O QUE SÃO OS ACTION FIGURES

o-que-sao-os-action-figures

Action figure é um termo hoje muito conhecido de colecionadores. Quem ama cinema, tem acesso a inúmeros bonecos de personagens marcantes, a preços bem variáveis conforme o tamanho e o fabricante, bem como o grau de detalhamento. Ele é, basicamente, um boneco de um personagem famoso, feito de plástico ou matérias próximos e resistentes, e mais comumente baseados em cinema, histórias em quadrinhos, games ou programas de tv. Estes action figures fazem sucesso porque eles atingem diversas faixas etárias, principalmente, os adultos que tem uma história emocional ligada ào personagem adquirido.O grau de detalhamento de certos action figures sugeria um consumo mais voltado para adultos.

Figura de ação

O termo "action figure" nasceu em 1964, quando a Hasbro comercializou os GI Joe para o público masculino, que na época, não compravam bonecas. Ou seja, sabiamente, a Hasbro preencheu uma lacuna com os Gi's, já que havia somente bonecas para meninas.  E fez história com esta visão mercadológica, nesta fatia de mercado inutilizada até então. Ao contrário dos GI's consumidos por nós nos anos 80 , os O GI Joe eram uma figuras bem grandes nos anos 60 (Vejam as comparações nas fotos). Eles tinham quase 30 centímetros e podia trocar de roupas, conforme a brincadeira.


E através de um esquema de licenciamento para outros mercados, os action figures tiveram acessórios adequados ao país de fabricação, tornando ele uma espécie de Barbie para meninos. Mas esta abertura de mercado acabou sendo a gênese da modificação dos personagens.  Em 1970 houve uma crise de petróleo que afetou os fabricantes drasticamente.  No Japão, eles diminuíram o boneco para algo em torno de 6 centímetros e passaram a vender em 1974.  Eles inovaram também na estrutura do action figure, com peças que poderia ser trocadas. Nesta época nasceu um Robotman.

Marvel & DC

No início dos anos 70, a  Mego começou a licenciar e fazer figuras de super-heróis da revista americana Marvel e DC , que tiveram vendas altamente bem sucedidas e são consideradas  até hoje, colecionáveis ​​por muitos adultos. Eles finalmente trouxeram a linha de brinquedos Microman para os Estados Unidos como os Micronauts , mas a Mego acabou perdendo o controle do mercado depois de perder a licença para produzir brinquedos de Star Wars para Kenner em 1976.  O grande sucesso de Kenner com a linha de brinquedos Star Wars  de 10 centímetros fez do action figure, com roupas moldadas e de menor tamanho, o padrão da indústria. Ao invés de um único personagem com roupas trocáveis, eles faziam diversos modelos diferentes, provocando a "necessidade" do público alvo, neste caso o infantil, de ter todos possíveis. O negócio tonou-se  multimilionário, principalmente para o cinema, neste período. George Lucas por exemplo, abriu mão do salário do eventual sucesso do filme Guerra nas estrelas, de 1977, para ficar com os lucros das vendas do merchandising. Lucas explorou sabiamente os direitos de merchandising, e a Lucasfilm ganhou centenas de milhões de dólares com jogos licenciados, brinquedos e colecionáveis ​​criados para a franquia.


Anos 80

Nestes anos, o mercado teve um boom dos action figures. E nesta época, comecei a descobri-los e querer tudo. Principalmente os de super heróis e os baseados em desenhos animados, como Mestres do Universo, Thundercats, Caça fantasmas...Era um deleite. Em contrapartida, a linha Microman se desenvolveu, transformando seus ciborgues em robôs capazes de se transformar, mexendo algumas peças. Em 1984, a Hasbro licenciou a agora Micro Chage, e tornando-os uma das linhas de maior sucesso da história: os Transformers. Até hoje, filmes fazem um sucesso estratosférico nas bilheterias.

Com o decorrer da década, muitos colecionadores passaram a adquirir os brinquedos afim de guardá-los para futuras exibições. Sábios estes....A produção desta forma, passou a ser em larga escala. Maior quantidade foi colocada no mercado e um maior número de variações para que os fãs pudessem gastar mais e mais. Neste período surgiu as Tartarugas Ninja. Nos anos 90, uma nova linha Star Wars surgiu (tenho até um deles aqui) e de personagens sombrios como Spawn , mostrando com eles queriam mesmo atingir as mais variadas faixas de idade.  A partir de 1997, a revista ToyFare se tornaria uma leitura popular para colecionadores adultos, fornecendo notícias e abraçando a nostalgia. 


