• ÚLTIMAS...

    CLÉO DAS 5 AS 7 (1962) - FILM REVIEW


    Agnès

    Agnès Varda nasceu em Bruxelas, em 1928, mas foi na França que a cineasta se firmou. Ao todo são 62 anos de carreira (até 2017), trançando um caminho cinematográfico bastante reconhecido, sendo hoje o  maior nome feminino do cinema francês. Sua formação inicial foi em Belas Artes, tendo estudado pintura na escola do Louvre. Seu primeiro trabalho foi como fotógrafa. Da pintura e da fotografia, Varda empregou um senso estético que se tornou sua marca em seus filmes. 

    Sua carreira precede o início da Nouvelle vague e seu filme La Pointe Courte, rodado aos 25 anos, quando não possuía experiência alguma por trás das câmeras, apresenta elementos como o radicalismo narrativo e visual que, posteriormente, tornariam o movimento relevante.


    Agnès Varda foi casada com o diretor Jacques Demy de 1962 até a morte dele, em 1990. Seus filmes, fotografias e instalações são focadas no realismo documental, feminismo e comentário social, com um estilo experimental distinto.

    Cléo

    Num rápido olhar para nossas vidas, é bem provável que quase todo mundo tenha passado por uma angústia de uma espera...Seja por um resultado de uma prova ou ansiedade com um teste de gravidez. Ainda mais quando somos pessimistas e temos a certeza de aguardarmos uma má notícia. Eu mesmo conheci uma mãe, louca para engravidar, e vi como o pessimismo tomava conta e era por vezes, maior que o desejo, pois ela queria, de certa forma, matar a frustração.

    Cléo das 5 às 7 é exatamente isso. Conta uma história de gente como a gente, mas precisamente, Cleo (patra) que aguarda o resultado de um exame que pode confirmar que ela esteja com câncer. É assim que Cléo (interpretada por Corinne Marchand), uma cantora pop, passa essas duas horas delimitadas pelo título do filme. 

    Após receber a "sentença" de uma cartomante, ela perde o rumo pelas ruas francesas, sem saber que rumo vai tomar. A maneira como Varda conduz a história de Cléo é extremamente suave e simbólica. A diretora elabora um jogo visual no qual a vaidosa cantora, obcecada por sua própria beleza, olha para algo além de si e, a partir disso, conhece-se melhor. De início, Cléo usa roupas chamativas e uma peruca que a deixa com a aparência de uma boneca viva e atrai os olhares masculinos. Não por acaso, nesses momentos há a presença quase que constante de espelhos no espaço da mise-en-scène, pois Cléo quer ser vista e, caso ninguém a olhe, ela mesma pode fazê-lo. Até para receber seu amante em casa, ela parece conduzir um teatro.


    O filme tem 90 minutos (na verdade, acompanha a protagonista das 17:00 às 18:30), e  Cléo  tem este tempo para refletir até o resultado . Neste período, tem  encontros e desencontros, partidas e chegadas. Neste ponto, ela desce do pedestal, se dando conta que é apenas uma peça não essencial do mundo ao redor. Um vaso facilmente substituído. As horas fazem ela sair da bolha que vivia, passando a enxergar o mundo de com outros olhos.

    Cleo é uma obra-prima feminina que vai muito além de seu gênero, trazendo todo o grande e latente talento de sua realizadora como uma catarse de emoções. É uma carta de amor de Varda ao cinema e ao ser humano, sejam os mais fúteis ou os maiores pensadores.  

    Além do irretocável trabalho realizado por Varda, tanto ao escrever essa bela obra poética, quanto ao dirigi-la, merecem ser destacadas a inesquecível atuação de Corinne Marchand, no papel principal, e a música de Michel Légrand.


    🎬  Agnès Varda - Digipak com 2 DVD’s

    Obras-Primas do Cinema apresenta “AGNÈS VARDA”. Digipak especial com 2 DVD’s contendo 4 clássicos da diretora, todos remasterizados! Os filmes, fotografias e instalações de Agnès Varda, com seu estilo experimental único, focam o realismo documental, o feminismo e o comentário social. Nesta coleção, está incluso o longa “La Pointe Courte”, considerado o precursor da Nouvelle Vague francesa. Edição limitada com quase uma hora de extras!

    Disco 01:

    La Pointe Courte (La pointe courte, 1955, 80 min)
    Elenco Principal: Philippe Noiret, Silvia Monfort.

    U+21F0.gif Sinopse:

    Dividido em duas partes, o longa relata, primeiramente, os habitantes de um pequeno povoado. Em sequência, apresenta-se um casal em crise, em torno do protagonista que retorna ao local onde nasceu e passou sua infância.

    Cléo das 5 às 7 (Cléo de 5 às 7, 1962, 90 min)
    Elenco Principal: Corinne Marchand, Antoine Bourseiller, Dominique Davray.

    U+21F0.gif Sinopse:

    Cléo (Corinne Marchand) é uma cantora francesa que vive um momento de angústia, enquanto espera o resultado de um exame. O teste pode apontar se ela tem ou não um câncer de estômago. Sem saber o que fazer, Cléo perambula pela cidade de Paris. Ela passa uma hora e meia fazendo coisas banais, à procura de distração, até que conhece um soldado que está prestes a ir para a guerra na Argélia.


    Disco 02:

    As Duas Faces da Felicidade (Le bonheur, 1965, 80 min)
    Elenco Principal: Jean-Claude Drouot, Claire Drouot, Olivier Drouot.

    U+21F0.gif Sinopse:

    A vida de François, um jovem carpinteiro, não poderia ser melhor. O sol brilha constantemente, os pássaros sempre estão a cantar, ele ama sua esposa e ela o ama e seus dois filhos são belos e alegres. No entanto, um simples encontro quebrará o equilíbrio da vida de François e quando o carpinteiro percebe o problema, já está apaixonado por Emilie, apesar de ainda amar sua esposa.

    Sem Teto Sem Lei (Sans toit ni loi, 1985, 106 min)
    Elenco Principal: Sandrine Bonnaire, Macha Méril, Stéphane Freiss.

    U+21F0.gif Sinopse:

    Uma jovem andarilha morre congelada no frio do inverno francês. Sua história e principalmente seus últimos dias são contados através das pessoas que cruzaram o seu caminho.

    U+21F0.gif Extras:

    • Entrevista com Agnès Varda (30min)
    • Depoimentos sobre "As Duas Faces da Felicidade" (15min)
    • Sem Teto Nem Lei: Viagéns e músicas (12 min)
    U+21F0.gif Informações Técnicas:

    Título: Agnès Varda
    País de Produção: França
    Ano de Produção: 1955-1985
    Gênero: Drama
    Direção: Agnès Varda
    Elenco: Philippe Noiret, Corinne Marchand, Jean-Claude Drouot, Sandrine Bonnaire, Claire Drouot, Dominique Davray, Silvia Monfort, Macha Méril, Stéphane Freiss, Antoine Bourseiller, Olivier Drouot.
    Áudio: Dolby Digital 2.0
    Idioma:  Francês
    Legenda: Português - Inglês.
    Duração Aproximada: 356 minutos
    Região: Aberto para todas as zonas (Livre)
    Formato de Tela: 1.33:1 - 1.66:1
    Cor: Preto & Branco - Colorido
    Faixa Etária: 18 Anos


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top