• ÚLTIMAS...

    MARIA MADALENA (2018) - FILM REVIEW



    Como sempre digo, gosto de produzir textos úteis e informativos sobre o mundo que cerca a do filme em questão.  Não sou fã de simplesmente indicar ou não um filme, pois acho que todo filme merece ser conhecido, por pior que pareça, pois a percepção de uma obra é individual. 

    O filme em questão hoje é Maria Madalena. Portanto, antes de falarmos do filme, vamos contar um pouco do que se sabe sobre uma das mulheres mais famosas da Bíblia.

    Maria

    Ela é descrita no Novo Testamento como uma das discípulas mais dedicadas de Jesus Cristo. É considerada santa pelas diversas denominações cristãs e sua festa é celebrada no dia 22 de julho.  "Madalena" não era o seu sobrenome, como popularmente se acredita. No seu tempo de vida o conceito de "sobrenome" não existia entre o povo judeu. O nome Madalena na realidade é um adjetivo que a descreve como sendo natural de Magdala, cidade localizada na costa ocidental do Mar da Galileia.

    Maria Madalena foi contemporânea de Jesus Cristo, tendo vivido no Século I. O testemunho de Maria Madalena é encontrado nos quatro Evangelhos: “Os doze estavam com ele, e também mulheres que tinham sido curadas de espíritos maus e de doenças. Maria, dita de Mágdala, da qual haviam saído sete demônios…” (sete é um número simbólico e, na Bíblia, significa a totalidade). Após ter sido curada por Jesus, Maria Madalena coloca-se a serviço do Reino de Deus, fazendo um caminho de discipulado, que a levou até ao momento mais difícil de sua vida, presenciando a crucificação de Cristo. Porém, Maria foi a primeira testemunha da Ressurreição de Jesus: “Então, Jesus falou: ‘Maria!’ Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: ‘Rabûni!’ (que quer dizer: Mestre)” (Jo 20,16). A partir deste encontro com o Ressuscitado, Maria Madalena, discípula fiel, viveu uma vida de testemunho e de luta pela santidade.


    Madalena

    O filme Maria Madalena, lançado neste ano, direciona os holofotes sobre uma das versões da trajetória desta figura fundamental à história do cristianismo. Na obra dirigida por Garth Davis, ela aparece como uma fiel seguidora de Cristo. Mais do que isso, uma mulher à frente de seu tempo, que desafia a sociedade patriarcal da época, contrariando seu pai ao decidir se tornar uma discípula. Isso causa conflito com os outros discípulos masculinos, incluindo São Pedro . Maria segue Jesus todo o caminho até a ressurreição .

    A produção sugere que Maria era provavelmente uma mulher muito inteligente, engenhosa, que rejeitava as normas masculinas de casamento e filhos estabelecidas para ela e insistia em seguir a Jesus. Foi isso que a levou a ser (pelo menos inicialmente) condenada como louca ou possuída. Quando ela assume sua nova posição entre os apóstolos, o filme sugere que ela de fato se torna a aluna favorita e confidente.


    Garth Davis, que havia feito apenas um trabalho na direção (Lion: Uma Jornada Para Casa, que concorreu a 6 Oscars), tem aqui seu segundo filme, e com "pedigree" para premiações, já que no elenco estão Rooney Mara (que já concorreu a 2 Oscars), Joaquin Phoenix (que concorreu a 3 Oscars) e Chiwetel Ejiofor (que concorreu a um em 12 Anos de Escravidão).

    Foi o último filme cuja trilha sonora foi composta por Jóhann Jóhannsson, que veio a falecer em fevereiro de 2018, aproximadamente um mês antes da estreia do longa-metragem. Ele havia feito, recentemente, trilhas de filmes como A chegada e Sicário.

    O roteiro assinado por duas mulheres, Helen Edmundson e Philippa Goslett, mostrando a urgência atual da representatividade feminina nas produções, bem como o olhar menos masculino nos filmes (vide a versão feminina de 11 homens e um segredo). A ideia por trás do longa não é apenas apresentar estes eventos históricos sob a ótica da mulher, mas também modificar a imagem da mesma perante o mundo.

    Madalena é um personagem feminista, ainda que numa sociedade que não deixava margem para contestações. Resta saber agora se o filme será lembrado daqui há uns anos como obra polêmica ou contestadora, como A última tentação de Cristo ou Paixão de Cristo.


    A Universal Pictures Home Entertainment lançou, também no início do mês de agosto, "Maria Madalena" em DVD. "Maria Madalena" traz uma nova maneira de enxergar uma das mais importantes figuras da história. 
      
    MARIA MADALENA
    (MARY MAGDALENE)

    Sinopse

    A história de uma das figuras mais enigmáticas e incompreendidas da história bíblica: Maria Madalena (Rooney Mara). Em busca de uma nova maneira de viver, contrariando as pressões da sociedade, sua família e o machismo de alguns apóstolos, a jovem pescadora junta-se a Jesus de Nazaré (Joaquin Phoenix) em sua incansável missão de propagar a fé.

    Ficha técnica:

    Gênero: Drama/Biografia
    Direção: Garth Davis
    Elenco: Rooney Mara, Joaquin Phoenix e Chiwetel Ejiofor
    País: UK
    Ano de produção: 2018

    Informações da edição

    DVD Colorido
    Duração: 119 minutos
    Formato de Tela: Widescreen 2.20:1 Anamórfico
    Áudio: INGLÊS (DD 5.1), ESPANHOL (DD 5.1), PORTUGUÊS (DD 5.1)
    Legenda: INGLÊS (SDH), ESPANHOL, PORTUGUÊS
    Classificação Indicativa: 12 anos
    Data de lançamento: 01 de Agosto de 2018
    Preço Sugerido: R$ 39,90

    Bônus

    Maria Madalena: O Elenco; Dirigindo Maria Madalena


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top