DESOBEDIÊNCIA (2017) - FILM REVIEW


Duas perdidas numa noite suja

"Desobediência" é um filme, basicamente, sobre duas mulheres perdidas em seus mundos, agindo já desesperançosamente em relação a tomar atitude para uma mudança de rumo em suas vidas. E é neste momento que se (re)encontram e enxergam e sentem que algo intenso surge em meio ao caos emocional que se encontram suas vidas.

O filme é uma adaptação do livro homônimo de Naomi Alderman. O livro é o debut literário da escritora, que ocorreu em 2006. Com ele vieram premiações. O diretor chileno  Sebastián Lelio, de Uma mulher fantástica, também faz aqui seu primeiro trabalho em inglês. 

Rachel Weisz, que também é uma das produtoras do filme, protagoniza o filme. Ela faz uma fotógrafa que reside há anos em Nova York depois de problemas familiares graves. Quando perde o pai, que era rabino e não mantinha contato, ela se abala emocionalmente. Por conta deste evento, ela retorna à comunidade onde foi criada. 


No retorno, ela revê os amigos Dovid (Alessandro Nivola) e Esti (Rachel McAdams), que estão casados. E ela se surpreende com a mudança da sua amiga, que antes era "bem pra frente" e agora é uma esposa ortodoxa, enquanto Dovid substituirá Rav, pai de Ronit.

O retorno de Ronit causa certo incômodo na comunidade, pois o motivo de sua partida foi justamente a paixão adolescente entre ela e Esti. Mesmo assim, Dovid a hospeda em sua residência, proporcionando uma tensão (inclusive sexual) crescente neste triângulo que se forma.

Incrível a interpretação que Weisz, principalmente. Sua personagem parece prestes a explodir. As emoções à flor da pele são visíveis e sentidas pelo telespectador. A cena de sexo entre as duas é de uma entrega tamanha, que você pensa estar diante de um casal que se ama desde sempre e sempre quis/desejou/precisou chegar à aquele climax, não importando quais consequências teriam. Mais impressionante ainda é que a cena, extremamente sexual, não há sequer nudez, mostrando a habilidade do diretor em contar a história favorecendo o lado emocional.


As questões religiosas não são discutidas, o que se revela um acerto que não desvia do foco do filme. Mesmo que a trama flerte com este universo. Alessandro Nivola dá um show neste que talvez seja sua melhor interpretação.

Mas ainda sim, o filme é de Rachel. Cada frame é cercado de culpa e do peso que a levou até este momento. Chega a ser sufocante. É como se ela precisasse gritar incessantemente num travesseiro, desabafando tudo que a atormenta. Toda sua angústia é traduzida apenas com o olhar. Mesmo que Esti seja o personagem mais complexo, pois suas decisões afetam mais pessoas, tornando assim, sua entrega mais tortuosa.

No fim, o filme é uma triste e reprimida história de amor entre duas pessoas unidas pelo amor e separadas pelos obstáculos sociais e religiosos.


A Sony Pictures Home Entertainment lançou DESOBEDIÊNCIA em DVD no dia 19 de setembro.
É um drama que discute temas bastante em voga no mundo contemporâneo: romance feminino, sexualidade e lugar da fé e tradição.

DESOBEDIÊNCIA
(DISOBEDIENCE)

Sinopse

A fotógrafa Ronit (Rachel Weisz) retorna para a cidade natal pela primeira vez em muitos anos em virtude da morte do pai, um respeitado rabino. Seu afastamento foi bastante abrupto e o reaparecimento é visto com desconfiança na comunidade, mas ela acaba acolhida por um amigo de infância (Alessandro Nivola), para sua surpresa atualmente casado sua paixão de juventude, Esti (Rachel McAdams).

Ficha técnica:

Gênero: Drama
Direção: Sebastián Lelio
Elenco: Rachel Weisz, Rachel McAdams, Alessandro Nivola e Anton Lesser
País: Estados Unidos
Ano de produção: 2018

Informações da edição

DVD Simples
Duração: 113 minutos
Formato de tela de filme: Widescreen 2.39:1 Anamórfico
Áudio: INGLÊS (DD 5.1)
Legendas: INGLES (SDH) ESPANHOL, PORTUGUÊS
Preço sugerido: R$ 39,90
Data de lançamento: 19 de Setembro de 2018
Classificação indicativa: 14 anos

Bônus

 Não há bônus neste disco.


 
Tecnologia do Blogger.