YAPHET KOTTO - RESPONDE ÀS 7 PERGUNTAS CAPITAIS

yaphet-kotto-7

Através das 7 perguntas capitais eu conheci o mundo, literalmente. Consegui conversar com pessoas que eu jamais imaginaria que seria possível. Foi um projeto de 100 entrevistas, mas que terminou, depois de vários anos de muito trabalho e persistência. Foi cansativo, mas valeu a pena.

Por isto resolvi iniciar um novo projeto, desta vez com menos entrevistas (50 no total) e com um formato um pouco diferente, mas mantendo a ideia de serem 7 perguntas. Eu sempre fazia uma introdução do (a) entrevistado (a), mas desta vez será sendo diferente. Vão conhecê-lo (a) ou saber mais sobre ele (a) através da entrevista.

E hoje, com vocês o ator Yaphet Kotto.

Boa sessão:


1) É comum lembrarmos com carinho do início da nossa relação com o cinema. Os filmes ruins que nos marcaram, os cinemas frequentados (que hoje, provavelmente, estão fechados), as extintas locadoras de VHS que faziam parte do nosso cotidiano. Você é um apaixonado por cinema? Conte-nos um pouco de como é sua relação com a 7ª arte.

Y.K.: Sou mais do que apaixonada por cinema. Quando jovem, trabalhei em Manhattan, entregando almoços nos escritórios da empresa em Manhattan. Eu ia ao antigo teatro Trans-Lux e assistia a filmes estrangeiros como os do Ingmar Bergman ... Sorrisos de uma noite de verão, Sétimo Selo, Quando duas mulheres pecam, familiarizei-me com trabalhos de atores estrangeiros, familiarizei-me com o trabalho de Bibi Anderson, Liv Ullmann e Max Von Sydow ... Uma tarde, fui a um daqueles cinemas baratos na Times Square e vi "Sindicato de ladrões"... Esse foi o filme que me fez querer ser ator.


2) Muitos adoram fazer listas de filmes preferidos. Outros julgam que é uma lista fluida. Para não te fazer enumerar vários filmes, nos diga  qual o filme mais importante da sua vida. 

Y.K.:: Bom sou fã de 4 filmes que participei: Alien - o 8º passageiro, Com 007 Viva e deixe morrer, Running man - o sobrevivente e  A máfia nunca perdoa:

M.V.: Alien também é um dos filmes da minha vida. Parker é um personagem inesquecível.


3) Você fez algumas obras-primas do cinema, como 007 Viva ou deixe morrer, Brubaker e Thomas Crown - o magnífico. Eu sou particularmente um grande fã de seus filmes. Outro papel memorável foi o agente do FBI Alonzo Mosely em Fuga à meia noite, com Robert De Niro e Charles Grodin. Poderoso e irônico ao mesmo tempo. 
Mas o filme "Alien" é um dos filmes de terror mais emblemáticos de todos os tempos. Na cena mais famosa de Alien, você está segurando John Hurt enquanto uma criatura explode em seu peito. Você sabia o que estava prestes a acontecer? Você parece convincentemente aterrorizado nessa cena.

Y.K.: Eu tinha uma ideia do que deveria acontecer, mas realmente não sabia exatamente o que deveria acontecer; O que me deixou desconfiada e um pouco nervoso foi quando eu entrei no set, toda a equipe estava usando máscara e roupas de proteção, incluindo nosso diretor Ridley. As paredes estavam cobertas com algum tipo de cobertura protetora, assim como a câmera. Foi quando perguntei a Ridley... "Ei cara, o que está acontecendo aqui?" Ele só me deu um grande sorriso. Bem, você sabe o que aconteceu depois disso... O Alien saiu do peito de John, gritou e quase me deu um ataque cardíaco... Demorei semanas para superar isso!!!


4) Algumas profissões rendem histórias interessantes, curiosas e às vezes engraçadas. E certamente, quem trabalha com cinema, tem suas pérolas. Lembra-se de alguma história legal que tenha acontecido durante a execução de algum trabalho seu e que possa compartilhar conosco? Alguma história de bastidores, por exemplo…

Y.K.: Fico feliz que você fez essas pergunta. ... Alguém estava deixando as páginas das citações da Bíblia, e nelas tinham meu nome, Yaphet. Naquele tempo eu estava morando em Wimbledon. Certa vez, no mesmo dia em que gravei a cena do Alien saindo do peito de John Hurt, quando cheguei na casa que eu estava alugando, já de noite, vimos um OVNI sobre a casa... Só depois de um tempo, prestei atenção, e ele parecia que toda sexta-feira à noite. O OVNI aparecia e disparava como uma bala ... não mais rápido que uma bala ... mas aparecia e desaparecia em um piscar de olhos …

