O QUE FOI A POLIZIOTTESCHI

o-que-foi-poliziotteschi

INTRODUÇÃO:

Nossa iniciativa tem por finalidade apresentar os principais conceitos do cinema, sem aprofundar ou mesmo discutir cada conceito, apenas mostrar cada um e colocar filmes de referência, para os interessados buscarem na prática, os conceitos aqui estabelecidos.

Fiquem com o conceito de hoje e não deixem de acessar os demais.

POLIZIOTTESCHI:

Poliziotteschi constitui um subgênero surgido na Itália no final dos anos 60 e atingiu o auge de sua popularidade na década de 1970.  Eles também são conhecidos por serem filmes de ação policial, mas que tem vários apelidos como euro-crime, poliziesco, filmes de crime spaghetti  ou simplesmente filmes de crime italianos . Sua influência  veio basicamente da fusão dos policiais franceses da década de 70 e dos filmes policiais americanos do final do mesmo período, em particular, os de vigilantes.

Os filmes tinha uma aura da turbulência sócio política na Itália, espelhando o  aumento da criminalidade. A população estava desacreditada das instituições públicas, infestadas pela corrupção. As produções geralmente apresentavam uma violência gráfica e brutal, crime organizado, perseguições de carro , os vigilantes , assaltos , tiroteios e corrupção até os níveis mais altos. Os protagonistas eram geralmente solitários da classe trabalhadora , dispostos a agir fora de um sistema corrupto ou excessivamente burocrático. Foi uma resposta também ao cinema político italiano, mais sério e responsável, popular na época mas que não dava soluções práticas para os problemas, ou seja, não eram filmes estilo Dirty Harry.


Os filmes imitavam, de certa forma, obras como Perseguidor implacável, Operação França e Desejo de matar, causando evidentemente as mesmas polêmicas. Foram criticados por críticos contemporâneos e acusados ​​de explorar temores conservadores de aumento do crime e agitação política ao mesmo tempo em que continham elementos ideológicos " reacionários ", pró-violência ou mesmo quase fascistas em sua mensagem abrangente. Sua base eram os filmes de bandidos italianos dos anos 60 e geralmente eram situados nas cidades de Nápoles, Milão, Turim e Roma.

Podemos dizer, de forma mais geral, que os filmes Poliziotteschi começaram sob grande influência de Jean Pierre Melville (algumas tomadas são parecidíssimas), e conforme ele ia acontecendo, foi incorporando elementos do cinema americano, mas impondo sua marca. Alguns curiosidades nasceram no caminho. Há um filme  Poliziotteschi chamado "Cidade Violenta", de 1970 e com Charles Bronson. Dois anos depois, veio Desejo de matar que serviu de molde para alguns filmes italianos. Outro caso interessante, é o de Operação França (French Conection), de 1971. Em 1972, saiu um dos melhores Poliziotteschi chamado Por ordem da Cosa Nostra, ou Italian Conection.

A influência dos filmes americanos se deu já no início dos anos 70. E para marcar isto, dois dos melhores filmes do período, Milão Calibre 9 e Por ordem da Cosa Nostra, tem referências aos EUA, claramente, mostrando o intercâmbio de influências.


A palavra "poliziotteschi" é a fusão de "polizia" que significa polícia e o "eschi", significava "uma questão" tornando-se algo como "uma questão policial". Mas o nome representava especificamente a década de 1970.

Talvez o  que mais diferenciava os filmes italianos dos demais era o ênfase na máfia, mostrando uma teia de  corrupção, traição e desconfiança, ao passo que filmes como Poderoso chefão chegam a glamourizar a vida mafiosa, tornando-os honrados, belos e elegantes. Na Poliziotteschi é o oposto. As pessoas parecem sujas, suadas, quase um Western spaghetti.

Como os anos 60 foram dominados por estes westerns, o caminho natural foi o Poliziotteschi absorver vários atores e diretores consagrados. Embora baseado em torno de crimes e dos esforços de detetive, poliziotteschi não deve ser confundido com o outro gênero de crime italiano popular da década de 1970, o giallo.


CINEMA DE GÊNERO:


O "cinema de gênero"  nada mais era do que o cinema mais "popular", que arrastava as multidões para as salas de cinema. Pode dizer-se que o "cinema de gênero" atravessou várias fases, que se diferenciavam pelos tipos de filmes que estavam em alta.  Logicamente,  havia vários gêneros, e normalmente influenciados pelo cinema americano. Os mais famosos são o Peplum, a Commedia All'italiana, o Spaghetti, o Giallo, o Macaroni Combat, O terror gótico,  Os filmes políticos Nunsploitation e Nazisploitation para citar alguns.

