15 FILMES QUE MOSTRAM A PAIXÃO ENTRE DUAS MULHERES

15-filmes-sobre-o-dia-da-visibilidade-lesbica

O Dia Nacional da Visibilidade Lésbica é uma data estabelecida no Brasil criada por ativistas lésbicas brasileiras e dedicada à data em que aconteceu o 1º Seminário Nacional de Lésbicas - Senale, ocorrido em 29 de agosto de 1996. A criação desta data tem como principal objetivo focar na luta pelo combate contra a lesbofobia.

Em homenagem ao dia, seguem 15 dicas de belos filmes.


Almas gêmeas

Direção: Peter Jackson


Nova Zelândia, 1954. Duas jovens, Pauline Parker (Melanie Lynskey) e Juliet Hulme (Kate Winslet), iniciam uma amizade que se torna uma relação extremamente obsessiva. Elas ignoram a preocupação dos seus pais, que são contra essa estranha união. Seguindo um pacto de vingança, as adolescentes começam a planejar um assassinato para evitar uma possível separação.
A personagem Juliet Hulme é baseada na escritora Anne Perry, que revelou sua identidade durante a produção do longa. a verdadeira Pauline Parker chama-se Hilary Nathan e devota sua vida para cuidar de crianças deficientes.


Cidade dos sonhos

Direção: David Lynch


Um acidente automobilístico na estrada Mulholland Drive, em Los Angeles, dá início a uma complexa trama que envolve diversos personagens. Rita (Laura Harring) escapa da colisão, mas perde a memória e sai do local rastejando para se esconder em um edifício residencial que é administrado por Coco (Ann Miller). É nesse mesmo prédio que vai morar Betty (Naomi Watts), uma aspirante a atriz recém-chegada à cidade que conhece Rita e tenta ajudar a nova amiga a descobrir sua identidade. Em outra parte da cidade o cineasta Adam Kesher (Justin Theroux), após ser espancado pelo amante da esposa, é roubado pelos sinistros irmãos Castigliane.


Meu amor de verão

Direção: Pawel Pawlikowski


Durante as férias de verão a estabanada, insolente e espirituosa Mona (Nathalie Press) conhece Tamsin (Emily Blunt), uma garota rica, mimada e encantadora. Rapidamente, as adolescentes desenvolvem uma amizade tão forte quanto inesperada, que logo evolui para uma relação mais íntima. E é nos verdes campos de Yorkshire, interior da Inglaterra, que elas trocam juras de amor eterno. No entanto a amizade pouco convencional das duas começa a incomodar algumas pessoas, principalmente o irmão mais velho de Mona, Phil (Paddy Considine), um ex-dono de pub que mudou de vida depois de se converter ao cristianismo.


Sappho - amor sem limites

Direção: Robert Crombie


O filme gira em tornou  de um triângulo amoroso entre casal americano Sappho (Avalon Barrie), Phil (Todd Soley) na sua lua de mel e a Helene (Lyudmila Shiryaeva), a filha do arqueólogo russo Professor Orlov (actor ucraniano Bohdan Stupka). A história tem lugar nos anos 1920 na ilha grega de Lesbos e lembra a lenda grega sobre a poetisa Safo (Sappho), que foi a “responsável” pelo termo lésbica.


O preço da traição

Direção: Atom Egoyan


Catherine (Julianne Moore) planeja uma festa surpresa para o marido, David (Liam Neeson). Só que ele perde o voo para Nova York, o que provoca uma grande decepção. Na manhã seguinte, ela lê no celular do marido uma mensagem de texto que revela que ele perdeu o voo para que pudesse tomar uns drinks. Pouco tempo depois, ela pergunta a David se perdera o voo intencionalmente, o que ele nega com convicção. A partir de então Catherine passa a crer que o marido tem um caso. Decidida a testá-lo, ela contrata Chloe (Amanda Seyfried), uma garota de programa, para seduzi-lo. Só que os encontros cada vez mais regulares entre David e Chloe e a intimidade crescente entre eles aumentam cada vez mais o ciúme de Catherine.


Um quarto em Roma

Direção: Julio Medem


2008, Roma. As jovens Alba (Elena Anaya) e Natasha (Natasha Yarovenko) se conhecem ao acaso em uma noite de verão. A partir de então, elas passam doze horas juntas em um quarto de hotel. A princípio resistentes a qualquer tentativa de aproximação, temendo pôr em risco os relacionamentos reais que cultivam no exterior, as duas acabam cedendo a seus instintos mais inesperados, numa entrega apaixonada a uma liberdade que nunca experimentaram. No entanto, na tarde do dia seguinte, as duas devem embarcar em aviões com destinos distintos: uma irá para a Espanha, a outra para a Rússia.


