IMPULSO DA VINGANÇA (2014) - FILM REVIEW

impulso-da-vinganca-2014-film-review.

Impressionante como um filme simples pode ganhar camadas se bem trabalhado. "Impulso de vingança" é um caso assim. Na trama, Tess (Maria Bello) é uma famosa escritora de mistério que está parada em uma estrada isolada após seu pneu furar. Ela recebe a ajuda de um homem, mas logo depois descobre que ele é um serial killer. Após ser atacada e deixada à beira da morte, Tess consegue sobreviver, mas fica obcecada por vingança.

Basicamente, como o próprio título entrega, ela vai se vingar e é isto. Mas a jornada é o que importa. O filme mostra com perfeição o embate entre a mente criativa da escritora com a vítima de um estupro absolutamente chocante. 


A violência gráfica é atenuada, por ser um filme para TV, mas basta dizer que o estuprador pratica o ato, vai dançar depois, como se estivesse em algum êxtase, volta, pratica o ato novamente, só que desta vez, anal (!), e tudo é filmado pelo irmão (!!) e com consentimento da mãe (!!!). 

Não há dúvidas que os agressores merecem punição. E o filme nem discute isto (que assistir vai entender o porquê quando ela mata a pessoa errada). Mas o interessante é a discussão proposta de como o escritor age perante um trauma, algo que sabemos, Stephen King entende bem. King sofreu um acidente quase fatal.  Foi atropelado durante uma de suas caminhadas nos arredores de sua casa de veraneio, no Estado do Maine, por um motorista distraído. Sofreu traumatismo craniano, fraturas múltiplas na perna direita e perfurações em um dos pulmões. King se recuperou escrevendo o roteiro de Rose Red - a casa adormecida, que era para ser um filme e virou minissérie por conta disto. 


Eu sei o que você fez. Muito bem, garota!

O limite da realidade é ficção jamais é imposto, chegando em dado momento, a deixar dúvidas sobre a veracidade da história: será mesmo que tudo ocorreu ou é fruto da imaginação da escritora? Este é outro ponto interessante, porque escritores, principalmente King, costumam se basear em casos reais para estabelecer o universo de suas obras. E nunca sabemos exatamente até onde vai a  realidade e começa a ficção. 


O filme, como dito, é uma adaptação de  Escuridão total sem estrelas de 2010.  Ele é uma coleção de quatro novelas do autor, todas tratando do tema "vingança". Big Driver, que se tornou Impulso de vingança; Um bom casamento, lançado em 2014 e mostra o casal Darcy e Bob, que estão juntos há 25 anos, e levam um relacionamento tranquilo e amoroso. Um dia, no entanto, uma série de assassinatos começa a acontecer na região, e Darcy suspeita que seu marido seja o responsável pela morte brutal de mulheres no local. Como lidar com o segredo?; 1922, que foi adaptado pela Netflix em 2017 e conta a história de Wilfred James (Thomas Jane), até então um pacato fazendeiro, que bola um plano macabro para solucionar o seu problema financeiro. Ele decide assassinar Arlette (Molly Parker), sua mulher. Mas, para conseguir fazer tudo direito, Wilfred precisa convencer Henry (Dylan Schmid), eu filho, a ajudá-lo; E finalmente "Fair Extension" que ainda não virou longa metragem.


A direção...

O filme é regido por Mikael Salomon, um dinamarquês que fez o nome como diretor de fotografia. Já concorreu a dois Oscars, por Backdraft - cortina de fogo e O Segredo do abismo. Sua carreira na função começou nos anos 60 e foi até 92, quando migrou para a direção. Mas foi em 1998 (seu segundo filme) que ele alcançou as telonas com o filme Tempestade, onde atuam Morgan Freeman, Christian Slater, Randy Quaid.  Só que o que era para ser um ótimo filme que mistura catástrofe com Thriller policial, se tornou uma catástrofe nas bilheterias, já que o filme custou mais de 70 milhões de dólares e rendeu menos de 20 nos EUA. Daí ele migrou para a TV e se realizou. Com orçamentos menores e mais criatividade para compensar, fez diversas obras para o formato além de dirigir diversos episódios de séries famosas como  Alias, Camelot, Roma, Damien  e Falling Skies. Já havia se introduzido no universo King  com A Mansão Marsten em 2004 e Pesadelos e Paisagens Noturnas (2006).


Para encerrar, duas curiosidades:

Este é o segundo filme em Maria Bello interpreta uma personagem em adaptações de Stephen King , sendo o primeiro A Janela Secreta (2004), com Johnny Depp, que ele fazia ... um escritor.

A segunda curiosidade é o filme clássico citado por uma personagem diversas vezes. A produção se chama "O Beijo da Morte" (1947) dirigido por Henry Hathaway, com Victor Mature e Richard Widmark, sua paixão no filme.  Foi a estreia do ator no cinema, e a famosa cena em que ele joga uma cadeirante pela escada lhe valeu uma indicação ao Oscar.

"Impulso da vingança" é isto: um filme "menor" baseado em uma obra de King, mas não menos interessante e essencial para quem curte maratonar filmes do gênero.





A One Movies/Dark Flix lançou mais um volume da COLEÇÃO STEPHEN KING, que pode ser comprado clicando na imagem acima. 

Veja abaixo detalhes da edição.

COLEÇÃO STEPHEN KING – VOLUME 10
IMPULSO DA VINGANÇA
(Big driver)


⇰ Informações técnicas da edição:

94 Minutos – Colorido - Formato de Tela: Widescreen Original 2.35:1 – Áudio Inglês 2.0 Dolby Digital Estéreo, Dublado em Português – Legendas: Português/Espanhol/Inglês

⇰ Extras: Trailer de Cinema

⇰ Acompanha: Um card colecionável

⇰ Embalagem: Amaray box translúcido + luva em cartão 350 gramas empastado laminado com aplicação de verniz local.



Tecnologia do Blogger.