13 CURIOSIDADES SOBRE O FILME "UM LOBISOMEM AMERICANO EM LONDRES (1985)"

an-american-werewolf-in-london

Adoro curiosidades sobre filmes. Elas sempre nos chama a atenção para coisas que não percebemos num primeiro momento. Como no caso do filme em questão. Quem notou que o personagem principal, que se chama David, tem o mesmo nome do ator que faz o papel? Ou que David usa uma jaqueta vermelha, que é um aceno á história da Chapeuzinho Vermelho, afinal, David é atacado pelo lobo mau...

Então, por isto é interessante reunir curiosidades sobre filmes. Confira abaixo detalhes sobre este grande clássico do horror oitentista.

1) Apesar do Oscar ter começado em 1929, foi somente em 1981 que iniciaram as homenagens a melhor maquiagem. E o primeiro filme a conseguir a honra foi "Um lobisomem americano em Londres". E quem levou a estatueta para casa foi o gênio Rick Baker. O estopim foi a falta de reconhecimento do filme "O homem elefante" um ano antes (que aliás concorreu a 8 Óscares e perdeu todos).  Na categoria Melhor filme, disputaram no tapa ele e Touro indomável e quem venceu? Gente como a gente. Uma das grandes injustiças da história do prêmio.


2) Outro fato bastante curioso é de que todas as músicas deste filme têm a palavra "lua" em seus títulos. TODAS.  As músicas são Blue Moon, cantada por  Bobby Vinton;  Blue Moon, cantada por Sam Cooke; Blue Moon, cantada por The Marcels; Bad Moon Rising cantada por Creedence Clearwater Revival; Moondance cantada por Van Morrison. 


3) David Naughton disse que a cena da transformação levou seis dias para ser concluída, aproximadamente dez horas por dia gastas na aplicação da maquiagem, cinco horas no set e três horas de remoção da maquiagem. Como a maquiagem demorou muito para ser aplicada e removida, havia apenas tempo suficiente para uma cena por dia. Rick Baker estimou que apenas meia hora de filmagem foi filmada durante toda a semana. A cena do focinho no grau máximo de extensão foi o último take a ser filmado, e não incluiu Naughton, mas uma cabeça animatrônica. 


4) O visual final do lobisomem foi baseado num cão da raça Keishhound do criador da maquiagem, Rick Baker ", que era um cachorro mais peludo e quase meio lobo chamado Bosco, como o da foto abaixo. Isto aconteceu porque Rick Baker gastou toda sua criatividade em Grito de horror (1981). Ele tinha protótipos prontos para o filme de Landis há anos, mas o filme nunca recebia sinal verde. E quando finalmente recebeu, foi tarde. Mesmo assim, Baker decidiu deixar Grito de Horror nas mãos de seu protegido Rob Bottin , e só serviria de consultor. Com isto, suas energias se voltaram para o filme de Landis, porém no processo, o lobisomem estava ficando muito parecido com o do filme de Joe Dante. Daí veio a ideia do cachorro.


Rick Baker e John Landis tiveram várias divergências sobre qual deveria ser o design do lobisomem justamente porque Baker queria que fosse um lobisomem de duas pernas e Landis queria um de quatro patas. Mas o destino deu a vitória a Landis. Curiosamente, Baker venceu um Oscar por um de 4 patas neste filme e em 2010, por Lobisomem, e neste filme eles eram bípedes, mostrando que sua competência era acima de opiniões. 


5) Quando David liga para casa para conversar com sua família, ele fala com sua irmã Rachel. Durante a conversa, eles falam sobre seu irmão Max. Max e Rachel são os nomes dos filhos de John Landis  Max se tornou diretor, produtor, roteirista e ator e já foi confirmado na direção do remake de Um lobisomem americano em Londres.

6) Rick Baker interpreta um dos lobisomens nazistas na sequência do pesadelo (especificamente aquele que corta a garganta de David).


7) Michael Jackson ficou tão impressionado com este filme, principalmente pelos efeitos visuais e de maquiagem, que insistiu em contratar o pessoal para seu mais novo videoclipe que se chamaria  "Thriller". Quando John Landis concordou em dirigir (seu primeiro videoclipe), ele contratou sua principal equipe incluindo Robert Paynter (Fotógrafo), Elmer Bernstein (música ), Rick Baker (Efeitos de maquiagem), e sua esposa Deborah Nadoolman (Figurinista).


8) Frank Oz aparece como dois personagens do filme. Collins, o homem que conversa com David no hospital e a voz de Miss Piggy no clipe de O Show dos Muppets: Señor Wences (1980). Para quem não se lembra, Frank, além de ser um ótimo diretor de comédias, ele faz o Yoda na saga Star Wars.

