• ÚLTIMAS...

    10 COMÉDIAS BASEADAS EM INCRÍVEIS HISTÓRIAS REAIS


    É absolutamente incomum filmes baseados em histórias reais serem levados ao cinema através do humor. Na lista abaixo, citamos 10 ocasiões que isto acontece e mostramos o caso real, com fotos das pessoas reais envolvidas.
    Boa leitura:

    Desde a primeira série na escola um grupo de cinco amigos têm um hábito curioso, que realizam pelo menos uma vez ao ano: brincar enlouquecidamente de pega-pega, correndo em uma partida alucinante para ser o último homem de pé ao final da brincadeira, arriscando seus empregos e relacionamentos. Neste ano, que coincide com o casamento do jogador invicto da trupe, eles farão de tudo para derrubá-lo no momento de vulnerabilidade.


    Na vida real: Eram 10 amigos, e ainda que não fizessem muitas das loucuras colocadas no filme (como invadir trabalho ou casamento), eles realmente fizeram muita coisa, como "pegar" um deles no enterro do pai. Eles são Bill Akers, Patrick Schultheis, Sean Raftis, Mike Konesky, Brian Dennehy, Joe Tombari, Rick Bruya, Joey Caferro, Chris Ammann e Mark Mengert.  Na brincadeira, que dura desde o colégio, eles realmente tem regras (que foram implementadas após oficializarem a brincadeira), e tem o objetivo de reunir os amigos sempre que possível.

    Greg Sestero (Dave Franco) se aproxima do excêntrico Tommy Wiseau (James Franco) após uma aula de atuação e os dois desenvolvem uma intensa amizade ancorada no sonho em comum de fazer sucesso nas artes dramáticas. Juntos eles partem para Hollywood, onde Tommy, cansado de ser rejeitado em testes, decide produzir, financiar, dirigir, escrever e protagonizar – ao lado do melhor amigo – o longa-metragem que o catapultará ao estrelato: "The Room".


    Na vida real: Tommy Wiseau dirigiu o filme, que é descrito por muitos críticos como "um dos piores já feitos" e que ganhou o status de filme cult com o tempo. A produção do ator James Franco conta como foi o processo de realização do filme "The room", e como Tommy realmente acreditava que seu filme era um máximo, querendo inclusive que ele fosse para o Oscar.

    Jan Lewan (Jack Black) é um cantor e dançarino de polca que faz um relativo sucesso na Pensilvânia, especialmente junto ao público mais velho. Vindo da Polônia, ele sempre exalta os Estados Unidos como a terra das oportunidades. Apesar da fama local, Jan precisa se desdobrar entre a loja que vende objetos temáticos de seu país-natal e trabalhos temporários, de forma a sustentar a família. Até que, um dia, passa a oferecer aos seus fãs a oportunidade de investir nele mesmo, iniciando um sistema de pirâmide que o coloca na mira da Polícia Federal.
    Curiosamente, Bernie e Nacho Libre, também são comédias com Jack Black baseadas em histórias reais, mas optamos por dar ênfase ao filme acima.


    Na vida real: Lewan nasceu na Polônia, em Bydgoszcz, no ano de 1941 durante a ocupação alemã da Segunda Guerra Mundial.Ele criou uma orquestra de polca, viajou o mundo em turnê e foi até mesmo indicado ao Grammy em 1995 pelo álbum ‘Lewan, Jan Lewan e Sua Orquestra’. Para criar um império da Polca, o cantor não parava de criar alternativas e gerar dinheiro. Ele criou uma lojinha de presentes onde vendia joias e bibelos atém de diversas outras tentativas de negócio. Porém, o que realmente lhe trazia lucro era um esquema de pirâmide que prometia retorno de 12% e 20% quando, na época, o banco prometia apenas 3%. Lewan recebeu um primeiro aviso para parar de vender títulos de investimento sem registo, porém isso só fez ele criar um novo banco de investidores que apostavam ainda mais alto até que, em 2004, o Rei da Polca foi preso. Acusado de fraudar mais de 400 pessoas em 22 estados e milhões de dólares, ele foi condenado a cinco anos e onze meses de prisão por um juiz federal mais sete anos em Nova Jersey que foram cumpridos simultaneamente.

    David Packouz (Miles Teller) leva uma vida tranquila em Miami, é casado e vai ter um bebê. Efraim (Jonah Hill) tem um negócio lucrativo e, vendo que David vem passando por dificuldades financeiras, resolve chamar o amigo de infância para trabalhar com ele. Os dois, que na adolescência já foram presos fumando maconha, entram numa nova jornada juntos, descobrindo um enorme mercado de venda de armas.


