• ÚLTIMAS...

    DE VOLTA À ESCOLA DE HORRORES (1987) - FILM REVIEW


    De volta à escola dos horrores é mais um exemplar do cinema de horror dos anos 80, do sub-gênero chamado Slasher, que inundou aquela década.

    Para quem não sabe, Slasher quase sempre envolvendo assassinos psicopatas que matam aleatoriamente. Os filmes sempre pecam em vários sentidos em sua produção tanto no roteiro quanto na atuação, edição, fotografia, música, mas sempre envolvem muito sangue. Normalmente são feitos com baixo orçamento, daí são constantemente nomeados como "terror b".

    O nome "slasher" foi criado porque o princípio básico do filme é um serial killer com uma máscara ou fantasia que vai coletando vítimas e mais vítimas ao longo do filme, até ser revelada sua identidade misteriosa.


    O auge e a queda

    O ápice do Slasher foi a década de 80 com a franquia Sexta-Feira 13 (1980), Dia dos Namorados Macabro (1981), Acampamento Sinistro (1983), A Hora do Pesadelo (1984) entre outros, que rechearam a imaginação de uma geração fissurada em terror. Infelizmente o tema foi tão explorado, que ao final dos anos 80 ninguém aguentava mais ver tanta matança, usavam o mesmo roteiro para todos os filmes, os finais não surpreendiam mais, e então o Slasher adormeceu, dando lugar para filmes de artes marciais e ação futurista.

    Depois de alguns anos adormecido, o gênero retorna com um novo rosto. Ghostface transforma uma simples vingança em uma loucura de proporções gigantescas. Agora a mocinha, que no meio do filme aos olhos curiosos da câmera se torna uma mulher, é guerreira e forte, não apenas luta por sua vida, mas transforma as perseguições em gosto de quero mais. O segredo envolvendo a trama, as inesquecíveis regras para se sobreviver em um filme de terror, a sátira dos clichês usados em filmes anteriores, fizeram de Pânico (1996) uma obra prima dos Slashers. Wes Craven conseguiu revitalizar o gênero esquecido.

    Graças a Pânico (1996) o terror em modo geral renasceu. Víamos inúmeros títulos nas prateleiras das locadoras transbordando abordagens novas. Os fãs suspiraram aliviados, afinal quase dez anos sem grandes novidades. Mas o que era bom durou pouco. Inclusive, as capinhas são todas iguais, com vários rostos em close, com um fundo geralmente escuro, e a arma usada pelo assassino sobrepondo tudo...Ao mesmo tempo em que franquias eram lançadas, os mesmos erros eram cometidos como no passado: mesmos roteiros, finais parecidos, mocinhas chorosas. Mas quem disse que deixamos de gostar?

    O filme

    A história do filme "De volta à escola de horrores" é a seguinte: Uma empresa cinematográfica chamada Cosmic Pictures  decide fazer um filme sobre  fatos ocorridos na Crippen High School, anos antes, porém os membros do elenco vão desaparecendo um a um sem deixar rastro.

    A grande sacada da produção é que você nunca sabe se esta assistindo às filmagens do longa sobre os assassinatos ou está vendo um crime sendo cometido, sendo surpreendido o tempo todo com uma reviravolta a cada cena. O filme conta ainda com uma ponta do então desconhecido George Clooney. Além de ser o primeiro filme dele, também é a estreia de Philip McKeon.

    Esta produção nada tem a ver com o Horror High de 1973 como sugerem  os títulos originais. Este foi o primeiro e único filme dirigido por Bill Froehlich, que realizou depois alguns poucos episódios de séries e um documentário feito para a tv.


    Start Home Vídeo trás uma evolução para os dvd's "autorados" trazendo profissionalismo e padrão para atender da melhor forma possível os fãs do colecionismo. O intuito da emprese é disponibilizar no mercado os dvd's que não foram lançados ou que estão fora de catalogo.

    Peça seu filme através dos contatos:
    De Segunda a Sexta das 9 Hrs. as 17 Hrs. 

    Facebook: START HOME VIDEO

    Abaixo, vejam fotos do "De volta à escola de horrores" que eles disponibilizaram para compra.






    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top