SHAZAM! VERSUS CAPITÃO MARVEL - DESVENDANDO O PERSONAGEM


Nada mais confuso que duas empresas concorrentes terem um personagem com o mesmo nome. Eu mesmo, jurava que o Shazam era o Capitão Marvel, até descobrir que não são a mesma pessoa. Mas em certo momento, compartilharam do mesmo título. Abaixo vou fazer um post, não só explicando o contexto histórico desta confusão, como vou escrever o review dos dois filmes recentes e as duas séries antigas. Preparem o café, porque o papo será longo.

Na realidade apesar de confuso, a história é mais simples que parece. O capitão Marvel surgiu em 1939 criado pelo roteirista Bill Parker e pelo desenhista C. C. Beck. O personagem apareceu pela primeira vez na revista em quadrinhos Whiz Comics #2, lançada em fevereiro de 1940. E o mais curioso: não era DC nem Marvel. Ele pertencia à Editora Fawcett e o nome vinha de "Marvelous". 


Capitão Marvel é o alter ego de Billy Batson, um jovem que trabalha como repórter de rádio e foi escolhido, devido a sua bondade interior, para receber os poderes do Mago Shazam, a fim de preservar a justiça e a paz no Universo.  O nome Shazam vem de seis personagens mitológicos: Salomão (sabedoria), Hércules (força física), Atlas (resistência, invulnerabilidade), Zeus (poderes mágicos), Aquiles (coragem) e Mércurio (velocidade, capacidade de voo). 

Com a popularidade do capitão, a DC entrou com tudo na justiça, alegando plágio. Ela disse que o personagem era uma cópia do seu "campeão", Superman. A briga foi boa, acabando no início dos anos 70 com a queda da Fawcett. A empresa faliu, O Marvel foi vendido para a DC, e tudo certo. Só que não...

Neste período a Marvel (que existia desde 1939, com outros nomes), se lançou (o ano foi 1961). E não é que um tal de Capitão Marvel estava no plantel? Com o nome registrado, a DC nada pode fazer, a não ser mudar o nome. E o escolhido foi ...


Shazam!

No filme, Billy Batson (Asher Angel) tem apenas 14 anos de idade, mas recebeu de um antigo mago o dom de se transformar num super-herói adulto chamado Shazam (Zachary Levi). Ao gritar a palavra SHAZAM!, o adolescente se transforma nessa sua poderosa versão adulta para se divertir e testar suas habilidades. Contudo, ele precisa aprender a controlar seus poderes para enfrentar o malvado Dr. Thaddeus Sivana (Mark Strong).

Há certas situações na história do cinema, que de tão únicas, parecem roteiros cinematográficos, tamanha as coincidências.  Vejam só o caso da dupla Shazam e Capitã Marvel. A empresa em que Stan Lee era rei começou a traçar seus planos de universo compartilhado em 2008, com Incrível Hulk. Sempre sabiamente aparando as arestas e colocando os filmes cada vez mais dentro de um mesmo quadro. Em paralelo, no mesmo ano, saia pela DC um dos mais importantes filmes de herói da história, Cavaleiro das trevas, que era continuação de Batman Begins. Então, neste cenário, com o Superman de 2006 sendo um fracasso, a DC caminhava para outros lados, encerrando a trilogia Batman em 2012, com a Marvel a todo vapor com o primeiro Vingadores batendo 1 bilhão e meio nas bilheterias mundiais.


O sinal de alerta foi ligado na DC. E esta "urgência" fez tudo dar errado. A trajetória começou equivocada, fazendo um novo Superman, um novo Batman (amplamente rejeitado), uma briga entre os dois ridícula (leia aqui) e um esquadrão que merecia ser esquecido.  Disto tudo veio Liga da justiça, demissão do diretor e uma contratação vergonhosa: Joss Weadon, diretor de ... Vingadores.  A DC estava desesperada por acertar... Com o fiasco de Liga da justiça (que era para ser um sucesso homérico), veio Mulher maravilha (que errou mesmo só em seu final, semelhante ao final de BvS mas rendeu 820 milhões)  e Aquaman semi desconectado com o universo. Deu certo, fizeram um filme divertido que bateu 1 bi mundial. A "estética" DC até aqui foi jogada no lixo e deram "cara" Marvel aos filmes.  E o maior resultado desta mudança veio com Shazam. E não é que, ironicamente, um mês antes, foi lançado nos cinemas, Capitã Marvel. Dois personagens tão interligados, coincidentemente chegando quase no mesmo mês, ambos  "vítimas" das trajetórias de suas empresas mães.