9) Enquanto trabalhava neste filme, Rick Baker foi convidado por Steven Spielberg para trabalhar com ele em ET: O Extraterrestre (1982). Baker recusou, por causa de suas obrigações com este filme. Spielberg seguiria em frente, contratando Carlo Rambaldi, coincidentemente, Carlo Rambaldi trabalhou em um filme de lobisomem três anos depois, projetando e criando o monstro do filme Bala de Prata (1985). Rambaldi venceu o Oscar por E.T. em 1983, demonstrando que as peças estavam todas em seus devidos lugares.


10) Este filme fez parte do início de um bem sucedido ciclo de ótimos filmes dos anos 80 sobre Lobisomens. Entre eles Lobos (1981), Noite do lobisomem (1981), Grito de horror (1981). A Companhia dos lobos (1984), O Garoto do futuro (1985), Bala de prata (1985), Grito de horror 2 (1985), O Garoto do futuro 2 (1987), Grito de horror 3 (1987).


11)  Na cena do Zoológico, a única garantia que David Naughton tinha era a de que os lobos já tinham sido alimentados. Os treinadores disseram a ele que não haveria barulhos altos ou movimentos bruscos. Era apenas uma tomada, mas acabou atrasando. Deveriam terminar às 9 da manhã, mas ultrapassaram David olhou ao redor e disse: "Uau! Por que você tem todos esses extras para esta cena?". Eles responderam: "Eles não são extras. O movimento é porque o zoológico está aberto."


12) No final dos créditos, há uma mensagem de felicitações pelo casamento do príncipe Charles e Lady Diana Spencer. Foi incluído, porque quando David está tentando ser preso, ele grita: "O príncipe Charles é um viado!" O filme foi filmado  meses antes dos preparativos para o casamento do casal em julho de 1981.

13) Veja abaixo como estão os atores principais hoje.










Obras-Primas do Cinema, orgulhosamente apresenta pela primeira vez no Brasil em alta definição em edição inédita com luva especial, 3 cards, pôster e livreto de 28 páginas!

1º Disco:
BLU-RAY (50 GB – DUPLA CAMADA) - O FILME:

Dois jovens turistas americanos, David Kessler (David Naughton) e Jack (Griffin Dune) estão em excursão pela Europa. Passando por uma região rural da Inglaterra, são malvistos pelos habitantes locais quando adentram uma espécie de bar ou estalagem. Ao saírem, recebem os mais esquisitos avisos: “Mantenham-se na estrada e afastem-se dos pântanos” e “Cuidado com a lua”. Mesmo assim, os jovens embrenham-se na escuridão e não percebem que estão sendo seguidos por uma criatura terrível.

INFORMAÇÕES DO FILME:

Resolução: 1080p High Definition (1920 x 1080p)
Idiomas: Inglês (original) | Português (dublagem)
Áudios: DTS-HD Master Audio 5.1, DTS-HD Master Audio Mono (Inglês), Dolby Digital 2.0 (português)
Legendas: Português - Inglês
Formato de Tela: 1.85:1
Cor: Colorido
Duração aproximada: 97 minutos


2º Disco:
DVD (DUPLA CAMADA) – OS EXTRAS:
EDIÇÃO ESPECIAL COM QUASE 4 HORAS DE EXTRAS, com um documentário especial do cineasta Daniel Griffith. Várias entrevistas com: John Landis, David Naughton, Rick Baker. Storyboards, trailers e muito mais!

FORMATO DA COLEÇÃO:

- Luva: Papel 325 Triplex, laminação total 4x1
- Capa Blu-ray 4x1 (rótulo duplo “duas opções de capa”)
- Cards: 3 unidades
- 1 Disco Blu-ray (filme)
- 1 Disco DVD (extras)
- 1 Pôster (30x46cm)
- Livreto com 28 páginas com muitas curiosidades e fotos


OUTRAS INFORMAÇÕES:

Ano de Produção do filme: 1981
Título Original: An American Werewolf in London
País de Produção: Estados Unidos | Inglaterra
Gênero: Terror
Direção: John Landis
Elenco Principal: David Naughton, Jenny Agutter, Griffin Dunne, Joe Belcher, David Schofield, Brian Glover, John Woodvine, Lila Kaye, Michael Carter, Anne-Marie Davies.
Região: A-B-C
Faixa Etária: 16 Anos. Contém: Violência, Insinuação Sexual, Nudez.



Tecnologia do Blogger.