11 FILMES QUE MOSTRAM QUE O BRASIL É UM PÉSSIMO LUGAR PARA TURISMO


O recente racha político que assolou o Brasil de norte a sul provocou inflamadas críticas aos governos dos últimos anos. A situação do povo brasileiro piorou demais em consequência destes desmandos, governos corruptos, autoritário, enfim...será que o Brasil se tornou um péssimo lugar para morar? Muitos acham que sim.

Bora ver uma lista que mostra que você precisa realmente tomar cuidado, pelo menos na ficção. E um detalhe curioso. Algumas produções se "passam" no Brasil, só que não. Eles apenas situam a ação no Brasil, mas geralmente são filmados em países vizinhos, ou seja, ou os diretores falam do nosso país sem conhecimento prévio ou conhecem e preferem passar longe.
De toda forma, segue o baile...

CRIMINALIDADE E CORRUPÇÃO

Se quiser visitar o Brasil, fica a dica: fuja das favelas. Aliás, é comum turistas famosos virem para o Brasil e já se enfiarem numa favela. Mesmo que a maioria absoluta seja de pessoas simples e do bem, as facções criminosas tiram o sono de todos. E com isto, a polícia tem que dar uma resposta armada, transformando a situação numa guerra urbana. E é quando entra a política, para manipular o povo ao invés de governar.
A segunda dica é: não pegue ônibus. Criminosos atacam os ônibus de toda a forma possível: assaltos, reféns, roubos pela janela, além de abusadores ejacularem nas pessoas, e a justiça achar que não é crime.
E a terceira dica em relação à criminalidade: cuidado para não ser preso por engano e ir parar num presídio tipo o Carandiru. Seu destino pode ser cruel.

Sinopse:

Buscapé (Alexandre Rodrigues) é um jovem pobre, negro e muito sensível, que cresce em um universo de muita violência. Buscapé vive na Cidade de Deus, favela carioca conhecida por ser um dos locais mais violentos da cidade. Amedrontado com a possibilidade de se tornar um bandido, Buscapé acaba sendo salvo de seu destino por causa de seu talento como fotógrafo, o qual permite que siga carreira na profissão. É através de seu olhar atrás da câmera que Buscapé analisa o dia-a-dia da favela onde vive, onde a violência aparenta ser infinita.

Sinopse:

O dia-a-dia do grupo de policiais e de um capitão do BOPE (Wagner Moura), que quer deixar a corporação e tenta encontrar um substituto para seu posto. Paralelamente dois amigos de infância se tornam policiais e se destacam pela honestidade e honra ao realizar suas funções, se indignando com a corrupção existente no batalhão em que atuam.
Para preparar o filme, José Padilha trabalhou dois anos em investigações com a colaboração do BOPE, psiquiatras da PM e ex-traficantes. O diretor entrevistou e ouviu histórias de 15 policiais, que conheceu depois que fez o filme Ônibus 174 (2002).

Sinopse:

Nascimento (Wagner Moura), agora coronel, foi afastado do BOPE por conta de uma mal sucedida operação. Desta forma, ele vai parar na inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Contudo, ele descobre que o sistema que tanto combate é mais podre do que imagina e que o buraco é bem mais embaixo. Seus problemas só aumentam, porque o filho, Rafael (Pedro Van Held), tornou-se adolescente, Rosane (Maria Ribeiro) não é mais sua esposa e seu arqui-inimigo, Fraga (Irandhir Santos), ocupa posição de destaque no seio de sua família.

Sinopse:

Apesar de não saber ler ou escrever, Sandro sonha em ser um famoso compositor de rap. Para tanto ele espera a ajuda de Walquíria (Anna Cotrim), que realiza um trabalho voluntário junto a meninos de rua. Só que Sandro testemunha mais uma tragédia, a chacina da Candelária, onde 8 meninos de rua foram mortos pela polícia. Este evento aproxima Sandro e Alessandro, que passam a ter um forte convívio. E com ele, a violência volta à tona na sua vida gerando consequências para muitas vidas inocentes.

Sinopse:

Um médico (Luiz Carlos Vasconcelos) se oferece para realizar um trabalho de prevenção a AIDS no maior presídio da América Latina, o Carandiru. Lá ele convive com a realidade dos cárceres, que inclui violência, superlotação das celas e instalações precárias. Porém, apesar de todos os problemas, o médico logo percebe que os prisioneiros não são figuras demoníacas, existindo dentro da prisão solidariedade, organização e uma grande vontade de viver.

