SIDNEY LUMET - 10 FILMES ESSENCIAIS

sidney-lumet-10-filmes-essenciais

Gênio dos pequenos espaços, Sidney Lumet foi um daqueles cineastas que merecem ser revistados sempre que possível. Falecido em 2011 e dono de uma filmografia respeitada, conseguiu começar e terminar a carreira no auge, sendo que seu momento menos memorável talvez seja a década de 90. 

Ele foi indicado cinco vezes ao Oscar : quatro de Melhor Diretor (12 homens e uma sentença, Um dia de cão, Rede de intrigas e o Veredito) e um de Melhor Roteiro Adaptado por Príncipe da Cidade. 

Nascido na Filadélfia, aos 11 anos já dava seus passos como ator. Porém a Guerra deu uma pausa nas suas pretensões. 

Retomou poucos anos depois, trabalhando na era de ouro da TV. Com esta formação, disciplina, ótimos atores e uma direção irretocável, seus filmes foram chamando atenção ano a ano. Tratando de temas sociais, racismo, preconceitos e até representatividade, suas obras primas são imperdíveis, seus filmes bons são acima da média e seus filmes pouco conhecidos merecem serem vistos. 

Seus filmes são altamente motivados pelo diálogo, com muitos discursos e duelos verbais dramáticos. Eles mantém uma atmosfera realista usando pouca música. Os filmes geralmente ocorrem em um curto período de tempo e geralmente se passam em locais confinados.

Confira os 10 essenciais deste grande mestre:


Um jovem porto-riquenho é acusado do brutal crime de ter matado o próprio pai. Quando ele vai a julgamento, doze jurados se reúnem para decidir a sentença, levando em conta que o réu deve ser considerado inocente até que se prove o contrário. Onze dos jurados têm plena certeza de que ele é culpado, e votam pela condenação, mas um jurado acha que é melhor investigar mais para que a sentença seja correta. Para isso ele terá que enfrentar diferentes interpretações dos fatos, e a má vontade dos outros jurados, que só querem ir logo para suas casas.


Durante o nazismo na Alemanha, o professor universitário judeu Sol Nazerman é confinado em um campo de concentração juntamente com sua família: esposa, pais e um casal de filhos pequenos. Ele é o único sobrevivente após a Guerra e vai para os Estados Unidos, trabalhar como proprietário de uma loja de penhores no perigoso bairro do Harlem em Nova Iorque. Ele passa os dias negociando sem qualquer emoção com toda a sorte de clientes arruinados e abalados.


Em 1964, em plena Guerra Fria, com Estados Unidos e União Soviética competindo ferozmente pela hegemonia mundial, um erro de computador pode destruir ainda mais essa relação complicada. Por uma falha técnica no sistema do Strategic Air Command (órgão estratégico de defesa nuclear dos Estados Unidos), uma frota de aviões recebe a ordem de destruir a cidade de Moscou com duas bombas atômicas. Com pilotos treinados para não receberem ordem verbais e com o procedimento de destruição em curso, os americanos vão ter que lutar contra o tempo, já que os russos prometeram destruir Nova York caso o lançamento aconteça.


Durante a 2ª Guerra Mundial, no deserto líbio, há um acampamento militar britânico cujo objetivo é disciplinar os militares que tiveram um comportamento reprovável. Os prisioneiros são perseguidos pelo 2º sargento Williams (Ian Hendry), que os faz subir várias vezes, debaixo de um sol escaldante, uma colina construída no meio do campo. O sargento Charlie Harris (Ian Bannen) é o mais humano dos guardas, mas o chefe do campo, o 1º sargento Bert Wilson (Harry Andrews), se recusa a desautorizar Williams. Um dia chegam 5 novos prisioneiros e cada um enfrentará de modo diferente a autoridade e o sadismo de Williams.


Na Nova York dos anos 70, Serpico (Al Pacino) é um policial jovem e idealista que, ao contrário de muitos de seus colegas, se nega a aceitar dinheiro oriundo da extorsão de criminosos locais. Com isso, ele passa a enfrentar a resistência de seus superiores em aceitar seus métodos pouco ortodoxos de combate ao crime e, mais, deixa clara a sua indignação diante da corrupção generalizada entre seus colegas da polícia, passando a colocar a própria vida em risco.


