• ÚLTIMAS...

    ROBERT ALDRICH - 10 FILMES ESSENCIAIS


    Robert Burgess Aldrich foi um diretor, produtor e roteirista estadunidense. Depois de se formar na Universidade de Virgínia, ele foi para a Califórnia, em 1941, com o propósito de fazer cinema. Trabalhou como assistente de direção de grandes diretores como Jean Renoir, Abraham Polonsky, Joseph Losey e Charlie Chaplin.

    Seu primeiro filme foi Big Leaguer, em 1953, mas o sucesso chegou mesmo no ano seguinte, com Vera Cruz. O sucesso de crítica veio com O que Terá Acontecido a Baby Jane? (1962), estrelado por Bette Davis, e Os Doze Condenados (1967), com Lee Marvin. 

    Mais do que qualquer outro diretor americano de primeira linha, insistiu em apresentar as contradições radicais da ideologia americana. Em geral, seus filmes se concentram na mais básica das necessidades: o ser humano tentando sobreviver em um universo hostil.

    Sua carreira se encerrou em 1981, com a comédia "Garotas Duras na Queda" com Peter Falk. O diretor veio a falecer 2 anos depois, com apenas 65 anos devido à uma falência nos rins.
    Abaixo confiram seus:



    Lee Marvin é um mendigo veterano com grande instinto de sobrevivência que se auto-intitula o "Imperador do Pólo Norte", Cigaret (Keith Carradine) é um novato no mundo das caronas em trens incapaz de parar de contar vantagem. (Ernest Borgnine),o responsável pelo trem #19, que se gaba de nunca ter permitido que um mendigo pegasse uma carona em seu trem e está disposto a matar para garantir que as coisas sigam dessa forma.Neste mundo onde ninguém verbaliza suas razões, ele é a figura mais intrigante. Sabemos que ele odeia os mendigos, mas logo começamos a perceber que na visão dele o que o diferencia daquelas figuras é apenas o trem e a sensação de poder que este lhe dá.


    Estado do Arizona, século XIX. Quando um grupo de índios apaches desertores, liderados pelo terrível Ulzana (Joaquín Martínez), começa a saquear e massacrar as pessoas que vivem nos campos, um tenente cínico e idealista da cavalaria americana, Garnett DeBuin (Bruce Davison), é enviado para confrontá-los e capturá-los. Ao lado de DeBuin estão o experiente explorador McIntosh (Burt Lancaster) e o guia apache Ke-Ni-Tay (Jorge Luke), que ajudam o tenente a enfrentar seus preconceitos e sua forma ingênua de ver a vida.


    Durante a 2ª Guerra Mundial Reisman (Lee Marvin), um major americano, tem a missão de treinar 12 soldados, que estão sentenciados à morte ou com sentenças de no mínimo 20 anos. O objetivo do treinamento é uma missão quase suicida atrás das linhas inimigas, para destruir um QG nazista e provocar a maior destruição possível às vésperas do Dia D. Os sobreviventes serão perdoados e reintegrados.

    • Os direitos de adaptação do livro de E.M. Nathanson para o cinema foram comprados pelo diretor Robert Aldrich antes mesmo de sua publicação. Os direitos foram comprados em maio de 1963, sendo que o livro apenas foi lançado em 1965.
    • John Wayne era a primeira opção para interpretar o major John Reisman. Entretanto, como Wayne estava ocupado com as filmagens de Os Boina-Verdes , não pôde aceitar o papel.
    • Originou três telefilmes:Os Doze Condenados - Nova Missão (1985), Os Doze Condenados - Missão Mortal (1987) e Os Doze Condenados - Missão Fatal (1988).


    Bem no meio do deserto do Saara cai um avião de carga. O piloto Frank Towns (James Stewart) e o navegador Lew Moran (Richard Attenborough) tentam fazer o possível para manter a ordem entre os sobreviventes, homens ligados a indústria petrolífera que não sabem sobreviver no deserto. Alguns se mostram ineptos ou covardes, apesar de se esperar deles alguma determinação, enquanto outros, que se esperava pouco, demonstram uma força interior, principalmente Standish (Dan Dureya). No entanto o destino de fortes e fracos está nas mãos de Heinrich Dorfmann (Hardy Krüger), que disse ser um projetista de aviões e planeja usar os destroços do avião para fazer outro.

    •  Hardy Krüger recusou a indicação por ele recebida ao Globo de Ouro por este filme.
    • As filmagens foram realizadas entre 26 de abril e 13 de agosto de 1965. 
    • Refilmado como O Vôo da Fênix (2004).


    Bette Davis nos brinda com uma magnífica interpretação no papel de Charlotte Hollis, uma solteirona reclusa que ainda chora um brutal assassinato ocorrido há mais de 37 anos: era o homem que ela amava. Quando sua propriedade está para ser desapropriada para a construção de uma nova estrada, Charlotte pede a ajuda de sua cosmopolitana prima Miriam (de Havilland), e de um velho amigo, Drew (Cotton). É quando começam os sustos e sobressaltos neste suspense conduzido com maestria.

