MEL BROOKS - 10 FILMES ESSENCIAIS

mel-brooks-10-filmes-essenciais

Temos muito o que fazer e menos tempo para fazê-lo.

Melvin James Kaminsky  é um nome pouco conhecido de quem é apaixonado por cinema. Mas todo mundo conhece Mel Brooks, um diretor, produtor, roteirista compositor, ator e comediante,  e um dos poucos artistas que já obteve prêmios nas áreas de cinema, teatro, música e televisão. 

Seu nome artístico é uma adaptação do nome de solteira de sua mãe, Brookman. Com sua personalidade múltipla, conseguiu reunir um grupo de talentosos artistas como Gene Wilder, Harvey Korman, Rudy De Luca, Madeline Kahn, Cloris Leachman, Dom DeLuise, Ron Carey, Marty Feldman e Kenneth Mars para realizar, a partir do final dos anos 60, deliciosas comédias que tinham como mote principal a paródia do cinema de gênero. 


Serviu como cabo do Exército dos Estados Unidos no norte da África durante a Segunda Guerra Mundial, onde uma de suas funções era desarmar minas terrestres antes que a infantaria se mudasse.

Depois do ápice artístico na década de 70, entrou em decadência a partir dos anos 90. Realizou apenas 11 filmes, mas quase todos marcantes. 

Foi casado com Florence Baum e Anne Bancroft (ate sua morte). Um dos seus filhos, Max Brooks, é o autor do famoso livro que virou nos cinemas Guerra Mundial Z.

➤Sinopse:

Max Bialystock (Zero Mostel) é um produtor teatral em uma maré de má sorte, que namora mulheres idosas com dinheiro para conseguir financiamento para suas novas peças. Entretanto, Max realmente acredita ter descoberto uma grande jogada quando conhece Leo Bloom (Gene Wilder), um contador que ao conversar com ele expõe a tese de que um fracasso pode ser mais lucrativo que um sucesso, bastando que se venda o espetáculo para diversas pessoas e fazer de tudo para que ele seja um retumbante fracasso, com sua temporada durando apenas um dia, pois assim não existirá lucro e todo o dinheiro que foi investido irá parar no bolso daquele que vendeu os direitos da peça. Após uma certa relutância, Leo se une a Max para montarem o pior musical que a Broadway já viu: "Primavera para Hitler".

➤Sinopse:

Na Rússia pós-revolução, quando a sua sogra morre, o agora pobre Ippolit Vorobyaninov (Ron Moody) é informado por ela de que as jóias da família foram escondidas numa de doze cadeiras da mobília do seu antigo palácio. Ippolit dispõe-se a procurar imediatamente o paradeiro das cadeiras, no que é ajudado pelo jovem e astuto Ostap Bender (Frank Langella). Mas ao mesmo tempo, o padre Fyodor (Dom DeLuise) que ouviu o segredo em confissão, deixa a batina e inicia a mesma busca. Uns e outro vão percorrer vários pontos da Rússia, numa corrida desenfreada para encontrar cadeira após cadeira.

➤Sinopse:

Ao receber o testamento de seu avó, o professor universitário Dr. Frederick Frankenstein faz a viagem que mudará sua vida: vai à Transilvânia para reivindicar a herança. Ao chegar, é recebido por Igor, um corcunda vesgo. Acompanhados por Inga, a sexy assistente arrumada para Frederick, eles vão para o castelo de Frankenstein e são recebidos por Frau Blücher, uma serva assustadora de seu avô, cujo nome quando é dito, faz assustar os cavalos. Após uma exploração noturna, Frederick encontra o livro intitulado "Como Consegui", de seu avô, e inicia uma aventura para realizar o maior dos experimentos: dar vida a um tecido inanimado.

