TONY RICHARDSON - 10 FILMES ESSENCIAIS

tony-richardson-10-filmes-essenciais

Primeiro, vou esclarecer um equívoco: Tony Richardson teve uma participação importantíssima na criação do moderno teatro inglês através de montagens com a empresa English Stage Company criada em 1955.  Já nos EUA, há o prêmio Tony, também referente a teatro, mas com nenhuma relação com o diretor inglês, apesar de ele ter começado em 1947, pouco antes da English Stage Company e serem da mesma época. 

Dito isto, Tony Richardson é um nome importantíssimo no cinema inglês, mesmo com altos e baixos. Ele foi um dos nomes fundamentais da Nouvelle Vague Britânica. Foi casado com a atriz Vanessa Redgrave, entre 1962 e 1967, com quem teve duas filhas: Natasha Richardson, que também é atriz e Joely Richardson. Natasha, que se casou com Liam Neeson, faleceu em 18 de março de 2009 devido a um acidente esquiando. Tinha 45 anos. 

Já Tony Richardson não teve que passar pelo pesadelo de perder uma filha, e faleceu (também com pouca idade) em 1991 em decorrência de complicações por conta do vírus da AIDS. Richardson era bissexual, mas nunca o reconheceu publicamente até depois de contrair o HIV. 

Venceu o Oscar por Tom Jones. Vamos aos 10 filmes:

Apesar de ter formação universitária, Jimmy Porter (Richard Burton) não consegue trabalho melhor do que ter, junto com Cliff Lewis (Gary Raymond), uma barraca de doces em uma feira. A relação de Jimmy com Alison (Mary Ure), sua esposa, alterna entre abraços e beijos quando se sente bem e ofensas verbais quando está irritado, o que é mais freqüente. A atriz Helena Charles (Claire Bloom), a melhor amiga de Alison, vai ficar alguns dias hospedada com eles, enquanto encena uma peça. Helena foi convidada por Alison, que precisa de alguém para conversar, mas Jimmy não a suporta e a ofende sempre que possível. Ela, por sua vez, diz para Alison abandonar Jimmy, pois este casamento só lhe trouxe infelicidade.

Archie Rice (Laurence Olivier) é um artista em declínio que se apresenta nos vaudevilles ingleses. Ele tenta manter a sua carreira, mesmo com o mundo artístico das performances musicais caindo no esquecimento. Enquanto ele busca se reerguer profissionalmente, sua vida pessoal entra em crise.
Segundo a edição da revista Time do dia 21 de Abril, 1958, o ator Laurence Oliver recusou a proposta de participar de um filme de Hollywood recebendo aproximadamente $25,000 (o que equivale a $ 1.7 milhões) para interpretar o papel de Archie Rice.

Jo é uma jovem que tem uma mãe omissa e após um repentino casamento, abandona a filha. Sem moradia ao certo, Jo decidi morar com Geoffrey, seu colega de trabalho. Um dia ela conhece Jimmy, um marinheiro que acaba a engravidando e a abandona por conta do trabalho. Grávida e sem apoio, ela encontra um porto seguro na amizade com Geoffrey, que a ajuda a se preparar para os momentos mais difíceis.

Colin Smith (Tom Cortenay) não quer trabalhar para ninguém, pois não quer que outros tenham lucro as suas custas. Tendo como desafio assaltar uma padaria, é preso e na prisão especial para jovens delinquentes descobrem-lhe o talento de corredor de longa distância. Logo o diretor da prisão (Michael Redgrave) pretende se servir dele para ganhar o campeonato para seu estabelecimento.

 No século XVIII, uma criança abandonada é criada por um nobre inglês. Quando adulto, Tom Jones torna-se um playboy mulherengo. Mas quando seu tutor morre e ele se apaixona por Sophie, vê-se obrigado a mudar o seu comportamento. Tom Jones cresce como o filho de um cavalheiro inglês. Quando adulto, ele tem como seu grande amor Sophie Western, mas ao mesmo tempo não consegue resistir aos encantos de outras moças. 

Dennis Barlow (Morse), jovem britânico com pretensões a poeta, viaja para Los Angeles, onde se encontra com o velho tio Sir Francis Hinsley (Gielgud), que após 31 anos de serviços para um estúdio cinematográfico, é despedido de forma humilhante. Barlow descobre o corpo do tio e, a partir daí, conhece todo o universo místico particular que envolve o monumental cemitério  de Whispering Glades, onde seu tio terá os serviços fúnebres, apaixonando-se por uma de suas empregadas, Aimée Thanatogeneous (Comer). 

Na zona rual da França, Manou (Ettore Mani) é um imigrante italiano com fama de sedutor que se torna vítima de uma sociopata (Jeanne Monreau) que nutre por ele uma paixão ardente. Cada vez mais ensandecida com o prospecto da rejeição, a mulher passa a forjar crimes para atiçar a xenofobia do vilarejo contra ele. Cansados de tanto sofrimento, os moradores da vila se demonstram dispostos a fazer justiça com suas próprias mãos. 

