• ÚLTIMAS...

    BILLY THE KID - A HISTÓRIA POR TRÁS DO MITO


    O garoto

    William H. Bonney, apelidado de Billy "The Kid", é uma lenda na história do oeste dos Estados Unidos. Billy, foi um dos pistoleiros mais rápidos e temidos do Velho Oeste, e sua vida foi marcada pela violência desde sua adolescência até sua morte, já que muitos foram mortos depois de um disparo rápido e preciso de seu revólver. Mas Billy não era um simples bandido ou assassino, ele era um homem de fronteira, empurrado para sobreviver usando a força em uma terra tentando se impor pela lei. Somente os mais fortes e mais rápidos conseguiram sobreviver em um mundo cruel em que não havia justiça autêntica e cada homem seguia seu próprio código de conduta.

    Ele nasceu em Nova York em 23 de novembro de 1860, e seu nome verdadeiro era William Henry McCarty "Júnior". Seus pais eram imigrantes irlandeses que tinham viajado para os EUA em busca de um futuro melhor, já que a fome se alastrava pela Europa e isso foi particularmente difícil na Irlanda. De seu pai, William Henry McCarty, quase tudo é desconhecido, a única coisa que se sabe é que ele estava dirigindo carros de cerveja por Manhattan e que um dia, em 1862, ele decidiu se mudar para o oeste (Coffeyville, Kansas), com sua esposa, chamada Catherine McCarty, seu filho Billy e seu irmãozinho Joseph.

    Logo depois de se instalar em sua nova casa, o pai de Billy morreu de pneumonia e sua mãe se juntou a um homem chamado Bill Antrim. Depois de ser diagnosticada com tuberculose, Catherine e seu novo namorado viajaram com a família para o Novo México em busca de um clima mais seco e ensolarado que seria benéfico para a saúde da mãe de Billy. Em 1873, Catarina se casou com o Sr. Antrim na cidade de Santa Fé e logo depois se estabeleceu na cidade de Silver City, onde Billy passaria o resto de sua infância. O Sr. Antrim não estava inclinado a trabalhar. Era um vagabundo em busca de ouro, apostas e se embriagar, razões pelas quais ele passou muito tempo longe de casa. Essa situação forçou Catherine a trabalhar arduamente para sustentar seus filhos.

    Em 16 de setembro de 1874, um ano após o casamento, a mãe de Billy morreu, encerrando sua dura batalha contra a tuberculose. Sempre lembrada como muito feliz e cheia de vida, sua perda marcaria a vida de Billy para sempre. O jovem Billy, que na época tinha 14 anos, foi recebido pela família Brown, vizinhos que lhe permitiram dormir e trabalhar no hotel que possuíam em Silver City.

    Diga-me com quem andas...

    Até o momento, Billy era um jovem comum, honesto e trabalhador, com 1,75 metro de altura, cabelos loiros, olhos azuis e enormes dentes da frente, parecendo mais um camponês irlandês do que um durão. No entanto, a leitura frequente de romances de aventura, estrelando grandes guerreiros e bandidos, o influenciara muito, a tal ponto que ele não tinha medo de enfrentar jovens mais velhos e mais fortes. Essa imaginação transbordante fez com que ele sentisse uma grande admiração pelos bandidos locais, logo fazendo amizade com o jovem George Schaefer, apelidado de "Hat Jack". Este jovem, bêbado, ladrão e jogador, foi a pior influência que Billy poderia ter tido.

    Em abril de 1875 Billy é preso pela primeira vez, acusado de roubar alguns queijos na companhia de seu amigo "Hat Jack". Em setembro do mesmo ano, ele foi novamente preso por roubar roupas e um revólver numa lavanderia chinesa (Billy queria ter roupas decentes e uma arma para ter um status social melhor). Dois dias depois, ele escapou da prisão rastejando pela lareira. Desde então, ele se tornou um fugitivo da justiça, e que trabalhava em várias fazendas no sudeste do Arizona.

