• ÚLTIMAS...

    VERSAILLES 1ª TEMPORADA - SÉRIE REVIEW


    Versailles é uma série de tv histórica e biográfica que se passa durante a construção do Palácio de Versalhes no reino de Luís XIV no século XVII, em 1667. Ela  explora a mente do absolutista francês Luís, que se impôs como monarca ainda muito jovem. A trama  aborda como o trauma que ele sofreu durante uma guerra civil francesa, que aconteceu quando ele tinha 10 anos, moldou seu perfil psicológico e muitas das decisões que ele tomou como líder do país. 

    Criada por Andre e Maria Jacquemetton (Mad Men), mas não tendo seus nomes divulgados como criadores da série devido a questão do orçamento, pois, mesmo tendo apenas 10 episódios, a série francesa tem a produção mais cara da história. E para isso acontecer, todo o roteiro foi reescrito por Simon Mirren (Criminal Minds) e David Wolstencroft (Spooks).

    A história começa com o Rei Luís XIV (George Blagden, Vikings), que espera se tornar o maior Rei da história da França. "Escondido" em Versalhes com uma grande parte da corte. Moram nesse vilarejo desde que a Rainha regente morrera, pois, sem um Rei forte para governar a França, os nobres começaram a tomar controle de tudo, e em Paris não era o lugar ideal para a realeza ficar, então para Luís sobreviver, precisaram criar uma base no vilarejo.


    Embora tenha, evidentemente, o maior destaque na série, o rei passa longe de ser o único protagonista. Dentre outros personagens notórios, estão Philippe d’Orléans (Alexander Vlahos), seu irmão caçula e famoso estrategista de guerra; Alexandre Bontemps (Stuart Bowman), seu fiel valete; Henrietta da Inglaterra (Noémie Schmidt), sua diplomática cunhada e amante; e a estudiosa Claudine Masson (Lizzie Brocheré), parteira que se torna médica exclusiva do rei. Todos trazem, com suas respectivas singularidades, um teor de contemporaneidade ao enredo indubitavelmente histórico.

    Um dos grandes diferenciais da série é a representação realista de Philippe, o irmão mais novo do rei. Na vida real, além de ser um temível comandante no campo de batalha, o duque de Orléans era abertamente gay e se vestia com roupas femininas, fato que, curiosamente, resultava na descrença de seus oponentes quanto à capacidade de Philippe. Ele também tinha um amante de longa data, Chevalier de Lorraine (Evan Williams), que faz parte do elenco principal e é igualmente importante para o enredo.

    O Palácio de Versalhes é um castelo real localizado na cidade de Versalhes, subúrbio de Paris. Desde 1682 até 1789, ano em que teve início a Revolução Francesa, foi o centro do poder do Antigo Regime em França. A sua localização deve-se à procura de um local afastado dos grandes centros, devido ao grande tumulto de pessoas e doenças nas grandes cidades, nomeadamente Paris. Mandado construir pelo rei Luís XIV, que resolveu ampliar o pavilhão de caça de Luís XIII , a partir de 1664, veio mais tarde a tornar-se, em 1682, a residência oficial do monarca e também o símbolo da monarquia absoluta, sustentada pelo rei. Considerado o maior palácio da época, o Palácio de Versalhes possui uma ampla extensão que ocupa mais de 100 hectares, possuindo 700 quartos, 352 chaminés, 1250 lareiras, 67 escadas, 2153 janelas e um parque de 700 hectares. Pela sua opulência e grandiosidade, tornou-se o mais luxuoso de toda a Europa, tendo sido, por inúmeras vezes, copiado. Foi projectado pelo arquitecto francês Louis Le Vau, sendo concluído por Jules Hardouin-Mansart, após a morte do primeiro. 


    O Palácio de Versalhes era bastante conhecido pela sua ostentação e riqueza. Alguns historiadores lançaram relatórios que estimavam o custo para a manutenção do palácio. Segundo esses relatórios, a manutenção do palácio consumia somas exorbitantes, 25% do rendimento do governo francês. Porém outros estudiosos discordam desses relatórios, afirmando que esse número seria inflacionado, a fim de aumentar as extravagâncias da família real. A hipótese mais provável é que os custos não ultrapassassem os 6%, tendo uma média geral de cerca de 3,5%. Era o local perfeito para se viver luxuosa e ricamente, onde um exército de empregados servia aristocratas, clérigos, o rei e a sua família. De acordo com um relatório de 1744, refere um número de dez mil pessoas, incluindo empregados, que residiam no lugar. . Nele caberia a população de uma cidade, de acordo com a obra A Sociedade de Corte.


