ROSA LUXEMBURGO (1986) - FILM REVIEW

rosa-luxemburgo-1986-film-review

O filme é uma biografia da militante, oradora e teórica marxista Rosa Luxemburgo (1871-1919), representante do pensamento e da ação social-democrata na Europa. Rosa, a Vermelha, como era conhecida, visceralmente internacionalista e antibelicista, ao lado de Karl Liebknecht e outros colegas, funda a Liga Spartakus, embrião do futuro Partido Comunista Alemão e tenta arduamente impedir a 1ª Guerra Mundial.

De Barbara Sukowa (Berlin Alexanderplatz e Lola) nos traz mais uma grande interpretação, num personagem difícil, com muitas nuances além das idas e vindas da história, mostrando períodos diferentes da vida turbulenta da brava Rosa. Ela consegue nos passar a veracidade de sua paixão impressa nos discursos inflamados (um em particular é de arrepiar, se pensarmos quando se passou). Não à toa, ela venceu a Palma de Ouro em Cannes. O filme, até por sua duração, simplifica a complexa rede de intrigas que era a política alemã. Imagens de guerra real em preto e branco, sombrias e granuladas são usadas para ilustrar o medo de conflito de Rosa. 


Durante muito tempo, o diretor alemão Rainer Werner Fassbinder planejou dirigir um filme sobre a vida de Rosa Luxemburgo. Em 1982, quando ele morreu, Margarethe von Trotta assumiu a direção do longa. Ela, entretanto, preferiu não utilizar as anotações originais de Fassbinder, pois "fazer um filme é escrever, e dirigir significa encontrar sua própria visão". Jane Fonda já havia concordado em protagonizar, mas a morte do diretor mudou o projeto.

O filme é dedicado a "Monika" a figurinista, Monika Hasse, que morreu em 3 de abril de 1985, enquanto trabalhava na obra.


Margarethe


Diz um velho ditado, por traz de um grande homem, há uma grande mulher. O grande diretor Volker Schlöndorff (falamos dele aqui) iniciou sua carreira em 1966  com O Jovem Törless, mesmo ano que Margarethe von Trotta iniciou a carreira de atriz. O caminho dos dois convergiu e eles se casaram em 1971. 4 anos depois, dirigiram o primeiro filme juntos:  A honra perdida de Katharina Blum. E foi o suficiente para ela se emancipar na carreira de diretora. Ambos ficaram juntos até 1991. Sua carreira continua ativa até hoje.  

Os feitos de Margarethe não foram poucos. Ela se tornou a diretora de cinema mais importante da Alemanha. Foi chamada de a principal cineasta feminista do mundo.  Ela é considerada o nome forte do Novo Cinema Alemão. 


Rosa Vermelha


Rosa Luxemburgo foi uma revolucionária naturalizada alemã. Ela nasceu em Zamosc, Polônia, então dominada Rússia czarista, no dia 5 de março de 1871. Vinda de um lar próspero, cedo foi atraída pelas lutas estudantis contra o regime repressivo mantido nas escolas e se engajou em movimentos contestatórios e revolucionários contra a opressão e pelo socialismo. 

Em 1890, após uma  intensa perseguição política, se viu obrigada a deixar a Polônia e se refugiou em Zurique, na Suíça. Ingressou na Universidade de Ciências Aplicadas, onde estudou Direito e Economia Política. Em 1894, junto com seu companheiro o socialista lituano Leo Jogiches, fundou o Partido Social Democrata da Polônia (SDKP). Em 1897 defendeu sua tese de doutorado intitulada “O Desenvolvimento Industrial da Polônia”. Após casar com Gustav Lübeck, adquiriu a cidadania alemã e estabelecendo-se em Berlim (1898), que era o centro das lutas de classes e iniciou a publicação de suas obras. Um ano depois, saiu “Reforma Social ou Revolução?”. 

A rotina intensa e tensa de sua vida levou a fim precoce do sue casamento, já em 1902. 3 anos depois foi à Varsóvia, mas acabou sendo presa e constantemente ameaçada de morte. Livre, retornou à Alemanha onde defendeu a teoria de que as greves das massas são um instrumento na luta revolucionária. Com o início da Primeira Guerra, declara-se contra o conflito durante um congresso do Partido Socialista.  


Em 1916, socialistas mais radicais, liderados por Karl Liebknecht e Rosa Luxemburgo, formaram o grupo Spartakus, que seria a base para a formação, em 1918, do Partido Comunista Alemã. No final daquele ano, ambos lideraram um levante armado contra o governo alemão. Os spartakistas tomaram Berlim, com a ajuda de soldados e marinheiros amotinados. Com o apoio do marechal Hindenburg, que liderou tropas vindas da frente de batalha, Ebert dominou a insurreição. 

