O INCRÍVEL HULK 1ª TEMPORADA (1977-78) - SÉRIE REVIEW

o-incrivel-hulk-1-temporada-1977-78

O solitário Hulk


Com um tom melancólico, cada episódio de Incrível Hulk se encerra, mostrando a cada episódio, as tentativas frustradas de David Banner se encaixar na sociedade, ao mesmo tempo em que tenta entender o real significado do que lhe ocorreu. Claro que, como herói, enquanto isto não acontece, ele ajuda cidadãos de bem com seus problemas pessoais.

Para quem não conhece sua origem (na série), o Dr. David Banner (Bill Bixby) é um brilhante cientista. Certo dia, um experimento em que ele está trabalhando sai terrivelmente errado, e o deixa com sérias consequências: sempre que ele está sob muito estresse, seu corpo se modifica e ele se transforma no  Hulk (Lou Ferrigno), um monstro alto, musculoso e de pele verde. 

A série foi criada por Kenneth Johnson, que foi um diretor, produtor e roteirista de sucesso com uma filmografia composta principalmente  por obras para a televisão. Hulk foi um sucesso, durando 5 temporadas, de 1977 a 1982.

Sr. McGee, não me deixe com raiva. Você não gostaria de mim quando estou com raiva.

Quando a série de TV estava no ar, Bill Bixby foi muito cuidadoso para nunca ser fotografado com Lou Ferrigno em sua maquiagem Hulk porque ele sentiu que se as fotos saíssem de ambos juntos destruiriam a ilusão criada para as crianças e fãs da série que eles não eram a mesma pessoa. Os tabloides daquela época estavam sempre tentando tirar uma foto de David Banner e da criatura juntos, mas eram incapazes de fazê-lo.

Nos créditos de abertura, Hulk pega um carro e rola ele colina abaixo. A cena não foi feita com efeitos especiais.  Quando eles estavam filmando a cena, o cabo de aço que deveria ajudar Lou Ferrigno levantar o carro quebrou. Eram 4 da manhã, estava frio e Ferrigno trabalhava 18 horas para realizar suas cenas como Hulk, substituindo Richard Kiel, que havia sido escalado previamente. Ferrigno ficou tão frustrado que decidiu levantar o carro em vez de esperar que a equipe de efeitos especiais tentasse reinicializar o cabo.

Richard Kiel seria o Hulk, não fosse pelo fato de que os produtores sentiram que ele não era grande o suficiente. Embora suas cenas tenham sido refeitas com Lou Ferrigno, uma cena com Kiel como o Hulk no piloto permanece intacta, um breve ângulo do personagem olhando para uma árvore pouco antes de salvar uma garota de se afogar no lago (cena que homenageia o clássico Frankenstein, de James Whale).

O produtor Kenneth Johnson queria que a cor da pele do Hulk fosse vermelha, acreditando que isso refletiria a raiva do personagem. No entanto, Stan Lee rejeitou a ideia. De fato, isso é referenciado em As novas aventuras de Cheech e Chong (1980). Além disso, a Marvel Comics introduziria outro personagem décadas mais tarde, que se torna uma criatura cujo corpo se assemelha fisicamente ao Hulk, mas com uma cor vermelha brilhante.

Já que o Dr. Banner não tem lembranças de suas ações como Hulk, Bill Bixby e Lou Ferrigno nunca assistiam às cenas um do outro. Lou Ferrigno foi o único ator a aparecer em todos os episódios. Bill Bixby foi forçado a perder um episódio devido a audiências judiciais relacionadas a um divórcio conturbado que ele estava passando. Banner apareceu muito brevemente sem diálogos no tal episódio e feito por um dublê.

Durante a segunda metade da série, Bill Bixby foi forçado a enfrentar uma tragédia pessoal com a súbita doença e a morte subsequente de seu filho, bem como o suicídio de sua ex-esposa. Lou Ferrigno observou que, como resultado, Bixby não era realmente o mesmo e que seu coração não estava mais interessado nas últimas duas temporadas do programa.

O personagem mais recorrente na série é do ator  Jack Colvin.  Em dado momento na série, um corte de custos foi proposto e seria eliminado o personagem Jack McGee, interpretado por Colvin. Bill Bixby e Lou Ferrigno disseram que se isso acontecesse, eles sairiam em protesto.

