ADORÁVEIS MULHERES NO CINEMA / TV

adoraveis-mulheres-no-cinema-tv.

O livro clássico "Little Women" é o relato semi-autobiográfico de Louisa May Alcott sobre sua vida com suas três irmãs em Concord, Massachusetts, na década de 1860. A história conta como as irmãs crescem e encontram seu lugar no mundo.  Adorada por gerações de mulheres em todo o mundo, o livro é uma história tão única, ao mesmo tempo transcende o tempo, se tornar uma inspiração para gerações.

Louisa May foi convidada pelo editor Thomas Niles para escrever a história, que aprovou imediatamente quando leu, dizendo que não era épico, mas havia uma sinceridade tocante em toda obra.  O romance, publicado em dois volumes em 1868 e 1869, recebeu elogios imediatos e tornou-se um best-seller instantâneo.

Conheça as versões feitas desde o cinema mudo:

Direção: Alexander Butler

É um filme de drama mudo produzido no Reino Unido.  É agora considerado um filme perdido. Não se sabe efetivamente se é um longa ou curta, mas de qualquer forma, fica o registro como sendo a primeira versão conhecida. No elenco Daisy Burrell, Mary Lincoln, Minna Grey.

Direção: Harley Knoles

Jo March e suas irmãs Meg, Beth e Amy vivem em uma família feliz em Concord, Massachusetts. Jo anseia por ser escritora e, ao longo dos anos, encontra muito em sua própria família para escrever: o romance de Meg com o jovem tutor John Brooke, a trágica doença da gentil Beth e o casamento de Amy com o companheiro íntimo de... Jo.

Direção: George Cukor

Situado em Massachusetts , durante e após a Guerra Civil Americana , o filme é uma série de situações focadas nas lutas e aventuras das quatro irmãs nascidas em março e sua mãe, carinhosamente conhecidas como Marmee (Spring Byington ), enquanto aguardam o retorno de seu pai (Samuel S. Hinds), que serve como coronel e capelão no Exército da União.

Direção: Edward Sobol

Mais uma versão com poucas informações. Foi adaptada para a televisão e centrada na peça de Brady na Broadway de 1912 que é uma adaptação do livro de Louisa May Alcott e de sua vida com suas três irmãs. Versão considerada perdida.

Direção: Ernest Colling

Outra uma versão com poucas informações. O livro foi novamente adaptado para a televisão com Margaret Hayes como Jo, Dorothy Emery como Meg, Madeline Lee no papel de Beth e Billie Lou Watt como Amy.

Direção: Mervyn LeRoy

Durante a Guerra Civil Americana, quatro irmãs e a mãe sobrevivem com dificuldades enquanto o pai delas serve com o exército confederado. A história narra como as irmãs cresceram, superaram tragédias, se apaixonaram e descobriram seu lugar no mundo.

Roteiro e encenação: Winifred Oughton, Brenda R. Thompson

Esta foi uma minissérie de televisão britânica transmitida pela BBC de 1950 a 1951 em seis partes. Uma adaptação de Winifred Oughton e Brenda R. Thompson, do romance de dois volumes de Louisa May Alcott de 1868-69, Little Women, foi produzida por Pamela Brown e os cenários foram desenhados por Stephen Taylor. Elenco incluiu Sheila Shand Gibbs, Jane Hardie, Norah Gorsen , David Jacobs , Anita Sharp-Bolster , Susan Stephen , Barbara Everest , Wensley Pithey e Alan Bromly. A série foi transmitida ao vivo e as transmissões não foram gravadas, por isso é considerada perdida.

Direção: Lela Swift e Paul Nickell

Esta é uma das adaptações para a televisão nos EUA com poucas informações e patrocinada pela Studio One. São dois episódios, que juntos tem duas horas.
Chamada de “Pequenas Mulheres - A História de Jo” começa em 1868.  É estrelada por Mary Sinclair como a adolescente Jo e Nancy Marchand como a Jo adulta. A segunda parte se chama "Pequenas Mulheres - A História de Meg".

Direção: Alan Bromly

Em 1958, a BBC transmitiu  e gravou uma adaptação em preto e branco de 6 partes, bastante completa em termos de história, estrelada por Andrée Melly como Jo, Kate Cameron como Meg, Diana Day como Beth, Sylvia Davies como Amy, Phyllis Calvert (The House of Eliott). Dalloway) como mãe e David Cole como Laurie. Os episódios ainda existem, embora não pareçam estar disponíveis em lugar nenhum.

Direção: William Corrigan

Esta versão foi uma adaptação musical de uma hora para a CBS. Também é uma versão com poucas informações. No elenco, Zina Bethune, Jeannie Carson, Joel Grey. 

