O QUE É O GIALLO ITALIANO?


o-que-e-o-giallo-italiano

Na minha opinião, há (pelo menos) 3 gênios no cinema que influenciaram quase todos movimentos, escolas, gêneros e diretores do cinema. São eles: Georges Méliès, Alfred Hitchcock e Mario Bava.

Hoje vamos falar sobre o que foi o Giallo Italiano, mais um sub-gênero do terror cinematográfico que Bava ajudou a criar. Para muitos, o conceito já não faz o menor sentido. Como um gênero, caracterizado por mortes e sangue (vermelho) é conhecido por um nome que significa "amarelo"? O nome é uma referência às páginas amarelas das revistas pulp italianas, publicadas a partir de 1929 e intituladas Il Giallo Mondadori.

A série consistia quase exclusivamente em traduções italianas de romances de mistério de escritores britânicos e americanos. Entre eles, Agatha Christie , Ellery Queen , Edgar Wallace , Ed McBain , Rex Stout , Edgar Allan Poe e Raymond Chandle. Publicados como brochuras de baixo custo, o sucesso dos romances logo começou a atrair a atenção de outras editoras italianas. Eles publicaram suas próprias versões e imitaram as capas amarelas. A popularidade dessas séries acabou estabelecendo a palavra giallo como sinônimo em italiano de um romance de mistério. No uso coloquial e da mídia na Itália, também se aplicava a um caso misterioso ou não resolvido.



O Giallo é um desfile de belas atrizes. Edwige Fench, Barbara Bach, Daria Nicolodi, Barbara Bouchet, Suzy Kendall, Ida Galli e Anita Strindberg são alguns dos nomes que assassinos voyeuristas (ou maníacos sexuais)  disfarçados (com máscaras normalmente) e munidos de facas sempre prontas para tirar a vida das beldades.  O sub-gênero nasceu na primeira metade dos anos 60 e teve seu auge nos primeiros anos na década de 70, encontrando seu declínio dos anos 80.

Na direção, os nomes mais "quentes" eram Mario Bava, Sergio Martino, Lucio Fulci, Umberto Lenzi, Aldo Lado e Dario Argento. Para instaurar o clima de suspense necessário, eles chamavam um nome em comum: o mestre Ennio Morricone.

Os diretores logo começaram a tirar proveito das modernas técnicas cinematográficas para criar um gênero único que retinha os elementos de mistério e ficção policial do giallo, voltando também para o suspense psicológico e do voyeurismo, quase entrando no sexploitation.


Características amarelas

A história geralmente segue dois caminhos distintos. A primeira, apresentando uma protagonista envolvida em uma história sexualizada e com elementos psicológicos, explorando sua fragilidade. A segunda, mostra um protagonista que vira alvo ao testemunhar um crime, sendo obrigado a se envolver na história para tentar resolvê-la antes de ser morto.

Bem diferente de outro sub-gênero de crime popular na época, o Poliziotteschi, que encontra raízes em outro cinema pré-estabelecido (leia aqui tudo sobre poliziotteschi). Ainda que ambos envolvam crimes, polícia, o tratamento dado à história é totalmente diferente. Enquanto no Giallo há uma certa "classe" no que é mostrado, o Poliziotteschi é focado na ação, violência e acertos de contas.

Nos Giallos, os assassinos quase sempre são motivados por insanidade causada por algum trauma psicológico passado, geralmente de natureza sexual (e às vezes retratada em flashbacks). No caso do protagonismo masculino, as histórias são levadas para o campo da loucura, alienação e paranoia, sendo questionados quanto ao que testemunharam de forma tão convincente que ele mesmo tende a alterar sua percepção da realidade, confundindo até mesmo o telespectador.


Assim como os filmes da Hammer tem uma coloração vibrante e característica, os Giallos também seguem este padrão, inovando nos ângulos, muitas vezes bem incomuns, para enfatizar cenas, principalmente de voyeurismos e assassinatos.

Outra característica bem particular aos Giallos está nos títulos. Os filmes costumam ter nomes complexos, longos, com várias referências a animais ou/e números.

Como dito acima, o auge do Giallo foi no início dos anos 70. Entre 71 e 75 foram produzidos quase 100 filmes, influenciando até produções de outros países como na Espanha. Quem assistir  A casa dos desejos (The House That Screamed) do genial Narciso Ibáñez Serrador ou Os olhos azuis de uma boenca quebrada (Ojos Azules de la Muneca Rota)  com história e protagonismo de Paul Naschy verá elementos inconfundíveis do Giallo Italiano.


O Giallo continuou a ser produzido ao longo dos anos, mas gradualmente sua popularidade diminuiu e os orçamentos das produções começaram a diminuir. Talvez, os grandes filmes deste sub-gênero já tenham sido feitos, mas eles continuam aparecendo aqui e ali, e mesmo que alguns sejam bem ruins (vide o pavoroso filme Giallo - reféns do medo, feito em 2009 pelo mestre Dario Argento), os filmes "amarelos" marcaram a história do cinema de horror.

