KING KONG NO CINEMA / TV

king-kong-no-cinema-tv

O "Rei Kong" é um macaco gigante (fictício espero!!!) que tomou conta de nossos corações desde 1933 no cinema. Sua história no cinema é contada desde os primórdios do cinema e em breve virará série de TV. Suas histórias, basicamente, mostram a interação do macaco com os animais monstruosas da Ilha da Caveira, bem como sua paixão inusitada por uma bela moça humana.

Vamos conhecer as versões feitas até aqui, e sempre que novas aparecerem, acrescentaremos. Boa sessão: 

Direção: Ernest B. Schoedsack, Merian C. Cooper.

Em Nova York um famoso diretor de cinema não consegue uma atriz para sua próxima produção, pois ninguém quer ir filmar em um lugar não revelado. Assim ele mesmo começa a vagar pelas ruas até que encontra uma jovem pobre, mas muito bonita, a quem imediatamente dá o emprego. A equipe viaja e vai parar em uma ilha desconhecida, na qual os nativos oferecem "noivas" para Kong, um gigantesco macaco. Após muitos perigos a equipe de filmagens conseguem capturar o macaco, pois pretendem levá-lo para Nova York para ser exibido. Paralelamente o símio se apaixona pela atriz.

Direção: Ernest B. Schoedsack

Após os resultados desastrosos de sua última expedição, onde o gorila King Kong mostrou toda sua fúria, Carl Denham decide deixar Nova York a bordo de um navio para escapar de vez de todos os problemas. Mas, depois de um motim, ele e alguns companheiros são deixados para trás na ilha da Caveira, onde eles encontram um parente menor de King Kong, e acabam fazendo amizade com ele.

Direção: Ishirō Honda

Quando uma dissimulada empresa farmacêutica vai até uma remota ilha tropical para roubar King Kong para fins publicitários, eles recebem mais do que esperavam quando o gigantesco macaco ataca uma desavisada aldeia e um enorme polvo. Enquanto isso, muito abaixo do mar, a tripulação de um submarino desencadeia terror reptiliano quando derretem um bloco de gelo e liberam o feroz Godzilla de seu covil gelado. Quando os dois destrutivos monstros aparecem em Tóquio, é uma luta que tem o futuro da humanidade na balança.

Direção: Ishirō Honda

Após o fracasso total com o Robô Kong, construído para servir ao governo e escavar pedras preciosas em uma mina, o verdadeiro King Kong é capturado em sua ilha para assumir os serviços, tudo de maneira arbitrária e violenta. O problema é que, durante as escavações, a máquina e o gorila vão iniciar uma sangrenta batalha pelo posto, o que ameaça destruir todo o Japão.

Direção: John Guillermin

Em Surabaya, Indonésia, parte uma navio da companhia Petrox, que tem como objetivo procurar novos lençóis petrolíferos. No meio da viagem um fotógrafo clandestino avista um bote e nele estava Dwan (Jessica Lange), uma bela mulher que tinha sido a única sobrevivente de um naufrágio. Ao chegarem a uma ilha desconhecida os tripulantes se deparam com uma cerimônia tribal, na qual ofereciam uma jovem da aldeia e o feiticeiro caracterizado como um macaco representava o "noivo". Mas quando vêem Dwan propõem trocar seis mulheres por ela e, como nada conseguem de imediato, os nativos esperam anoitecer e a sequestram, dando-a em sacrifício para um gigantesco gorila. Inicialmente ela fica apavorada, mas logo se convence de que o gigantesco símio não quer lhe fazer mal. Na verdade ele gradativamente vai se mostrando cada vez mais amistoso e, por incrível que pareça, tendo com ela um comportamento bem gentil.

Direção: John Guillermin

A história do filme continua do ponto que foi finalizada o filme de 1976, na qual mostra que "Kong" não morreu como se imaginava. Ele conseguiu sobreviver do alto do edifício World Trade Center e para sua recuperação são necessárias várias cirurgias. King Kong retorna depois de 10 anos. Tudo graças a uma transfusão de sangue onde "Kong" e levado a um laboratório, onde cientistas implantam um coração mecânico lhe dando vida novamente e a uma descoberta de uma fêmea de sua espécie.