    Em 1876, ele chegou perto de Fort Grant, Arizona, onde mais uma vez trabalhou em fazendas como um caubói e fez seu nome como um grande jogador de cartas. Até o momento, Billy era apenas um menino pobre, que roubava de vez em quando para sobreviver, mas em pouco tempo, seu chapéu mexicano e sua habilidade com o revólver seriam conhecidos em todo o país ...Pouco depois, Billy se associa a John R Mackie, um escocês que foi um cavaleiro e especialista no roubo de cavalos do exército, uma atividade arriscada, mas muito lucrativa. Naqueles dias, Billy era conhecido como "Kid Antrim", apelido dado a ele pelos soldados do Fort Grant (que o perseguiam), por causa de sua juventude e aparência frágil. Os soldados do forte conseguiram capturar Billy em um de seus ataques, mas ele escapou no dia seguinte e deixou a área por vários meses, finalmente retornando para encontrar seu amigo Mackie.


    Entrando para a faculdade...

    Em 18 de agosto de 1877, Billy aos 17 anos, matou um homem pela primeira vez. Sua vítima era o ferreiro do Fort Grant, um imigrante irlandês chamado Frank "Windy" Cahill, que era o típico valentão da cidade que gostava de irritar os fracos. Quando ele viu a aparência de menino de Billy, começou a brincar às suas custas dia após dia. Um dia, Billy se cansou e respondeu aos insultos com o típico "Son of a Bitch", que na época era o pior insulto possível. Cahill atacou Billy e começou uma briga que terminou com os dois homens retirando os revólveres. Billy atirou primeiro, ferindo Cahill no estômago. Uma ferida séria que causou a morte de Cahill no dia seguinte. Billy escapou da área no mesmo dia da luta para evitar a possível vingança dos amigos e parentes de Cahill. A morte dele ocorrera em autodefesa, então, pelo menos, Billy não teria problemas legais.

    Billy fugiu para o Novo México, instalando-se no condado de "Doña Ana", localizado no vale de "La Mesilla", onde se juntou a um dos grupos mais famosos de ladrões de gado e assassinos; a banda de Jesse Evans, também apelidada de "The Boys" (os meninos). Neste tempo, Billy começa a usar o apelido de "William H Bonney". O bando, liderado por Jesse Evans, dedicava-se a roubar gado e cavalos impunemente em todo o condado, vendendo depois as suas capturas a qualquer comerciante sem muitos escrúpulos. Quando o número de roubos e a pressão dos jornais locais chamaram a atenção da lei, o bando mudou-se para o condado de Lincoln, onde Billy alcançaria sua maior fama.

    O bando chegou ao condado de Lincoln no outono de 1877, juntando-se à facção dominante no vale: a "Murphy & Dolan Corporation". Esta empresa financeira, liderada pelo irlandês James Dolan, estava buscando o monopólio de gado, tendo apoio do xerife do condado e as autoridades de Santa Fe para resolver problemas legais e com o bando de Jesse Evans para intimidar qualquer concorrente possível. O único pecuarista da região que não se deixava intimidar por Dolan era um jovem inglês chamado John Tunstall.


    John Tunstall

    Tunstall era um homem que chegara recentemente ao condado e estava pensando em ficar rico com suas idéias inovadoras e a sofisticação que trazia da Europa. Com o dinheiro do pai e com o apoio do parceiro, o advogado McSween, que abriu uma loja na cidade de Lincoln e chamou de "Tunstall & McSween". Depois fundou uma fazenda próspera chamada "Rio Feliz" e não demorou a desencadear inveja de Dolan. Tunstall era um homem honesto em um país dominado pela corrupção e não sabia que ele estava se metendo com um grande problema, porque Dolan, um homem acostumado a ceifar a concorrência, era o único que realmente ditou as leis da área.

    Em pouco tempo, Tunstall conseguiu uma grande fatia do mercado e com o apoio dos principais pecuaristas da região, especialmente John Chisum, o fazendeiro mais importante do local, dono de mais de 100.000 cabeças de gado. Na competição de negócios, Dolan perdeu uma parte importante do seu negócio, de modo que o irlandês decidiu agir sujo, pedindo para as autoridades prenderem McSween por peculato e evasão fiscal, e a bando Jesse Evans e Billy roubariam os cavalos de Tunstall. No entanto, ele reagiu, reclamando nos jornais da atitude do xerife Brady, o xerife do condado.