Minhas mães e meu pai

Direção: Lisa Cholodenko


Jules e Nic são lésbicas que vivem juntas há quase 20 anos e têm dois filhos adolescentes chamados Joni e Laser, concebidos por meio de inseminação artificial. Sem o conhecimento de suas mães, os dois vão conhecer o pai biológico, Paul, um proprietário de restaurante. As complicações surgem quando os adolescentes, que criaram laços afetivos com o pai, o levam para fazer parte do cotidiano da família.


Elena Undone

Direção: Nicole Conn


Elena (Necar Zadegan) é mãe e esposa de um pastor bastante dedicado. Peyton (Traci Dinwiddie), por outro lado, é uma escritora assumidamente lésbica. O caminho das duas se cruzam várias vezes e uma amizade se inicia. De amigas, elas acabam desenvolvendo algo mais profundo e iniciam um tórrido romance. Peyton tenta se prevenir, antes que seu coração queira algo que não terá. Elena, por sua vez, está embalada pelo romance e incentiva a relação, mesmo sem nunca ter imaginado que beijaria uma mulher.


Azul é a cor mais quente

Direção: Abdellatif Kechiche


Adèle (Adèle Exarchopoulos) é uma garota de 15 anos que descobre, na cor azul dos cabelos de Emma (Léa Seydoux), sua primeira paixão por outra mulher. Sem poder revelar a ninguém seus desejos, ela se entrega por completo a este amor secreto, enquanto trava uma guerra com sua família e com a moral vigente.
Le Bleu est une Couleur Chaude é uma adaptação das histórias em quadrinho homônimas, escritas e desenhadas por Julie Maroh, e publicadas em 2010.


Flores raras

Direção: Bruno Barreto


Elizabeth Bishop é uma poetisa insegura e tímida, que apenas se sente à vontade ao narrar seus versos para o amigo Robert Lowell. Em busca de algo que a motive, ela resolve partir para o Rio de Janeiro e passar uns dias na casa de uma colega de faculdade, Mary, que vive com a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soare. A princípio Elizabeth e Lota não se dão bem, mas logo se apaixonam uma pela outra.


Um belo verão

Direção: Catherine Corsini


Em 1971, época da efervescência do movimento feminista na França, a jovem Delphine deixa a vida provinciana para morar em Paris, onde conhece Carole, uma mulher casada e feminista, por quem se apaixona. Os conflitos começam quando Delphine é obrigada a voltar ao campo para conduzir os afazeres da fazenda. Carole não tem outra opção a não ser acompanhá-la, já que o namoro das duas ultrapassou as proporções de uma aventura.


Carol

Direção: Todd Haynes


A jovem Therese Belivet (Rooney Mara) tem um emprego entediante na seção de brinquedos de uma loja de departamentos. Um dia, ela conhece a elegante Carol Aird (Cate Blanchett), uma cliente que busca um presente de Natal para a sua filha. Carol, que está se divorciando de Harge (Kyle Chandler), também não está contente com a sua vida. As duas se aproximam cada vez mais e, quando Harge a impede de passar o Natal com a filha, Carol convida Therese a fazer uma viagem pelos Estados Unidos.


A criada

Direção: Park Chan-Wook


Coreia do Sul, anos 1930. Durante a ocupação japonesa, a jovem Sookee (Kim Tae-ri) é contratada para trabalhar para uma herdeira nipônica, Hideko (Kim Min-Hee), que leva uma vida isolada ao lado do tio autoritário. Só que Sookee guarda um segredo: ela e um vigarista planejam desposar a herdeira, roubar sua fortuna e trancafiá-la em um sanatório. Tudo corre bem com o plano, até que Sookee aos poucos começa a compreender as motivações de Hideko.


Desobediência

Direção: Sebastián Lelio


A fotógrafa Ronit (Rachel Weisz) retorna para a cidade natal pela primeira vez em muitos anos em virtude da morte do pai, um respeitado rabino. Seu afastamento foi bastante abrupto e o reaparecimento é visto com desconfiança na comunidade, mas ela acaba acolhida por um amigo de infância (Alessandro Nivola), para sua surpresa atualmente casado sua paixão de juventude, Esti (Rachel McAdams).


Tell It To The Bees

Direção: Annabel Jankel


A médica Jean Markham (Anna Paquin) retorna à sua cidade-natal para cuidar da clínica de seu pai. Ela acaba criando uma relação com a mãe de um de seus pacientes, Lydia (Holliday Granger). As duas se encontram atraídas uma pela outra, de uma forma que Jean já conhece e teme, e que Lydia nunca esperou sentir.



Tecnologia do Blogger.