ROBERTO ROSSELLINI - 10 FILMES ESSENCIAS

/roberto-rossellini-10-filmes-essencias

Foi um diretor de cinema italiano. Nascido em uma família rica, Rossellini interessou-se por cinema por influência do avô, proprietário de uma casa de espetáculos. Começou sua carreira realizando alguns curtas. Durante o fascismo, ingressou na indústria cinematográfica italiana, como assistente de direção. Trabalhou como supervisor de alguns filmes.

O auge de sua carreira foi justamente o início, quando produziu suas obras-primas Roma, Cidade Aberta (1945, Prêmio de Melhor Filme do Festival de Cinema de Cannes), Paisà (1946) e Alemanha, Ano Zero (1947), tornando-se um dos principais expoentes do Neorrealismo do cinema italiano. Roma foi o marco zero do movimento e sendo assim,  Rossellini é considerado pai do Neorrealismo. 
O seu estilo influenciou cineastas como Fellini e seu movimento neorrealista floresceu após a segunda guerra mundial, e projetou diretores como Vittorio de Sicca e Luchino Visconti.


Na vida pessoal, teve um tumultuado romance com a atriz Anna Magnani, de quem se separou para casar com a também atriz Ingrid Bergman, em outro tumultuado relacionamento já que Ingrid estava casada na época. Ele é pai da atriz  Isabella Rossellini (além de 6 outros filhos).

A partir dos anos 60, realizou vários filmes para a TV sobre personalidades famosas da história ou momentos importantes. Em 1977, aos 71 anos, Rossellini sofreu um ataque cardíaco e faleceu. 

Fiquem com seus 10 filmes essenciais: 

Sinopse:

Entre 1943 e 44, Roma, sob ocupação nazista, é declarada "cidade aberta", para evitar bombardeios aéreos. Nas ruas, comunistas e católicos deixam suas diferenças de lado para combater os alemães e as tropas fascistas.
Filmado logo após a libertação da Itália, em locações reais e com atores amadores, Roma, Cidade Aberta tornou-se o marco inicial do neo-realismo italiano, que mostrou ao mundo que era possível se fazer cinema mesmo sob as condições mais precárias. 

Sinopse:

O filme é dividido em episódios. No segmento inicial um soldado americano, Joe (Robert Van Loon), tem a tarefa de proteger uma jovem siciliana, Carmela (Carmela Sazio), em um castelo velho abandonado. Ela nada diz ou demonstra alguma emoção, enquanto Joe tenta suplantar a barreira do idioma. O 2º segmento se passa em Nápoles, onde um soldado americano negro tem seus sapatos roubados por um moleque de rua. Ele procura pelo garoto e descobre que o menino vive com vários napolitanos sem-teto. 
O 3º segmento se passa em Roma, um soldado americano, Fred (Gar Moore), chega na cidade com seu tanque e lhe é oferecida água por uma amável jovem, Francesca (Maria Michi), por quem ele rapidamente se sente atraído. O 4º episódio acontece em Florença, quando uma enfermeira americana, Harriet (Harriet Medin), e um guerrilheiro italiano tentam atravessar as linhas alemãs. No 5º segmento há 3 capelães americanos: um católico, um protestante e um judeu, que pedem para monges franciscanos autorização para passar a noite no monastério deles. No 6º capítulo há um forte tiroteio entre forças britânicas e alemãs, em que há grandes perdas para ambos os lados.

Sinopse:

O filme é dividido em dois episódios, baseados respectivamente em argumentos de Jean Cocteau e do próprio Fellini. Em "A voz humana", uma mulher tenta desesperadamente, pelo telefone, convencer o amado a não abandoná-la. Em "O milagre", uma pobre e solitária mulher de uma aldeia do interior da Itália é seduzida por um pastor, o qual toma por São José. Realizado no auge do Neo-Realismo italiano.

Sinopse:

O capítulo final da trilogia da guerra de Roberto Rossellini é também o mais devastador deles: um retrato de uma Berlim obliterada, vista através dos olhos de um menino de doze anos. Vivendo em um prédio de apartamentos bombardeado com seu pai doente e dois irmãos mais velhos, o jovem Edmund vaga ao léu pelas ruas, onde acaba se enredando nas falcatruas do mercado negro junto com outros jovens - tudo isso sob a influência nefasta de um ex-professor nazista.

Sinopse:

O filme é dividido em 12 episódios da vida de São Francisco de Assis e seus discípulos, começando com o retorno do grupo vindo de Roma após a bênção do Papa. Os episódios são como parábolas cada um com sua mensagem de moral e conduto baseada nos princípios da igreja e de Assis. Desde as histórias de seu discípulo Ginnepro ao encontro com Santa Clara o filme traz toda a simplicidade poética do cinema de Rossellini juntamente com o Neo-realismo em um tema que atravessa as barreiras religiosas tocando o coração das pessoas sendo assim um clássico do cinema mundialmente reconhecido.