ZUMBIS

Ninguém duvida que o apocalipse está próximo. Mas, como podem ver pelas produções abaixo, os zumbis já chegaram.

Sinopse:

Certo dia, em uma comunidade de pescadores e catadores tão pobre quanto fora do tempo, a natureza resolve mostrar seu lado macabro. Do manguezal de onde sai o mísero sustento emergem zumbis canibais. Ninguém sabe o que causa a “contaminação”. O que importa é fugir e sobreviver para fugir de novo. A cada mordida, pais, amigos e irmãos se transformam em criaturas abomináveis. Diante de um horror que não recua nem com a claridade do dia, que não poupa sequer peixes e crustáceos, um sobrevivente relutante e amedrontado se descobre hábil com o machado.

Sinopse:

Numa região rural do Oeste de Santa Catarina, pessoas são atacadas por zumbis sedentos de carne humana. E enquanto os ataques acontecem, vamos percebendo como os humanos são problemáticos, levando a crer que o zumbis não estão se alimentando da melhor refeição. 
Filme independente, dirigido por um dos nossos entrevistados, Petter Baiestorf.

CANIBAIS

Outro conselho: fuja das aventuras florestais. Canibais podem estar a sua espreita, esperando o seu vacilo para te jantarem. E prepare sua tecla sap, pois os "npcs" costumam falar portunhol, tanto neste caso como do Ataque de animais, mais abaixo.

Sinopse:

Os irmãos Alex (Josh Duhamel) e Bea (Olivia Wilde), ambos americanos, estão entre os passageiros de um ônibus brasileiro, que carrega turistas e brasileiros. Eles estão com Amy (Beau Garrett), a melhor amiga de Bea, com todos decididos a aproveitar da melhor maneira possível os encantos do Brasil. Porém o motorista perde o controle do ônibus e o trio por pouco não consegue escapar do acidente, antes que o ônibus caísse em um penhasco. Depois disto, a situação se desenrola de forma inesperada.

Sinopse:

Um grupo de estudantes universitários ativistas de Nova York decide viajar para a Amazônia para impedir a destruição da mata e a morte/expulsão de uma tribo nativa por uma empresa que quer explorar gás natural. O grupo vai até lá, bem no meio da inóspita floresta tropical (onde só chega de barco ou helicóptero), e consegue causar um incômodo na empresa. Porém o avião cai no meio da selva e os sobreviventes, ainda atordoados com a queda, têm então que lidar com uma tribo de canibais.

ATAQUE DE ANIMAIS

A Floresta Amazônica é um antro de bichos e canibais. Um verdadeiro inferno verde, como diria o título original do filme de Eli Roth, o oitavo de nossa lista. Não se aventure nela, pois você pode virar comida de gigantescas anacondas.

Sinopse:

Grupo entra na Floresta Amazônica com o objetivo de fazer um documentário sobre uma tribo indígena e, durante a jornada, conhecem Paul Sarone (Jon Voight), um insano caçador que deseja capturar viva uma anaconda, uma cobra que pode atingir doze metros de comprimento.

ABDUÇÕES

Por fim, se não bastasse a violência por parte dos criminosos, da própria justiça que nunca é feita, animais ferozes, canibais e zumbis, ainda estão sujeitos a uma abdução alienígena de leve, para quebrar o clima e mudar de planeta.
Parece piada, mas o caso retratado no filme abaixo é real.

Sinopse:

O fazendeiro João Batista (Murilo Rosa) é surpreendido ao ser abduzido por seres extra-terrestres. Ele retorna com poderes, o que faz com que se torne um mito local. Duas décadas depois, o jornalista investigativo Thomas Matthews (Isaiah Washington) chega à cidade. Enviado por um jornal americano para desvendar os relatos de OVNIs na região, Thomas ainda sofre pelo misterioso desaparecimento de seu filho, ocorrido há pouco tempo. Ao entrevistar algumas pessoas abduzidas, Thomas percebe que há fundamento no relato delas e que, de alguma forma, os eventos da região estão ligados ao sumiço de seu filho.

Ou seja...segundo a ficção: FUJA DO BRASIL !!!
E a realidade? É diferente?

Tecnologia do Blogger.