As citações deixadas no set de filmagens eram capítulos da Bíblia impressos em minúsculos escritos: Gênesis 9: 27 // Gênesis 10: 2-5 e Gênesis 5:32; 6:10; 7: 13… Fiquei curioso e me perguntei por que ninguém mais os notou… provavelmente os ignorou, pensando que tudo fazia parte do cenário como os escritos hindus no painel de autodestruição… mas de volta à casa naquela noite… peguei a Bíblia e olhei para eles ... Meus olhos se arregalaram na minha cabeça...


E o Senhor Deus disse: "Aumentarei a Jafé" (Hebreus Yaphet Elohim le-Yephet, Gênesis 9:27. Ele foi o progenitor de muitas tribos que habitavam o leste da Europa e o norte da Ásia (Gênesis 10: 2-5). Um ato de piedade filial Alguns, no entanto, derivam o nome de yaphah, "para ser bonito;" daí preto), um dos filhos de Noé, mencionado por último em ordem (Gênesis 5:32; 6:10; 7:13 ), talvez primeiro por nascimento (10:21; Comp. 9:24). Gênesis 9:27 "Que Deus amplie Yapheth, e que ele habite nas tendas de Sem; E que Canaã seja seu servo. "

Gênesis 27: 29: Que os povos sirvam a Yaphet, e as nações se prostrem diante dele; Seja mestre de seus irmãos, e que os filhos de sua mãe se curvem diante de Yaphet. Malditos os que amaldiçoarem a Yaphet, e benditos os que o abençoarem. "Isaías 66:19" Porei um sinal entre eles e enviarei sobreviventes deles para as nações: Társis, Put, Lud, Meseque, Rosh, Tubal e Javan, para as terras distantes que nunca ouviram a minha fama nem viram a minha glória. E Yaphet declarará a minha glória entre as nações.

M.V.: Uauuuuuuuu

Y.K.: Um calafrio, por algum motivo, passou por mim… .Eu larguei a Bíblia e nunca mais falei sobre isso… mas me prometi manter um olhar atento sobre os efeitos das coisas do homem.


5) Eu soube que o filme Alien, o 8º passageiro te aproximou do tema de forma bem pessoal. Como foi isto?

Y.K.: O governo precisa começar a ouvir os cidadãos de seus países que tiveram encontros próximos com OVNIs e alienígenas... Eu tive uma experiência logo após Alien com um OVNI e não descansarei até descobrir o que acho que há para ser enviado a todos nós. aqui na terra. Estou falando sério agora. Não estou procurando atenção. Precisamos entendê-los e ouvir sua mensagem, e um roteiro que escrevi ajudará a mensagem a sair. Coloquei minha experiência nele. Você ficou sabendo aqui em primeira mão, respondida na pergunta anterior..

M.V.: Que honra!!!


6) Agora voltando à sua área de atuação. Qual trabalho realizado você ficou profundamente orgulhoso? E em contrapartida, o que você  mais se arrependeu  de fazer, ou caso não tenha se arrependido, teria apenas feito diferente?

Y.K.: Tenho orgulho de ajudar a criar a Watts Writers Foundation em LA, orgulho de ter sido co-presidente do congresso de igualdade racial em Nova York, orgulho dos três filmes que mudam o caráter dos atores negros na mesa. "A Libertação de L.B. Jones" foi o primeiro filme que mostrou um homem negro matando um racista no sul, que deu origem a outros anti-heróis negros em filmes (até aquele momento, a imagem dos homens negros era a de palhaços e covardes), e a imagem dos homens negros mudou após o filme.

É claro que sou orgulhoso por Com 007 Viva e deixe morrer, que mostra um bandido negro perseguindo James Bond ao redor do mundo!!! E depois, é claro, o Alien… Não era apenas um grande Blockbuster… ele mostrou Parker como o herói supremo, o G.I.Joe do espaço, entregando sua vida para proteger uma mulher… Eu acho que esse filme fez com que mulheres de todo o mundo se tornassem fãs de Yaphet Kotto. Da Espanha à Rússia…

M.V.: From Russia with love (risos).


7) Para finalizar, deixe uma frase famosa do cinema que te represente.

Y.K.: "Nomes são para lápides, baby. Todos tirem este farsante para fora e acabem com ele." de 007, Viva ou deixe morrer. 

M.V.: Obrigado amigo. Foi uma honra


Tecnologia do Blogger.