MORREM ALBERT FINNEY, MICHEL LEGRAND, JULIE ADAMS E DICK MILLER

ALBERT FINNEY-MICHEL LEGRAND-JULIE ADAMS-DICK MILLER

Como de costume, prestamos nosso tributo semanal aos que se foram nesta semana ligados ao mundo cinematográfico: 

Albert Finney

Filho de um guarda-livros, Albert Finney sempre quis ser ator. Aos 19 anos estreou no teatro em Birmingham, no papel de Bruto em "Júlio César" de William Shakespeare. Um de seus maiores sucessos foi "As Aventuras de Tom Jones", que recebeu o Oscar de Melhor Filme. 

Como ator, concorreu a 5 Oscars: Por Tom Jones, Assassinato no Expresso Oriente,  O Fiel Camareiro, À sombra do vulcão e Erin Brockovich .

Albert Finney foi casado com Jane Werham (de 1957 a 1961), com quem teve um filho, Simon,  com Anouk Aimée, musa do cinema francês, atriz do clássico "Um Homem, Uma Mulher", (1970 a 1978), e Pene Delmage de 2006 em diante.


Em maio de 2011, foi revelado que ele vinha recebendo tratamento para o câncer de rim. 


Michel Legrand 

Pianista e maestro fez trilhas da Nouvelle Vague e gravou mais de 100 álbuns de gêneros como jazz e música clássica. Ele tocou com Ray Charles, Miles Davis e Bjork.

Michel Jean Legrand nasceu  em Becon-les-Bruyeres, nos arredores de Paris, na França. O pai Raymond Legrand era um compositor e ator francês. A mãe Marcelle tinha família vinda da Armênia. Entre 1942 e 1949, estudou piano no Conservatório de Paris. Em 1954, ganhou mais destaque como músico quando seu álbum "I Love Paris" vendeu mais de 8 milhões de cópias.

Construiu sua carreira compondo para o cinema. Ele ganhou três prêmios no Oscar e cinco no Grammy. Legrand venceu pela primeira vez o Oscar de canção original em 1969 com "The Windmills of Your Mind" do filme "Crown, o Magnífico", com a qual ganhou ainda um Globo de Ouro. Depois, venceu novamente com as trilhas sonoras de "Houve uma Vez um Verão" em 1972 e "Yentl" em 1984. Também fez as trilhas de "Os Guarda-Chuvas do Amor" (1964) e "Duas Garotas Românticas" (1967).

Foi casado com Christine Bouchard (de 58 a 92) com quem teve 3 filhos, Isabelle Rondon de 94 a 2007 e Macha Méril de 2014 em diante.

Não foi divulgada a causa da morte.


Julie Adams

Julie Adams foi uma atriz de cinema e televisão norte-americana, às vezes creditada como Julia Adams e Adams Betty.

Nascida a 17 de outubro de 1926, em Waterloo, Iowa, com o nome Betty May Adams, descobriu a sua vocação numa peça de teatro, no terceiro ano da escola primária. Aos 19 anos, mudou-se para a Califórnia e teve aulas de representação enquanto trabalhava como secretária. 

Seu papel mais marcante foi em O monstro da lagoa negra, na década de 50. Ela trabalhou com Rock Hudson em 5 filmes: Só Resta a Lembrança (1951), E o Sangue Semeou a Terra (1952), Império do Pavor (1952), Bando de Renegados (1953) e Seu Único Desejo (1955).

Conheceu seu marido Ray Danton no set do filme Hienas Humanas (1955) com quem ficou até 1978. Antes teve um breve casamento com o roteirista e produtor Leonard Stern, por dois anos.

Nos últimos anos fez vários episódios de séries de Tv. Seu último papel foi em  Deus da Carnificina (2011), fazendo uma voz.


Dick Miller

Como esquecer o ator, naquela ponta em Exterminador do futuro, vendendo armas para o Exterminador? Contando vantagem por vender tantas armas para então, ser exterminado no minuto seguinte...

Miller, que teve uma carreira de mais de 60 anos no cinema, atuou ainda em "Piranha" e "A Bucket Blood" e com os diretores James Cameron, Ernest Dickerson, Martin Scorsese, John Sayles e Joe Dante. Ao longo da carreira, o ator apareceu em mais de 100 produções, quase sempre como coadjuvante.

Miller nasceu no Bronx , Nova York , filho de imigrantes judeus russos,  ele foi um escritor antes de se tornar ator.Uma curiosidade sobre seus papéis é que em vários filmes seus personagens tinham o mesmo nome: Walter Paisley. A primeira vez foi em "A Bucket of Blood".  Bem Tarantino não?

Ele é um daqueles rostos que conhecemos de muitos filmes, mas nunca sabemos o nome. Miller se casou com Sheila Elaine Halpern) em 6 de outubro de 1967 e teve uma filha chamada Barbara.  Miller morreu de causas naturais em 30 de janeiro de 2019, no lago Toluca, em Los Angeles .


                                                       
Tecnologia do Blogger.