7 PRODUÇÕES PARA CONHECER TED BUNDY, O ANJO DA MORTE

7-producoes-para-conhecer-ted-bundy
Theodore Robert Cowell veio de um lar, no mínimo confuso. Samuel Cowel e Eleanor Cowell, que ele pensava que eram seu pais, na verdade eram seus avós maternos. Ele também descobriu que a sua irmã mais velha Eleanor Louise Cowell, na verdade era a sua mãe.

Ele sempre se comportou de forma estranha desde pequeno, tendo atitudes bizarras e assustadoras. Já com 3 anos, seu sorriso sádico despontava.

Seus crimes começaram nos anos 60. Algumas evidências incriminam ele com apenas 14 anos.
Ted Bundy foi executado na cadeira elétrica na Prisão Estadual da Flórida, em Starke, Florida no dia 24 de janeiro de 1989.

Ele nunca se arrependeu e dizia que suas vítimas eram como objetos.

Abaixo, 7 produções para conhecer um pouco um dos mais frios assassinos da história.


The deliberate stranger

Com base em uma história verdadeira, este filme retrata a vida de Theodore Robert Bundy, um serial killler que mata várias jovens mulheres. Ele percorre alguns estados, saí de Seattle para Utah, onde é estudante de direito e onde, coincidentemente, outras meninas acabam desaparecendo. A polícia consegue eliminar inúmeras possibilidades e se aproxima dele. The Deliberate Stranger é baseado no livro de Richard W. Larsen, e foi adaptado para televisão em duas partes,  transmitidas pela NBC em maio de 1986. 


Ted Bundy

Filme que reconta a história de Ted Bundy, famoso serial killer da década de 70. Matthew Bright, no entanto, traça a narrativa do ponto de vista do próprio assassino. Não se sabe ao certo quantas mulheres foram estupradas e mortas por ele, mas estima-se que o número varie entre 30 e 100. O filme começa com o jovem Ted (Michael Reilly Burke), um estudante que tenta ingressar na faculdade de Direito. Sua obsessão por voyeurismo e sexo violento aos poucos vai ficando mais sinistra e o rapaz passa a apresentar vários sinais de comportamento psicótico.


Testemunha de um assassino

O filme conta a história da escritora de sucesso internacional Ann Rule, que escreve para a promotoria sobre casos da polícia. Há muito ela conhece Ted Bundy, um homem de passado pacato, inteligente, charmoso e bonitão. Quando assassinatos de moças começam a acontecer, Ann passa a se preocupar com as coincidências que o suspeito e Ted apresentam. O que mais a assusta é o fato de que sua filha tem o biótipo das vítimas. A confiança de Ann fica abalada, assim como o sossego do público em geral diante de crimes com tantos requintes de maldade. Ann faz uma autópsia psicológica de Ted, tentando descobrir o que transformou um simples rapaz em um criminoso hediondo. E o que ela descobre é muito mais aterrorizante ...


Assassino de Green River

Na tentativa de encontrar um homicida conhecido como "Assassino de Green River", o detetive Robert Keppel (Bruce Greenwood) decide entrevistar o serial killer Ted Bundy (Cary Elwes) e dele conseguir informações que possam ajudar a criar o perfil do assassino em série que está aterrorizando a cidade de Seattle. 
A história inspirou um dos grandes clássicos do cinema: Silêncio dos inocentes


A captura do assassino de Green River

Diversas vítimas de assassinatos violentos são encontradas perto do Rio Green, e tudo indica que o mesmo maníaco está por trás dos crimes. Começa uma busca que se estende por duas décadas, enquanto o assassino continua deixando um rastro de cadáveres por onde passa.
A minissérie foi nomeada como uma das 10 principais produções televisivas de 2008 pela Variety. O filme é baseado no livro de David Reichert , Chasing the Devil: My Twenty-Year Quest to Capture the Green River Killer.


Conversando com um serial killer: Ted Bundy

Um mergulho profundo na mente do famoso assassino em série Ted Bundy. De boa aparência e com uma personalidade bastante sociável, o criminoso desafiou o estereótipo de serial killer e acabou provocando um tipo de adoração problemática por parte de muitas mulheres americanas.
Dirigido pelo famoso e premiado Joe Berlinger, 


Extremely wicked, shockingly evil and vile 

Cinebiografia de Ted Bundy (Zac Efron), serial killer que matou, pelo menos, 30 mulheres em sete estados norte-americanos durante a década de 1970. Só que o filme é contado a partir do ponto de vista de sua namorada, Elizabeth Kloepfer (Lily Collins), que não tinha conhecimento de seus crimes.  Isso mostra o quão astuto Bundy realmente era, já que ele conseguiu enganar as pessoas mais próximas a ele, além de todos os seus outros amigos e conhecidos. 



