MORRE MILOS FORMAN


Milos Forman, diretor norte-americano de origem checa, morreu aos 86 anos na madrugada deste sábado (14), segundo a imprensa da República Checa.

As informações de sua morte são de sua esposa Martina: "Ele morreu em paz, cercado pela sua família e entes queridos", disse ela, citada pela agência de notícias checa CTK.... 

Forman nasceu na cidade checa de Caslav a 18 de fevereiro de 1932. Em 1965 venceu o primeiro Óscar de Melhor Filme Estrangeiro com a comédia “Os Amores de uma Loira ” e em 1968 voltaria a receber o mesmo prêmio com “O Baile dos Bombeiros”.

Mais tarde, com a invasão de Praga pelas tropas soviéticas, Milos Forman refugia-se em Paris e depois vai para os Estados Unidos onde realiza, em 1971, o seu primeiro filme em língua inglesa “Procura Insaciável ”, tornando-se um cidadão americano em 1970.


Em 1973, Milos Forman participou no documentário sobre os jogos Olímpicos de Munique: “Vencedores e Vencidos”. Em 1975 realiza “Estranho no ninho”, com o ator Jack Nicholson, com o qual ganharia o primeiro Óscar de Melhor diretor.

O musical “Hair (1979), “Amadeus” (segundo Oscar para Melhor diretor), “Valmont” (1989), com o qual venceu o segundo Oscar de Melhor diretor, “Larry Flynt” (1996) e a biografia “O Homem na Lua” (1999) são outros dos filmes de Milos Forman.

Em conjunto, os filmes  “Estranho no ninho”, a história de como uma instituição psiquiátrica se transforma numa espécie de microcosmos totalmente representativo do mundo exterior  e “Amadeus” , a vida do compositor Wolfgang Amadeus Mozart vista por Antonio Salieri–renderam-lhe 13 Óscares.



Tecnologia do Blogger.