Direção: Peter Jackson

1933. Ann Darrow (Naomi Watts), uma atriz de vaudeville, enfrenta dificuldades para se sustentar, como vários outros americanos durante a Grande Depressão. Ela caminha pelas ruas de Manhattan pensando na possibilidade de trabalhar em um cabaré, até que a fome a faz roubar uma maçã. Ann é salva pelo cineasta Carl Denham (Jack Black), que oferece a ela o papel principal em sua próxima produção. Inicialmente indecisa, Ann aceita a oferta após saber que o roteirista é o conceituado dramaturgo Jack Driscoll (Adrien Brody). Na verdade Carl está em apuros, já que o patrocínio para concluir seu filme inacabado foi cancelado e sua antiga atriz principal abandonou o projeto. Apesar dos problemas, Carl embarca a equipe e o elenco de seu filme no cargueiro fretado S.S. Venture. O objetivo da viagem é chegar na Ilha da Caveira, que tem a fama de abrigar uma raça perdida e várias criaturas consideradas extintas

Direção: Jordan Vogt-Roberts

1944, durante a Segunda Guerra Mundial. Dois aviões, um americano e outro japonês, são abatidos em pleno combate aéreo. Os pilotos sobrevivem, chegando a uma ilha desconhecida no Pacífico Sul. Lá eles dão continuidade à batalha, sendo surpreendidos pela aparição de um macaco gigante: Kong. Em 1973, Bill Randa (John Goodman) tenta obter junto a um político norte-americano a verba necessária para bancar uma expedição à tal ilha perdida. Ele acredita que lá existam monstros, mas precisa de provas concretas. Após obter a quantia, ele coordena uma expedição que reúne militares, liderados pelo coronel Preston Packard (Samuel L. Jackson), o rastreador James Conrad (Tom Hiddleston) e a fotógrafa Mason Weaver (Brie Larson).

Direção: Adam Wingard

Em Godzilla vs Kong, as duas poderosas forças da natureza vão se enfrentar em batalha. Enquanto a organização científica secreta Monarch caça, investiga e estuda a origem dos Titãs, uma conspiração tem a intenção de acabar com todas as criaturas, sejam elas ameaçadoras ou não. O mundo sobreviverá ao duelo de monstros? 
O filme é uma continuação de Godzilla II: Rei dos Monstros



Obras-Primas do Cinema, apresenta pela primeira vez no Brasil em alta definição, com venda EXCLUSIVA no SITE (www.colecioneclassicos.com.br) com mais de 1 hora de extras! Edição inédita com luva especial, capa rótulo duplo, 3 cards, pôster e livreto de 28 páginas!

Extras:

• “King Kong: A incrível experiência e os problemas de produção”, documentário exclusivo Obras-Primas do Cinema (40 minutos)
• Fazendo King Kong (22 minutos)
• Cenas deletadas (14 minutos)
• Trailer (2 minutos)


Formato da coleção:

- Luva: Papel 325 Triplex, laminação total 4x1
- Capa Blu-ray (rótulo duplo) 4x1
- Cards: 3 unidades
- 1 Disco Blu-ray (filme)
- 1 pôster (30x46cm)
- Livreto com 28 páginas

Informações técnicas da edição:

Título Original: King Kong
Ano de Produção: 1976
País de Produção: Estados Unidos
Gênero: Aventura
Direção: John Guillermin
Elenco Principal: Jeff Bridges, Charles Grodin, Jessica Lange, John Randolph, Rene Auberjonois, Julius Harris, Jack O'Halloran, Dennis Fimple, Ed Lauter, Jorge Moreno.
Resolução: 1080p High Definition (1920 x 1080p)
Idiomas: Inglês (original) | Português (dublagem)
Áudios: DTS-HD Master Audio 5.1, DTS-HD Master Audio 2.0 (Inglês), Dolby Digital 2.0 (português)
Legendas: Português - Inglês
Formato de Tela: 2.35:1
Cor: Colorido
Duração Aproximada: 134 minutos
Região: A-B-C
Faixa Etária: 14 Anos, Contém: Insinuação Sexual, Morte.




Tecnologia do Blogger.