FRANCESCO ROSI - 10 FILMES ESSENCIAIS

francesco-rosi-10-filmes-essenciais

O diretor italiano Francesco Rosi nasceu em Nápoles em 15 de novembro de 1922. Nos anos da Segunda Guerra Mundial, estudou Direito. Passado um tempo ele começou sua carreira como ilustrador de livros infantis. No mesmo período colaborou com a Rádio Napoli, fazendo amizades com Raffaele La Capria, Aldo Giuffrè e Giuseppe Patroni Griffi, com quem ele trabalhou muitas vezes no futuro. Rosi também era apaixonado por teatro,  e em uma peça teatral ele conhece Giorgio Napolitano, futuro presidente da República Italiana .


Sua carreira no mundo do entretenimento começou em 1946 como assistente do diretor Ettore Giannini, na encenação teatral de "'O Salvatore Di Giacomo". Então veio a grande oportunidade: aos 26 anos de idade, Rosi foi o diretor assistente de Luchino Visconti nas filmagens do filme "La terra trema" (1948). 

Ele foi uma das figuras centrais do cinema italiano politizado pós neo-realista nos anos 1960 e 1970  junto com Gillo Pontecorvo , Pier Paolo Pasolini , os irmãos Taviani , Ettore Scola e Valerio Zurlini 

Rosi morreu, em 10 de janeiro de 2015, aos 92 anos, enquanto estava em casa, como resultado de complicações decorrentes de uma bronquite. 

(...) O Poder que degrada, que a certa altura corrompe,  que  se  sobrepõe,  se  apodera  do  indivíduo sem que tenha  possibilidade de contrapor sua vontade, mesmo legitimamente,  mesmo   legalmente,   mesmo   democraticamente (...)
Francesco Rosi 

E com vocês, os 10 filmes que precisam conhecer...


 A provocação

O ambicioso contrabandista de cigarros Vito Polara (José Suárez) quer mais poder e mais lucros. Ele deixa o contrabando de cigarros para controlar a distribuição de frutas e legumes da região, que parece ser mais rentável. Assim, Polara procura a ajuda de um criminoso rural, começa a desafiar a máfia napolitana e a mostrar quem é que tem poder.


Renúncia de um trapaceiro

Mario Balducci (Renato Salvatori) está em Hanôver para trabalhar como mineiro. Porém, quando perde seu emprego, decide voltar para a Itália. Totonno (Alberto Sordi) esconde o passaporte de Mario, para que ele fique e faz uma nova oferta de trabalho para ele como vendedor. Mario não simpatiza com a ideia e vai para Hamburgo trabalhar também como vendedor, mas lá encontra problemas com uma gangue, além de se apaixonar por Paula Mayer (Belinda Lee).


O Bandido Giuliano

Em 1950, Salvatore Giuliano, quem era procurado pelas autoridades, é encontrado morto na Sicília. Nos anos 1940, Giuliano se envolveu com políticos separatistas e estava sendo procurado por isso. Ele mandou atear fogo em uma reunião política pacífica e não se sabe o motivo. Depois da Sicília se auto declarar independente, ele é julgado, mesmo depois de morto.


As mãos sobre a cidade

O desabamento de um edifício num bairro pobre de Nápoles que deixa vários feridos é o grande estopim para o início de uma ação investigativa que pretende desvendar atividades ilícitas dentro do poder público. A situação torna-se ainda mais grave, quando vem à tona que o acionista majoritário da empresa construtora contratada para desenvolver as obras que desencadearam o desabamento é o também vereador Edoardo Nottola, que é acusado de especulação imobiliária envolvendo a compra de terras públicas concedidas ilegalmente pela prefeitura. 


A vontade de um General 

Norte da Itália. Primeira Guerra Mundial. Um grupo de soldados italianos são liderados por um general egocêntrico (Alain Cuny) tem uma série de fracassos perante o ataque dos austríacos. Indignados com o fato de que seu líder está sempre disposto a sacrificar seus homens, o grupo faz um motim e começa um tribunal de guerra, julgando e punindo os envolvidos e acusados de covardia.


O Caso Mattei 

Em 27 de outubro de 1962, o avião de Enrico Mattei cai em Bascapè, no retorno de uma viagem à Sicília, em circunstâncias muito mal esclarecidas. O filme evoca o período da vida de Mattei transcorrido à direção da Agip e da ENI. Nomeado, em 1945, comissário extraordinário da Agip, com a difícil tarefa de liquidá-la, Mattei consegue habilmente manter a sociedade com vida e torná-la mais eficiente. 


