CONSCIÊNCIAS MORTAS (1942) - FILM REVIEW

consciencias-mortas-1942-film-review

O filme Consciências mortas poderia ser visto como uma metáfora do período de caça às bruxas (ou Macartismo), caso este momento não se situasse alguns anos depois.

O Macartismo é uma expressão derivada do inglês “McCarthyism” e corresponde a um período histórico dos Estados Unidos. Foi caracterizado pela intensa de repressão e perseguição política, baseada em métodos de censura e difamação pela prática de acusações de traição ou subversão, publicadas sem evidências, mas com grande impacto negativo na vida dos denunciados. Com efeito, a denominação tem sua origem no expoente máximo da "caça as bruxas", o senador republicano Joseph McCarthy, autor de projetos de lei anticomunistas e orador enfurecido no Congresso. 
Por conseguinte, vale ressaltar que o senador se insere no contexto da Guerra Fria (1945 -1989), um período de bipolarização político-ideológica mundial, que teve início com a suspensão das relações de cooperação com a União Soviética, iniciadas na era Roosevelt. Este fato, por sua vez, é fruto da política externa anti-soviética conhecida como Doutrina Truman, do presidente Harry Truman (1945), o qual resultou em graves conflitos, como a Guerra da Coreia (1950) e a Guerra do Vietnã (1964). 

Na obra prima, dirigida por William Wellman, os três "escolhidos" como sendo criminosos, passam por situações similares.   

A história começa com Art Croft (Harry Morgan) e Gil Carter (Henry Fonda) chegando à cidade de Bridger's Wells em Nevada. Eles entram no Darby's Saloon e começam um diálogo onde não sabemos direito se eles são os mocinhos ou vilões. Carter parece o mais intempestivo (ele dá demonstrações claras disto), talvez por perseguir alguém ou ter o coração partido.


Um homem entra no bar e anuncia que um fazendeiro chamado Larry Kinkaid foi assassinado. As pessoas da cidade formam imediatamente um pelotão para perseguir os assassinos, que eles acreditam serem ladrões de gado. Um juiz diz ao pelotão que ele deve trazer os suspeitos de volta para julgamento. Art e Gil se juntam ao pelotão. Davies ( Harry Davenport ), que inicialmente se opôs àquela situação, também se junta ao grupo, assim como o "Major" Tetley ( Frank Conroy ) e seu filho Gerald ( William Eythe ).

Eles ficam sabendo que três homens e bois com a marca de Kinkaid acabaram de entrar no Bridger's Pass. Mais tarde naquela noite em Ox-Bow Canyon, o grupo encontra três homens dormindo, com o que se presume ser gado roubado nas proximidades. O grupo interroga-os: um jovem e bem-falante Donald Martin (Dana Andrews); um mexicano, Juan Martínez (Anthony Quinn ); e um velho, Alva Hardwicke  (Francis Ford , irmão do diretor de cinema John Ford). Martin afirma que ele comprou o gado de Kinkaid, mas não recebeu nenhuma nota de venda. Ninguém acredita em Martin e o bando decide enforcar os três homens ao nascer do sol.

Assim, em sua curtíssima duração (1h 15 min), o filme se desenvolve, jogando na cara do telespectador a amoralidade daquilo tudo, além do desespero, principalmente, do personagem de Dana Andrews, que no primeiro momento implora por clemência, mas depois passa a aceitar seu destino com certa serenidade, já que foi julgado e condenado por um crime que não cometeu. Ele escreve então uma carta para sua esposa e pede a Davies, o único membro do grupo em que ele confia, para entregá-la.

Por mais que saibamos o possível desenrolar da história, não há como não se chocar com a crueldade e a ironia que se segue, afim de tornar o peso de tudo aquilo ainda maior. Quando Fonda lê a carta no bar, cenário inicial, o nó na garganta do telespectador parece inevitável. São poucos os westerns na história do cinema que conseguem envolver o público de forma tão intensa. 


Para terem uma ideia, Henry Fonda geralmente se mostrava insatisfeito com a qualidade dos filme que ele tinha que fazer enquanto estava contratado pela 20th Century Fox. Esse foi um dos únicos filmes desse período que ele realmente se entusiasmou de fazer parte. O outro foi As Vinhas da Ira. O diretor William A. Wellman amou o romance "The Ox-Bow Incident" (título do romance e também do filme em inglês) e há muito tempo já queria transformá-lo em um filme, mas os detentores dos direitos autorais insistiram que ele teria que escalar Mae West em qualquer adaptação, o que Wellman achou ridículo. Por fim, o diretor comprou os direitos, e pode fazer o filme totalmente à sua forma.

Os direitos do livro de Walter Van Tilburg Clark foram originalmente adquiridos em 1941 por Harold Hurley , um ex-produtor da Paramount que tentou, sem sucesso, fazer um acordo de distribuição com a United Artists.  William A. Wellman comprou os direitos de Hurley e depois fez um acordo com Darryl F. Zanuck, chefe de produção da Twentieth Century-Fox, na produção da história. Zanuck concordou com a condição de que Wellman dirigisse dois outros filmes para o estúdio, Águias de Fogo (1942) e Buffalo Bill (1944).

Para quem não conhece,  Walter Van Tilburg Clar foi um romancista americano , escritor de contos e educador. Ele é uma das figuras literárias mais ilustres de Nevada do século 20, e foi o primeiro membro do 'Nevada Writers Hall of Fame' junto com Robert Laxalt, o mentor de Clark e outro autor do século XX. Dois dos romances de Clark, The Ox-Bow Incident  e The Track of the Cat  foram transformados em filmes. Este último deu origem ao filme "Dominados pelo Terror". Ambos foram dirigidos por Wellman. Como escritor, Clark explorou a psique humana e levantou questões filosóficas mais profundas.