Direção: Egídio Eccio

Como não poderia deixar de ter, há uma versão brasileira dirigida por Egídio Eccio, que dirigiu vários filmes da pornochanchada nos anos 70. Ele também atua. No elenco, Miriam Mehler, Myriam Pérsia e Maria Valéria.

Direção: Ernesto Alonso

As versões mexicanas são as que menos se encontram informações na internet. Segundo informações apuradas sem muita convicção, esta é uma telenovela mexicana, produzida pela Televisa e exibida em 1962 pelo Telesistema Mexicano.

Direção: Hugo Fernández Durand, José de Caparrós

Já esta versão, também para a TV e do ano seguinte, não há qualquer informação, a não ser o elenco ( Elvira Travesí, Fernando Larrañaga, Regina Alcóver) e direção, já citada acima. Mas fica como citação, já que foi uma versão da história.

Direção: Paddy Russell

Foi uma série de televisão da BBC em 1970, baseada no romance de dois volumes de 1868-69, de mesmo nome da autora Louisa May Alcott. Não é uma das adaptações mais lembradas, possivelmente porque foi feita com um orçamento relativamente baixo e quase toda filmada no estúdio. Também houve comentários sobre as atrizes que interpretam as irmãs de março serem velhas demais para o papel. 
Foi um total de 9 episódios.

Direção: José Díaz Morales

O filme é o relato autobiográfico de Louisa May Alcott sobre sua vida com suas três irmãs em Concord, Massachusetts, na década de 1860. Com o pai lutando na Guerra Civil Americana, as irmãs Jo, Meg, Amy e Beth estão em casa com a mãe, uma mulher muito além de seu tempo. A história conta como as irmãs crescem, encontram amor e  seu lugar no mundo.

Direção: José Díaz Morales

O filme continua a história anterior, com mesmo elenco e diretor. Não há detalhes da trama, mas pela duração de ambas (1hora e28 min aproximadamente), sugere que seja como um filme de 3 horas lançado em duas partes e em anos diferentes, algo bastante comum hoje em dia.

Direção: David Lowell Rich

A minissérie narra a vida e os amores das quatro irmãs de março - Jo (Susan Dey), Meg (Meredith Baxter Birney), Amy (Ann Dusenberry) e Beth (Eve Plumb), que cresceram em Concord, Massachusetts, durante a Guerra Civil Americana . Enquanto o pai parte para a batalha, as irmãs precisam confiar umas nas outras para enfrentar as tragédias, grandes e pequenas.
Feita em 2 episódios.


Direção: Gianfranco Albano

Ésta uma minissérie televisiva transmitida em quatro episódios pelo Canale 5 em 1990. Foi produzido pela Reteitalia , a produtora do grupo Fininvest na época. Com Simona Cavallari, Stefania Orsola Garello, Amanda Sandrelli.

Direção:  Gillian Armstrong

As irmãs March enfrentam problemas crescentes como falta de dinheiro, tragédias familiares e rivalidades românticas na Massachusetts de meados do século 19. Jo luta por independência e, às vezes, entra em conflitos com a mãe e as irmãs Meg, Amy e Beth. Ela também lida com a rabugenta Tia March, o impulsivo vizinho Laurie e o bondoso professor Friedrich Bhaer.

Direção: John Stimpson

Para impedir que a casa da família seja vendida, as quatro irmãs de março cuidam para modernizar o espaço e fazer melhorias por conta própria. Mas seus relacionamentos românticos envolvendo o garoto da casa ao lado, um caso antigo e um novo conhecido tornam-se uma distração neste processo.

Direção: Heidi Thomas

As meio-irmãs Jo, Meg, Beth e Amy se unem para sobreviver a uma conspiração que começa a tomar conta das distópicas ruas de Filadélfia e que pode ir muito além do que elas poderiam imagina - tudo isso enquanto tentam não matar umas às outras no processo.
Feita pela BBC em 3 episódios.


Direção: Clare Niederpruem

Uma releitura moderna do clássico de Louisa May Alcott, onde seguimos as quatro irmãs March - Meg, Jo, Beth e Amy - em sua passagem da infância para a vida adulta. Apesar das dificuldades, elas vivem com otimismo, e conforme amadurecem, encaram as ambições, os relacionamentos e até mesmo a tragédia, apoiadas em seu inquebrável vínculo fraterno.

Direção: Greta Gerwig

As irmãs Jo (Saoirse Ronan), Beth (Eliza Scanlen), Meg (Emma Watson) e Amy (Florence Pugh) amadurecem na virada da adolescência para a vida adulta enquanto os Estados Unidos atravessam a Guerra Civil. Com personalidades completamente diferentes, elas enfrentam os desafios de crescer unidas pelo amor que nutrem umas pelas outras.


Tecnologia do Blogger.