    Na vida real: O filme conta a história dos amigos David Packouz e Efraim Diveroli, que em 2011, após uma investigação oficial do governo pelo Comitê de Supervisão e Reforma, foram sentenciados por seus contratos fraudulentos, que incluíam o tráfico de munição não regulamentada. Packouz passou sete meses sob prisão domiciliar enquanto Diveroli foi preso. Ele tinha apenas 24 anos de idade.
    Packouz atuou como consultor no filme, reunindo-se com Teller, Hill e Phillips para discutir a história e os personagens. Ele visitou o set do filme, e até assistiu a estréia.

    David (Zach Galifianakis) trabalha em uma empresa de segurança transportando milhões de dólares em carros-fortes. Quando ele conhece a mulher dos seus sonhos, Kelly (Kristen Wiig), ela o apresenta para Steve (Owen Wilson), um ambicioso criminoso. Com um plano cheio de falhas eles conseguem o improvável: roubar a empresa de David e ficar estupidamente ricos. Agora eles precisam descobrir o mais importante: o que fazer com tanto dinheiro!


    Na vida real: Em meados de 1997, Ghantt conheceu em seu emprego aquela que viria um dia a ser sua esposa, Kelly Campbell. Kelly não permaneceu em seu emprego, mas impressionou-se com o cargo de David e a possibilidade de um enorme roubo ser efetuado pelo mesmo.Kelly ofereceu a Ghantt a chance de, em parceria com Steve Chambers, um amigo do ensino médio, roubar a Loomis Fargo Bank em uma única noite. A partir de Agosto, mês em que a proposta fora feita a David, um esquema foi aos poucos planejado para que o roubo milionário acontecesse.No início do verão, em Outubro de 1997, o plano entrou em ação. Por ter as chaves principais dos cofres do banco, Ghantt teve acesso fácil à fortuna armazenada nos cofres e colocou em uma van o equivalente a 17,3 milhões de dólares em uma única noite. O ocorrido não durou muito mais do que uma hora.
    O FBI conseguiu rastrear com sucesso uma das ligações que David fez para seus parceiros de crime. Em Março de 1998 Ghantt foi preso e no dia seguinte mais 6 suspeitos também foram detidos. Além destes, mais 9 pessoas próximas de Steve foram penalizadas por desfrutar do dinheiro roubado por David, mas tiveram penas leves por comprovarem que não sabiam que o dinheiro era ilegal.Dos 17 milhões roubados, apenas 15 foram rastreados ou recuperados. 2 milhões de dólares ainda estão desaparecidos.

    Daniel Lugo (Mark Wahlberg) adorava malhar e trabalhava como instrutor de fisiculturismo em uma pequena academia, na Flórida, mas ele sonhava grande e queria muito mais. Disposto a realizar este sonho, convence seu fiel seguidor Adrian Doorbal (Anthony Mackie), e o ex-presidiário Paul Doyle (Dwayne Johnson) a participarem de um golpe. A vítima será um dos alunos de Daniel na academia, Victor Kershaw (Tony Shalhoub), um cara cheio da grana. O plano até que deu mais ou menos certo, mas os caras queriam mais e um investigador aposentado chamado Ed Dubois (Ed Harris) começa uma perseguição para colocá-los atrás das grades.


    Na vida real: Daniel Lugo e Adrian Doorbal foram sentenciados à pena de morte. Lugo recorreu recentemente pedindo o perdão para a Suprema Corte Americana e seu pedido está no momento pendente; mas ainda que consiga algum efeito positivo, este seria a reformulação do corredor da morte para a prisão perpétua. Doorbal aguarda o perdão do governador e faz parte dos sentenciados à espera na milha verde de Miami.
    O intrigante em toda essa história foi o desmembramento dos corpos e a tentativa de ocultação de cadáver, fracassada obviamente.O requinte de crueldade e sarcasmo dos halterofilistas ao decepar as partes dos corpos de suas vitimas para que não fossem identificadas, e após isso, o descarte em tambores em um lago muito frequentado em Miami deixou a investigação atônita.
    O júri levou apenas 14 minutos para sentenciar os acusados. Paul Doyle, por ter ajudado nas investigações, passou um longo período em uma prisão de segurança máxima e hoje está em liberdade condicional.


    Marcelo (Wagner Moura) não consegue conviver com sua própria identidade, o que faz com que assuma a dos outros. Isto faz com que passe a ter diversos nomes, nos mais variados meios. Sonhando em ser um piloto de avião como o pai, aplica seguidos golpes e se envolve em inúmeras aventuras. Uma dos mais conhecidas é quando finge ser Henrique Constantino, filho do dono da companhia aérea Gol, durante um Carnaval no Recife. Inspirado na história real de Marcelo Nascimento da Rocha.