    Enquanto os grandes proprietários lutavam entre si, um importante racha também ocorria dentro do bando de Evans. O relacionamento de Billy com Jesse não foi muito bom e com outro membro do bando, Bill Morton foi ainda pior, desde que Billy dormiu com a garota de Morton. Além disso, Billy tinha se tornado amigo de fazendeiros locais, como os primos Frank Coe e George Coe, com quem ele trabalhava às vezes deixando o bando de lado.


    Tunstall soube dessas desavenças e, quando Billy foi preso por roubar cavalos, em vez de apresentar queixa, ele lhe ofereceu uma posição em seu rancho. Billy aceitou a generosa oferta e tornou-se parte dos guardiões do rancho Tunstall. Para o jovem Billy, que na época estava prestes a completar 18 anos, este trabalho foi um novo começo, porque além de ganhar um bom salário, recebeu aulas para melhorar a sua educação. Todos tratavam Billy muito bem. Parecia que a perambulação dele chegaria ao fim e que ele finalmente encontrara uma casa para viver feliz.

    Com Billy se juntaram Frank Coe e George Coe, Doc Scurlock, Charlie Bowdre, Ab Saunders, John Middleton, Rob Widenmann e Richard "Dick" Brewer, que era o capataz. Quase todos jovens caubóis da área, cuja única missão era evitar que a gangue Evans roubasse cavalos ou vacas.

    Cansado de perder dinheiro para Tunstall , Dolan decidiu acabar de uma vez por todas com a história e para isso ordenou o xerife a tomar posse fazenda de Tunstall como parte de danos civis. Brady mandou seu assistente Bill Mathews ir com um grupo de delegados para o rancho de Tunstall para esse fim. Curiosamente, os oficiais de justiça eleitos eram os homens da gangue Evans (corrupção vem de longe, meus caros leitores). Irônico já que alguns dos bandidos mais procurados estavam ali.

    Não é vingança...é um acerto de contas...

    Em 18 de fevereiro de 1878, Mathews chegou ao rancho com seus homens para capturar o gado. Tunstall, não estava preparado para perder seus cavalos e saiu com seus nove melhores garanhões para mantê-los a salvo da apreensão promovida por Dolan. Mathew disse a seus assessores Jesse Evans, William Morton, Tom Hill, Frank Baker e George Hindmann que recuperassem os cavalos. Sem hesitar, os homens de Evans cercaram o perplexo inglês, e Morton atirou-o à queima-roupa com o rifle, ferindo-o no peito. Tom Hill estava encarregado de desmontar e executar Tunstall com um tiro de revólver no pescoço que passou pelo olho esquerdo. Depois de matar o inglês, os homens de Evans começaram a "forjar" a cena para dar a entender que haviam agido em legítima defesa, colocando um revólver na mão de Tunstall e o disparando-na. Com o trabalho realizado, os homens de Evans foram em buscar do dinheiro que Dolan pagaria de bom grado depois de finalmente se livrarem de seu maior concorrente. Os guardiões de Tunstall ficaram chocados com a sua morte. Assim, todos decidiram se vingar, não importando o que custasse.

    Para Billy, a morte de Tunstall foi um trauma semelhante à morte de sua mãe, quando ele estava completamente feliz quando a desgraça destruiu sua casa novamente. Frases divulgados antes da morte de seu amigo ainda são lembrados: "Ele era o único homem que me tratou como se eu sou, um homem branco e livre, "vou pegar todo filho da puta que ajudou a matar John mesmo que seja a última coisa que eu faço."O sangue endurecido e frio que Billy mostrará a partir de então fará dele o bandido mais famoso dos EUA.