➤Sinopse:
Em Banzé no Oeste, Mel Brooks explora, com humor, os clichês dos filmes de faroeste. Hedley Lamarr (Harvey Korman) , um poderoso empresário, quer expulsar a população da pequena cidade Rock Ridge, por onde está construindo uma linha férrea, e quer lucrar rios de dinheiro. Usando suas influencias políticas nomeia Bart ( Cleavon Little),um negro,como xerife, esperando que a racista população abandonasse o pequeno vilarejo. Bart, no entanto, une-se a Jim (Gene Wilder) e juntos defendem a cidade contra Harvey e sua gangue de pistoleiros.

Curiosidades:

➥ Foi proposta uma série de TV baseada no filme, estrelada por Louis Gossett Jr. e Steve Landesberg. A série jamais foi exibida, mas seu piloto foi produzido. Ele está disponível no DVD de aniversário de 30 anos do filme, lançado nos Estados Unidos.
➥ Foram usados os mesmos sets de filmagens de Westworld - Onde Ninguém Tem Alma (1973).
➥ O personagem Bart foi escrito para Richard Pryor, mas o ator não pôde interpretá-lo. O motivo foi que Mel Brooks não conseguiu obter um seguro para as filmagens caso Pryor estivesse neste papel, devido à sua rotina de shows stand-up pelo país. Desta forma Pryor foi creditado como um dos roteiristas e Cleavon Little foi contratado em seu lugar.
➥ A intenção inicial era que Alan Arkin fosse o diretor e James Earl Jones o intérprete de Bart.
➥ Foi oferecido a Gene Wilder o personagem Hedley Lamarr. O ator o recusou alegando que não se sentiria à vontade nele e pediu que interpretasse Jim. Entretanto Mel Brooks queria que o personagem fosse interpretado por alguém mais velho, como Dan Dailey, descartado devido ao seu frágil estado de saúde.
➥ Gig Young iniciou as filmagens como Jim, mas, logo no primeiro dia, teve um colapso devido ao alcoolismo. Mel Brooks paralisou as filmagens por um dia e chamou Gene Wilder para substituí-lo. Posteriormente Gig Young processou a Warner, por quebra de contrato.
➥ Inicialmente o título original seria "Tex X", em referência a Malcolm X. Posteriormente foi alterado para "Black Bart", mas os roteiristas não estavam satisfeitos com as duas opções. Segundo Mel Brooks, ele teve a idéia do título "Blazing Saddles" quando estava no chuveiro.

➤Sinopse:

O produtor e diretor Mel Funn, recém-saído de um tratamento de desintoxicação de álcool, encontra com seus amigos e parceiros Marty Eggs e Dom Bell, infelizmente agora se encontrando em pela decadência profissional, mas ele deseja voltar à ativa fazendo, em plena época dos filmes com som, um filme mudo, isso em plena década de 1970. Agora, para isso tem que convencer o estúdio no qual trabalha em Hollywood a investir no filme e, para provar que se trata de uma boa ideia, ele e seus amigos saem atrás de grandes astros do cinema que aceitem participar da produção. As estrelas que eles saem atrás, nomes como James Caan, Liza Minelli e Paul Newman, ou fazem de tudo um pouco para aceitar participar do filme, ou imploram para estar nele. 

Curiosidades:

➥ Marcel Marceau, um dos maiores mímicos do mundo tem a única fala no filme inteiro. 
➥ Entrou para o Guinesss Book Of World Records como o filme sonoro com menor número de falas.

➤Sinopse:

Combinando um humor sádico e um "suspense" nefasto Dr. Robert Thorndyke (Mel Brooks) é o recém-nomeado diretor de um Instituto Psico-Neurótico para os muito, muito nervosos. Quando se começa a aperceber do mal e das forças sinistras que trabalham na instituição, apercebe-se também que sofre de acrofobia, fazendo-o quase tão nervoso como os pacientes que trata. Cada nova e hilariante experiência leva-o a uma eventual conquista do seu medo das alturas e à apreensão dos culpados que estão por trás duma conspiração para o destruir, a si e ao asilo. "Alta Ansiedade" é uma comédia de puro entretenimento.

