• ÚLTIMAS...

    MILOS FORMAN - 10 FILMES ESSENCIAIS


    Jan Tomáš Forman, mais conhecido como Milos Forman, nasceu em 18 de fevereiro de 1932 em Caslav, na Boêmia. De família judeu-protestante, perdeu seus pais, mortos pela Gestapo, com apenas nove anos, passando a ser criado pelos tios e amigos. Sua paixão pelo cinema foi desenvolvida ao longo dos anos, quando assistia aos clássicos mundiais, no período em que vivia ainda num internato. Na fase adulta, ingressou no Instituto Cinematográfico de Praga, iniciando sua carreira como semi documentarista.

    Seu primeiro longa-metragem, Pedro, o Negro (1963), chamou a atenção nos principais festivais de cinema internacionais. Realizou posteriormente Os Amores de Uma Loira (1965) e o Baile dos Bombeiros (1967). Este período ficou conhecido como a fase áurea do cinema tcheco. Após a invasão soviética de Praga em 1968, Forman que já estava em negociações para realizar um filme nos Estados Unidos, acabou se estabelecendo em Nova Iorque.

    Mesmo enfrentando problemas com as autoridades americanas e com a adaptação a uma nova realidade, realizou o elogiado pela crítica, Procura Insaciável (1971). Nesta época não chamou a atenção do grande público e montou somente uma peça que não obteve sucesso. O final deste difícil período de dificuldades seria a realização de um de seus melhores filmes, Um Estranho no Ninho (1975), que acabou vencendo cinco Oscars nas principais categorias: Diretor, Filme, Ator, Atriz e Roteiro.


    Com o reconhecimento da Academia, o cineasta realizaria ainda outros grandes projetos: Hair (1979), Na Época do Ragtime (1981) e Amadeus (1984), que lhe deu o segundo Oscar de melhor diretor e recebeu mais 7 Oscars da Academia. Em 1996, Forman foi premiado novamente o Globo de Ouro de direção por O Povo Contra Larry Flynt, que contava a vida do editor da Hustler Magazine. Três anos depois, levou para as telas a vida de outra personalidade polêmica, a do comediante Andy Kaufman, em O Mundo de Andy (1999), com Jim Carrey.

    Milos  faleceu em sua casa em Hartford (Connecticut) aos 86 anos, no dia 14 de Abril de 2018, após uma breve doença. “Morreu tranquilamente, cercado por sua família e amigos mais próximos”, disse sua viúva, Martina. 

    Narra a vida do excêntrico comediante Andy Kaufman, obcecado pela televisão desde sua infância em Long Island, até sua morte prematura em 1984. Andy Kaufman era um mestre em manipular plateias. Era uma figura polêmica e controversa, e que nem sempre agradava a todos. Conseguia de seu público, desde gargalhadas até lágrimas e gritos. Foi considerado um dos grandes comediantes norte-americanos, mas ficou mais conhecido pela série "Taxi", na qual interpretava o personagem Latka Graves. Kaufman cresceu sendo imitador de Elvis e tornou-se um artista que quebrou todas as regras.


    • Pouco antes de começar as filmagens, a vaga para interpretar Andy Kaufman ainda estava em aberto. O diretor Milos Forman não conseguia decidir entre Jim Carrey e Edward Norton, com quem já havia trabalhado em O Povo Contra Larry Flynt. Forman passou a decisão ao estúdio, que escolheu Carrey para o papel principal.
    • Na verdade, a produção de O Mundo de Andy teve início 3 anos antes das filmagens começarem. Durante este período os produtores do filme entrevistaram dezenas de amigos, familiares, colegas e até mesmo inimigos declarados de Andy Kaufman, a fim de montar um roteiro que contasse de forma o mais realista possível o decorrer da vida do comediante.
    • Para a reconstrução das cenas da série da TV americana "Taxi", a qual Andy Kaufman trabalhou, foi reunido o mesmo elenco que participou da série, 20 anos atrás.
    • O título original em inglês "Man On The Moon" faz referência a uma canção sobre Andy Kaufman, que a banda R.E.M lançou no disco "Automatic For The People".