Baseado numa história real, Al Pacino brilha no papel de Sonny Wortzik, um ladrão que resolve assaltar um banco num dia de calor escaldante em Nova York. As coisas não correm exatamente como ele planejou e, em pouco tempo, o banco está cercado pela polícia e por um gigantesco circo de mídia – daí em diante, tudo só se complica. Enquanto tudo se desenrola a multidão apóia e aplaude as declarações de Sonny e fica contrária ao comportamento da polícia.


O âncora Howard Beale (Peter Finch) recebe a notícia de que está demitido em razão dos seus baixos índices de audiência. Um dia, com o programa no ar, comunica a sua saída da emissora e avisa que se matará ao vivo na próxima semana. É imediatamente afastado, mas diante dos apelos do público a emissora decide voltar atrás. A partir de então ele passa a encarnar o profeta louco e seu comportamento insano tem recepção altamente positiva. As pessoas responsáveis pela sua ascensão, no entanto, agora precisam encontrar uma forma de detê-lo.


Um investigador de Nova York aceita participar de uma arriscada operação de combate à corrupção no departamento de polícia da cidade, organizada pelo Departamento de Justiça. Mas ele terá de enfrentar a possibilidade de incriminar velhos amigos e de perder a própria vida para atingir os objetivos da missão.
Este filme foi minha última escolha. Fiquei entre 3 filmes (Assassinato no Oriente Express e Longa jornada noite adentro), mas dei uma pesquisada em todos os sites que ranqueiam, e este filme aparece em praticamente em todas. Esta não era minha opção mas eu quis ser justo com a opinião da maioria.


Advogado alcoólatra e decadente vê a chance de recuperar a sua auto-estima quando lhe é dado um caso sobre um erro médico. Mesmo quando uma quantia razoável é oferecida para se chegar a um acordo e o caso não ir a julgamento, ele não concorda e decide enfrentar um poderoso grupo, que é defendido por um renomado e ardiloso advogado.


Nova York. Andrew "Andy" Hanson (Philip Seymour Hoffman) é um viciado em drogas cuja carreira de executivo está desmoronando. Para se livrar de uma auditoria, que demonstrará graves problemas na sua área, convence o irmão Hank (Ethan Hawke), que também tem problemas financeiros (deve três meses da pensão da sua filha, cuja guarda está com a ex-mulher), a assaltar a joalheria dos pais deles, Charles (Albert Finney) e Nanette (Rosemary Harris). 

Menções honrosas: Assassinato no Oriente Express, Até os deuses erram, Longa jornada noite adentro




A Versátil lançou "O Cinema de Sidney Lumet", caixa em luva reforçada com 3 DVDs que reúne 4 filmes inéditos do mestre Sidney Lumet (“Serpico”, “Um Dia de Cão”), um dos maiores diretores norte-americanos do Pós-Guerra, incluindo a versão integral do cultuado “O Príncipe da Cidade”. Uma hora e meia de vídeos extras, com especiais e análises. Edição Limitada com 6 cards.

Disco 1

☛ O PRÍNCIPE DA CIDADE
(Prince of the City, 1981, 167 min.)
Com Treat Williams, Jerry Orbach, Richard Foronjy.

Um policial corrupto de Nova York se torna agente infiltrado do governo. Sua decisão acabará por destruir a vida de seus amigos. Com a mesma pungência dramática de Serpico e com uma atuação soberba de Treat Williams no papel principal, Lumet constrói mais uma obra-prima sobre a corrupção policial e suas trágicas consequências morais e pessoais. Leão de Ouro no Festival de Veneza.

Disco 2

☛ CHAMADA PARA UM MORTO
(The Deadly Affair, 1967, 107 min.)
Com James Mason, Maximilian Schell, Simone Signoret, Harriet Andersson.

Um agente secreto investiga os fatos ocultos por trás do suicídio de um funcionário do governo britânico. Adaptação do primeiro romance de John Le Carré, este excelente filme de espionagem realizado na Inglaterra por Lumet conta com grande elenco.

☛ BRINCADEIRA DE CRIANÇA
(Child’s Play, 1972, 100 min.)
Com James Mason, Robert Preston, Beau Bridges.

