OS GRANDES COMEDIANTES DA HISTÓRIA DO CINEMA


os-grandes-comediantes-da-historia

Seria no mínimo injusto colocar numa mesma lista Buster Keaton, Harold Lloyd, Eddie Murphy e Seth Rogen. Mas não podemos menosprezar os talentos das diversas épocas. Por isto, resolvemos apresentar os nomes mais importantes da comédia do cinema mudo até Jacques Tati, que é em torno dos anos 50.

Depois vieram nomes importantes e queridos do grande público. Os nomes que nasceram, principalmente no Saturday Night Live em diante, colocamos como menções honrosas, já que, ainda que menos importantes no cenário, fazem (ou fizeram) bastante sucesso.

Confira um pouco da história de cada um:

Abbott e Costello foi uma dupla cômica estadunidense, celebrizada internacionalmente pelas performances humorísticas no cinema e televisão. Bud Abbott era de uma família de artistas circenses e de vaudeville, enquanto Lou Costello já havia trabalhado como dublê em filmes como os de Laurel & Hardy (1927) e outros nos anos 1920. Eles trabalharam como uma dupla pela primeira vez em 1935, no teatro burlesco Eltinge em New York.

A dupla faria mais de 30 filmes entre 1940 e 1956. Em muitos eles contracenaram com os monstros famosos da Universal, como Frankenstein e o Homem Invisível.

Buster Keaton foi um ator e diretor norte-americano, considerado um dos principais nomes do cinema mudo ao lado de Charlie Chaplin.  Entre suas comédias destacam-se: "O Enrascado", "Marinheiro Por Descuido", "Sherlock Jr." e "A General".

Em 1921, Keaton se casou com Natalie Talmaday e juntos tiveram dois filhos. Depois, atuou em uma série de curtas, entre eles, “One Week” (1920), “The Boat” (1921) e “Cops” (1923), Keaton produziu o longa “A antiga e a modera” (1923), que deu início a uma nova era do cinema mudo. Uma das características do ator era manter seus personagens impassíveis, sérios e com a mesma expressão facial em todos os filmes. Com esse comportamento, Keaton recebeu o apelido de “o homem que nunca ri”.


Bob Hope  nome artístico de Leslie Townes Hope foi um comediante americano, nascido na Inglaterra. Criado nos Estados Unidos, Formou na década de 1940, ao lado do cantor e ator Bing Crosby.

Embora nunca tenha ganho um Óscar por uma das suas representações no cinema, o comediante recebeu dois Óscar's honorários pelas suas contribuições. Foi durante vários anos o apresentador da festa de entrega desse prêmio. Faleceu aos 100 anos de idade.

Charles Chaplin foi um ator, dançarino, diretor e produtor inglês. Também conhecido por "Carlitos". Foi o mais famoso artista cinematográfico da era do cinema mudo. Ficou notabilizado por suas mímicas e comédias do gênero pastelão. O personagem que mais marcou sua carreira foi "O vagabundo", um andarilho pobre, mas digno, vestido com um casaco, calças e sapatos desgastados, um chapéu, uma bengala e seu marcante bigode. 
Em 1919, Charles Chaplin fundou sua própria produtora, a United Artists, junto com Mary Pickford, Douglas Fairbanks e D. W. Griffith. Dirigiu 72 filmes, entre curtas e longas, desde 1914 até 1967.


Laurel e Hardy (O Gordo e o Magro) foi uma famosa dupla de comediantes e uma das equipes cômicas mais populares do cinema dos Estados Unidos, em atividade desde o cinema mudo até meados da Era de Ouro de Hollywood. Composta por um magro, o inglês Stan Laurel e um gordo, o americano Oliver Hardy, a dupla tornou-se conhecida durante as décadas de 1920 e 1930 pelo seu trabalho em filmes de comédia e também apareceram em apresentações teatrais na América e na Europa.

Os dois comediantes trabalharam juntos pela primeira vez no filme mudo The Lucky Dog (1917). Após um período aparecendo separadamente em vários curta-metragens no Hal Roach Studios durante a década de 1920, eles começaram a atuar juntos em 1926.

Fizeram filmes até 1951.

Ator e comediante norte-americano de filmes mudos nascido em Burchard, Nebraska, famoso por misturar humor pastelão com suspense e conhecido por seu pioneirismo. Formava com Chaplin e Buster Keaton a trinca de ouro da comédia no cinema mudo. E um detalhe, eram gênios que se respeitavam.