Lou Ferrigno era um ávido fã da série de quadrinhos do personagem bem antes de se envolver na série de TV. Ferrigno muitas vezes creditou ao Hulk sua inspiração a ajudá-lo a superar as dificuldades que ele enfrentou relacionadas à sua deficiência auditiva e outros problemas pessoais.

O Hulk está sempre descalço, mas em cenas ao ar livre, Lou Ferrigno muitas vezes usava chinelos verdes para proteger os pés. Estes são mais notáveis no episódio da Times Square, que Hulk atravessa as ruas de Nova York (Ferrigno brincou que até o poderoso Hulk não iria querer andar descalço na Times Square na década de 1970).

Na história em quadrinhos, o alter ego do Hulk chama-se Bruce Banner (embora seu nome completo seja Robert Bruce Banner). Para a série, no entanto, o personagem foi renomeado David. Há uma lenda urbana que  afirma que o nome Bruce foi considerado muito gay para a série. Mas o fato é de o nome do filho do produtor  Kenneth Johnson se chamava David, e ele colocou para homenageá-lo. 

A CBS tentou por diversas vezes, forçar a série a usar mais elementos de Sci-Fi  (alienígenas do espaço e outros vilões super poderosos). De acordo com Lou Ferrigno, Bill Bixby sempre lutou para manter o formato mais realista e dramático do programa.

A série foi basicamente inspirada em  Dr. Jekyll & Mr. Hyde, Frankenstein e O fugitivo. Jack é uma mistura de Gerard (que persegue o fugitivo) e o General Ross (obcecado por encontrar o Hulk). Na maioria dos episódios, David Banner se transformou no Hulk duas vezes. A primeira transformação ocorreu tipicamente 20 a 30 minutos enquanto a segunda transformação ocorre durante o clímax.

O produtor Kenneth Johnson não gostava dos rumos das histórias em quadrinhos e levou sua série para outra direção (mudando até o nome do personagem, sem culpa, como dito acima). Ele não gostava nem das intervenções de Stan Lee, que era consultor da série.

Devido ao súbito cancelamento da série, os roteiristas nunca tiveram a chance de planejar um final da série, no qual David Banner teria sido curado com sucesso do Hulk. Ferrigno ficou sabendo do fim da série pelo rádio. Foi um choque para todos.


Após o cancelamento da série de televisão em 1982, três filmes de televisão foram produzidos com Bixby e Ferrigno reprisando seus papéis. Todos estes foram ao ar na NBC. 

Ele pegou um personagem de quadrinhos e o fez de forma plausível. As mulheres gostaram e os homens gostaram e os adolescentes gostaram ... Foi muito bem feito, ele mudou um pouco da história em quadrinhos, mas todas as mudanças que ele fez fizeram sentido.
Stan Lee 


A Screen Vision lançou O incrível Hulk - A primeira temporada completa (DVD) 

DISCO 1: O Incrível Hulk/ O último Assalto.
DISCO 2: O Animal Interior/ Culpa, Modelos, Crimes/ Terror em Time Square.
DISCO 3: 747/ Hulk Ataca Las Vegas/ Motoristas Sem Sorte.
DISCO 4: Ida e Morte/ Terremotos Acontecem/ Reportagem nas Docas

ELENCO FIXO:

Bill Bixby, Jack Colvin, Lou Ferrigno



⇒ Informações do produto:

Formato:DVD
Título Original: THE INCREDIBLE HULK
Origem:NACIONAL
Legendas: INGLÊS - PORTUGUÊS
Distribuidora: VINYX (DVD)
Coleção: SCREEN VISION
Idioma Original: INGLÊS - ESTÉREO 2.0 DOLBY DIGITAL / DUBLADO
Ano de Produção: 1977/78
País de Produção: ESTADOS UNIDOS DA AMERICA
Classificação Indicativa: Livre
Região: 4
Quantidade de Discos:  4
Sistema de Cores: Colorido
Formato da Tela: STANDARD (323)
Sistema: NTSC
Duração: 590 Minutos



Tecnologia do Blogger.