    • Foi concebido para ser uma sequência de O Que Terá Acontecido a Baby Jane? (1962), sendo que seu título original inicialmente seria "Whatever Happened to Cousin Charlotte?". 
    • Apesar do clima pesado entre elas, Bette Davis e Joan Crawford concordaram em estrelar o filme. Entretanto Crawford teve que ser hospitalizada logo nos primeiros dias de filmagens, o que fez com que fosse substituída do projeto. 
    • Após o afastamento de Joan Crawford sua personagem foi oferecida a Katharine Hepburn, Loretta Young e Vivien Leigh, que recusaram a proposta. 
    • O diretor Robert Aldrich teve que viajar até a Suíça para convencer a atriz Olivia de Havilland a estrelar o filme. 
    • Inicialmente seria Barbara Stanwyck quem interpretaria a personagem Jewel Mayhew, sendo substituída por Mary Astor. 
    • E este acabou sendo o último filme de Mary Astor. 


    Bette Davis é Jane Hudson, uma artista que alcançou a fama quando menina e ficou conhecida como "Baby Jane". Agora envelhecida e distante do público há muitos anos, vive encerrada em uma mansão com sua irmã, Blanche Hudson (Joan Crawford) desde um acidente que selou a sorte de ambas, terminou a carreira brilhante de Blanche e acelerou a decadência geral de Jane. Disposta a brilhar nos palcos novamente, Jane volta à Baby Jane, passando por cima de tudo e de todos para atingir seu objetivo. A trama surpreende e mostra que, como sempre, as aparências enganam: afinal, o que terá acontecido a Baby Jane?

    • Bette Davis e Joan Crawford foram duas das maiores atrizes de Hollywood na Era de Ouro. Não eram apenas conhecidas por suas interpretações majestosas, em virtude das dificuldades de lidar com elas nos sets ou por conta de seus cachês altíssimos, mas também ficaram marcadas pela rivalidade que uma nutria pela outra. Tudo teria começado quando as duas trabalhavam em diferentes estúdios: Davis era a estrela da Warner, Crawford a da MGM. As pequenas provocações sobre talento, beleza e figurinos se intensificaram (ao menos pelo que dizem as más línguas) pela disputa por um homem. Verdade ou não, certo é que o ódio mortal tomou proporções gigantescas com o passar dos anos.


    No final da Segunda Guerra Mundial, seis ex-soldados alemães retornam para Berlim e se alistam no desarme de bombas. A pressão de um trabalho tão perigoso começa a afetá-los, ainda mais quando eles resolvem apostar metade dos seus pagamentos de modo que se apenas um deles sobreviver, leva todo o dinheiro. Baixas e atritos são inevitáveis, e ter lidar com bombas britânicas de meia tonelada não é algo lá muito agradável.


    Durante os últimos dias da Segunda Guerra Mundial, a uma companhia de infantaria da Guarda Nacional é designada a missão de tomar postos de observação de artilharia em uma posição estratégica. Tenente Costa sabe que Cooney está no comando apenas devido aos seus "contatos" no governo. Costa possui sérias dúvidas em relação à capacidade de Cooney em liderar o grupo. Quando Cooney afasta Costa e seus homens da companhia, e recusa a admiti-los de volta, Costa jura vingança.


    Certa noite, o detetive Mike Hammer se dirige para sua casa em Los Angeles quando é parado por uma mulher que se acha na estrada. Embora a censure por estar vestida apenas com uma capa de chuva, ele lhe dá uma carona. Em pânico, ela lhe pede para deixá-la na próxima parada de ônibus. Antes que ele consiga mais informações sobre ela, eles são parados em uma barreira e a polícia revela que eles estão procurando uma mulher que fugiu de um sanatório nas proximidades. Depois de passar pela barreira, a mulher, chamada Christina, admite ser ela a fugitiva, mas insiste que estava sendo mantida prisioneira no sanatório. Pouco depois, um carro bloqueia seu caminho, e ele é espancado e atirado de um penhasco, mas sobrevive , já a moça não tem a mesma sorte. Ele passa então a investigar a situação para saber quem era a mulher e porquê a assassinaram.


    Benjamin (Gary Cooper) e Joe (Burt Lancaster), dois pistoleiros americanos, são contratados para escoltar a carruagem de Condessa Duvarre (Denise Darcel), uma nobre senhora até a região de Vera Cruz. Durante o percurso, descobrem que lá também tem muito ouro e decidem rouba-la, por sugestão da própria condessa. Mas antes que eles consigam, um marquês o leva. A solução para encontrar o ouro novamente é unir-se aos revolucionários mexicanos.

    • Primeiro filme feito com Superscope.
    • O então coadjuvante Charles Bronson saiu para comprar cigarros em uma vila próxima durante as filmagens, com o figurino do personagem, e foi parado por agentes federais, que imaginaram que ele fosse um bandido de verdade.

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top