• ÚLTIMAS...

    LIMITE DE SEGURANÇA (1964) - FILM REVIEW

    Hoje vamos falar um pouco de um grande clássico dos anos 60. Mas não há como falar da criatura, sem falar do criador: Sidney Lumet. Um dos monstros sagrados do cinema, é um dos realizadores que mais fizeram obras primas no cinema. Conheçam um pouco de sua vida.

    Sidney Lumet é um conhecido diretor de cinema de Hollywood , famoso por ter contribuído enormemente para a indústria ao longo de sua carreira, com mais de 50 filmes em seu currículo. Ele nasceu em 25 de junho de 1924 na cidade de Filadélfia, localizada dentro do estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos da América. Sua família era descendente de judeus poloneses, seu pai era um ator de teatro chamado Baruch Lumet e sua mãe uma bailarina chamada Eugenia Wermus . Neste ambiente, Sidney cresceu muito influenciado pelas artes em geral.

    Teve seu início no teatro como ator  quando tinha quatro anos de idade. Sua vida artística começou no Teatro de Arte Yiddish , onde permaneceu representando as obras mais variadas até meados dos anos 50.  Por sua excelente graduação, ele resolveu dedicar-se a arte, rompendo seu momento acadêmico. 
    Também relativamente cedo em sua carreira, Lumet dirigiu sua primeira obra prima, 12 homens e uma sentença, em 1957. Imediatamente após a exibição deste, sua carreira decolou. À partir desse momento, ele não parou de dirigir filmes de longa-metragem e estes sempre foram apreciados por sua grande qualidade de direção e representação. Ao longo dos anos 60 , ele conseguiu para encher as salas com filmes como " Longa jornada noite adentro" 1962, " Homem do prego" 1964, " Limite de segurança" 1964 e " O Grupo " 1966. 

    Nos anos 70 mostrou que não era mesmo um cineasta de momento. Em 1973  lançou " Serpico " um filme policial com Al Pacino interpretando o personagem real Frank Serpico, que embarcou na terrível missão de desenrolar toda a corrupção dentro de seu departamento de polícia.

    Indicado cinco vezes ao Oscar, quatro por direção e uma por roteiro adaptado, Lumet nunca venceu. Um absurdo que mostra como o Oscar não tem valor algum para o bom cinema. Sua grande trajetória dentro do cinema foi reconhecida em 2005 , quando a Academia o presenteou com uma estatueta como uma homenagem ao conjunto da obra. 

    Ao New York Times, em 2007, Lumet falou sobre o reconhecimento tardio da Academia do Oscar. "Eu queria um, diabos, e senti que eu merecia um.".
    O diretor, produtor e ator  morreu nesta manhã em 2011 aos 86 anos, vítima de um linfoma. Ele estava em sua casa, em Manhattan. 
    "O objetivo de todos os filmes é entreter, mas o tipo de filme em que eu acredito vai um passo adiante, compele o espectador a examinar uma faceta ou outra de sua própria consciência"
    Falha segura...

    Depois da crise dos mísseis cubanos de 1962, a Guerra Fria ameaçava o mundo. A III Guerra Mundial não parecia apenas possível, parecia inevitável. O ano de 1964 viu o lançamento de dois filmes relacionados a esse conceito, ambos da Columbia e cada um dirigido por um diretor famoso no início de sua carreira. Stanley Kubrick dirigiu a obra-prima Dr. Fantástico, e conseguiu convencer o estúdio a lançar seu filme. Limite de segurança de Sydney Lumet seria lançado meses depois, deixando-o à sombra de seu antecessor mais famoso. Embora tenha recebido críticas calorosas, o público permaneceu afastado, talvez incapaz de levá-lo tão a sério quanto deveria, depois da abordagem de Kubrick. Até mesmo Henry Fonda, que estrelou o filme, disse que não achava que ele poderia ter interpretado suas cenas como o presidente de forma séria se já tivesse assistido Dr. Fantástico. Décadas depois, Limite de segurança pode ser visto com muita mais que um thriller tenso, claustrofóbico. Ele é um grande clássico sobre a Guerra Fria.

    Depois de algumas cenas de abertura que introduzem o público aos personagens principais, a ação começa quando um avião comercial  aciona um alerta no centro de comando nuclear americano. Aviões de combate voam para identificar a origem da nave enquanto os bombardeiros americanos se posicionam. Uma vez que o avião é identificado, uma mensagem  é enviada para todos, mas uma falha mecânica acoplada à transmissão, gerou interferência fazendo com que um código de ataque errôneo fosse transmitido para um dos grupos de bombardeiros. Incapaz de se comunicar com base e com seus códigos de ataque confirmados, o voo de bombardeiros define curso para o seu alvo, que foi verificado como Moscou.
    Fora as cenas de abertura e de uma montagem no clímax, quase todo o filme acontece em apenas três salas. O presidente está em um bunker sob a Casa Branca e em contato constante com o centro de comando nuclear e o Pentágono e é destes três locais que o futuro da humanidade é debatido. Alguns no Pentágono, liderados pelo professor Groeteschele (Matthau), querem aproveitar a situação atual para lançar um primeiro ataque, enquanto outros se inclinam mais para a cooperação. Os membros das forças armadas, mesmo aqueles que não desejam iniciar uma guerra, se arrepiam e se esforçam sob a pressão de cooperar com os russos com finalidade de deter os aviões que transportam soldados americanos. Depois de toda a conversa e debate, o peso da responsabilidade recai sobre o presidente.

    O elenco é formado por rostos famosos, como de habitual na obra de Lumet. Fonda faz o presidente. Ele é gentil e comanda com pulso ao mesmo tempo. É a voz da razão e responsabilidade. Larry Hagman é um tradutor. Matthau, famoso por suas comédias, começou sua carreira em papéis mais sombrios como este. Ele é frio e calculista como o estatístico, argumentando veementemente por uma postura agressiva. Este foi um dos últimos filmes em que Walter interpretou um vilão.

    A maior diferença entre esse filme e o Dr. Fantástico é, além do tom sério,  o ataque é causado por uma falha mecânica, enquanto no filme de Kubrick, é causado por um homem. 


    "Limite de segurança" foi refeito para a TV em 2000, produzido por George Clooney. Stephen Frears dirigiu um elenco incluindo Richard Dreyfuss como o Presidente, Noah Wyle como seu tradutor, Brian Dennehy, Sam Elliot, James Cromwell, Hank Azaria, Norman Lloyd, Don Cheadle, Clooney e Harvey Keitel. Walter Cronkite, e em preto-e-branco. 

    Mas a falha de 64 continua insuperável.


    Classicline lançou este filme que pode ser adquirido clicando no nome da empresa ao lado. E não deixem de seguir eles nas redes socais, para ficarem sabendo das recorrentes promoções bem convidativas.

    🎬 Limite de segurança (1964)

    Título original: Fail Safe
    Direção: Sidney Lumet
    Com: Henry Fonda, Walter Matthau, Fritz Weaver
    U+21F0.gif Sinopse:

    Em plena Guerra Fria, com Estados Unidos e União Soviética competindo ferozmente pela hegemonia mundial, um erro de computador hostiliza ainda mais essa relação complicada. Por uma falha técnica no sistema do órgão estratégico de defesa nuclear dos Estados Unidos, uma frota de aviões recebe a ordem de destruir a cidade de Moscou com duas bombas atômicas. Com pilotos treinados para não receberem ordem verbais e com o procedimento de destruição em curso, o presidente americano (Henry Fonda) e sua equipe de segurança lutam contra o tempo, já que os russos prometeram destruir Nova York caso o lançamento aconteça.

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top