Um detalhe que vai em linha separada: antes que alguém me "acuse" de Marvete, os dois melhores filmes de heróis da história, na minha visão são Superman de 1978 e Batman - Cavaleiro das Trevas de 2012.


Mas voltando...

Para apimentar esta disputa maluca entre duas empresa que dominam o mercado com os melhores heróis, há uma figura em particular, Djimon Hounsou. Ele simplesmente está nos dois filmes e fazendo papéis fundamentais: No Shazam, o cara que dá os poderes ao herói e no Capitã Marvel, o cara que persegue a heroína. De uma ironia única.

O filme é dirigido por  David F. Sandberg  de "Annabelle 2 – A Criação do Mal" e "Quando as luzes se apagam" O ator Zachary Levi (que fez Thor- mundo sombrio e Thor Ragnarok), estrela de Shazam! levava, em média, 20 minutos para vestir a roupa do super-herói.

De acordo com a desenhista de produção, Jennifer Spence, as estátuas representando os Sete Pecados Mortais que residem na Rocha da Eternidade foram esculpidas à mão por artesãos usando como referências de texturas casca de árvore ou pele de elefante para dar a cada Pecado uma aparência única.



Shazam! também é estrelado por Jack Dylan Grazer ("It - A Coisa") no papel do melhor amigo de Billy e entusiasta de super-heróis. O elenco inclui ainda Faithe Herman (série de TV "This is Us"), Grace Fulton ("Annabelle 2 - A Criação do Mal"), Ian Chen (série de TV "Fresh Off the Boat"), Jovan Armand (série de TV "Hawaii Five-O"), Marta Milans (série de TV "Killer Women") e Cooper Andrews (série de TV "The Walking Dead").

O filme tem um pé nos anos 80, fazendo referências aos filmes da época, como Quero ser grande. Um menino em sua essência, dentro de um corpo sarado, como o de um deus, Shazam se esbalda nesta versão adulta dele mesmo fazendo aquilo que qualquer adolescente faria com superpoderes: divertir-se com eles! Ele é capaz de voar? Tem visão de raio-X? Consegue soltar raios pelas mãos? Pode perder a prova de estudos sociais? Shazam começa a testar os limites de suas habilidades com a despreocupação típica de uma criança. Contudo, ele precisará dominar estes poderes rapidamente para lutar contra as forças do mal controladas pelo Dr. Thaddeus Silvana (Strong).

Vale o ingresso, mesmo para aqueles que cansaram um pouco de filmes de heróis ...


Capitã Marvel

Mas lá vamos nós voltarmos na história de criador / criatura. Porque Capitã Marvel entrou na linha do tempo do Universo compartilhado? Por causa do sucesso de público de... Mulher Maravilha, da DC. A Marvel julgou necessário fazer seu filme de heroína. Dito e feito e o filme bateu 1 bi nas bilheterias também.

Na produção,  Carol Danvers (Brie Larson) é uma ex-agente da Força Aérea norte-americana, que, sem se lembrar de sua vida na Terra, é recrutada pelos Kree para fazer parte de seu exército de elite. Inimiga declarada dos Skrull, ela acaba voltando ao seu planeta de origem para impedir uma invasão dos metaformos, e assim vai acabar descobrindo a verdade sobre si, com a ajuda do agente Nick Fury (Samuel L. Jackson) e da gata Goose.

Enquanto ela é o 21º filme do UCM, Shazam! é apenas o oitavo. Mulher-Maravilha foi lançado em junho de 2017. Em janeiro de 2018 as filmagens de Capitã foram iniciadas.



E para ninguém me chamar de DCnauta, o filme da Capitã estava planejado bem antes. Ela entraria já nos Vingadores - era de Ultron.

Capitã Marvel é a produção mais polêmica da Marvel. Depois do Pantera negra fazer bonito com a crítica / público / premiações, a personagem chegou as cinemas "causando". Houve a história do boicote nas avaliações do Rotten Tomatoes, mudanças drásticas com personagens principais, como seu mentor, o Mar Vell ser uma mulher e ainda por cima, mostrarem Skrulls bonzinhos...Ou mesmo mudar o nome do gato, que antes era uma referência a Star Wars. E agora, Top Gun.

O filme é dirigido pela dupla Anna Boden e Ryan Fleck. A obra mais memorável que fizeram foi Half Nelson: Encurralados com Ryan Gosling.  O lançamento da Capitã foi no Dia Internacional da Mulher.

Aos mesmo tempo que sua qualidade é invejável, Capitã Marvel fica a impressão de que foi um tapa buraco para os Vingadores - Ultimato, lançado nos cinemas um mês depois. Mas mesmo assim, um tapa buraco de altíssima qualidade...


