca deveria ser capaz de unir dois pontos distantes no universo, alterando as leis do espaço-tempo para cruzar de um ponto a outro em um breve período de tempo. O nome "buraco de minhoca" compara o universo a uma maçã, com um verme perfurando-o para chegar a um ponto do outro lado, em vez de rastejar pelo longo caminho do lado de fora. O mesmo conceito foi usado, por exemplo, em Contato (1997).. Mas vemos diversas variações, como em Star Wars ou a "dobra", de Star Trek.


O Stargate é um anel composto de um mineral supercondutor (fictício) chamado "naqahdah", marcado com 39 glifos que opera usando uma combinação de 7 glifos ou chrevrons para estabelecer uma rota espacial para viajar de um ponto a outro. Usando combinatória matemática, isso implica que um único portal estelar pode localizar 77.519.922.480 lugares em toda a galáxia, aumentado para 137.231.006.679 se na combinação um de alguns glifos puder ser reutilizado. Usando uma combinação de 8 glifos para uma viagem extragaláctica, um Stargate pode localizar 2.480.637.519.360 lugares em todo o universo, aumentado para 5.352.009.260.481 se um ou mais glifos puderem ser reutilizados. Ufa...


12) Djimon Hounsou, James Spader e Kurt Russell acabariam interpretando vilões no Universo Cinematográfico da Marvel. Honsou interpretou Korath em Guardiões da Galáxia (2014), Spader interpretou Ultron em Vingadores: Era de Ultron (2015) e Russell interpretou Ego em Guardiões da Galáxia vol. 2 (2017).

13) Dean Devlin concordou em fazer o filme porque sempre quis fazer um "Lawrence da Arábia no Espaço" e ajudou Roland Emmerich a desenvolver a história. Fez um ótimo filme, dos mais marcantes de todos os envolvidos. 
Quanto ao Lawrence Arábia, bom...Stargate tem deserto né? ...




Blu-ray: Stargate - A Chave Para o Futuro da Humanidade
Edição Definitiva Com Pôster e Cards 
(Blu-ray + DVD)

A Versátil lançou “Stargate - A Chave para o Futuro da Humanidade”, o cult-movie de  Roland Emmerich (“Independence Day”) em uma Edição Definitiva Limitada, que traz esse clássico de ficção científica em um disco Blu-ray, com 2 versões, a estendida do diretor – esta com comentários em áudio do diretor e do roteirista/produtor Dean Devlin, e a versão de cinema e um disco DVD com duas horas de vídeos extras, incluindo documentários e especiais, além de um pôster e dois cards exclusivos para colecionadores.

Disco 1 – Blu-ray (50Gb dupla camada)

- Versão estendida do diretor (130 min.)
- Versão de cinema (121 min.)

Disco 2 – DVD

- Making of (52 min.)
- Featurette sobre “Stargate” (22 min.)
- Existe um Stargate? (12 min.)
- Outros especiais e trailer (36 min.)


Informações sobre a edição:

Título: Stargate – A Chave para o Futuro da Humanidade
Título original: Stargate
País de produção: Estados Unidos, França
Ano de produção: 1994
Gênero: Ficção Científica
Direção: Roland Emmerich
Elenco: James Spader, Kurt Russell, Jaye Davidson, Viveca Lindfors
Resolução: 1080p High Definition
Idioma: Inglês
Áudio: DTS HD MA 7.1
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen anamórfico 2.40:1
Tempo de duração: 251 min.
Região: A
Colorido
Faixa etária: 14 anos

Extras: 

Comentários em áudio de Roland Emmerich e do roteirista/produtor Dean Devlin (130 min., apenas versão estendida do diretor), Making of (52 min.), Featurette sobre “Stargate” (22 min.), Existe um Stargate? (12 min.), Outros especiais e trailer (36 min.)


Tecnologia do Blogger.