 Só em 1919 descobriu o fator decisivo para seu personagem: os óculos. Esta foi sua originalidade: criou um personagem absolutamente comum e apagado (sempre chamado Harold), a quem aconteciam as situações mais incomuns e que o faziam, sem querer, transformar-se em um super-homem ou super-sortudo, digamos.

Nascidos em Nova Iorque, os Irmãos Marx eram filhos de imigrantes judeus. A mãe, Minnie Schoenberg, da Alemanha, e o pai, Samuel "Frenchie" Marx (nascido Simon Marrix), vindo da Alsácia, região da França. Eles mostraram talento musical desde a infância. Harpo, especialmente, podia tocar vários instrumentos, inclusive a harpa, que ele tocou com frequência em filmes. Chico foi um excelente e histriônico pianista, e Groucho tocava o violão. Começaram no vaudeville, quando seu tio Al Shean já atuava, como parte da dupla Gallagher e Shean. A estreia de Groucho foi em 1905, como cantor. Em 1907 ele e Gummo cantavam juntos com Mabel O'Donnell no trio The Three Nightingales. 

Gummo lutaria na Primeira Guerra Mundial ("Qualquer coisa é melhor que ser ator!" disse ele) e Zeppo o substituiria nos anos finais do vaudeville, até a Broadway e depois nos filmes na Paramount.

Nesta época, os irmãos, agora Os 4 Irmãos Marx, começaram a desenvolver seu peculiar tipo de comédia e a desenvolver seus personagens. Groucho começou a usar seu bigode pintado; Harpo, a usar buzinas de bicicleta e nunca falar (Harpo não era mudo), Chico, a falar com um falso sotaque italiano, desenvolvido em campo com os desordeiros da vizinhança.

Sua carreira de cineasta começou em 1947 com o curta "Escola de carteiros" que lhe rendeu o prêmio de melhor roteiro no Festival de Veneza, na Itália e o Grande Prêmio do Cinema Francês em 1950.  Seu personagem antológico, o Sr. Hulot, com traços característicos como o cachimbo eu um guarda chuvas, marcou o cinema.

Dirigiu 6 filmes entre 1949 e 1974.  

Na década de 20, Ted Healey, um músico e comediante de teatro, tinha um número chamado Ted Healey e seus Patetas, onde contracenava com um par de assistentes atrapalhados. Eles eram os irmãos Moe e Shemp Howard. Mais tarde, o violinista Larry Fine se juntou a eles. Assim, os quatro formaram um grupo que rapidamente ficava conhecido pelo público.

Eles foram um grupo cômico norte-americano em atividade desde 1922 até 1970, mais conhecido por seus numerosos curtas-metragens. A primeira formação do grupo consistia em Moe Howard, Larry Fine e Shemp Howard. Em 1932 Shemp saiu e foi substituído por seu irmão mais novo, Curly Howard.

Quando Curly retirou-se do grupo após sofrer um derrame cerebral, o cargo de "terceiro pateta" voltou a ser ocupado por Shemp, e posteriormente por Joe Besser. Ao todo, o grupo protagonizou 190 curtas-metragens para a Columbia entre 1934 e 1959.


Pryor é considerado pelo Comedy Central como o maior comediante stand-up de todos os tempos. Além de uma carreira maravilhosa no cinema, fez filmes imperdíveis com outro comediante importante: Gene Wilder.

Pryor teve problemas graves com drogas e seu vício o levou a uma perda de peso e uma tentativa de suicídio em 1980, ateando fogo em seu próprio corpo quando ele ainda estava sobre efeitos de drogas. O abuso de drogas coincidiu com a sua decadência a partir da década de 80.

Jerome Silberman, mais conhecido apenas como Gene Wilder, foi um famoso ator norte americano, conhecido pelos fãs e admiradores pelos seus diversos trabalhos em uma longa carreira cinematográfica em filmes de TV e cinema desde a década de 1960 até sua última atuação no ano de 2011.

Viveu uma parceria com Richard Pryor que merecia ter rendido muitos e muitos filmes, porém isto não ocorreu. Eram amigos e de personalidades antagônicas, o que rendeu sonoras discussões.

Wilder foi um grande comediante, ainda que tenha figurado em outros gêneros. 



Peter Sellers tornou-se famoso em seu país com a série de rádio da BBC The Goon Show, antes de se lançar em uma carreira cinematográfica de sucesso internacional. Sellers foi o mais famoso intérprete do inspetor Jacques Clouseau, da série A Pantera Cor-de-Rosa.