Quando volta para o Palácio de Elsinore, após terminar seus estudos, Hamlet (Nicol Williamson), o Príncipe da Dinamarca, encontra seu tio Claudius (Anthony Hopkins) casado com sua mãe(Judy Parfitt). Alguns amigos seus contam-lhe que há relatos sobre um fantasma que parece ser seu falecido pai, morto a poucos meses. Em pouco tempo, Hamlet começa ver a aparições do fantasma do antigo Rei da Dinamarca, seu pai. Quando consegue "conversar" com a alma, ela lhe diz que precisa ser vingada, acusando Claudius pelo seu falecimento. Para poder vingar seu pai, Hamlet passa a usar inúmeras artimanhas, inclusive, fazendo-se passar por louco.

Charlie Smith (Jack Nicholson) é um policial que vai morar na fronteira dos EUA com o México, porque sua mulher tem uma amiga por lá. Querendo satisfazer todos os gostos da esposa, Charlie acaba se endividando, o que faz com que ele entre em um perigoso esquema, para faturar um dinheiro a mais e, assim, poder continuar a fazer suas vontades.

Christine é uma talentosa cantora enviada pelo Conde De Chagny para cantar na Ópera de Paris após ser treinada por Gerard Carriere. Mas o novo gerente,Richard Cholet e sua esposa Carlotta,a substituta soprano gorda,colocam-na para trabalhar no figurino onde um homem foi assassinado pelo fantasma que perambula pelo lugar. O Fantasma,na verdade,é Erik - um mascarado solitário abandonado no subterrâneo da ópera !




A Versátil lançou “Nouvelle Vague Britânica”, caixa em luva reforçada com 2 DVDs que traz inéditas versões restauradas de 4 clássicos da British New Wave, o  movimento que revitalizou  o cinema inglês no início dos anos 60, como um desdobramento do grupo documentaristas do Free Cinema, representados aqui por dois curtas-metragens incluídos em uma hora e meia de vídeos extras. Edição Limitada com 4 cards.

Disco 1:

TUDO COMEÇOU NUM SÁBADO
(Saturday Night and Sunday Morning, 1960, 89 min.)
De Karel Reisz. Com Albert Finney, Shirley Anne Field, Rachel Roberts.

⇨ Sinopse: Um jovem e rebelde operário se relaciona com duas mulheres, sendo que uma delas é  casada, mas está grávida de um filho seu. Alan Sillitoe, um dos “angry young men”, escreveu o roteiro desse filme emblemático, baseando-se em um dos seus romances.

UM GOSTO DE MEL
(A Taste of Honey, 1961, 100 min.)
De Tony Richardson. Com Rita Tushingham, Dora Bryan, Robert Stephens.

⇨ SinopseUma adolescente, com problemas com a mãe, se apaixona por um marinheiro negro, que a abandona grávida. Seu único apoio passa a ser um amigo gay. Emocionante obra-prima sobre os dilemas da juventude. Prêmios de Melhor Ator e Atriz em Cannes.


Disco 2:

VIDA DE SOLTEIRO
(The Entertainer, 1960, 104 min.)
De Tony Richardson. Com Laurence Olivier, Brenda de Banzie, Roger Livesey.

⇨ SinopseArchie Rice, um decadente artista de teatro de revista, faz de tudo para permanecer relevante no mundo do espetáculo. O grande dramaturgo John Osborne adapta uma de suas peças nesse filme com grande atuação de Laurence Olivier.

AINDA RESTA UMA ESPERANÇA
(A Kind of Loving, 1962, 112 min.)
De John Schlesinger. Com Alan Bates, June Ritchie, Thora Hird. 

⇨ SinopseApós a gravidez da namorada forçá-lo a se casar com ela, um rapaz precisa se ajustar às dificuldades da vida de casado. Longa-metragem de estreia do grande John Schlesinger (“Perdidos na Noite”). Urso de Ouro no Festival de Berlim.  


Informações técnicas da edição:

Títulos em português: Tudo começou num sábado, Um gosto de mel, Vida de solteiro, Ainda resta uma esperança
Títulos originais: Saturday Night, Sunday Morning, A Taste of Honey, The Entertainer, A Kind of Loving
País de produção: Inglaterra
Ano de produção: 1960-1962
Gênero: Drama
Direção: Karel Reisz, John Schlesinger, Tony Richardson
Elenco: Albert Finney, Shirley Anne Field, Rachel Roberts, Rita Tushingham, Dora Bryan, Robert Stephens, Laurence Olivier, Brenda de Banzie, Roger Livesey, Alan Bates, June Ritchie, Thora Hird
Idioma: Inglês
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen anamórfico 1.66:1
Tempo de duração:  405 min.
Região: 4
Preto e Branco
Faixa etária: 14 anos

Extras: Curtas “O Dreamland”, de Lindsay Anderson, e “Momma don’t allow”, de Karel Reisz, Tony Richardson (1956, 45 min.), Especiais sobre os filmes (49 min.)

Adquira aqui 
”Versátil

Tecnologia do Blogger.