Presa pelas tropas do governo alemão é assassinada em 15 de janeiro de 1919, há 100 anos atrás. Seu corpo foi despejado no canal Landwehr, onde não seria encontrado por meses.


O que a humanidade aprendeu com Rosa?


Primeiramente, ela se destacou na oratória numa época sem expoentes femininos na política, protagonizando grandes debates com renomadas figuras masculinas do período. Denunciou os reais motivos da Primeira Guerra. O estopim, segundo noticiado, foi o assassinato do herdeiro do trono do Império Austro-Húngaro. Mas Rosa disse que foram objetivos econômicos os reais motivadores do conflito (as baixas no período foram gigantescas: morreram, aproximadamente, 9 milhões de pessoas, entre civis e militares. O número de feridos ficou em cerca de 30 milhões.

Rosa foi contra a existência do capitalismo para explorar os trabalhadores e é por isso que ela acreditava que só a massa popular (explorada) poderia lutar por ela mesma e não sindicatos capitalizados poderiam representar a massa  de modo a emancipa-la sendo que, até mesmo os sindicatos eram cooptados pela socialização da capitalização, ou seja, ninguém estava de fato defendendo o trabalhador. 


E na sua opinião, mudou o que nos dias atuais?


Obras-Primas do Cinema lançou MARGARETHE VON TROTTA. Considerada como uma das pioneiras do movimento ‘Cinema Novo Alemão’ e a primeira mulher a vencer o Leão de Ouro no Festival de Veneza -pelo filme: Os Anos de Chumbo-. Esta coleção reúne 3 filmes de Margarethe, todos remasterizados! Edição Limitada em em digipak com 2 DVD’s e 3 card’s.

Disco 01:

A Honra Perdida de Katharina Blum (Die verlorene Ehre der Katharina Blum, 1975, 1.66:1, Colorido, 106 min.)
Elenco Principal: Angela Winkler, Mario Adorf, Dieter Laser.

U+21F0.gif Sinopse:

Após um encontro casual com Ludwig Götten (Jürgen Prochnow), o apartamento de Katharina Blum (Angela Winkler) é invadido pela polícia e ela é levada presa. Suspeita de estar envolvida com um dos terroristas mais procurados pela inteligência alemã, a história da jovem vira um escândalo nacional quando o repórter Werner Töetges (Dieter Laser), passa a cobrir o caso.

Os Anos de Chumbo (Die bleierne Zeit, 1981, 1.66:1, Colorido, 107 min.)
Elenco Principal: Jutta Lampe, Barbara Sukowa, Rüdiger Vogler.

U+21F0.gif Sinopse:

Julianne (Jutta Lampe) e Marianne (Barbara Sukowa), filhas de um pastor protestante, se afastam da austeridade religiosa de seus pais e tentam mudar a sociedade. Cada uma escolhe sua maneira: enquanto Juliane torna-se uma jornalista engajada, sua irmã faz parte de uma organização terrorista. Quando Marianne é presa pelas autoridades, Juliane se torna seu único vínculo com o mundo exterior.


Disco 02:

Rosa Luxemburgo (Rosa Luxemburg, 1986, 1.66:1, Colorido, 122 min.)
Elenco Principal: Barbara Sukowa, Daniel Olbrychski, Otto Sander.

U+21F0.gif Sinopse:

Biografia da militante, oradora e teórica marxista Rosa Luxemburgo (1871-1919), representante do pensamento e da ação social-democrata na Europa. Rosa, a Vermelha, como era conhecida, visceralmente internacionalista e antibelicista, ao lado de Karl Liebknecht e outros colegas, funda a Liga Spartakus, embrião do futuro Partido Comunista Alemão e tenta arduamente impedir a 1ª Guerra Mundial.

U+21F0.gif Extras:

Entrevista com Margarethe von Trotta e Volker Schlöndorff sobre o filme “A Honra Perdida de Katharina Blum” (51 minutos).
Entrevista com Margarethe von Trotta sobre o filme Rosa Luxemburgo (19 minutos)
Entrevista com Barbara Sukowa sobre o filme Rosa Luxemburgo (4 minutos)


U+21F0.gif Informações Técnicas:

Título: Margarethe von Trotta
País de Produção: Alemanha
Ano de Produção: 1975 - 1986
Gênero: Drama - Biografia
Direção: Margarethe von Trotta
Elenco: Barbara Sukowa, Angela Winkler, Rüdiger Vogler, Mario Adorf, Daniel Olbrychski, Dieter Laser, Jutta Lampe, Otto Sander.
Áudio: Dolby Digital 2.0
Idioma: Alemão
Legenda: Português - Inglês.
Duração Aproximada: 335 minutos
Região: Aberto para todas as zonas (Livre)
Formato de Tela: 1.66:1
Cor: Colorido
Faixa Etária: 14 Anos - Contém:  Tensão e Conflitos psicológicos.


Tecnologia do Blogger.