10 CURIOSIDADES DO FILME "DAMA POR UM DIA (1933)"


Grande clássico de Frank Capra, que acompanha a história de Apple Annie (May Robson),  uma pobre anciã vendedora de maçãs das ruas de Nova Iorque, cujo melhor cliente é o gângster e jogador "Dave the Dude" (Warren William), que acha que ela lhe dá sorte. Annie mandou sua filha pequena, Louise, para a Europa e desde então lhe envia ajuda em dinheiro. Nas cartas Annie conta à filha que possui um marido e é uma rica dama da sociedade. 

Quando a filha lhe avisa que chegará de navio com seu futuro marido Carlos e  o sogro, um conde espanhol, Annie se desespera. Dave então resolve ajudar Annie e consegue para ela uma suíte luxuosa no hotel, lhe empresta roupas finas e até lhe arruma um "marido", o trapaceiro e  "Juiz" Henry Blake. Mas quando tudo parece bem para a Annie, a polícia prende Dave e ameaça invadir o hotel em busca de colunistas sociais raptados por ele para que não entrevistassem o conde e descobrissem a farsa.

Leia abaixo 10 curiosidades sobre o filme e a produção.


1) O conto de Damon Runyon, Madame La Gimp, foi publicado na edição de outubro de 1929 da Cosmopolitan. A Columbia Pictures comprou os direitos de exibição mesmo com Capra sendo contra e opinando com o chefe do estúdio Harry Cohn sobre a história, que na visão dele, não era tão especial. 

2) Frank Capra havia sido emprestado à MGM para trabalhar em um filme chamado "Soviet" em troca de US$ 50.000 e a participação de Robert Montgomery neste filme. Riskin havia escrito seu roteiro especificamente para Robert Montgomery , mas a MGM se recusou a emprestá-lo para a Columbia. Capra também esperava ter Marie Dressler da MGM. Após o cancelamento do filme "Soviet", a Columbia também não conseguiu James Cagney, da Warner Bros., nem William Powell, da MGM, para o papel de Dave (além de Montgomery). Eles também tentaram convencer WC Fields da Paramount a interpretar o juiz Blake, mas novamente não conseguiram fazer um acordo
.

3) Vários mendigos no centro de Los Angeles foram escalados para pequenos papéis, incluindo o homem sem pernas, apelidado de Shorty , de quem Capra se lembrava de vender lápis quando o diretor era entregador de jornais.

4) Quando Frank Capra foi indicado ao seu primeiro Oscar de Melhor Diretor em 1934 por seu trabalho neste filme, o apresentador Will Rogers simplesmente abriu o envelope e disse: "Venha e pegue, Frank!". Já no meio do palco, Capra percebeu que Rogers não estava se referindo a ele, mas a Frank Lloyd , que estava recebendo o prêmio por Cavalgada (1933).


5) Frank Capra fez um remake do filme em 1961, que levou o mesmo nome no Brasil, "Dama por um Dia", mas um nome original diferente (Pocketful of Miracles) enquanto o de 33 se chamou Lady for a Day. O diretor disse certa vez preferir o remake ao original, embora a maioria dos críticos e, posteriormente, anos, historiadores de cinema e cinéfilos, discordarem de sua avaliação.

6) Nas cenas em que "Dave" interage com a polícia, Happy (Ned Sparks) assobia "The Prisoner's Song", uma gravação popular de Vernon Dalhart na década de 1920.


7) Uma das razões pelas quais Glenda Farrell foi emprestada pela Warner para a Columbia  e escalada como Missouri Martin, foi porque ela era a namorada do roteirista Robert Riskin. Quando Capra refez a história  28 anos depois, ele se viu obrigado a aceitar Hope Lange no mesmo papel, porque ela tinha relação com  Glenn Ford (co-produtor do longa).

8) No início dos anos 50, o negativo original foi perdido ao ser transferido de um laboratório de cinema para outro para trabalhos de preservação. Só em 2012 foi restaurado em sua versão completa. sendo incorporado cerca de quatro minutos e meio de cenas perdidas anteriormente, incluindo uma cena chave em que Dave, Blake e McGuire estão planejando a recepção.


9) A personagem Missouri Martin, interpretada por Glenda Farrell, foi  baseada na personalidade  Texas Guinan. Mary Louise Cecilia "Texas" Guinan foi uma atriz, produtora e empresária americana bastante conhecida. Em sua carreira cinematográfica que começou em 1917 e foi até sua morte por disenteria amebiana em 1933. Ela fez parte da vanguarda das cineastas mulheres nos Estados Unidos. 