À partir daí, mais e mais variações sobre um mesmo action figure apareciam, geralmente, fazendo uso dos moldes do anterior. Apareceram os que brilham no escuro. Nos anos seguinte, uma característica foi destacada, que era a da musculatura desproporcional.

Anos 2000 em diante 

O mercado para colecionadores adultos se expandiu com empresas como McFarlane Toys , e NECA . Essas empresas nos "deram" numerosos personagens de filmes, músicos e atletas com suas figuras altamente detalhadas. As figuras de ação do Cinema Of Fear foram vendidas juntamente com bonecos de pelúcia, dioramas "screen grab" e brinquedos de edição limitada baseados na franquia de terror da New Line Cinema .  Estas linhas geralmente são encontradas em lojas exclusivas e algumas, lhes garanto, são de chorar. Surgiram dai, edições numeradas, vendidas a peso de ouro na internet ou lojas especializadas. 


Mas afinal, como era feito o Action Figure?

Agora que passamos o olho na história do nascimento do Action Figure, vamos dar uma pincelada nas características físicas dos bonecos, além de discriminar as proporções que são feitas, que muitas vezes confundem a todos, principalmente os iniciados.

Na concepção inicial, argila de modelagem e várias ferramentas de escultura são usadas para criar o protótipo. A figura atual é moldada a partir de uma resina plástica mais dura, como o acrilonitrila-butadieno-estireno (ABS). Plásticos e nylon mais macios podem ser usados ​​para componentes do vestuário, incluindo roupas de corpo, capas e máscaras. Tintas acrílicas de várias cores são usadas para decorar a figura. Brinquedos mais elaborados podem conter componentes eletrônicos em miniatura que emitem luz e efeitos sonoros.

Depois de selecionado o matéria prima, a segunda parte é o design. 

Com o personagem escolhido, o processo do projeto começa com esboços da figura proposta. O próximo passo é a criação de um protótipo de com a matéria prima (que variava, conforme dito acima, entre argila, cera e materiais similares. Este modelo é feito dobrando fios de alumínio para formar a espinha dorsal da figura, conhecida com um armadura. A forma de arame inclui o contorno dos braços e pernas colocados na postura geral que a figura assumirá. O escultor então adiciona argila à armadura para dar o peso básico e a forma desejada. A argila pode ser assada levemente durante o processo de prototipagem para endurecê-la. Depois, o escultor usa várias ferramentas, como um laço de arame, para esculpir a argila e dar forma aos detalhes da figura.


Depois de criar a forma básica, o escultor pode escolher remover os braços e trabalhá-los separadamente para fixação posterior. Isso dá a ele mais controle e permite que  produza detalhes mais refinados sobre o protótipo. Trabalhando com ferramentas sem corte, o escultor molda o corpo com o máximo de detalhes que desejar. Durante esse processo, referências de foto e esboço são usadas para garantir que a figura seja o mais realista possível. Alguns escultores podem até usar modelos humanos para guiar seu trabalho de design.

Depois que a forma geral do corpo esta completa, o escultor acrescenta os detalhes mais sutis, prestando atenção aos olhos, nariz e boca que dão à figura uma expressão real. O projetista pode prender um pedaço áspero de argila na figura principal como uma cabeça temporária, enquanto a cabeça real é esculpida em uma armadura separada. Isso permite que o escultor termine as expressões faciais da figura independentemente do corpo. Neste ponto, a cabeça acabada pode ser anexada à armadura principal e unida ao corpo com argila adicional. Uma vez que a cabeça está presa, o pescoço e o cabelo são esculpidos para encaixar corretamente na figura. Então, dependendo do desenho da figura, o traje pode ser esculpido diretamente no corpo. No entanto, se um traje de pano ou uniforme for adicionado posteriormente, o protótipo será esculpido sem nenhum detalhe de fantasia. Durante este processo, partes da argila podem ser cobertas com folha de alumínio para impedir que ela seque prematuramente. Quando tudo estiver pronto, a figura inteira é cozida para endurecer a argila.