Sua carreira não se resumiu a um personagem ou gênero. Porém, seus personagens cômicos foram muito marcantes. Em seu testamento, Sellers solicitou que a canção de Glenn Miller "In the Mood" fosse tocada em seu funeral. O pedido é considerado o seu último toque de humor, já que ele odiava a peça. 

Ele fez filmes de 1915 a 1980. A série de filmes "A Pantera Cor-de-Rosa" começou com ele em 1963. Em 1978, saiu o último filme com o personagem. Ele ainda faria 3 dos seus melhores filmes, antes de falecer em 1980.

Monty Python é um grupo de comédia britânico, que foram os criadores e intérpretes da série cômica Monty Python's Flying Circus, um programa de televisão que foi ao ar pela primeira vez em 5 de outubro de 1969. Como série televisiva, consistiu de 45 episódios divididos em 4 temporadas. Entretanto o fenômeno Python não se limitou a apenas isso, espalhando-se por shows, filmes, programas de rádio e diversos jogos de computador e livros, além de lançar seus seis integrantes ao estrelato. Sua influência na comédia chegou a ser comparada ao impacto causado na música pelos Beatles

Originalmente composto por Eric Idle, Graham Chapman, John Cleese, Michael Palin, Terry Jones, jovens atores britânicos que implementaram um novo estilo de texto e representação, marcadamente anárquico e pautado pelo completo surrealismo das cenas. Também contavam com Terry Gilliam, cartunista que trabalhara na revista Mad.


Rowan Atkinson é um comediante inglês, o criador do Mr. Bean, personagem que interpretou na série exibida entre 1990 e 1995, e em filmes de grande sucesso.

Em 1976, conheceu o roteirista Richard Curtis e juntos criaram uma revista teatral iniciando a representação de diversas peças, que foram vistas pelo produtor da BBC John Lloyd. Em 1977 iniciou sua carreira no festival de Edinburg. Depois de uma temporada no teatro Hampsteard, em 1978, foi contratado pela BBC para protagonizar a série de TV “Not the Nine O’Clock News”, que recebeu diversos prêmios como um Emmy Internacional e um prêmio da Academia Inglesa como o Melhor Programa de 1980. Seu show apresentado no London’s Globe Theter ganhou o prêmio da Society of West Theaters Awards, como a Comédia do Ano.

1989 criou o personagem “Mr. Bean”, um lerdo trapalhão, que em 1990 deu nome a uma série, que se tornou um grande sucesso. A série foi vendida para mais de oitenta países e recebeu diversas premiações, entre elas, o Golden Rose de Montreaux.


Jerry Lewis  foi um ator, comediante, roteirista, produtor e diretor norte-americano. Tornou-se famoso no cinema e nos palcos com sua comédia estilo pastelão. Ficou conhecido como Rei da Comédia. 

Com cinco anos de idade começou a atuar. Foi aluno da Irvington High School, em Irvington, New Jersey.
Trabalhou com entretenimento noturno até encontrar-se com o cantor Dean Martin. O primeiro show que a dupla "Martin e Lewis" realizou, foi em 25 de julho de 1946, em Atlantic City. A dupla fez sua primeira aparição na tela do cinema em "My Friend Irma" em 1949. Juntos fizeram sucesso em casas de shows e na Paramont. Após a produção de 16 filmes, separaram-se em 1956. Lewis continuou na Paramont até 1966, em seguida foi contratado pela Colúmbia Pictures.

Jerry Lewis foi eleito um dos maiores diretores de todos os tempos, pela revista Entreitaimente Weekley. 

Menções honrosas:

Chevy Chase, Robin Williams, Steve Martin, Eddie Murphy, Leslie Nielsen, Jim Carrey, Mel Brooks, Woody Allen, Terence Hill e Bud Spencer. Billy Cristal, Jack Lemmon, Walter Matthau, Ben Stiller,  Bing Crosby, Max Linder.

e mais uma penca de gente boa.

E um detalhe para lá de curioso. Só homens. Isto mostra como as melhores oportunidades sempre foram para os homens, ou duvidam que havia talentos femininos capazes de criar personagens antológicos? É um fato, triste, mas fato. Afinal, se olharmos para o cinema, quantos atores magistrais encabeçariam uma lista com os maiores atores do cinema?

Mas seria capaz de fazer uma feminina na mesma intensidade? E não vale colocar Meryl Streep somente...E estou falando no geral. Comediantes então...