E o filme reflete estas questões do autor de forma brilhante. Consciências mortas é um dos grandes filmes do cinema e de longe, um dos melhores westerns já feitos.


Uma das mais extraordinárias características das grandes obras primas do cinema é a de romper a barreira do tempo, passando para o público uma mensagem que permanece atual. E o filme "Consciências mortas" faz exatamente isto.  Hoje em dia, quase todo mundo é um juiz a beira do teclado, prontos para julgarem a todos, sem ter o menor esclarecimento do assunto. A diferença é que os fatos que acompanhamos no filme datam 1885.


A Versátil lançou “Cinema Faroeste Vol. 8”, caixa em luva reforçada com 3 DVDs que reúne seis clássicos do gênero dirigidos por mestres como Robert Altman, Jacques Tourneur, William Wellman, Budd Boetticher, Anthony Mann e Delmer Daves, incluindo as inéditas versões restauradas de “Jogos & Trapaças” e “Consciências Mortas”, acompanhados aqui por uma hora e meia de extras. Edição Limitada com 6 cards.  

Disco 1:

JOGOS & TRAPAÇAS: QUANDO OS HOMENS SÃO HOMENS (McCabe & Mrs. Miller, 1971, 121 min.)
De Robert Altman. Com Warren Beatty, Julie Christie, Rene Auberjonois.

⇨ SinopseUm jogador e uma prostituta se tornam sócios numa isolada cidade mineira no Velho Oeste. Com canções de Leonard Cohen e fotografia deslumbrante de Vilmos Zsigmond, esse faroeste revisionista é a obra-prima de Robert Altman. Inédita versão recentemente restaurada, com mais de uma hora de extras.

O GAÚCHO (Way of a Gaucho,1952, 90 min.)
De Jacques Tourneur. Com Rory Calhoun, Gene Tierney, Richard Boone.

⇨ SinopseArgentina, 1875. Após matar um homem, um gaúcho é sentenciado a servir ao exército, mas ele deserta e se torna líder de uma quadrilha. Repleto de imagens poéticas, esse faroeste argentino é dirigido magistralmente por Tourneur.


Disco 2:

CONSCIÊNCIAS MORTAS (The Ox-Bow Incident, 1942, 75 min.)
De William Wellman. Com Henry Fonda, Dana Andrews, Mary Beth Hughes. 

⇨ SinopseQuando um grupo de vigilantes captura três homens suspeitos de matar um fazendeiro da região, eles discutem se devem ou não linchá-los. Obra-prima humanista do mestre Wellman (“Céu Amarelo”) e um dos grandes faroestes do cinema. Inédita versão recentemente restaurada acompanhada por um ótimo extra. 

SANGUE POR SANGUE (The Man from the Alamo, 1953, 80 min.)
De Budd Boetticher. Com Glenn Ford, Julie Adams, Chill Wills. 

⇨ SinopseDurante o cerco de Álamo, John Stroud é enviado para uma cidade para proteger seus habitantes e precisa se infiltrar num grupo de renegados. Faroeste menos conhecido do minimalista Budd Boetticher (“O Homem que Luta Só”), um dos grandes do gênero.

Disco 3:

O TIRANO DA FRONTEIRA (The Last Frontier, 1955, 98 min.)
De Anthony Mann. Com Victor Mature, Guy Madison, Robert Preston. 

⇨ SinopseUm caçador trabalha como batedor para um forte remoto do exército, onde ele testemunha a decisão de um coronel de lutar contra os Sioux. Um dos filmes do sensacional ciclo de faroestes dirigidos pelo mestre Anthony Mann (“O Homem do Oeste”). 

OS HOMENS DAS TERRAS BRAVAS (The Badlanders, 1958, 83 min.)
De Delmer Daves. Com Alan Ladd, Ernest Borgnine, Kathy Jurado. 

⇨ SinopseLibertados da Prisão de Yuma, um pistoleiro quer mudar de vida enquanto seu parceiro, um ladrão, busca vingança. Remake faroeste do clássico filme noir “O Segredo das Joias” com direção do mestre Delmer Daves (“Galante e Sanguinário”).

Informações técnicas da edição:

Títulos em português: Jogos & Trapaças: Quando os Homens São Homens, O Gaúcho, Consciências Mortas, Sangue por Sangue, O Tirano da Fronteira, Os Homens das Terras Bravas
Títulos originais: McCabe & Mrs Miller, Way of a Gaucho, The Ox-Bow Incident, The Man from the Alamo, The Last Frontier, The Bandlanders
País de produção: Estados Unidos
Ano de produção: 1942-1971
Gênero: Faroeste
Direção: Robert Altman, Jacques Tourneur, William Wellman, Budd Boetticher, Anthony Mann, Delmer Daves
Elenco: Warren Beatty, Julie Christie, Rene Auberjonois, Rory Calhoun, Gene Tierney, Richard Boone, Henry Fonda, Dana Andrews, Mary Beth Hughes, Glenn Ford, Julie Adams, Chill Wills, Victor Mature, Guy Madison, Robert Preston, Alan Ladd, Ernest Borgnine, Kathy Jurado.
Idioma: Inglês
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Fullscreen 1.33:1, Widescreen Anamórfico 2.35:1
Tempo de duração: 547 min.
Região: 4
Preto & Branco, Colorido
Faixa etária: 14 anos
Extras: Especiais sobre “Jogos & Trapaças” e “Consciências Mortas” (87 min.), Trailers (6 min.)

Adquira aqui 
”Versátil



Tecnologia do Blogger.