    No dia seguinte ao assassinato de Tunstall, os guardiões e amigos do inglês foram ao Ministério da Paz em Lincoln para exigir justiça. (Obviamente, eles não foram ao xerife Brady). O juiz John Wilson, amigo de Alex McSween, mostrou-se um grande defensor de sua causa; Ele emitiu mandados de prisão contra os assassinos de Tunstall e fez de  Billy, Dick Brewer, Doc Scurlock, Charlie Bowdre, George Coe, Frank Coe, Jim French, Frank McNab, Ab Saunders, John Middleton, Henry Brown, Jose Chavez, Fred Waite "Dirty Steve" Stephens, John Scroggins, Yginio Gonzalez e William McCloskey, como "delegados" responsáveis ​​por trazer os assassinos às autoridades. Dick Brewer foi eleito chefe do grupo que, curiosamente, foi nomeado: "os Reguladores".

    Em 6 de março, os Reguladores capturaram Morton e Baker e três dias depois os dois homens morreram a caminho da prisão de Lincoln em uma "tentativa de fuga". Obviamente eles foram executados por seus captores, mas curiosamente, um dos reguladores, William McCloskey, também morreu por tentar defender os dois prisioneiros. McCloskey era um velho amigo de Morton e jurara que os protegeria no caminho da cadeia. Nos arredores da cidade de "Black Water", McNab se aproximou de McCloskey e atirou nele entre os olhos. Ao vê-lo, Morton e Baker tentaram usar as esporas para escapar, mas Billy derrubou-os do cavalo com dois tiros precisos. McNab deixou o grupo e se refugiou na fazenda Chisum para evitar problemas, o resto dos reguladores levou os corpos para Lincoln.

    As próximas vítimas da vingança de Billy foram o xerife Brady e George Hindmann, outro dos homens de Evans. Quando o xerife estava a caminho de seu escritório com seu assistente Bill Mathews e Hindmann, ele foi emboscado pelos Reguladores. Brady e Hindmann morreram no local, mas Billy errou o tiro, acertando o chapéu de Mathews, o que lhe permitiu se proteger. Billy pensou que Mathews havia fugido e saiu para pegar o rifle de Brady, que já fora seu. Enquanto pegava a arma, Mathews atirou nele, acertando a bala no rifle e saltando contra o quadril de Billy, que foi miraculosamente salvo. Mathews então fugiu, mas Billy jurou matá-lo mais cedo ou mais tarde.


    Contra ataque

    Dolan não ficou de braços cruzados e fez com que escolhessem George Peppin, um de seus empregados, para substituir o xerife Brady. Peppin rapidamente organizou o resto dos membros do bando Evans  e, com o apoio do bando dos Seven Rivers, bandidos que costumavam enfrentar Chisum, foram caçar os Reguladores.

    Em 29 de abril de 1878, Peppin e seus homens encontraram três dos Reguladores enquanto visitavam o rancho "Fritz". No tiroteio, Ab Saunders foi gravemente ferido e deixado para morrer, enquanto Frank Coe foi capturado. No dia seguinte, os membros do bando Seven Rivers: Tom Green, Charles Marshall, Jim Patterson e John Galvin foram mortos pelos Reguladores enquanto caminhavam por Lincoln. Além disso, Frank Coe conseguiu escapar depois de ser ajudado pelo vice-xerife Wallace Olinger, que abriu a porta da prisão e deu-lhe um revólver.

    Em 15 de maio, os Reguladores mataram Miguel Segovia, outro membro do bando dos Seven Rivers e o assassino de McNab. Naquela mesma semana, os Reguladores se juntaram a um jovem chamado Tom O'Folliard, que acabará se tornando o melhor amigo e companheiro inseparável de Billy the kid.

    Na tarde de 15 de julho de 1878, o que os jornais chamaram de "Guerra do Condado de Lincoln" atingiu seu clímax. Aproveitando o fato de os Reguladores terem chegado a Lincoln para visitar Alex McSween, os homens de Peppin cercaram a casa do advogado, forçando os homens de Billy a se entrincheirarem nela. Após vários dias de trocas de tiros, o que resultou na morte do regulador Tom Cullen e do assistente de Peppin; Charlie Crawford, o incansável Dolan, vendo que os bandidos de Peppin não eram suficientes para matar Billy e seus amigos, decidiu recorrer a algo mais contundente: o Exército dos Estados Unidos.