10) A escolha de Capra para interpretar Apple Annie foi a grande estrela das  bilheterias da MGM, Marie Dressler, mas o chefe do estúdio Harry Cohn rejeitou o pedido e escolheu May Robson. Ironicamente, Robson, que acabara de desempenhar um papel coadjuvante de Dressler em "Jantar às oito", recebeu uma indicação ao Oscar de "Dama por um dia".


Importante:

Obras-Primas do Cinema lançou uma coleção que reúne 4 clássicos de um dos grandes diretores da história do cinema: FRANK CAPRA! Todos dirigidos durante o período Pre-Code Hollywoodiano. Incluindo a primeira versão de "Dama por um Dia", refilmado por ele em 1961. A partir desse filme, Capra começou a adotar o seu “estilo otimista”, presente fortemente em seus filmes posteriores. Edição limitada em digipak com 2 DVD’s e 4 card’s.

Disco 01:

Dama por um Dia (Lady for a Day, 1933, 1.33:1, Preto e Branco, 96min.)
Elenco Principal: Warren William, May Robson, Guy Kibbee.

U+21F0.gif Sinopse:

Apple Annie é uma vendedora de rua que precisa se fazer passar por dama da sociedade quando recebe a visita da filha, a quem não via há tempos, porque ela está noiva de um rico rapaz. O amigo Dave, um homem refinado e bem-sucedido, faz de tudo para ajudar Apple.

A Mulher Proibida (Forbidden, 1932, 1.33:1, Preto e Branco, 85min.)
Elenco Principal: Barbara Stanwyck, Adolphe Menjou, Ralph Bellamy.

U+21F0.gif Sinopse:

Em um cruzeiro em Cuba, Lulu Smith se apaixona por Bob Grover. Ao voltar para casa, ela rompe o romance quando ele revela que é casado. Lulu tem um filho com Bob, mas não conta isso a ele, que no momento é um político em ascensão. Os dois continuam em contato e as coisas ficam mais complicadas quando o editor de um jornal onde Lulu trabalha também se apaixona por ela.



Disco 02:

O Último Chá do General Yen (The Bitter Tea of General Yen, 1932, 1.33:1, Preto e Branco, 87min.)
Elenco Principal: Barbara Stanwyck, Nils Asther, Toshia Mori.

U+21F0.gif Sinopse:

Durante a Guerra Civil Chinesa, logo após salvarem as crianças de um orfanato, Megan Evans e seu noivo Strike, são separados por uma multidão em uma estação de trem. Sem poder resistir, a missionária americana é sequestrada pelo general Yen, o líder ditatorial que a revolução tenta derrubar, e pouco a pouco, nasce uma relação de amor e ódio entre os dois.

A Mulher Miraculosa (The Miracle Woman, 1931, 1.33:1, Preto e Branco, 90min.)
Elenco Principal: Barbara Stanwyck, David Manners, Sam Hardy.

U+21F0.gif Sinopse:

Inspirado na história real de Aimee Semple McPherson. Desiludida com o descaso da igreja onde seu pai pregava pelo atual estado de saúde dele, Florence alimenta uma amargura e uma postura cínica ante à religião. Utilizando seu dom natural para a pregação ela se junta a um homem e passa a forjar uma série de milagres. Sua falta de fé é posta à prova quando um homem cego diz que ela salvou sua vida.

U+21F0.gif Extras:

Introdução de "Dama por um Dia"
Introdução de "A Mulher Miraculosa"
A restauração de "Dama por um Dia"
Entrevista com Martin Scorsese e Ron Howard

U+21F0.gif Informações técnicas:

Título: Frank Capra
País de Produção: Estados Unidos
Ano de Produção: 1931-1933
Gêneros: Drama - Romance - Comédia.
Direção: Frank Capra
Elenco: Barbara Stanwyck, Warren William, Nils Asther, Adolphe Menjou, May Robson, David Manners, Guy Kibbee, Ralph Bellamy, Toshia Mori, Sam Hardy.
Áudio: Dolby Digital 2.0
Idioma:  Inglês
Legenda: Português e Inglês.
Duração Aproximada: 358 minutos
Região: Aberto para todas as zonas (Livre)
Formato de Tela: 1.33:1
Cor: Preto & Branco
Faixa Etária: 12 Anos, Contém: Consumo de bebidas alcoólicas; Conflitos Psicológicos.



Tecnologia do Blogger.