REFLEXO SOCIAL

A máfia é uma organização administrada abaixo do radar e que se coloca na sociedade nos mais diversos setores. Os mafiosos atuam oferecendo proteção a quem lhes convém ter como aliados, fazendeiros e comerciantes das cidades interioranas, primeira etapa da infiltração da Máfia.


Ao mesmo tempo, houve um período de conflito e desordem especialmente violento dentro da Máfia Siciliana , iniciado com a " Primeira Guerra da Máfia " da década de 1960. Neste contexto, o massacre de Ciaculli aconteceu em 30 de Junho de 1963, e foi causada por um carro bomba que explodiu em Ciaculli, baixo subúrbio de Palermo na Itália, matando sete policiais e oficiais militares que atenderam um chamado anônimo de uma bomba situado em um prédio. Este atentado foi atribuído à Salvatore Greco, cabeça da Comissão da máfia italiana e chefe da família Ciaculli da máfia. Porém mais tarde depois de muitas investigações um dos chefões da máfia chamado Pietro Torreta foi considerado o verdadeiro mandante do massacre.

O massacre foi a culminação da sangrenta guerra da máfia entre seus rivais em Palermo nos anos 60. Uma segunda guerra e não pouco sangrenta guerra deu-se durante os anos de 1980 onde mafiosos disputavam o controle sobre o tráfico da cocaína e heroína na Itália, e mais tarde o controle da distribuição destas drogas na América do Norte. E não por acaso, a poliziotteschi já estava em queda.

 A Camorra (de Nápoles ) e a Cosa Nostra  (na Sicília) são grupos que se destacaram. A primeira nasceu entre quadrilhas da chamada "mallavita". A "Coisa nossa"  pode ser traduzida como: "assunto nosso".


QUEDA

O subgênero declinou gradualmente em popularidade no final dos anos 70 e início dos anos 80. O roteirista Dardano Sacchetti, descontente com o que considerou os tons "fascistas" do gênero, atribui-se a si próprio por "destruí-lo por dentro", fazendo-o evoluir para a auto- paródia . No final da década, os filmes mais bem sucedidos associados ao gênero eram os filmes de comédias criminais , que gradualmente evoluíram para comédia sem violência.

10 FILMES ESSENCIAIS

Há pelo menos uns 30 filmes que todos que curtem o euro crime precisam assistir. Porém , fizemos uma lista com apenas 10, para servir de introdução ao sub-gênero. Posteriormente, faremos um post específico com uma lista mais abrangente. 

 A Qualquer Preço (1967)
Direção:: Giuliano Montaldo

Por sugestão de um professor aposentado, um grupo heterogêneo de criminosos planeja o roubo de uma empresa brasileira de diamantes, mas precisa enfrentar um novo sistema de alarme e a desconfiança mútua entre seus membros.

 Os Bandidos de Milão (1968)
Direção:: Carlo Lizzani

Cavallero é um empresário aparentemente respeitável que vai à igreja todos os domingos e exige que suas empregadas não usem minissaias. No entanto, ele e três amigos formam um bando de ladrões que roubam bancos em diferentes cidades italianas. 
.

 Confissões de um Comissário de Polícia (1971)
Direção: Damiano Damiani

Um Comissário de Polícia investiga crimes envolvendo empreiteiras do ramo imobiliário, proprietários de terras, a Máfia e suborno em órgãos do governo. Ao aprofundar a investigação, percebe que não conseguirá fazer nada pelos meios convencionais e tenta resolver o caso "acima da lei". Mas o atentado dá errado e ele acaba batendo de frente com um ortodoxo procurador da República disposto a investigar o ocorrido.

 Milão Calibre 9 (1972)
Direção: Fernando Di Leo

Em Milão, um homem controla o dinheiro de uma maleta: trata-se de Pasquale, fiel colaborador de Rocco, que por sua vez é o braço direito de um chefão conhecido como "Americano". O dinheiro passa por pessoas distintas e é trocado por dinheiro limpo em uma estação de metrô, voltando para Pasquale e Rocco. Tudo parecia ter saído bem, porém algo da errado.