O protótipo esculpido é então enviado para aprovação do fabricante. Uma vez que todos os detalhes do projeto tenham sido finalizados, o protótipo é usado para fazer os moldes que formarão as peças de plástico para a figura produzida em massa. Todo o processo de escultura pode levar cerca de duas semanas, dependendo da habilidade e velocidade do escultor. Este processo pode ser repetido várias vezes se for necessário fazer revisões na figura. 

Articulações

Uma característica comum entre as figuras de ação é a articulação do corpo, muitas vezes referida como pontos de articulação (POA). As formas mais básicas de articulação incluem uma articulação do pescoço, duas articulações do ombro e duas articulações do quadril. Além disso, os pulsos giratórios, os joelhos dobráveis e a cintura giratória também são comuns. Vários termos entraram em prática, como uma articulação “cortada”, usada freqüentemente para permitir uma rotação básica da cabeça na rotação do pescoço ou braço no ombro. A articulação "T" nos quadris de uma figura geralmente permite até 180 ° de rotação da perna de trás para trás; embora isso possa variar. As articulações esféricas geralmente permitem um movimento mais liberal do que um corte, como a inclinação da cabeça da figura além da rotação vertical.

A quantidade e o estilo de articulação de figuras usados ​​pelos designers de brinquedos variaram ao longo dos anos. Duas das linhas de figuras mais populares dos anos 80, GI Joe e Mestres do Universo , se comparavam muito neste quesito.  Nos anos 2000, a Toy Biz se popularizou com a  linha Marvel Legends por sua alta taxa de articulações, apresentando até pontos no abdômen, dedos dos pés e dedos. 


Acessórios 

Embora nem todas as figuras de ação incluam acessórios, os itens adicionais geralmente são essenciais para os personagens e sua eficácia como brinquedos interativos. Itens mais recentes, como a empresa Neca, fornecem diferentes cabeças, armas, escudos como acessórios. A Marvel Legends popularizou o conceito de "construir uma figura". Cada figura de uma série particular incluía uma parte do corpo de um action figure. Isso encoraja o consumidor a comprar todos os números da série dada, a fim de completá-lo. O conceito se espalhou para a DC Universe Classics da Mattel . Recentemente foi anunciado um Delorean, do filme De volta para o futuro, mas se considerar o valor total, é quase proibitivo.

Escalas

Figuras de ação vêm em todas as formas e tamanhos e, embora seja fácil pegar uma régua e simplesmente medir, isso não ajudará você a entender as referências de escala usadas frequentemente por empresas de brinquedos e colecionadores de longa data. Ao longo dos anos, algumas escalas de padrões foram usadas no mundo dos action figure. Dê uma olhada nos mais comuns, começando do maior ao menor.


Escala 1: 4 (aprox. 18 " ou 45 cm aprox.)

É a utilizada principalmente nos action figures bem detalhados, com roupas reais, cabelos, e muitos acessórios. Exemplos desse formato podem ser encontrados na Sideshow com a sua linha de figuras Premium Format que é mundialmente conhecida por seus detalhes e fidelidade aos personagens.

Escala 1: 6 (aprox. 12 " ou 30 cm aprox.)

Este tamanho tem uma importância significante, pois era a escala do primeiro G.I. Joe. Reinou nos primeiros anos. Hoje é encontrado principalmente nos action figures de personagens de cinema da Hot Toys. Outras marcas que se destacam no seguimento são a Sideshow, Medicom, ThreeA, Iron Studios (brasileira) e a Hollywood Collectibles.

Escala 1: 9 (aprox. 8 " ou 20 cm aprox.)

Essa escala é praticamente exclusiva da linha World Greatest Heroes da empresa de brinquedos Mego que governou o ramo no final dos anos 70 e início dos anos 80. Outras empresas de brinquedos foram espertas em seguir, como a Ideal para o seus famosos monstros. e as linhas de Evel Knievel.

Escala 1:10 (aprox. 7 " ou 18 cm aprox.)

Para os colecionadores de hoje, a escala 1:10 parece o padrão. Várias linhas de bonecos de ação estão sendo produzidas neste formato.. Esse tamanho tende a ser mais popular entre colecionadores adultos. No Brasil se destaca a Iron Studios.

Escala 1:18 (aprox. 3,75 "- 4" ou 9,5 - 10 cm aprox.)

Mego começou com sua linha Pocket Heroes no final dos anos 70, seguida pela Fisher Price com sua  linha Adventure People , mas seria a popular coleção Star Wars de Kenner que estabeleceria o padrão inabalável para figuras de ação dessa escala por quase  20 anos.  