    A pedido de Dolan, o coronel Dudley, foi para o Fort Stanton, chegando à cidade no dia 18 com um destacamento de soldados e um canhão. Apesar da desproporção de forças, os homens de Billy continuaram resistindo até o dia seguinte ao pôr-do-sol. Os homens de Peppin queimaram a casa. Alex McSween, desesperado ao ver sua casa em chamas saiu pela porta com a intenção de se render, mas foi crivado de balas. Seu parceiro, Harvey Morris e Yginio Salazar, também tentaram sair pela porta, mas acabaram do mesmo jeito. Aproveitando a distração criada pelo tiroteio na porta, Billy e o resto do grupo foi atrás da casa e depois de um tiroteio que Billy matou o "xerife" Bob Beckwith, conseguiu escapar a pé, correndo para as colinas. Logo depois, eles roubaram alguns cavalos e foram para San Patricio, uma pequena cidade mexicana localizada ao sul de Lincoln.

    A vitória de Dolan na chamada "Guerra do Condado de Lincoln" foi total: a morte de McSween, o último adversário legal de sua política, deu-lhe o controle total do condado. A repercussão midiática do tiroteio foi tal que o presidente dos Estados Unidos destituiu o governador do estado, Samuel Axtell, substituindo-o pelo famoso general Lee Wallace, um homem determinado a impor a lei a qualquer preço. Os Reguladores, por outro lado, ainda estavam sendo perseguidos pelos homens de Peppin e tiveram que fugir constantemente. No início eles foram para a Reserva Apache em busca de refúgio, mas tentaram roubar alguns cavalos dos Apaches e  foram descobertos pelo agente de reserva, Morris Bernstein e seus assistentes, iniciando um tiroteio no qual Bernstein morreu. Mais uma vez, Billy e seus amigos foram forçados a fugir, finalmente se estabelecendo na vila de Tascoa, Texas. Uma vez lá, os primos Coe e Fred Waite deixaram o grupo, cansados ​​de tanto barulho e perigo.

    Em fevereiro de 1879, o governador Wallace decidiu decretar uma anistia para os participantes da "Guerra do Condado de Lincoln". Billy decidiu aceitar essa anistia e voltar com seu inseparável amigo Tom O'Folliard para Lincoln, o lugar mais parecido com uma casa que ele tinha. Para garantir que eles o deixassem começar de novo, Billy decidiu fazer as pazes com Dolan e seu ex-amigo Jesse Evans. Em 18 de fevereiro, ambas as partes se reuniram para discutir. Depois de um momento tenso em que Jesse Evans tentou desafiar Billy, ambas as partes finalmente chegaram a um acordo de "não-agressão" e foram celebrar nos corredores e tabernas da cidade.

    Mas após uma bebedeira e confusão num bar envolvendo Dolan,  Billy e seu amigo Tom O'Folliard não tiveram escolha senão intervir. Mas na confusão, um assassinato foi atribuído a Billy (que não foi verdade), e o governador se revoltou, expedindo um mandado de prisão. Billy teve que fugir do local, mas em 13 de março ele escreveu uma carta ao governador na qual ele se declarou inocente e prometeu testemunhar contra os verdadeiros assassinos em troca de um perdão oficial. O governador aceitou a proposta de Billy e ele se entregou 4 dias depois. Tom O'Folliard, que parecia a sombra de Billy, também se entregou à justiça sob os mesmos compromissos.


    Billy disse ao governador todos os detalhes de crimes cometidos nos últimos tempos pelos homens Dolan e ainda avisou que havia um novo bando de ladrões chamado "The Rustlers" e dirigido pelo ex militar confederado John Selman, que arrasou a região violando, roubando e matando qualquer um que encontrassem em seu caminho.

    Os depoimentos de Billy conseguiram que seu amigo Tom saísse anistiado dos processos de assassinato, mas ele mesmo não teve tanta sorte. O promotor do caso, William Rynerson, comprado por Dolan, tinha a missão de colocar uma corda no pescoço de Billy. O governador Wallace "esqueceu" sua promessa de perdão e deixou Billy abandonado na prisão para terminar seu famoso livro: "Ben Hur" (sim, aquele que deu origem aos filmes!!!).

