QUANDO A NEVE TORNAR A CAIR (1944) - FILM REVIEW

quando-neve-tornar-cair-1944-film-review

Jacques Tourneaur foi um diretor francês, nascido em 1904, mas que partiu para os EUA em 1913. Filho do também diretor Maurice Tourneur, começou ajudando o pai e conhecendo os processos fílmicos. Quase 20 anos depois ele voltou à sua terra natal, realizou  Tout ça ne vaut pas l'amour . Depois de mais 3 filmes e realizou diversos curtas. A figura que mudaria seu destino foi David O. Selznick , porque foi através da insistência dele para que Jacques fosse assistente em "História de duas cidades", que o destino o ligou a Val Lewton. Eles se tornaram amigos, e quando Lewton foi nomeado responsável pela produção dos filmes de terror da RKO, requisitou Tourneur para realizar aquele que se tornou um clássico do horror: Sangue da Pantera em 1942. Seguiram-se dois dos maiores clássicos do cinema, Homem leopardo e A morta viva.


Conseguem imaginar, depois destes 3 filmes antológicos, o que foi que o diretor fez a seguir? Quando a neve tornar a cair. O filme se passa em 1941 durante a segunda guerra. Com a invasão nazista contra a Rússia, o Exército Vermelho vai deixando para trás grupos de guerrilha que se escondem nas florestas. Num desses grupos, junta-se uma bailarina chamada Nina, que embora inapta para a missão, irá aprender a tornar-se um autêntica soldada na luta contra os ocupantes...

O filme foi feito com a intenção de louvar a bravura e a coragem da União Soviética durante a Segunda Guerra Mundial, num tempo em que os russos ainda não eram os vilões de plantão de Hollywood. Para maior realismo, o produtor Casey Robinson decidiu-se, temerariamente, por um elenco formado somente por desconhecidos. Com isso, Gregory Peck, vindo da Broadway, fez sua estreia no cinema, assim como Tamara Toumanova, ex-primeira bailarina do Balé Russo de Monte Carlo e, à época, casada com o produtor. 


Se a Debora Kerr que o Gregory...

Se existe um nome importante e representativo no cinema, é Gregory Peck. Fez papéis importantíssimos no cinema.  O mais famoso desses é o advogado Atticus Finch do filme "O Sol é Para Todos" de 1962, que lhe deu o Oscar de melhor ator e que foi escolhido o maior herói das telas pelo "American Film Institute" em maio de 2003, apenas duas semanas antes de sua morte.

Gregory Peck iniciou a carreira no teatro mas foi no cinema que seu reconhecimento veio. E como dito acima, ele debutou em "Quando a neve tornar a cair". A importância do filme já se define ai. Se hoje temos em mãos tantas obras primas com atuações inesquecíveis do ator, foi porque o produtor do filme quis um elenco de inciantes, que deu oportunidade para o talento dele aparecer depois de vê-lo num espetáculo na Broadway.


Sua indicação ao Oscar no filme seguinte, demonstra que o produtor estava inspirado em sua escolha e apostou no talento certo. Sua transição para as telas não foi tão simples como pode parecer. Gregory odiava sua interpretação neste filme e disse que nunca reviu o filme. Claro que se trata da opinião de um profissional consagrado, mas na época ele fez o seu melhor, sem dúvidas. Sua maior dificuldade foi na diferença capital entre a interpretação em um palco e num filme.  Mas o diretor Jacques o auxiliou. Curioso que se Peck precisava de freio por conta da projeção da voz, Tamara Toumanova precisava de impulso, porque falava baixo demais (sua profissão, bailarina, não exigia qualquer esforço vocálico).

O filme já começa em tom cerimonioso, parecendo uma série de tv tipo Dallas, apresentando o elenco que dá vida a um grupo de guerrilheiros empenhados em conter o avanço nazista.  Curiosamente, foi a estréia também de Robinson como produtor. Durante os 20 anos anteriores, ele era roteirista com larga experiência (que fez filmes como O Capitão Blood, que foi inclusive indicado ao Oscar).


A produção foi baseada em uma história do famoso húngaro Melchior Lengyel, que era  escritor, dramaturgo e roteirista de cinema. "Quando a neve tornar a cair" concorreu ao Oscar de efeitos especiais, perdendo para "Trinta segundos sobre Tóquio" outra obra que fala da segunda guerra, mas com pedigree maior na época, com nomes consagrados como Spencer Tracy, Van Johnson e o diretor  Mervyn LeRoy.

É bem verdade que o elenco nunca aparenta ser soviético. E em muitos momentos, o filme parece teatral demais, com os personagens recitando ao invés de interpretar.  Mas mesmo assim, foi um filme fundamental para a carreira do ator e certamente, fundamental para qualquer cinéfilo conhecer por onde passou Gregory Peck até se tornar Atticus Finch.



Classicline lançou esta obra inesquecível, que pode ser comprada 
clicando diretamente no link acima, da própria empresa.
E não deixem de aproveitar as promoções do site.

quando-neve-tornar-cair-1944-film-review



Tecnologia do Blogger.