• ÚLTIMAS...

    MORREM NICOLAS ROEG, BERNARDO BERTOLUCCI, GLORIA KATZ E KEN PERRY


    Como de costume, prestamos nosso tributo semanal aos que se foram nesta semana ligados ao mundo cinematográfico. 

    Bernardo Bertolucci

    O diretor italiano nasceu dia 16 de março de 1940, em Parma, na Itália. O seu pai, poeta e professor de História da Arte, influenciou-o positivamente, integrando-o desde cedo num ambiente intelectual. Ainda adolescente, apaixonou-se pelo cinema, começando por fazer filmes caseiros com uma câmara de 16 mm. Enquanto estudante de Literatura Moderna na Universidade de Roma, o pai apresenta-o a Pier Paolo Pasolini que, impressionado com o talento de Bertolucci, o convida para seu assistente de direção no filme Accatone (1961). No ano seguinte, aproveita um argumento de Pasolini para filmar a sua primeira longa-metragem: La Commare Secca (1962).

    Ele passou seus últimos anos em uma cadeira de rodas por conta de um problema de saúde. Bertolucci morreu em Roma em 26 de novembro de 2018, aos 77 de idade devido a um câncer no pulmão.


    Nicolas Roeg

    Sem ter educação em faculdade, entrou no cinema por acaso. No final da década de 40 foi convidado para servir chá em um estúdio na Inglaterra, onde acabou como operador de câmera. 

    Iniciou-se no cinema como diretor de fotografia,  trabalhando em filmes como Fahrenheit 451 de François Truffaut e Longe deste insensato mundo de John Schlesinger. Foi só em 1970 que realizou o seu primeiro filme, Performance, um exercício cinematográfico que multiplica as virtuosidades técnicas, recusando a progressão linear ao quebrar a relação espaço-tempo. Este filme, protagonizado por Mick Jagger, e co-realizado pelo escritor Donald Cammell, acabou por não ter o sucesso esperado e, assim Roeg teve que ir para a Austrália para dirigir o seu filme Longa caminhada, que foi também o seu último trabalho como diretor de fotografia.

    Seus maiores sucessos vieram à seguir, quando dirigiu o que muitos consideram a sua obra-prima, Inverno de Sangue em Veneza, estrelado por Donald Sutherland e Julie Christie. Logo depois, em 1976, lançou O Homem Que Caiu na Terra, protagonizado por David Bowie.Em seguida, Convenção das Bruxas (1990), com Anjelica Huston.

    O cineasta britânico faleceu aos 90 anos.. Roeg dedicou quase seis décadas à sétima arte.


    Ken Berry

    Filho de Darrell Berry  e Berenice,  nasceu em 3 de novembro de 1933, em Moline, Illinois, EUA. Desde sua infância, Berry "amava carros e qualquer coisa com rodas" principalmente carros menores.  Quando ele tinha 13 anos,  participou de uma festa em sua escola primária; os dançarinos o impressionaram tanto que ele decidiu que era o que queria fazer com sua vida. Seus pais deram total apoio. Aos 16 anos, Ken conseguiu ingressar no Horace Heidt Youth Opportunity Program. Ken percorreu cidades por todo o país e, por meio da Força Aérea, a trupe se apresentou na Alemanha, Irlanda, Inglaterra, Reino Unido e vários outros países.

    Após a formatura do ensino médio, Berry se voluntariou para o exército dos Estados Unidos e foi designado para Fort Bragg em Fayetteville, Carolina do Norte . Após a passagem pelo exército, ele foi aconselhado por Leonard Nimoy (então seu sargento) a mudar de rumos.  Trocou de cidade, matriculou-se na Falcon Studios. Após sua estreia num programa de Tv famoso, Nimoy enviou telegramas para vários estúdios e agentes de talentos pedindo-lhes para assistissem-no.

    Berry aceitou a oferta da Universal e começou como um contratado. A grande maioria dos trabalhos durante toda sua carreira foram na Tv. Berry morreu aos 85 anos, dois anos depois do filho, que aos 51 anos morreu de câncer no cérebro.


    Gloria Katz

    Morreu a roteirista Gloria Katz, responsável, dentre outras coisas por dar forma à Princesa Leia em Star Wars. A maior parte da sua filmografia foi atrelada ao diretor George Lucas.  Loucuras de Verão (American Graffiti, 1973) foi escrito junto com seu marido Williard Huyck. O casal foi indicado ao Oscar pelo trabalho.

    Foi Gloria quem moldou a personalidade da Princesa Leia. Em uma entrevista ela declarou  que a princesa era apenas uma linda mulher esperando para ser salva. Ela a transformou em uma mulher no comando, que não levava desaforo para casa e não precisa ser salva".

    A roteirista passou as décadas seguintes de vida trabalhando com o sindicato de roteiristas de Hollywood, além de gerenciando a coleção de arte do casal, e ajudando a Academia do Oscar a criar o acervo para o seu museu do cinema. Juntos, Katz e Huyck também escreveram o livro "Views of Japan".

    Gloria lutava há muitos anos contra um câncer no ovário, e faleceu no dia em que ela e o marido completavam 49 anos de casados.



    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top