    Vendo que ninguém se importava com a vida de um "fora da lei", Billy não tinha escolha a não ser fugir da prisão e voltar a viver como fugitivo. Sair da prisão foi fácil, seu amigo Tom O'Folliard conseguiu comprar os guardas e Billy saiu  como se estivesse saindo de sua casa. Billy deixou Lincoln e foi para Fort Summer, onde reencontrou seus velhos amigos Charlie Bowdre e Doc Scurlock. Para ganhar a vida, dedicou-se a roubar gado do poderoso Chisum, acusando-o de lhe dever dinheiro por sua intervenção no conflito contra Dolan.

    Em 10 de Janeiro de 1880, Billy duelou com Joe Grant, um valentão falastrão que começou insultando Billy enquanto ele bebia alguns uísques no salão com o irmão de Chisum. Billy o ignorou e decidiu deixar o local, mas Grant pegou o revólver tentando atirar nas costas dele. Billy teve sorte, porque a arma de Grant ficou presa e ele não atirou. Imediatamente Billy sacou seu revolver, matando-o instantaneamente. Sendo um caso óbvio de autodefesa, Billy não teve problemas legais com essa morte.

    Pat Garret e Billy the Kid

    Na mesma época do duelo, Pat Garrett é escolhido como novo xerife do condado de Lincoln. Billy conhecia Garrett há anos, nos dias em que Garrett trabalhava como vaqueiro no Fort Summer e ficou triste quando soube que a primeira missão confiada a seu velho amigo era capturá-lo. A escolha de Garrett não foi coincidência, não havia homem melhor para capturar Billy, Garrett conhecia os esconderijos de Billy e sabia onde encontrá-lo.


    Em 18 de Dezembro de 1880, Pat Garrett foi para o Fort Summer atrás de Billy (que estava residinho no local, porém havia saído). Billy entrou na aldeia com seus amigos Dave Rudabaugh, Tom O'Folliard, Billy Wilson e Tom Pickett. Os homens de Garrett saíram das sombras e atiraram no homem que avançava à frente do grupo, achando que era Billy, mas acertaram Tom O'Folliard. Billy e o resto escaparam da cidade, deixando Tom morto. A morte de seu melhor amigo foi um duro golpe para Billy, a partir de então ele não seria o mesmo.

    Garrett continuou sua busca intensa por Billy e conseguiu localizá-lo em uma casa na cidade de "Stinking Springs". Novamente, os homens de Garrett se entocaram nas sombras, prontos para atirar em qualquer um que saísse da casa. A vítima que saiu primeiro foi Charlie Bowdre, que foi seriamente ferido pelos tiros recebidos e morreu pouco depois nos degraus da entrada. Billy tentou escapar com os cavalos, mas Garret era esperto e matou os cavalos anteriormente.

    Billy e seus homens não tinham escolha senão se render e se render a Garrett, que os levou para o Fort Summer. No dia seguinte, eles foram embarcados em um vagão de trem e levados para Las Vegas para serem julgados. Em 26 de dezembro, Billy e seus homens chegaram a Las Vegas causando uma grande sensação, milhares de espectadores chegaram para ver o famoso e jovem fora-da-lei. As entrevistas na prisão se seguiram e forneceram o material para fazer sua biografia. As autoridades estaduais decidiram que Billy deveria ser julgado em Santa Fé e os presos foram transferidos de trem para aquela cidade. Acorrentado como se fosse um animal, as chances de que Billy pudesse escapar das prisões daquelas grandes cidades eram nulas.

    Billy foi condenado por várias acusações de homicídio e, posteriormente, condenado a ser transferido para Lincoln para ser julgado por outros crimes. O transporte foi escoltado pelos homens de Dolan, que aguardavam qualquer oportunidade para colocar uma bala na cabeça de Billy. Ele não se permitiu provocar, mostrando um bom humor e conseguindo chegar vivo a Lincoln em 21 de março de 1881.

