JUAN DOS MORTOS (2011) - FILM REVIEW

juan-dos-mortos-2011-film-review.

Não é de hoje que o cinema usa do cinema de gênero para falar sobre aspectos negativos da sociedade. Uma das principais discussões propostas pela trilogia dos mortos de George Romero é o consumismo, que fica mais evidente no segundo (e maior filme da série), quando os mortos se instalam em um shopping center. 

E em um futuro não muito distante, alguns diretores passaram a fazer a sátira social de forma mais explícita, usando a comédia como corpo da ideia a ser passada. Filmes genias foram realizados. Juan dos mortos é uma delas.

Juan dos mortos. Matamos seus entes queridos. Como podemos te ajudar?


Na trama, Juan (Alexis Díaz de Villegas) é um sujeito de 40 anos especializado na arte de não fazer nada. Um dia, se depara com uma misteriosa infecção que está transformando os habitantes de Havana em mortos-vivos famintos. Juan, como um bom cubano, decide começar um negócio ao lado do amigo Lazaro (Jorge Molina) para tirar vantagem da situação. Eles se especializam em assassinar zumbis e trabalham com o slogan "Matamos seus entes queridos". O negócio acaba sendo afetado com o crescimento constante do número de infectados.

No meio de tantos filmes (de zumbis inclusive), é de se estranhar que a obra não tenha gerado continuações. Quando entrevistei o diretor Alejandro Brugués há alguns anos, uma das minhas curiosidades foi justamente esta: Perguntei se havia planos para uma sequência. Sua resposta foi desesperançosa para os fãs: "-...não há planos de uma sequência. Num certo ponto, todo mundo queria uma e até eu mesmo tentei bolar uma história mas nunca se tornou real. Foi só uma resposta para me livrar da pergunta. A verdade é que me diverti muito fazendo o filme e quero trabalhar com os mesmos atores, mas em alguma outra coisa. Vamos deixar Juan sozinho e encontrar outra aventura.."


O fato é que vieram Zumbilândia 2, Extermínio 2, Os mortos 2, Despertar dos mortos, enfim, quase todos os ótimos filmes continuaram suas histórias, do mesmo nível ou até melhores que o original. Mas Brugués seguiu outro caminho na carreira. 

Juan

Em um momento hilariante, três personagens tentam a todo custo por fim em um zumbi. Tentam por estaca, achando que pode ser um vampiro. Indagam se precisam de balas de prata, pois pode ser um Lobisomem, E a esposa (ainda viva) deste senhor pergunta se não pode ser efeito dos remédios vencidos dados pelo hospital. Hora irônico, hora pastelão, hora nervoso, o humor do filme é tratado de diversas formas para chegar no mesmo resultado: o quão desesperador é aquela situação, mas que no fundo, são pessoas normais vivendo uma nova situação. Por exemplo, enquanto um certo personagem escuta o desabafo de uma mulher seminua, ela chora. Ele olha para seus seios fartos.


Referências

Um dos filmes favoritos do diretor Alejandro é "Tubarão" e com ele vem duas referências bem legais em uma única sequência. Quando eles estão em fuga no mar, uma moça é morta da mesma forma que Chrissie Watkins (Susan Backlinie), sendo pega por baixo e chacoalhada na água antes de afundar. E não poderia faltar um Tubarão pegando um zumbi no fundo do mar, o que nos leva a outro filme, Zumbi 2, de Lucio Fulci. São referências apenas. O espectador desavisado nem nota.

O próprio nome da produção, Juan of the Dead é referência a outra do gênero, Shaun of the Dead (Todo mundo quase morto). Em outro momento, eles entram em um prédio e zumbis descem as escadas. Um personagem diz: "-Malditos espanhóis". Esta é outra referência ao filme espanhol de zumbi Rec, de 2007, outra obra indispensável para amantes do gênero. 

A roupa usada pela personagem de Andrea Duro é muito parecida (cor e estilo) com a da personagem de Rose McGowan em Planeta Terror (também de 2007), que trata o tema Zumbi com uma visão Tarantinesca. 


E por fim, na entrevista que citei acima com o diretor, ele me disse que outro de seus filmes preferidos é Caçadores da arca perdida. E em uma das cenas, um personagem americano, com jeito de aventureiro, chega para salvar o dia, Seu nome: Jones, Pastor Jones.

As referências servem para trazer mais graça aos filmes, mostrar que o diretor é acima de tudo, um admirador de cinema. O próprio Tarantino usa e abusa delas, fazendo de seus filmes verdadeiros recortes cinematográficos. 

Havana Livre

A grande sacada da trama é mostrar que os personagens querem fazer dinheiro em cima do ataque zumbi, além de mostrar em diversas cenas, que Cuba não é nada satisfeita com a influência americana e espanhola na Ilha, desde muito tempo. Para quem não sabe, a ilha de Cuba foi "descoberta" (traduzindo, conquistada e os índios que ali residiam, foram perdendo espaço ao longo dos tempos, como aqui no Brasil) pelos europeus com a chegada de Cristóvão Colombo, em 1492, que batizou a ilha de... Juana, uma homenagem a um dos filhos do rei da Espanha (ou seja, o nome do personagem Juan é uma referência bem raiz).


Com o passar dos anos (ou melhor, séculos), os EUA fizeram uma intervenção durante a Guerra de Independência Cubana, em 1898, fato considerado o estopim da Guerra Hispano-Americana. Apesar de a história ser muito maior e complexa, estas linhas ilustram o porque do filme tratar os espanhóis e os americanos com desdenho.

Com tudo isto exposto, posso afirmar que "Juan dos mortos" é muito mais que um filme de Zumbis para assistir e esquecer. É para comprar, ter na coleção e rever sempre que der vontade.

Mesmo que seja só para ver um cubano matar o herói americano que o "salvou" e ainda rir disto...



Já no mercado há 3 décadas, a Imovision vem se consolidando como uma das maiores incentivadoras do melhor cinema mundial na América latina, tendo lançado mais de 500 filmes no Brasil. Criada pelo empresário Jean Thomas Bernardini, a distribuidora tem em seu catálogo, realizações de consagrados diretores estrangeiros e brasileiros, e filmes premiados nos mais prestigiados festivais de cinema do mundo, como Cannes, Veneza e Berlim.

E a dica de hoje é o Juan dos mortos, que pode ser adquirido nas melhores lojas.

Informações técnicas da edição:

Gênero: Terror/Comédia
Direção: Alejandro Brugués
Atores: Alexis Díaz de Villegas, Jorge Molina, Andrea Duro, Andros Perugorría, Jazz Vilá, Eliecer Ramírez, Blanca Rosa Blanco, Susana Pous
Idioma: Espanhol
Legendas: Português
Duração: 92 min.
Região: All
Áudio: Dolby Digital 5.1 Espanhol
Vídeo: Letterbox 16:9
Cor: Colorido



Tecnologia do Blogger.