Apesar de 3,75 " ser o padrão nesta escala, a 4" ressurgiu, por entenderem que esta pequena diferença melhorava sua qualidade.

Escala 1:12 (aprox. 5 "- 6" ou 12 - 15 cm aprox.)

Ao longo da década de 1990, a escala variando entre 5-6 " tomaram conta dos action figures, praticamente matando os de 3,75"  e estabelecendo um novo padrão. Embora não seja muito popular hoje, os números nesta escala nunca serão esquecidos.

Escala 1:48 (aprox. 2 " ou 5 cm aprox.)

Esta escala é mais lembrada em figuras como o Lego, que mantém seus fãs até hoje. É uma fatia de mercado pequena, mas constante.

Existem várias outras escalas intermediárias, até escalas 1:1 em tamanho real, como os bustos da sideshow, mas é melhor nem lembrar que existem....


Enquanto a figura em si está sendo criada, a embalagem também está sendo projetada. O pacote normalmente consiste em uma caixa com uma janela de plástico transparente ou um suporte de papelão coberto com uma bolha plástica. deve. Gráficos de embalagens bem desenhados podem aumentar o valor da figura e, de fato, alguns colecionadores nunca abrem figuras que compram para que a obra de arte permaneça em perfeitas condições. Depois que o projeto da embalagem é concluído, ele é produzido em massa e enviado para a instalação de produção onde os números são feitos. As figuras são inseridas no pacote, que é então presa por um arame ou colado com fita adesiva. As unidades acabadas são embaladas e são distribuídos para os vários varejistas.

A qualidade dos bonecos de brinquedo é controlada durante todo o processo de fabricação. À medida que os moldes são criados e testados nos locais de produção, as amostras são enviadas de volta ao fabricante para aprovação. Em seguida, uma série de rigorosos testes de segurança e qualidade devem ser realizados para garantir que os números sejam seguros para crianças pequenas e que eles não desmoronem durante o jogo. Um mês ou dois é necessário para testar a articulação de cada figura várias vezes e para testar a embalagem. Testes de trânsito são usados ​​onde eles realmente enviam um brinquedo em sua caixa. Testes adicionais envolvem soltar o pacote no chão e rebatê-lo para replicar o manuseio brusco que ele pode receber antes de chegar à prateleira da loja.


A tecnil brinquedos lançou o action figure do filmaço nacional O doutrinador. O filme conta a história de um vigilante mascarado que surge para atacar a impunidade que permite que políticos e donos de empreiteiras enriqueçam às custas da miséria e do trabalho da população brasileira. A história do homem por trás do disfarce de "Doutrinador" envolve uma jornada pessoal de vingança na qual um agente traumatizado decide fazer justiça com as próprias mãos (fiz uma lista de indicações com filmes baseados em graphic novels. Leia aqui !!!)


Para quem não conhece a Tecnil, o foco da empresa inicial era a produção de acessórios para a fabricação de brinquedos. Na trajetória a Tecnil produziu também uma linha de cones em uso nos transportes rodoviários.  Hoje a Tecnil concentra toda a sua produção em brinquedos para meninas e meninos em faixas etárias que absorvem todo o seu catálogo de produtos, que vai entre outros, de bonecas aos super-heróis. São dezenas de itens exclusivos que estão disponíveis em lojas de praticamente todo o território nacional e alguns países da América Latina. Certificada pelo INMETRO - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, em 100% de sua matéria prima, a Tecnil faz rígido controle de qualidade em laboratórios credenciados. 


Seu Termo de Responsabilidade, inclui a formulação do material utilizado e itens essenciais para a segurança dos consumidores infantis, como: toxidade, tamanho das peças, tração mecânica, composição e dureza do vinil. Se três palavras definiram a história da Tecnil na abertura da empresa, outras três palavras destacam este breve resumo dos 19 anos da empresa: Credibilidade, Pontualidade e Compromisso de entregar sempre os melhores brinquedos com preço justo aos clientes.


Dimensões do action figure:
Figura de Ação no tamanho 1/6 - 32 cm;
Fabricado em PVC (vinil);
Articulado em 6 pontos.
Caixa: 20 cm de largura e 38 cm de altura
Fale com eles: contato@tecnilbrinquedos.com.br


Tecnologia do Blogger.