Curiosidade:

➥ Com paródia dos filmes do diretor Alfred Hitchcock, Alta Ansiedade contém mais de 10 referências dos filmes dele. Mel Brooks separou uma primeira amostra do filme para Hitchcock para ver a reação dele. Ao sair sem falar nada após a exibição, Brooks achou que ele tivesse odiado, mas dias depois Hitchcock enviou uma caixa de vinho em agradecimento.

➤Sinopse:

Em uma série de episódios de comédia, Mel Brooks traz seu olhar cômico sobre a história da humanidade, cobrindo eventos desde o Antigo Testamento até a Revolução Francesa. Por exemplo, como realmente aconteceu a Última Ceia, as circunstâncias que rodearam a Revolução Francesa, como testar eunucos e que tipo de sapatos o inquisidor espanhol usava.

➤Sinopse:

Os diabólicos líderes do planeta Spaceball, tendo desperdiçado infantilmente sua preciosa atmosfera, arquitetaram um plano secreto para tomar cada sopro de ar do seu vizinho, o pacífico planeta Druidia. Assim o ditador de Spaceball, o presidente Skroob (Mel Brooks), manda o cruel Dark Helmet (Rick Moranis) sequestrar Vespa (Daphne Zuniga), a princesa de Druidia, e exigir do Rei Roland (Dick Van Patten), o pai dela, que libere todo o ar. Lone Starr (Bill Pullman) e Barfolemew (John Candy) recebem de Roland o pedido de resgatá-la, sendo que Starr exige um milhão de dólares espaciais pelo resgate, pois é quanto deve para um agiota intergalático.

Curiosidades:

➥ Mel Brooks levou 6 meses para concluir o roteiro do filme.
➥ O criador da série Star Wars, que é satirizada em S.O.S. - Tem um Louco Solto no Espaço, George Lucas, aprovou o roteiro escrito por Mel Brooks.
➥ Uma das naves estacionadas na lanchonete é a Millenium Falcon, de Guerra nas Estrelas (1977).
➥ Foi a Industrial Light & Magic, empresa de George Lucas, quem constriui os sabres de luz que aparecem em cena.
➥ O nome Skroob é um anagrama de Mel Brooks, que interpreta o personagem no filme.

➤Sinopse:

Goddard Bolt (Mel Brooks) é um bilionário que aposta que sobreviverá por um mês na parte pobre de Los Angeles sem ter um níquel, um cartão de crédito ou mesmo usar a influência do seu nome. Durante este tempo descobre o outro lado da vida e conhece Molly (Lesley Ann Warren), uma mendiga por quem se apaixona, mas ainda terá de fazer todo o possível para conseguir agüentar os trinta dias, pois Vance Crasswell (Jeffrey Tambor), seu oponente, usará qualquer artifício, mesmo que seja imoral ou ilegal, para ganhar a aposta de 2 bilhões de dólares.

➤Sinopse:

Após lutar nas cruzadas, Robin de Locksley (Cary Elwes) é aprisionado e vai para a Prisão de Khalil em Jerusalém, mas escapa graças a ajuda de outro prisioneiro, Asneeze (Isaac Hayes), que lhe pede que cuide do seu filho, Ahchoo (David Chappelle), que está na Inglaterra. Robin promete e nada até seu país. Lá ele rapidamente encontra Ahchoo, que estava sendo agredido por guardas, o salva e descobre que sua família morreu e seus bens foram confiscados. Além disto fica sabendo que o Rei Ricardo (Patrick Stewart) não voltou das Cruzadas e que o país está sendo governado pelo despótico Rei João (Richard Lewis), com a ajuda do arbitrário Xerife de Rottingham (Roger Rees). Ele então se torna Robin Hood e reúne patriotas para lutar contra o rei e o xerife. Robin logo consegue uma aliada no palácio real quando se apaixona por Lady Marian (Amy Yasbeck), que se mantêm virgem graças à dedicação de Broomhilde (Megan Cavanagh), sua aia, e de um cinto de castidade que só pode ser aberto se eles se casarem. Mas antes de tudo Robin precisa derrotar seus inimigos.