Lucky Luciano

Thomas E. Dewey, condena em 1936, Lucky Luciano a uma pena de 30 a 50 anos de prisão, por seu envolvimento com o crime organizado. Por que, 10 anos mais tarde, ele teve sua pena abrandada pelo prório Dewey, então Governador de Nova York? Este e outros mistérios cercam a vida de Lucky Luciano, o mais poderoso gângster, a quem ninguém pôde matar. Relato verídico, filmado nos lugares autênticos, onde os fatos ocorreram, com todos os nomes reais de seus protagonistas.


Cadáveres ilustres

Misteriosos assassinatos de juízes são investigados pelo inspetor Rogas, homem justo e honesto. Enquanto isso, o país atravessa uma época de instabilidade política e institucional que leva todos para as ruas, a população para protestar e os tanques e soldados para reprimi-la. Convenientemente, as forças da ordem buscam o culpado entre os manifestantes de esquerda. 


Cristo parou em Éboli 

Inspirado no romance autobiográfico de Carlo Levi (1902-1975), o filme narra a vida de um médico e escritor antifascista colocado sob prisão domiciliar em 1935 em uma remota vila italiana. Proibido de exercer qualquer atividade, incluindo a prática da medicina, ele descobre o mundo camponês, longe dos círculos intelectuais, até ser libertado dois anos depois já tendo ganhado a estima dos agricultores pobres da região.


Três irmãos

Uma velha senhora morre numa fazendola do Sul da Itália. O viúvo chama os três filhos para o funeral e eles vêm: de Roma, Raffaele, um juiz que está trabalhando em um caso político e corre risco de assassinato; de Nápoles, o religioso Rocco, conselheiro em um instituto de correção para menores; de Turim, Nicola, um operário engajado em lutas trabalhistas. De volta à casa da família, eles reencontram o passado e cada um começa a imaginar o que acontecerá com suas vidas dali em diante.



A Versátil lançou A ARTE DE FRANCESCO ROSI, caixa com luva reforçada com 2 DVDs que reúne 4 filmes em inéditas versões restauradas do mestre Francesco Rosi (1922-2015), um dos maiores nomes do cinema político italiano. Nos extras, um excelente documentário sobre a vida e a obra do cineasta. Edição Limitada com 4 cards.

Disco 1:

AS MÃOS SOBRE A CIDADE (Le Mani sulla Città, 1963, 101 min.)
Com Rod Steiger, Salvo Randone, Guido Alberti.

⇨ Sinopse: (acima)

A PROVOCAÇÃO (La Sfida, 1958, 87 min.)
Com Rosanna Schiaffino, José Suárez, Nino Vingelli.

⇨ Sinopse(acima)


Disco 2:

O BANDIDO GIULIANO (Salvatore Giuliano, 1962, 123 min.)
Com Frank Wolff, Salvo Randone, Frederico Zardi.

⇨ Sinopse(acima)

OS BRAVOS DA ARENA (Il Momento della Veritá, 1965, 107 min.)
Com Miguel Mateo “Miguelín”, José Gómez Sevillano.

⇨ SinopseA ascensão e a queda de um famoso toureiro, Miguelín, na arena e na vida pessoal. Brilhante análise marxista da sociedade espanhola sob a ditadura de Franco, esse forte drama é uma das pérolas da filmografia de Rosi

Informações técnicas da edição:

Títulos em português: As Mãos Sobre a Cidade, A Provocação, O Bandido Giuliano, Os Bravos da Arena
Títulos originais: Le Mani Sulla Città, La Sfida, Salvatore Giuliano, Il Momento della Veritá
País de produção: Itália, Espanha
Ano de produção: 1958-1965
Gênero: Drama
Direção: Francesco Rosi
Elenco: Rod Steiger, Salvo Randone, Guido Alberti, Frank Wolff, Rosana Schiaffino, José Suarez, Nino Vingelli, Miguel Mateo “Miguelín”, José Gómez Sevillano
Idioma: Italiano
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen anamórfico 1.85:1, Fullscreen 1.33:1
Tempo de duração: 418 min.
Região: 4
Preto e Branco, Colorido
Faixa etária: 14 anos
Extras: Documentário sobre Francesco Rosi (55 min.), Cinejornal de época (3 min.)



Tecnologia do Blogger.