    Cinebiografia do homem que tornou a pornografia explícita de sua revista, Hustler, na coqueluche dos EUA dos anos 70. Uma espécie de Hugh Hefner das classes operárias, Larry Flynt construiu um império, mas teve que lutar com unhas e dentes para vencer batalhas judiciais e um atentado que o deixou paraplégico.


    • O próprio Larry Flynt aparece em uma ponta no filme, interpretando um dos juízes dos processos aos quais ele mesmo foi submetido no passado.

    Na segunda metade do século XVIII na França, uma intrigante aristocrata (Annette Benning) aposta com seu amante (Colin Firth), se ele consegue seduzir uma mulher, que se casou recentemente. O amante, Valmont, aposta que pode corrompê-la, embora ela seja uma mulher honrada. Se ele vencer a aposta, ele poderá fazer com sua amante o que bem entender, mas no processo de sedução ele termina se apaixonando pela mulher casada.


    • Wil Wheaton foi chamado para interpretar Danceny, mas o produtores da série Jornada nas Estrelas: A Nova Geração não liberaram o ator de seus compromissos e o papel foi dado para Henry Thomas.
    • Michelle Pfeiffer foi convidada a interpretar o papel de Marquesa de Merteuil ao mesmo tempo que lhe foi oferecido o papel de Madame de Tourvel em Ligações Perigosas (Dangerous Liaisons).

    Na Viena de 1781, o músico da corte austríaca Antonio Salieri (Abraham) admira e inveja o talento do jovem compositor e músico Wolfgang Amadeus Mozart (Tom Hulce), ao mesmo tempo que despreza sua vida libertina e obscena, seu comportamento grosseiro e pueril. Salieri se pergunta por quê Deus deu tamanho talento a alguém tão vulgar, enquanto ele, esforçado e devoto, está tão aquém de tal genialidade. A única maneira de ter paz é destruir o jovem Mozart, sejam quais forem os meios necessários.


    • O nome Amadeus, que é o nome do meio de Mozart, significa "Amado de Deus". A escolha desta palavra como sendo o título do filme se deve à uma correlação feita com a convicção de Salieri de que Mozart era abençoado por Deus ao compôr suas músicas.
    • O ator Mel Gibson chegou a fazer testes para interpretar Mozart em Amadeus.
    • Vários acontecimentos da vida real de Mozart foram incluídos no roteiro de Amadeus, como seu encontro quando criança com Maria Antonieta.

    Várias histórias se cruzam e personagens interessantes interagem, mostrando um retrato fiel de como nasceu uma das maiores nações do mundo. Uma poderosa família aristocrata encontra um recém-nascido negro abandonado em seu quintal. A dúvida surge quando a esposa quer cuidar da criança e o marido, apesar de não gostar, aceita. Pouco tempo depois, a mãe do bebê aparece e também fica sob os cuidados da família. Uma jovem e bonita artista é casada com um influente empresário. Quando uma estátua de uma mulher nua é colocada na rua e as semelhanças com a moça são evidentes, o marido vai até as últimas consequências para manter sua moral intacta.

    Claude (John Savage), um jovem do Oklahoma que foi recrutado para a guerra do Vietnã, é "adotado" em Nova York por um grupo de hippies comandados por Berger (Treat Williams), que como seus amigos tem conceitos nada convencionais sobre o comportamento social e tenta convencê-lo dos absurdos da atual sociedade. Lá Claude também se apaixona por Sheila (Beverly D'Angelo), uma jovem proveniente de uma rica família.