⏩ Por Ordem da Cosa Nostra (1972)
Direção: Fernando Di Leo

Quando um carregamento de heroína desaparece entre a Itália e Nova York, um cafetão de pequeno porte em Milão é enquadrado pelo roubo. Dois assassinos profissionais são despachados de Nova York para encontrá-lo, mas os verdadeiros ladrões querem se livrar dele antes que os assassinos de Nova York o procurem para eliminar qualquer chance de descobrirem que ele é o homem errado. Quando a esposa e a filha do cafetão são assassinadas no decorrer da "perseguição", ele se vinga de todos que têm algo a ver com isso.

⏩ A Polícia Incrimina... A Lei Absolve (1973)
Direção: Enzo G. Castellari

Belli é um inspetor de polícia que está tentando deter uma quadrilha cujos líderes pertencem à alta sociedade da Marselha e, portanto, são intocáveis. Como não pretende desistir, ele se une a Cafiero, um velho e poderoso chefão das drogas, para tentar eliminar a organização por dentro. Porém, quanto mais adentra o submundo, suas esperanças de sobreviver ficam cada vez mais distantes.


⏩ O chefe (1973)
Direção: Fernando Di Leo

Um ataque a bomba em um cinema em Palermo mata todos os parceiros do clã de Attardi, de que Cocchi fazia parte. Ele entende de imediato que o autor do ataque foi Daniello, do clã de Don Corrasco. Cocchi então está determinado a se vingar.
Último filme da chamada "Trilogia del Milieu", iniciada com Milano Calibro 9 e La Mala Ordina.

⏩ Revolver (1973)
Direção: Sergio Sollima

A esposa de um funcionário de uma prisão italiana é sequestrada, e os sequestradores exigem que um prisioneiro notório seja liberado para que o homem possa ter sua esposa de volta. Ele até pega o homem requerido pelos criminosos, mas decide então sequestrá-lo, para garantir que os colegas do homem não matem sua esposa. Enfurecido, o grupo se prepara para resgatar o prisioneiro e matar o homem que o levou.


⏩ Quase Humano (1974)
Direção: Umberto Lenzi

Giulio Sacchi, um marginal que vive de pequenos golpes, convence dois amigos a participarem do sequestro da filha de um rico industrial. Mas Giulio também é um psicopata com sede de sangue, que deixa um rastro de cadáveres atrás de si. Temendo pela vida da garota, o obstinado Comissário Grandi segue a trilha de crimes dos sequestradores.

⏩ Cães Raivosos (1974)
Direção: Mario Bava

Após um violento assalto, ladrões fazem uma mulher de refém e obrigam um senhor de carro, que carrega uma criança doente no interior do veículo, a conduzi-los com segurança até o local onde vão dividir o dinheiro.
Obra prima perdida de Mario Bava, que mostra como ele é um dos maiores gênios do cinema.


A Versátil lançou EUROCRIME, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos do poliziotteschi, os filmes policiais italianos da década de 70 inspirados por “Dirty Harry”, “Operação França” e Bullitt”, dirigidos pelos maiores mestres do gênero: Fernando Di Leo e Umberto Lenzi, além de quase uma hora e meia de extras. Conheça esse gênero cult amado por Quentin Tarantino nessa Edição Limitada com 4 cards.

Disco 1:

MILÃO CALIBRE 9 (Milano Calibro 9, 1972, 102 min.)
De Fernando Di Leo. Com Gastone Moschin, Barbara Bouchet, Mario Adorf.

Sinopse: Recém-libertado da prisão, Ugo Piazza quer levar uma vida honesta, mas seus ex-comparsas acham que ele escondeu uma fortuna. Obra-prima ultra violenta do poliziotteschi e do grande mestre do gênero, Fernando Di Leo.

O CÍNICO, O INFAME, O VIOLENTO (Il cinico, l’infame, il violento, Itália, 1977, 98 min.)
De Umberto Lenzi. Com Maurizio Merli, John Saxon, Tomas Milian.

Sinopse: Policial entra em guerra contra um sádico bandido e um chefão da máfia, sabotando os negócios da dupla. Com ótimas sequências de ação e muita violência, este poliziottesco traz Maurizio Merli e Tomas Milian, dois grandes astros do gênero.


Disco 2:

POR ORDEM DA COSA NOSTRA (La Mala Ordina, 1972, 96 min.)
De Fernando Di Leo. Com Mario Adorf, Henry Silva, Woody Strode

Sinopse: Quando um carregamento de heroína desaparece entre a Itália e Nova York, um cafetão de Milão é acusado do roubo. Dois assassinos profissionais são enviados em seu encalço. Excelente policial no mesmo estilo de “Operação França” e “Bullitt”.