Obras-Primas do Cinema lançou: “HAROLD LLOYD”. Digistak com 3 DVD’s que reúne 4 das maiores obras de Harold Lloyd -o terceiro gênio do cinema mudo- e mais 9 curtas-metragens, todos remasterizados! A edição conta também com 4 card’s e quase 4 horas de extras contendo vídeos caseiros de Harold; técnicas de filmagens; bastidores das produções; preservação de seus filmes e uma inédita entrevista com Harold Lloyd e mito mais. Edição Limitada!

Disco 01:

Curtas-metragens realizados entre 1917 e 1920:

Over the Fence (1917); That's Him (1918); Take a Chance (1918); Estourando na Broadway (1919); Young Mr. Jazz (1919); The Marathon (1919); An Eastern Westerner (1920); High and Dizzy (1920); His Royal Slyness (1920).

Disco 02:

O Homem Mosca (Safety Last!, 1923, 1.37:1, 74 minutos)
Direção: Fred C. Newmeyer, Sam Taylor. Outras Estrelas: Mildred Davis, Bill Strother.

U+21F0.gif Sinopse:

Rapaz parte para a cidade grande e se emprega em loja de departamentos. As confusões têm início quando sua namorada vem visitá-lo e ele é forçado a fingir-se de gerente. Um dos grandes clássicos do cinema mudo. 

O Calouro (The Freshman, 1925, 1.33:1, 77 minutos)
Direção: Fred C. Newmeyer, Sam Taylor. Outras Estrelas: Jobyna Ralston, Brooks Benedict, Hazel Keener.

U+21F0.gif Sinopse:

Um jovem tímido, o típico nerd, decide entrar para o time de futebol americano do colégio para se tornar popular e conquistar uma garota.


Disco 03:

O Caçula (The Kid Brother, 1927, 1.33:1, 82 minutos)
Direção: Ted Wilde, Harold Lloyd. Outras Estrelas: Jobyna Ralston, Walter James, Olin Francis.

U+21F0.gif Sinopse:

Os Hickorys, família mais tradicional de Hickoryville, são liderados pelo xerife Jim. Ele tem três filhos: Leo, Olin e Harold, o tímido caçula. Apaixonado por Mary, Harold tenta mostrar seu valor, conquistar a garota e ter seu valor finalmente reconhecido pelo clã.

Speedy (Speedy, 1928, 1.33:1, 86 minutos)
Direção: Ted Wilde. Outras Estrelas: Ann Christy, Bert Woodruff, Babe Ruth.

U+21F0.gif Sinopse:

Depois de perder seu emprego, Harold "Speedy" Swift começa a trabalhar como motorista de táxi. Ele descobre um esquema da companhia de trens para acabar com os bondes puxados a cavalo. Os bondes pertencem ao pai da sua namorada, então Speedy organiza os moradores mais antigos do bairro para tentar impedir os planos da companhia de trens.

U+21F0.gif Extras:

Nas pegadas de o às da velocidade (32’); Entrevista com Carl Davis (24’); Filmes caseiros de Harold Lloyd (17’); Introdução de O Homem Mosca (17’); Harold Lloyd - o grande homem no campus (16’); Truques de Harold Lloyd (20’); Entrevista com Harold Lloyd (16’); Preservando Harold (10’); Tributo a Harold Loyd (29’); O lado engraçado de Harold Lloyd (29’); Harold Lloyd - anatomia de uma piada (8’).


U+21F0.gif Informações Técnicas:

Título: Harold Lloyd
País de Produção: Estados Unidos
Ano de Produção: 1917-1928
Gênero: Comédia - Drama
Direção: Fred C. Newmeyer, Sam Taylor, Ted Wilde, Harold Lloyd, J. Farrell MacDonald, Gilbert Pratt, Alfred J. Goulding, Hal Roach.
Elenco Principal: Harold Lloyd, Mildred Davis, Jobyna Ralston, Brooks Benedict, Walter James, Ann Christy, Bill Strother, Hazel Keener, Olin Francis, Bert Woodruff, Babe Ruth.
Áudio: Dolby Digital 2.0
Idioma: Inglês (Mudo)
Legendas: Português
Duração Aproximada: 473 minutos
Região: Aberto para todas as zonas (Livre)
Formato de Tela: 1.33:1
Cor: Preto e Branco
Quantidade de Discos: 03
Faixa Etária: Livre, adequado para todos os públicos.

E não para por ai...
Lançou também:


Tecnologia do Blogger.