A Darkside Books lançou:

TED BUNDY - UM ESTRANHO AO MEU LADO


Quando Ann Rule conheceu Ted Bundy em um centro de atendimento de prevenção ao suicídio, ela não fazia ideia de que aquele rapaz simpático e inteligente — que sentava ao lado dela e de quem até chegou a receber um cartão de Natal — se tornaria um dos serial killers mais proeminentes da história.

Ted Bundy confessou ter matado ao menos 36 mulheres nos Estados Unidos durante os anos 1970. Para estudiosos do caso, a contagem final é ainda maior. Ele pode até ter salvado vidas pelo centro de prevenção, mas ceifou outras dezenas quando ninguém estava olhando. Inúmeras famílias ficaram sem respostas, e ele foi executado em 1989 na cadeira elétrica. Mas estas informações todo mundo conhece. Chegou a hora de saber mais.


Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado é o livro de true crime mais aguardado pelos darksiders e chega como um clássico na coleção Crime Scene®, da DarkSide® Books. Ann Rule — que teve uma extensa carreira publicando livros e reportagens sobre casos criminais —, divide uma experiência que ninguém, em sã consciência, gostaria de ter: a proximidade com um serial killer e a descoberta de sua verdadeira face.

O autor Ann Rule nasceu em 1931, em Michigan (EUA). Quando passava as férias de verão com os avós, ela ajudava a preparar as refeições para os detentos da prisão, e costumava se perguntar por que pessoas que pareciam tão amigáveis estavam trancafiadas atrás das grades. Esse foi o começo da curiosidade que durou toda a sua vida sobre os “porquês” por trás do comportamento criminoso. Todos os seus livros exploram os motivos por trás dos casos de primeira página sobre os quais ela fez as coberturas.


Quando cresceu, tornou-se policial de Seattle, e também foi assistente social do Departamento de Serviço Social do estado de Washington. De 1969 até o fim de sua vida se dedicou integralmente à carreira de escritora, publicando 33 livros e mais de mil reportagens, em grande parte sobre casos criminais. Ann Rule faleceu de insuficiência cardíaca em 26 de julho de 2015, aos 83 anos.

Em Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, mergulhamos nas memórias de Rule através de um viés inusitado e assustador. Após mudar de emprego e começar a cobrir casos criminais, Rule se viu diante de um mistério envolvendo mortes consecutivas de mulheres, até que, anos depois, quando estava escrevendo um livro sobre essas mesmas vítimas, a verdade veio à tona.

Rule levou anos para aceitar e assimilar o fato de que o homem que havia causado tanto horror era o mesmo com quem havia passado sozinha os turnos da noite no trabalho. Em 2003, em uma entrevista ao Houston Chronicle, ela afirmou: “Por muito tempo eu nutri esperanças de que ele fosse inocente, de que, de alguma forma, isso tudo não passasse de um erro terrível”. Sua experiência alterou drasticamente seu projeto: ela não mais estava escrevendo sobre um assassino misterioso, e sim sobre alguém que havia conhecido pessoalmente.



Equilibrando sua vivência pessoal cheia de descrenças, temores e conflitos e seu papel como repórter investigativa, Rule explora a dualidade de Bundy com uma intimidade ímpar. De um lado, um homem charmoso e carismático que dividia planos sobre reconquistar uma antiga namorada; de outro, um psicopata que nutria um ódio fervoroso por mulheres e vivia uma vida de mentira.

O clássico best-seller de Ann Rule é o olhar mais profundo e detalhado sobre Ted Bundy que um leitor de veia investigativa irá encontrar. E em 2019 ainda estreia o filme Extremely Wicked, Shockingly Evil and Vile, com Zac Efron e Haley Joel Osment no elenco, narrando a história de Bundy a partir da perspectiva de Elizabeth Kloepfer, namorada de longa data do psicopata; e também a série documental Conversando com um Serial Killer: Ted Bundy, com gravações de áudio do próprio Bundy feitas no corredor da morte.

Ainda acha que conhece bem todas as pessoas que convivem com você? Pense de novo. Algumas verdades moram nas profundezas e, às vezes, só conseguimos ver aquilo que os outros querem nos fazer enxergar. Edição Especial Experiência Dark acompanha fita Crime Scene!






Tecnologia do Blogger.