    Um dos espaços principais do Palácio é a Galeria dos Espelhos da responsabilidade de Jules Hardouin-Mansart, trata-se de uma sala conhecida internacionalmente pela assinatura do Tratado de Versalhes, após o fim da Primeira Guerra Mundial. Consiste num grande espaço envolto por espelhos na sua estrutura tendo o teto em formato de um arco revestido de dezessete espelhos que refletem a vista das imensas janelas que o compõem. No século XVII, os espelhos eram um dos mais dispendiosos elementos que se podia possuir e na época, a República de Veneza controlava o monopólio e a manufatura dos mesmos. Com o objetivo de  manter a integridade da sua filosofia de mercantilismo, a qual requeria que todos os elementos usados na construção de Versalhes fossem feitos na França, Jean-Baptiste Colbert atraiu vários trabalhadores de Veneza para fazer espelhos na Fábrica Gobelins para uso em Versalhes.

    Em 1837 o castelo foi transformado em museu.  O palácio está cercado por uma grande área de jardins, uma série de plataformas simétricas com canteiros, estátuas, vasos e fontes trabalhados, projetados por André Le Nôtre.


    Conheçam 5 séries de época imperdíveis como Versailles:


    Aos 25 anos, Elizabeth II (Claire Foy), acaba de se casar e recebe a mais importante missão de sua vida: se transformar na rainha da Inglaterra. Essa não será tarefa fácil, pois precisa enfrentar relações difíceis com políticos como o primeiro-ministro Sir Winston Churchill (John Lithgow) e em casa com o marido, Príncipe Philip (Matt Smith), que acha humilhante ter de se curvar diante da esposa-rainha.

    Mary é a jovem rainha da Escócia e passou metade da vida escondida em um convento. Após uma tentativa de homicídio foi enviada à França para se casar com o futuro rei, o príncipe Francis. A união foi determinada quando ainda eram crianças e a tarefa deveria ser simples: eles se casariam, unindo os dois países. No entanto, a moça acabará descobrindo que sua estadia na corte francesa não terá nada de simples. Em meio a intrigas, profecias, mistérios e muito romance, Mary deverá encontrar uma forma de salvar a si mesma e o seu país.

    Na Inglaterra de 1464, antes da Dinastia Tudor assumir o poder, a luta pelo trono era travada entre dois lados da mesma família: os York e os Lancaster. Dos York, o jovem e belo Eduardo IV é coroado rei, com a ajuda do manipulador Lorde Warwick (James Frain). Mas quando ele se apaixona por Elizabeth Woodville (Rebecca Ferguson), do clã Lancaster, todo o plano de Warwick pode ir por água abaixo. Uma história de amor, sedução, assassinato e traição de uma das eras mais turbulentas da Inglaterra, contada pela visão de três mulheres tão belas quanto fortes: Elizabeth Woodville, Margaret Beaufort (Amanda Hale) e Anne Neville (Faye Marsay). 

    Baseada na sórdida saga da Família Bórgia, uma das mais lembradas famílias da história, a crônica se passa na Itália do século XV, durante o auge do Renascimento. A série começa no momento em que o patriarca Rodrigo Bórgia (Jeremy Irons) é elevado a Papa, dando início a um grande e cruel jogo de intrigas e disputas. Todos os pecados são cometidos em nome do poder, influência e riqueza para sua audaciosa família.


    A esplêndida Inglaterra do Século XVIII era reinado de Henrique VIII (Johnathan Rhys Meyers). A série começa quando ele ainda está tentando alcançar o trono, à medida que se distancia de sua esposa e apaixona-se por Ana Bolena (Natalie Dormer). Auxiliado pelo Cardeal Wolsey (Sam Neill), ele chegou ao poder e manteve-se forte apesar das intrigas e armações. Na sua vida privada, ele tenta criar uma maneira de se divorciar de Catarina de Aragão (Marye Doyle Kennedy) para se casar com Ana Bolena, em meio a muitas disputas políticas e esquemas.


    A Universal Pictures Home Entertainment lançou no dia 11 de Julho, a primeira temporada de "Versailles", série de TV criada por Simon Mirren e David Wolstencroft e estrelada por George Blagden. A série chega nas lojas no formato DVD.

    VERSAILLES - 1ª TEMPORADA
    (Versailles Season 1)

    Gênero: Drama
    Direção: Simon Mirren, David Wolstencroft
    Elenco: George Blagden, Alexander Vlahos, Tygh Runyan
    País: França
    Ano de produção: 2015
    DVD Colorido
    Duração: Aproximadamente 50 minutos cada episódio
    Formato de Tela: Widescreen 1.78:1 Anamórfico
    Áudio: INGLÊS (DD 5.1)
    Legenda: INGLÊS (SDH), PORTUGUÊS
    Classificação Indicativa: 16 anos
    Contém os Episódios:
    DISCO 1: Ep. 01, Ep. 02, Ep. 03
    DISCO 2: Ep. 04, Ep. 05, Ep. 06
    DISCO 3:  Ep. 07, 08
    DISCO 4: Ep. 09, Ep. 10

    Data de lançamento: 11 de Julho de 2018
    Preço Sugerido: R$ 99,90


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top