E uma observação final. Um dos ótimos filmes deste período é a  Mansão da morte, feito também pelo mestre Mario Bava. E ali, ele sedimentou também os elementos que popularizariam o Slasher nos anos 80. Por estes e muitos outros feitos, coloco Bava no top 3 dos grandes gênios influenciadores do cinema.

Veja abaixo 10 filmes para iniciar a jornada neste universo giallo:

Direção: Mario Bava

Nora Davis viaja para Roma, onde ficará na casa de sua tia Edith. Infelizmente, já na primeira noite, Edith morre. Nora sai pela noite em busca de ajuda e acaba transformando-se em testemunha ocular de um assassinato. Sendo uma mulher jovem, com um apetite insaciável por literatura de crime e mistério, Nora não consegue fazer qualquer um acreditar em sua história. Porém, com a ajuda do Dr. Marcello Bassi, fica sabendo que um assassinato ocorreu nesse mesmo local há 10 anos atrás, quando Emily Craven foi vítima do “assassino do alfabeto”. A partir daí, se vê envolvida numa trama de mistérios que parece não ter fim.

Direção: Mario Bava

Isabella, uma jovem modelo, é assassinada por uma misteriosa figura mascarada numa Casa de Moda, pertencente a Condessa Cristiana. Quando o namorado de Isabela se torna suspeito do assassinato, o diário da vítima, contendo informações que relacionem a jovem ao assassino, desaparece. O mascarado passa então a matar todas as modelos da casa para encontrar o diário.

Direção: Dario Argento

O escritor americano Sam Dalmas (Tony Musante), que vive em Roma, testemunha uma bela mulher sendo atacada por uma figura misteriosa - provavelmente a responsável por vários assassinatos que estão acontecendo na cidade. Como a polícia não resolve o caso, ele parte para investigar os crimes por conta própria.

Direção: Lucio Fulci

A filha de um respeitado político tem frequentes pesadelos com sua vizinha, uma mulher que passa suas noites em orgias. Certo dia, em um de seus pesadelos, a moça sonha que matou a vizinha. Quando esta aparece morta no dia seguinte, ela se torna a principal suspeita.

Direção: Paolo Cavara

Um policial investiga uma série de assassinatos ocorridos em um salão de beleza - todos com um toque peculiar de perversão: o assassino paralisa suas vítimas com uma agulha, que indefesas, assistem a sua própria morte. Trazendo de volta a figura do assassino vestido com capa de couro e chapéu, assim como no clássico Blood and Black Lace, de Bava. E se não fosse o bastante, ainda há a trilha de Morricone de fundo.

➤Direção: Massimo Dallamano

Várias meninas são brutalmente assassinadas por uma pessoa vestindo trajes semelhantes a de um padre, em uma faculdade para mulheres. A polícia e os professores são incapazes de localizar o assassino e evitar novas mortes. Enrico, que tem um caso romântico com uma de suas alunas, Elizabeth, torna-se o principal suspeito.

Direção: Lucio Fulci

Baseado em fatos reais, um maníaco realiza uma série de assassinatos envolvendo um grupo de crianças em um vilarejo da Sicília, na Itália. Com a cidade à beira da histeria, todos passam a serem suspeitos. Andrea Martelli (Tomas Milian) é um jornalista e tenta desvendar o verdadeiro culpado, enquanto a bela Patrizia (Barbara Bouchet) tenta se livrar das suspeitas levantadas contra ela, mas o medo acaba formando uma onda de violência com pessoas inocentes.

Direção: Sergio Martino

Jane vive em Londres com Richard, seu namorado. Quando ela tinha cinco anos, sua mãe foi assassinada, e ela recentemente perdeu um bebê em um acidente de carro. É também atormentada por pesadelos envolvendo uma faca e um homem de olhos azuis.

Direção: Sergio Martino

Em uma cidadezinha do interior da Itália, os jovens estão assustados com a onda de violência que vitimou várias estudantes. Quatro garotas decidem tirar um tempo para descansar e esquecer da paranoia, em uma casa de campo. O que elas não esperavam era serem seguidas pelo maníaco.

Direção: Dario Argento

O pianista inglês Marcus Daly (David Hemmings) é testemunha do brutal assassinato de uma famosa médium (Macha Méril), mas não é capaz de reconhecer o rosto do criminoso. Intrigado, ele decide investigar o crime com a ajuda da repórter Gianna Brezzi (Daria Nicolodi), mergulhando num submundo perigoso e correndo cada vez mais riscos a medida em que se aproximam da verdade pois são constantemente vigiados pelo misterioso assassino.


A Versátil Home Vídeo lançou TODOS os filmes da lista de referência acima, além de mais uns 20 filmes essenciais para qualquer curioso ou estudioso do Giallo Italiano adquirir e assistir.  Veja abaixo imagens dos produtos e acesse o link da empresa para comprar os filmes.












Adquira aqui 
”Versátil

Ou nas melhores lojas, caso alguns dos itens acima estejam indisponíveis.



Tecnologia do Blogger.