Agora voltaremos um pouco no tempo.

As aventuras do Capitão Marvel

Em 1941 surgiu a adaptação do herói das revistas em quadrinhos e foi o 21º seriado da Republic Pictures. Foi a primeira adaptação cinematográfica de um super-herói dos quadrinhos, e teve como astros Tom Tyler, como Capitão, e Frank Coghlan, Jr. como Billy Batson.

Ele foi considerado como um dos melhores seriados já feitos, provavelmente o melhor, com exceção de Flash Gordon. A atuação de Tom Tyler foi considerada, também, como o mais memorável herói da época. Dirigido por John English e William Witney, eram 12 episódios totalizando 216 min.


Na história, durante uma expedição arqueológica ao Vale dos Túmulos, um dispositivo de grande poder chamado Escorpião Dourado, é descoberto escondido dentro de uma cripta selada. Ao examiná-lo, as lentes de quartzo do dispositivo se alinham e um poderoso feixe de energia surge causando uma explosão, fechando a cripta. Isso permite que o jovem radialista e membro da expedição Billy Batson, que obedeceu à advertência sobre o selo da cripta de não entrar, seja escolhido pelo antigo bruxo Shazam, que  concede a ele os poderes do Capitão Marvel sempre que ele repetir o nome do mago. Os poderes do Capitão Marvel podem ser usados ​​apenas para proteger aqueles em perigo por conta da  maldição do Escorpião Dourado.

A série foi o resultado da longa e fracassada tentativa da Republic em licenciar o personagem Superman.


Shazam ! Capitão Marvel

Daí veio o seriado que marcou a vida de muitos. Shazam! é um seriado de televisão norte-americano dos anos 1970 em 28 episódios de meia hora. 

O roteiro da série vai por outro caminho bem diferente do conhecido. Não há mago, por exemplo. Ele fala diretamente com as entidades. Também não há Dr. Silvana ou qualquer outro vilão. As histórias seguem o estilo "problema da semana", onde Billy tem que lidar com situações corriqueiras em toda exibição.

O seriado foi exibido na Rede Globo ainda na década de 1970 e, posteriormente, no SBT (então TVS), na década de 1980, além da exibição de um desenho animado homônimo nesta mesma época (produzido pela Filmation). As histórias do personagem conquistaram um sucesso significativo no Brasil.




CAPITÃO MARVEL – A SÉRIE COMPLETA

O box traz todos os 28 episódios produzidos pela Filmation entre os anos de 1974 e 1976, divididos em 5 discos, acomodados em um belo estojo digistack. Além da bela apresentação da caixa, outro ponto a se destacar é a presença da dublagem original da série em português, feita pela finada Herbert Richers.

Alguns episódios, contudo, estão sem dublagem, tendo somente o áudio original em inglês, e neste caso, ainda há opções de legendas em português. Entre os atrativos da série, estão os episódios em que aparece a Poderosa Ísis, outra heroína que também teve um seriado produzido na mesma época pela Filmation, que aproveitou para divulgar a personagem no seriado do Capitão Marvel, repetindo a operação fazendo o Capitão aparecer também em alguns episódios da série de Ísis, como forma de tentar alavancar a audiência das duas produções.

 O seriado é dividido em três “temporadas”, com duração irregular. A primeira “temporada” foi lançada em 1974, e contou com os primeiros 15 episódios. Em 1975, foram lançados mais 7 episódios, compondo a segunda “temporada”, finalizados em 1976 com a terceira e última “temporada”, com mais 6 episódios, encerrando a série, devido à queda na audiência, o que também ocorreu com o seriado da Poderosa Ísis.


SHAZAM!
AS AVENTURAS DO CAPITÃO MARVEL
A Série Animada Completa

SHAZAM: A Sabedoria de Salomão. A Força de Hércules. O Vigor de Atlas. O Poder de Zeus. A Coragem de Aquiles. A Velocidade de Mercúrio.

Billy Batson é um jovem aprendiz de repórter que foi escolhido para ser um campeão da bondade pelo mago Shazam. Ao pronunciar a palavra mágica “SHAZAM!” Billy Batson se transforma em Capitão Marvel, um poderoso combatente do crime e das injustiças. Junto com Mary Marvel e Capitão Marvel Júnior, nosso herói vai viver as mais incríveis aventuras na luta contra o mal.

Neste BOX estão todos os 12 episódios originais de clássica animação em 2 DVDs remasterizados através de rigoroso processo capaz de recuperar a total qualidade da produção original. Divirta-se com o Capitão Marvel e sua turma.


Tecnologia do Blogger.