QUASE HUMANO (Milano Odia: la Polizia Non Può Sparare, 1974, 99 min.)
De Umberto Lenzi. Com Tomas Milian, Henry Silva, Laura Belli.

Sinopse: Um criminoso violento sequestra a filha de um milionário, e passa a ser perseguido por um policial determinado a ir além do limite da lei para capturá-lo. Talvez o melhor filme de Lenzi, este é um sangrento e eletrizante poliziottesco.


Informações técnicas da edição:

Títulos em português: Milão Calibre 9, O Cínico, o Infame, o Violento, Por Ordem da Cosa Nostra, Quase Humano
Títulos originais: Milano Calibro 9, Il cinico, l’infame, il violento, La Mala Ordina, Milano Odia: la Polizia non Può Sparare
País de produção: Itália
Ano de produção: 1972-1977
Gênero: Policial
Direção: Fernando Di Leo, Umberto Lenzi
Elenco: Gastone Moschin, Barbara Bouchet, Mario Adorf, Maurizio Merli, John Saxon, Tomas Milian, Henry Silva, Woody Strode, Laura Belli
Idioma: Italiano
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen anamórfico 1.85:1
Tempo de duração: 395 min.
Região: 4
Colorido
Faixa etária: 14 anos

Extras:  

Extras: Especiais sobre os filmes e entrevistas (81 min.)


A Versátil lançou também EUROCRIME vol. 2, caixa em luva reforçada com 2 DVDs que reúne 4 clássicos poliziotteschi, os filmes policiais italianos da década de 70 inspirados por “Dirty Harry”, “Operação França” e “Desejo de Matar”, dirigidos por mestres do gênero como Fernando Di Leo e Umberto Lenzi, além de quase uma hora e meia de extras. Conheça esse gênero cult adorado por Quentin Tarantino nessa Edição Limitada com 4 cards.

Disco 1:

O CHEFÃO (Il boss, 1973, 109 min.)
De Fernando Di Leo. Com Henry Silva, Richard Conte, Gianni Garko.

Sinopse: Em Palermo, um assassino se vê no meio de uma guerra entre a máfia siciliana e a máfia calabresa. Policial violento e cínico que fecha a Trilogia do Milieu do Fernando Di Leo, o mestre maior do gênero, formada ainda por “Milão Calibre 9” e “Por Ordem da Cosa Nostra”.

A POLÍCIA AGRADECE (La polizia ringrazia, 1972, 98 min.)
De Steno. Com Enrico Maria Salerno, Mariangela Melato, Mario Adorf.

Sinopse: Uma organização secreta de ex-policiais funciona como um esquadrão da morte, matando criminosos sem julgamento. Um comissário de polícia tenta detê-los. Poliziottesci político com ótimo roteiro e direção segura de Steno.

Disco 2:

MILÃO ESCALDANTE (Milano rovente, 1973, 100 min.)
De Umberto Lenzi. Com Antonio Sabato, Philippe Leroy, Antonio Casagrande. 

Sinopse: Um siciliano constrói um império do crime em Milão, usando a fachada de empresário. Tudo vai bem até a chegada de um traficante francês à cidade. Mais um poliziottesci com muito sangue e ação do especialista Lenzi.

ATIRE PRIMEIRO, MORRA DEPOIS (Il poliziotto è marcio, 1974, 95 min.)
De Fernando Di Leo. Com Luc Merenda, Richard Conte, Delia Boccardo. 

Sinopse: Um respeitado policial milanês, na verdade, recebe propina da máfia local. Quando ele decide não obedecer mais aos mafiosos, a situação sai do controle. Brutal e complexo, esse é um dos grandes poliziotteschi do mestre Di Leo.


Informações técnicas da edição:

Títulos em português: O Chefão, A Polícia Agradece, Milão Escaldante, Atire Primeiro, Morra Depois
Títulos originais: Il boss, La polizia ringrazia, Milano rovente, Il poliziotto è marcio
País de produção: Itália
Ano de produção: 1972-1974
Gênero: Policial
Direção: Fernando Di Leo, Umberto Lenzi, Steno
Elenco: Henry Silva, Richard Conte, Gianni Garko, Enrico Maria Salerno, Mariangela Melato, Mario Adorf, Antonio Sabado, Philippe Leroy, Antonio Casagrande, Luc Merenda, Delia Boccardo
Idioma: Italiano
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen anamórfico 1.85:1
Tempo de duração: 402 min.
Região: 4
Colorido
Faixa etária: 18 anos

Extras:  

Extras: Especiais sobre os filmes e entrevistas (75 min.)



Tecnologia do Blogger.