Curiosidades:

➥ A cena em que o xerife cai no telhado de Latrine e ela tenta fazer sexo com ele foi totalmente improvisada entre Roger Rees e Tracey Ullman.
➥ Durante o filme uma verruga existente no rosto do Príncipe João troca constantemente de lugar. Trata-se de uma referência à verruga existente no rosto de Alan Rickman em Robin Hood - O Príncipe dos Ladrões (1991).
➥ O carrasco de A Louca Louca História de Robin Hood é interpretado por Robert Ridgely, que interpretou o mesmo papel em Banzé no Oeste (1974), também dirigido por Mel Brooks.
➥ Nas canções do filme a atriz Amy Yasbeck foi dublada por Debbie James.
 . .
A Versátil lançou “A ARTE DE MEL BROOKS”, caixa em luva reforçada com 2 DVDs que reúne quatro filmes de um dos mestres da comédia do cinema norte-americano com uma hora e meia de vídeos extras, incluindo a inédita versão restaurada de "Banzé no Oeste”. Edição Limitada com 4 cards.

Disco 1:
.
☛ BANZÉ NO OESTE
(Blazing Saddles, 1974, 93 min.)
Com Cleavon Little, Gene Wilder, Slim Pickens.

⇨ SinopsePara provocar o caos em uma cidade, político corrupto convence governador a enviar um negro para ocupar o cargo de xerife, mas o plano dá errado... Hilariante comédia sobre racismo que se tornou um dos filmes mais queridos de Mel Brooks.
.
☛ BANZÉ NA RÚSSIA
(The Twelve Chairs, 1970, 93 min.)
Com Mel Brooks, Ron Moody, Frank Langella.

⇨ SinopseAnos 1920, Rússia. Logo depois da revolução comunista, um aristocrata que perdeu tudo, um trapaceiro e um sacerdote buscam joias escondidas em uma cadeira. Hilariante comédia pastelão baseado num clássico romance satírico russo.


Disco 2:
.
☛ A LOUCA! LOUCA HISTÓRIA DE ROBIN HOOD
(Robin Hood: Men in Tights, 1993, 104 min.)
Com Cary Elwes, Richard Lewis, Roger Rees.

⇨ SinopseImpagável e escatológica paródia musical de “Robin Hood, o Príncipe dos Ladrões” (1991), com Kevin Costner, além de outros filmes sobre o lendário fora-da-lei de Sherwood que roubava dos nobres para dar aos pobres.
.
☛ DRÁCULA, MORTO MAS FELIZ
(Dracula: Dead and Loving It, 1995, 90 min.)
Com Leslie Nielsen, Mel Brooks, Peter MacNicol.

⇨ SinopseNa última comédia-paródia de sua carreira, Mel Brooks tira sarro de adaptações cinematográficas de “Drácula”, de Bram Stoker, do filme com Bela Lugosi até a versão dirigida por Francis Ford Coppola.
.
Extras: Especiais sobre os filmes (90 min.)

Informações técnicas da edição:

Títulos em português: Banzé no Oeste, Banzé na Rússia, A Louca! Louca História de Robin Hood, Drácula, Morto Mas Feliz
Títulos originais: Blazing Saddles, Twelve Chairs, Robin Hood: Men in Tights, Dracula: Dead and Loving It
País de produção: Estados Unidos
Ano de produção: 1970-1995
Gênero: Comédia
Direção: Mel Brooks
Elenco: Mel Brooks, Gene Wilder, Leslie Nielsen, Frank Langella, Ron Moody, Cary Elwes, Richard Lewis, Roger Rees, Peter MacNicol, Cleavon Little, Gene Wilder, Slim Pickens
Idioma: Inglês
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen Anamórfico 2.35:1
Tempo de duração:  380 min.
Região: All (0)
Colorido
Faixa etária: 14 anos.



Tecnologia do Blogger.