    • O filme Hair é baseado no músical de mesmo nome encenado na Broadway. Embora as duas versões partilhem algumas das canções e nomes de personagens, ambas são radicalmente diferentes em vários aspectos, incluindo enredo, quais músicas são cantadas, quais personagens interpretam cada canção e até a maneira como os personagens são retratados.
    • George Lucas teve a chance de dirigir Hair no início da década de 70, mas recusou porque já estava trabalhando em Loucuras de Verão.
    • Madonna e Bruce Springsteen fizeram audições para um papel no filme.
    • Alguns trechos da apresentação final, intitulada "The Flesh Failures" ("As Falhas da Carne"), contém linhas do romance Romeu e Julieta, de William Shakespeare. Foram usadas algumas das palavras que Romeu diz antes de tomar veneno. Frases como "'Eyes, Look your last, arms take your last embrace" ("Olhos, vejam pela ultima vez. Braços, ganhem seu último abraço") e "The lips, oh you the doors, of breath, sealed with a righteous kiss" ("Os lábios, oh lábios. Portas da respiração, seladas com um beijo justo") são todas do monólogo final de Romeu.

    Randle McMurphy tem uma ficha policial marcada por episódios de agressão e violência. Quando é novamente detido e sentenciado, sua defesa alega insanidade, e ele é mandado para um hospital com pessoas mentalmente instáveis. Lá, ele conhece a enfermeira Ratched, com quem entra em conflito, pela maneira como ela trata os outros internos. McMurphy inicia uma mudança no lugar, incentivando os moradores do local a imporem suas vontades, o que mexe com a rotina e muda a vida de todos.


    • A história do livro "One Flew Over the Cuckoo's Nest", que deu origem ao filme Um Estranho no Ninho, foi escrita por Ken Kesey tendo como base suas próprias experiências quando trabalhou no centro psiquiátrico Agnew, localizado em San Jose, na Califórnia
    • O autor chegou a declarar que nunca assistiria o filme dirigido por Milos Forman.
    • Durante muitos anos, os direitos autorais para o cinema pertenceram ao ator Kirk Douglas, que os cedeu para seu filho Michael Douglas produzir o filme.
    • Quando comprou os direitos, a vontade de Kirk Douglas era protagonizar o filme, mas a demora para o projeto sair do papel e a idade já avançada, o fizeram desistir da ideia.
    • Este é o primeiro de cinco filmes em que Jack Nicholson e Anjelica Huston atuaram juntos. Os demais foram O Último Magnata (1976), O Destino Bate à Sua Porta (1981), A Honra do Poderoso Prizzi (1985) e Acerto Final (1995)
    • Vários figurantes do filme são doentes mentais de verdade.
    • Estreia dos atores Brad Dourif, Christopher Lloyd, Will Sampson, Tim McCall e Dean R. Brooks no cinema.
    • Existem rumores de que Jack Nicholson sumiu dois meses antes do início das filmagens e só foi encontrado quando o elenco chegou ao hospital psiquiátrico onde o filme seria rodado. O ator se internou como se fosse um paciente com o intuito de se preparar para o personagem.
    • James Caan chegou a receber convite para fazer o protagonista, mas recusou e o papel acabou nas mãos de Jack Nicholson.
    • Um Estranho no Ninho foi o segundo filme na história a ganhar os cinco principais prêmios do Oscar. Aconteceu Naquela Noite fez o mesmo em 1935, e O Silêncio dos Inocentes, em 1992.

    Quando descobrem que sua filha adolescente desapareceu, provavelmente com um grupo de hippies, seus pais partem em sua busca. No caminho, eles vão conhecer uma nova juventude pelas ruas, muito diferente da que viveram.


    Sátira política da então Tchecoslováquia nos tempos da Cortina de Ferro. Em uma pequena cidade, o Corpo de Bombeiros organiza uma grande festa para comemorar os 86 anos do ex-chefe do departamento. Um ladrão e as candidatas nada atraentes do “Miss Corpo de Bombeiros” mudam os rumos da celebração.


    • Último filme do diretor Milos Forman em sua terra natal, atual República Tcheca. Ele deixou o país quando os tanques da URSS invadiram Praga em 1968 e iniciou uma carreira de sucesso nos Estados Unidos.

    Pedro é um jovem de 16 anos, estagiário em um supermercado que tem por função vigiar os clientes para evitar que roubem, quando preferia ficar deitado à beira da piscina olhando para as meninas. Pedro começa a ter problemas no trabalho quando não para um cliente suspeito. Em sua casa, o pai pedante vive lhe fazendo preleções. Para piorar, sua namorada começa a se interessar por um amigo seu.


    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top