DICAS DE FILMES LANÇADOS PELA CPC UMES FILMES

dicas-de-filmes-lancados-pela-cpc-umes


As dicas de hoje são duas obras primas soviéticas lançadas em DVD pela CPC Umes filmes. Confiram detalhes das edições e links para adquirir os filmes. E em breve, posts específicos envolvendo os filmes:

🎬 Amigos verdadeiros (1954)

U+21F0.gif Sinopse:

Era uma vez três garotos que moravam em um subúrbio de Moscou. 30 anos se passaram e Bora tornou-se o famoso cirurgião Tchizhov; Sashka, o professor de pecuária Lapin; e Vaska, o doutor em arquitetura Nestratov. Lembrando-se da promessa dada um ao outro quando crianças, eles partem em uma jangada pelo rio Volga e passam por muitas aventuras.


U+21F0.gif Direção: Mikhail Kalatozov (1903-73)

Mikhail Konstantinovich Kalatozov nasceu em Tbilisi, Geórgia. Na juventude, trabalhou no Estúdio Cinematográfico Tbilisi como roteirista e operador de câmera. Com "Sal Para Svanetia" (1930), o sexto de uma série de sete documentários, projetou-se como diretor. Trabalhou nos estúdios Lenfilm e Mosfilm. Foi adido cultural na Embaixada da URSS nos EUA. Entre 1946 e 1948 ocupou o cargo de vice-ministro de Cinematografia. Entre suas obras estão "Coragem" (1939) e "Valeri Chkalov" (1941). Em 1943 dirigiu “Os Invencíveis”, que homenageia os defensores de Leningrado. Em 1950 lançou “Complô dos Condenados”, e três anos depois vieram “Turbilhões Hostis” (sobre a vida de Félix Dzerzhinski, fundador da Checa - a primeira polícia secreta da URSS), e a comédia “Três Homens Numa Balsa”. Depois de “Amigos Verdadeiros (1954) lançou, em 1957, “Quando Voam as Cegonhas”, Palma de Ouro no Festival de Cannes. Seus últimos filmes foram “Soy Cuba” (1964) - quatro histórias sobre a evolução do país desde o regime de Batista até a revolução liderada por Fidel Castro -, e o drama de aventura “A Tenda Vermelha” (1969), coprodução da URSS com a Itália protagonizada por Claudia Cardinale, Sean Connery, Peter Finch e Nikita Mikhailov, com trilha sonora de Ennio Morricone.

🎬 O Mensageiro (1986)

U+21F0.gif Sinopse:

Vivendo durante o governo de Mikhail Gorbachov (1985-91) numa sociedade à deriva, Ivan, rapaz sem noção da realidade, consegue um emprego de office boy. Através de uma das entregas ele conhece o professor de Pedagogia Kuznetzov, e sua filha Katya. Para irritar o professor, Ivan afirma ter engravidado Katya. Para sua surpresa ela confirma a história. O roteiro é baseado na novela, de mesmo nome, do diretor Karen Shakhnazarov.


U+21F0.gif Direção: Karen Shakhnazarov (1952)

Nascido em Krasnodar, na região de Kuban, no Cáucaso, Karen Georgievich Shakhnazarov formou-se, em 1975, pelo VGIK (Instituto Estatal de Cinema). Em 1982, sua novela “O Mensageiro” recebeu o Prêmio Literário B. Polevoy, e o filme inspirado nela teve o prêmio especial do 15º Festival Internacional de Moscou. Dirigiu 13 longas-metragens, entre os quais "Cidade Zero" (1988), "O Assassino do Czar" (1991), "Sonhos" (1993), "A Filha Americana" (1995), "A Cidade dos Ventos" (2008), "A Enfermaria Número 6" (2009), "Tigre Branco" (2012) e "Anna Karenina. A História de Vronsky" (2017). Com muitos prêmios nacionais e internacionais, seus filmes apresentam uma densa reflexão crítica sobre a restauração do capitalismo e o desmembramento da União Soviética. Assumiu em 1998 a direção geral do Mosfilm, o maior estúdio de cinema da Rússia.

LEIA O REVIEW DO FILME AQUI: VÁ E VEJA
LEIA O REVIEW DO FILME AQUI: STALKER
CONHEÇA AS VERSÕES AQUI DE: ANNA KARENINA 
SAIBA O QUE FOI A:  NOUVELLE VAGUE SOVIÉTICA
CONHEÇA OS:  
20 MAIORES FILMES SOVIÉTICOS DO CINEMA


Tecnologia do Blogger.