    Billy sabia que, se ele não escapasse da prisão em Lincoln, acabaria pendurado na forca. Ele decidiu esperar pela oportunidade e tirar vantagem disso ou morrer tentando. Em 28 de abril, a chance de escapar finalmente se apresentou e Billy. Enquanto um de seus dois guardas ia jantar, Billy pediu ao único guarda que o observava para deixá-lo ir ao banheiro. No banheiro, havia uma arma que um amigo havia deixado lá. Com a arma na mão, Billy matou o guarda e fugiu pela a rua. O outro guarda veio correndo, mas Billy atirou nele com uma espingarda, vingando os golpes e abusos que este  guarda tinha infligido a ele por semanas. Depois de se vingar, Billy roubou um cavalo e fugiu de Lincoln.
    Em vez de fugir diretamente para o México, Billy ficou na área e decidiu ir para Fort Summer para coletar dinheiro que ele havia escondido lá. Uma vez lá, Billy se sentiu seguro e decidiu ficar lá por alguns meses. "O menino" não sabia que Garrett estava de volta e sabia onde encontrá-lo. Billy estava escondido na casa de seu amante, Paulita Maxwell e foi precisamente lá que Garrett o encontrou depois de perguntar aos moradores do Fort Summer. Em 14 de julho de 1881, Garrett entrou na casa da garota de Billy à noite. Este não estava dentro porque ele tinha ido ver alguns amigos e Garrett decidiu esperar por ele dentro do quarto. Quando Billy entrou na casa, estava escuro e ao entrar no quarto e ao ver um homem nas sombras perguntou em espanhol: Quem é? Garrett respondeu com dois tiros de revólver, um dos quais atingiu-o no coração e matou-o em um minuto. Kid estava desarmado e não teve oportunidade de se defender.

    No dia seguinte, os amigos de Billy deram-lhe um funeral emocionante, enterrando-o ao lado dos túmulos de seus amigos Tom O'Folliard e Charlie Bowdre. Billy morreu com apenas 20 anos, mas sua vida começou a se tornar uma lenda. Pat Garrett decidiu aproveitar esse assassinato vendendo um livro biográfico sobre Billy intitulado: "A verdadeira vida de Billy the Kid". Longe de dar fama, seu assassinato a sangue frio de Billy fez dele uma pessoa muito odiada. Ele foi morto por um homem chamado Jesse Wayne em 1908. Algumas fontes afirmam que o verdadeiro assassino era o amigo-rival Billy, Jesse Evans.

    Billy não era um assassino a sangue frio que matava sem razão. A própria lei que o perseguia era corrupta. Não há como fazer um julgamento moral de Billy sem antes entender como funcionava o meio que ele vivia.

    E como todo mito que se preze, há teorias em torno do seu nome. Uma delas é de que Pat o libertou, pela amizade que tinham. Esta teoria ganhou força pelo testemunho de Jesse Evans, desaparecido desde 1882, ele reapareceu em 1948 e disse que os bandidos envolvidos na Guerra de Lincoln, Jim McDaniels e Billy the Kid, se esconderam. Billy passou a viver com o nome de Ollie P Roberts e que morava no Texas. Os historiadores não acreditavam nessa história e nem a investigavam seriamente, deixando a sombra da dúvida até hoje.

    Afinal...imprima-se a lenda?


    Abaixo, uma dica de um filme lançado pela Classic Line sobre o personagem Billy the kid. O filme pode ser comprado nas melhores lojas e no próprio site da empresa (Aqui).

    🎬 Duelo sangrento (1950)

    Título original: The Kid from Texas
    Diretor: Kurt Neumann
    Com:Audie Murphy, Gale Storm, Albert Dekker

    U+21F0.gif Sinopse:

    Com 21 anos e já com 21 mortes, Billy, esperando aposentar suas armas, arruma um emprego, entretanto, tudo muda quando seu patrão é assassinado. Billy retoma as armas e sai em busca de vingança, é quando o xerife Pat Garrett (Frank Wilcox) entra em cena e sai em seu encalço. Enquanto isso, Billy acaba sentindo uma forte atração por Irene Kain (Gale Storm).


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top