    Na vida real: Marcelo Nascimento da Rocha tornou-se um dos golpistas mais famosos do Brasil.O golpista enganou várias pessoas fazendo-se passar pelo filho de Nenê Constantino, dono da companhia aérea Gol Linhas Aéreas Inteligentes.
    O objetivo de Marcelo era um só: obter vantagens. Hospedou-se como VIP em diversos hotéis de luxo, viajou de graça, conheceu lugares turísticos e “conquistou” muitas mulheres.
    O estelionatário cumpre pena. Antes de ser preso pela polícia, conseguiu enganar centenas de pessoas e construiu um mundo de mentiras, vivendo uma realidade só dele.Marcelo Nascimento da Rocha tem suas façanhas expostas no livro Vips: Histórias Reais de um Mentiroso

    Viktor Navorski (Tom Hanks) é um cidadão da Europa Oriental que viaja rumo a Nova York justamente quando seu país sofre um golpe de estado, o que faz com que seu passaporte seja invalidado. Ao chegar ao aeroporto, Viktor não consegue autorização para entrar nos Estados Unidos. Sem poder retornar à sua terra natal, já que as fronteiras foram fechadas após o golpe, Viktor passa a improvisar seus dias e noites no próprio aeroporto, à espera que a situação se resolva. Porém, com a situação se arrastando por meses, Viktor permanece no aeroporto e passa a descobrir o complexo mundo do terminal onde está preso.


    Na vida realMerhan Karimi Nasseri é um iraniano que viveu no Terminal 1 do Aeroporto Charles de Gaulle, perto de Paris, de 1988 a 2006, por seus documentos terem sido roubados. Também é conhecido pelos funcionários locais como Sir Alfred Mehran.
    Em 1972 seu pai morreu, fato que mudou sua vida, pois sua mãe lhe contou que ele era filho adotivo, e que na verdade ele era filho de uma escocesa. Ele então saiu de casa para estudar economia na Inglaterra, retornando ao Irã em 1974.Por ter participado dos movimentos ingleses a favor da retirada do poder do xá iraniano Mohammad Reza Pahlavi em março de 1974, foi perseguido e torturado no Irã em 7 de agosto de 1975 pela polícia secreta iraniana SAVAK. Foi então expulso do Irã depois de ter sua nacionalidade cassada, vagando pela Europa em busca de refúgio até ser asilado na Bélgica, que lhe concedeu documentos, em 1981. Merhan, então, alegando cidadania inglesa partiu para Inglaterra, mas por ter seus documentos supostamente roubados ao fazer escala em Paris teve de ficar retido na área de espera do aeroporto, onde viveu até julho de 2006 por razões legais.

    Frank Abagnale Jr. (Leonardo DiCaprio) já foi médico, advogado e co-piloto, tudo isso com apenas 18 anos. Mestre na arte do disfarce, ele aproveita suas habilidades para viver a vida como quer e praticar golpes milionários, que fazem com que se torne o ladrão de banco mais bem-sucedido da história dos Estados Unidos com apenas 17 anos. Mas em seu encalço está o agente do FBI Carl Hanratty (Tom Hanks), que usa todos os meios que tem ao seu dispor para encontrá-lo e capturá-lo.


    Na vida real: Confiram de forma detalhada quem foi e o que fez Frank Abagnale Jr. clicando no nome do larápio...

    Henry Roth (Adam Sandler) é um veterinário paquerador, que vive no Havaí e é famoso pelo grande número de turistas que conquista. Seu novo alvo é Lucy Whitmore (Drew Barrymore), que mora no local e por quem Henry se apaixona perdidamente. Porém há um problema: Lucy sofre de falta de memória de curto prazo, o que faz com que ela rapidamente se esqueça de fatos que acabaram de acontecer. Com isso Henry é obrigado a conquistá-la, dia após dia, para ficar ao seu lado.


    Na vida realMichelle sofreu um acidente de moto, batendo a cabeça. Cinco anos depois, outro acidente fez com que a inglesa batesse a cabeça novamente. O cérebro dela foi afetado e logo ela foi diagnosticada como epilética.
    Em 1994 Michelle passou por um quadro de amnésia que a impedia de criar novas memórias. Desde então, tudo o que ela vive em um dia é simplesmente apagado de sua cabeça quando ela dorme. Quando acorda, ela acredita estar em 1994. O marido de Michelle mostra a ela fotos do casamento dos dois todos os dias, quando ela acorda, para lembrá-la de que são casados. Ela já passou por procedimentos cirúrgicos, mas parece que o problema com a memória não vai ser solucionado.





    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top