Sinopse:

Na Itália, após o fim da 2ª Guerra Mundial, Karen (Ingrid Bergman), uma lituana, se casa com um pescador, Antonio (Mario Vitale), para deixar de viver em Farfa, um campo de concentração, pois não conseguiu um visto de emigração para a Argentina. Porém a vida na aldeia de Antonio, que fica numa ilha no Mediterrâneo aos pés do vulcão Stromboli, é bastante dura. Karen não consegue se acostumar a isto, fazendo-a entrar em conflito com o marido e a população local.

Sinopse:

Irene Girard (Ingrid Bergman), mulher da alta sociedade, é esposa de um embaixador (Alexander Knox) e vive cercada de luxo e compromissos. Quase não dedica tempo ao filho. Ele se sente negligenciado e se joga de uma escada. Acaba morrendo em decorrência dos ferimentos no fêmur. Ele tinha doze anos. Sua mãe, a princípio entra em choque, mas depois ela começa prestar mais atenção no próximo, como forma intuitiva de alívio de sua culpa.  E isto provoca importantes mudanças em sua vida.

Sinopse:

Um casal inglês (Ingrid Bergman e George Sanders) parte para o Sul da Itália para aí vender uma propriedade recentemente herdada. A sua relação, repleta de distância, piora ao entrarem em contato com Nápoles, os seus habitantes e fantasmas. Ela recorda um poeta que a amou e que morreu durante a guerra; ele foge para Capri, flertando com mulheres, mas evitando o adultério; ela visita os museus de Nápoles e Pompeia, mergulhando no fascínio que os napolitanos têm pela morte. Com ela, ele mostra-se sarcástico; com ele, ela é crítica.

Sinopse:

Durante a Segunda Guerra, o impostor Emanuele Bertone, fingindo ser um coronel do exército italiano, explora seus compatriotas, prometendo interceder por seus familiares que foram presos pelos alemães. Um dia, é denunciado, preso e condenado à morte. Para se salvar, aceita colaborar com a Gestapo, passando-se pelo general Della Rovere, chefe da Resistência, para ajudar a identificar os líderes do movimento que estão presos.
Indicado ao Oscar de Melhor Roteiro.

Sinopse:

O primeiro-ministro da França, o riquíssimo Cardeal Mazarino, está doente, praticamente entre a vida e a morte. Ele havia substituído o Cardeal Richelieu, que o precedeu nessa função durante o reinado de Luís XIII. Já em seu leito de morte, o Cardeal, após se confessar e fazer uma reflexão sobre como adquiriu toda a sua riqueza, decide devolver aos cofres públicos o que acumulou, deixando para o rei Luís XIV toda a sua fortuna. Porém o monarca recusa a oferta, alegando que não ele não ficaria bem perante a opinião pública.  
A nobreza já começava a especular e a se mobilizar para ver quem assumiria a função de primeiro-ministro, porém, após a morte do cardeal, o rei Luís XVI, que até então não se interessava pelos assuntos do estado, surpreendeu a todos assumindo ele próprio o controle do governo, dando início assim ao apogeu do absolutismo francês, com a famosa frase dita por ele: "O estado sou eu".

Menções honrosasOnde está a liberdade? (1954), O renascimento: a era dos Médici (1972-1973), O Messias (1975).


A Versátil lançou TRILOGIA DA GUERRA, caixa em luva reforçada com 3 DVDs que reúne as inéditas versões recentemente restauradas de três obras-primas do neorrealismo italiano dirigidas pelo mestre Roberto Rossellini, além de quase seis horas de vídeos extras, incluindo documentários e especiais sobre cada filme e sobre o diretor. Edição Limitada com 6 cards.
  
Disco 1:

ROMA, CIDADE ABERTA (Roma città aperta, 1945, 103 min.)
De Roberto Rossellini. Com Anna Magnani, Aldo Fabrizi, Marcello Pagliero.

Disco 2:

PAISÀ (Idem, 1946, 126 min.)
De Roberto Rossellini. Com Carmela Sazio, Joseph Garland Moore Jr.

Disco 3:

ALEMANHA, ANO ZERO (Germania anno zero, 1948, 73 min.)
De Roberto Rossellini. Com Edmund Moeschke, Ernst Pittschau, Ingetraud Hinze.

EXTRAS: Documentários e especiais sobre “Roma, Cidade Aberta” (132 min.), Especiais de “Paisà” (49 min.), Especiais de “Alemanha, Ano Zero” (54 min.), Especiais sobre Rossellini e a Trilogia da Guerra (119 min.).
Informações técnicas da edição:

Títulos em português: Roma, Cidade Aberta, Paisà, Alemanha, Ano Zero
Títulos originais: Roma città aperta, Paisà, Germania anno zero
País de produção: Itália, Alemanha
Ano de produção: 1945-1948
Gênero: Drama
Direção: Roberto Rossellini
Elenco: Anna Magnani, Aldo Fabrizi, Marcello Pagliero, Carmela Sazio, Joseph Garland Moore Jr., Edmund Moeschke, Ernst Pittschau, Ingetraud Hinze
Idioma: Italiano, Alemão
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Fullscreen 1.33:1
Tempo de duração: 302 min.
Região: 4
Preto & Branco
Faixa etária: 14 anos

ADQUIRA AQUI:
”Versátil
Tecnologia do Blogger.