Jovem professor ingressa em escola tradicional e se surpreende com a violência entre os alunos. Desconfiado que algum docente os incentiva, ele decide investigar. Com toques de horror gótico, esse esquecido filme atmosférico de Lumet merece ser redescoberto.


Disco 3

☛ O GRUPO
(The Group, 1966, 153 min.)
Com Candice Bergen, Joan Hackett, Elizabeth Hartman, Shirley Knight.
Grande Depressão, início dos anos 1930. Oito amigas que foram criadas em um colégio interno se formam na universidade, alimentando grandes sonhos e objetivos na vida. Baseando no aclamado best-seller de Mary McCarthy, Lumet realiza um fascinante e amargo drama feminino com agudo comentário social.

Informações da edição:

Títulos em português: O Príncipe da Cidade, Chamada para um Morto, Brincadeira de Criança, O Grupo
Títulos originais: Prince of the City, The Deadly Affair, Child’s Play, The Group
País de produção: Estados Unidos, Inglaterra
Ano de produção: 1966-1981
Gênero: Drama, Policial, Terror
Direção: Sidney Lumet
Elenco: Anton Walbrook, Simone Signoret, Serge Reggiani, Daniel Gélin, Edwige Feuillère, George Rigaud, Daniel Lecourtois, Jean Gabin, Danielle Darrieux, Simone Simon, Pierre Richard-Willm, Sessue Hayakawa, Michiko Tanaka.
Idioma: Inglês
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Widecreen Anamórfico 1.85:1
Tempo de duração:  527 min.
Região: 4
Colorido
Faixa etária: 14 anos

Extras:

Making of de “O Príncipe da Cidade” (28 min.), Especiais sobre “Chamada para um Morto” (9 min.), Depoimentos sobre Sidney Lumet e “Chamada para um Morto” (43 min.), Análise de “O Grupo” (20 min.), Trailers da coleção (5 min.).

”Versátil


A Versátil lançou também “12 Homens e uma Sentença”, a obra-prima de Sidney Lumet e o maior filme de tribunal de todos os tempos em Edição Definitiva Limitada, que traz esse clássico em inédita versão restaurada em alta definição em um disco Blu-ray (50Gb de dupla camada) e outro disco DVD com mais de quatro horas de vídeos extras legendados, incluindo especiais e documentários, além de um pôster e 2 cards exclusivos para colecionadores!!!

Disco 1 – BLU-RAY

- Versão restaurada (96 min.)
- Making of (23 min.)
- Especial (15 min.)

Disco 2 – DVD

Versão para TV dirigida por Frank Schaffner (51 min.), Apresentação da versão de TV (15 min.), Especial sobre a adaptação para o cinema (26 min.), Entrevistas de Sidney Lumet (23 min.), Especial sobre Sidney Lumet (10 min.), Especial sobre o autor Reginald Rose (15 min.), Análise sobre a fotografia do filme (38 min.), “Tragédia numa cidade Temporária”, episódio de TV dirigido por Sidney Lumet (55 min.), Trailer de cinema (2 min.).



Informações da edição:

Título: 12 Homens e uma Sentença
Título original: 12 Angry Men
País de produção: Estados Unidos
Ano de produção: 1957
Gênero: Drama
Direção: Sidney Lumet
Elenco: Henry Fonda, Lee J. Cobb, Ed Begley, E.G. Marshall, John Fiedler, Jack Klugman, Edward Binns, Joseph Sweeney, George Voskovec, Robert Webber
Resolução: 1080p High Definition
Idioma: Inglês
Áudio: LPCM 1.0 (filme de 1957) / Opção dublada
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen anamórfico 1.66:1
Tempo de duração: 96 min.
Região: A
Preto e Branco
Faixa etária: 14 anos

Extras:

Versão para TV dirigida por Frank Schaffner (51 min.), Apresentação da versão de TV (15 min.), Especial sobre a adaptação para o cinema (26 min.), Entrevistas de Sidney Lumet (23 min.), Especial sobre Sidney Lumet (10 min.), Especial sobre o autor Reginald Rose (15 min.), Análise sobre a fotografia do filme (38 min.), “Tragédia numa cidade Temporária”, episódio de TV dirigido por Sidney Lumet (55 min.), Trailer de cinema (2 min.).

”Versátil

Tecnologia do Blogger.