OLÍVIA DE HAVILLAND - 10 FILMES ESSENCIAIS

olivia-de-havilland-10-filmes-essenciais

Nascida em Tóquio (Oi?) e falecida na França aos 104 anos (!!), Olivia partiu, juntamente com Kirk Douglas (que também viveu até os 103 anos !!!) neste fatídico 2020. De Havilland ficou conhecida pela parceria com o astro Errol Flynn, co-estrelando com ele oito filmes (3 dos quais estão listados na nossa homenagem abaixo).

Costumeiramente, escrevo um pouco sobre a atriz, mas assim como fiz com a atriz Meryl Streep, De Havilland vai ganhar um post que fala sobre a vida da atriz através de curiosidades incríveis.

Boa sessão:
Direção: Michael Curtiz

Peter Blood (Errol Flynn) é um renomado médico irlandês do século XVII que foi injustamente deportado para o Caribe, onde é obrigado a trabalhar como escravo. Ao liderar uma fuga, ele se torna um pirata, um justiceiro dos mares, e leva consigo uma prisioneira, a bela Arabella Bishop (Olivia de Havilland) e um bucaneiro francês, o Capitão Levasseur (Basil Rathbone), com quem forma uma parceria. O problema é que as coisas esquentam entre os dois quando eles começam a brigar pelo amor de Arabella.

Direção: Michael Curtiz

O Major Geoffrey Vickers (Errol Flynn) é o comandante da vigésima sétima brigada da cavalaria na Índia, responsável por coordenar as manobras do regimento e a movimentação das tropas. No entanto, durante uma dessas movimentações, um bando de guerreiros indianos massacra mulheres e crianças britânicas, criando um sentimento de vingança no coração do Major Vickers.

Direção: Michael Curtiz

No século XII, quando o rei da Inglaterra Ricardo Coração-de-Leão (Ian Hunter) é sequestrado na Áustria ao retornar das Cruzadas, o príncipe John (Claude Rains) tenta usurpar o trono, favorecendo os normandos invasores em detrimento dos saxões. Contra esta situação o nobre Robin Hood (Errol Flynn) organiza nas florestas de Sherwood um bando de salteadores e rebeldes. Enquanto ataca os normandos e rouba dos ricos para dar aos pobres, Robin se apaixona por Marian (Olivia de Havilland), protegida do rei Ricardo, que o príncipe quer casar com o arrogante Sir Guy (Basil Rathbone).

Direção: Victor Fleming

A complicada vida de Scarlett O’Hara, seus amores e desilusões em um período que tem a Guerra Civil Americana como pano de fundo. Rhett Butler é um vivido aventureiro que passa pela vida dela, em uma relação de amor e ódio marcada por conflitos já clássicos e cenas inesquecíveis de amor. Praticamente o inventor das telenovelas, devido aos conflitos constantes de emoções manifestadas e o romance como tema – não necessariamente por uma outra pessoa, e sim por uma causa, lugar ou qualquer outra coisa que se refira sentimentalmente ao personagem.

Direção: Robert Siodmak

Josephine Norris (Olivia de Havilland), mais conhecida como Jody em sua pequena cidade natal, é uma mãe solteira durante a Primeira Guerra Mundial. Seu filho é fruto de um breve relacionamento que Jody teve com um piloto que sumiu para sempre na guerra. Ela busca adotar a criança como uma maneira de proteger seu filho, mas a criança acaba indo parar no seio de outra família.

Direção: Robert Siodmak

Terry e Ruth Collins (Olivia de Havilland) são duas irmãs gêmeas que acabam relacionadas a um crime brutal que levou à morte de um homem. As duas possuem álibis para a noite do assassinato, mas a polícia continua suspeitando que uma delas é a culpada. O problema é saber, ao certo, qual das duas cometeu o crime.

 Direção: Anatole Litvak

Pouco tempo depois de casar-se com Robert (Mark Stevens), Virginia (Olivia de Havilland) começa a se comportar de maneira diferente, apresentando instabilidade emocional. Internada em um hospital psiquiátrico, ela passa por tratamento com eletrochoques e sofre diariamente com as péssimas condições do local e a falta de preparo dos profissionais de saúde. 

Direção: William Wyler

Século XIX. Catherine Sloper (Olivia de Havilland) é uma rica jovem sem qualquer atrativo especial, desajeitada, solitária e muito tímida. Morando com o pai, Austin (Ralph Richardson), e a romântica tia Lavinia (Miriam Hopkins) num casarão em Nova York, Catherine tem no bordado sua única diversão. Tudo muda quanto ela conhece Morris Townsend (Montgomery Clift), belo, sedutor e bastante interessado nela.

Direção: Walter Grauman

Cornelia Hilyard (Olivia de Havilland) é uma rica poetisa que vive em uma grande casa. Sua residência é tão grande que ela precisa de um elevador para subir os três andares. Certo dia, ela fica presa dentro do elevador, por causa de uma pane elétrica. Ela toca o alarme para pedir ajuda mas as pessoas que respondem ao chamado estão decididas a aterroriza-la ainda mais.

Direção: Robert Aldrich

Bette Davis interpreta Charlotte Hollis, uma solteirona reclusa ainda obcecada pelo brutal assassinato de seu amante, ocorrido há mais de 37 anos. Quando sua propriedade está para ser desapropriada para a construção de uma nova estrada, Charlotte pede a ajuda de sua prima Miriam (Olivia De Havilland), do velho amigo Drew (Joseph Cotten) e da sua empregada Velma Cruther (Agnes Moorehead). Quando os rumores que rondaram o crime acontecido décadas antes começam a se tornar realidade.
Tecnologia do Blogger.