• ÚLTIMAS...

    10 FILMES COM MULHERES FORTES ENFRENTANDO SITUAÇÕES LIMITES


    Desde o final do século 19, organizações femininas oriundas de movimentos operários protestavam em vários países da Europa e nos Estados Unidos. As jornadas de trabalho de aproximadamente 15 horas diárias e os salários medíocres introduzidos pela Revolução Industrial levaram as mulheres a greves para reivindicar melhores condições de trabalho e o fim do trabalho infantil, comum nas fábricas durante o período.

    O primeiro Dia Nacional da Mulher foi celebrado em maio de 1908 nos Estados Unidos, quando cerca de 1500 mulheres aderiram a uma manifestação em prol da igualdade econômica e política no país. No ano seguinte, o Partido Socialista dos EUA oficializou a data como sendo 28 de fevereiro, com um protesto que reuniu mais de 3 mil pessoas no centro de Nova York e culminou, em novembro de 1909, em uma longa greve têxtil que fechou quase 500 fábricas americanas.

    Em 1910, durante a II Conferência Internacional de Mulheres Socialistas na Dinamarca, uma resolução para a criação de uma data anual para a celebração dos direitos da mulher foi aprovada por mais de cem representantes de 17 países. O objetivo era honrar as lutas femininas e, assim, obter suporte para instituir o sufrágio universal em diversas nações.

    Com a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) eclodiram ainda mais protestos em todo o mundo. Mas foi em 8 de março de 1917 (23 de fevereiro no calendário Juliano, adotado pela Rússia até então), quando aproximadamente 90 mil operárias manifestaram-se contra o Czar Nicolau II, as más condições de trabalho, a fome e a participação russa na guerra - em um protesto conhecido como "Pão e Paz" - que a data consagrou-se, embora tenha sido oficializada como Dia Internacional da Mulher, apenas em 1921.



    Somente mais de 20 anos depois, em 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Nos anos 1960, o movimento feminista ganhou corpo, em 1975 comemorou-se oficialmente o Ano Internacional da Mulher e em 1977 o "8 de março" foi reconhecido oficialmente pelas Nações Unidas.

    "O 8 de março deve ser visto como momento de mobilização para a conquista de direitos e para discutir as discriminações e violências morais, físicas e sexuais ainda sofridas pelas mulheres, impedindo que retrocessos ameacem o que já foi alcançado em diversos países", explica a professora Maria Célia Orlato Selem, mestre em Estudos Feministas pela Universidade de Brasília e doutoranda em História Cultural pela Universidade de Campinas (Unicamp).

    No Brasil, as movimentações em prol dos direitos da mulher surgiram em meio aos grupos anarquistas do início do século 20, que buscavam, assim como nos demais países, melhores condições de trabalho e qualidade de vida. A luta feminina ganhou força com o movimento das sufragistas, nas décadas de 1920 e 30, que conseguiram o direito ao voto em 1932, na Constituição promulgada por Getúlio Vargas. A partir dos anos 1970 emergiram no país organizações que passaram a incluir na pauta das discussões a igualdade entre os gêneros, a sexualidade e a saúde da mulher. Em 1982, o feminismo passou a manter um diálogo importante com o Estado, com a criação do Conselho Estadual da Condição Feminina em São Paulo, e em 1985, com o aparecimento da primeira Delegacia Especializada da Mulher.

    Confiram nossas 10 dicas, e não deixem de acessar as 10 do ano passado no link mais abaixo.


    Outrora talentosa bailarina, Dominika Egorova (Jennifer Lawrence) encontra-se em maus bocados quando é convencida a se tornar uma Sparrow, ou seja, uma sedutora treinada na melhor escola de espionagem russa. Após passar pelo árduo processo de aprendizagem, ela se torna a mais talentosa espiã do país e precisa lidar com o agente da CIA Nathaniel Nash (Joel Edgerton). Os dois, no entanto, acabam desenvolvendo uma paixão proibida que ameaça não só suas vidas, mas também as de outras pessoas.

    • Jennifer Lawrence entrou em uma briga de bar em Budapeste, enquanto gravava o filme.
    • Francis Lawrence e Jennifer Lawrence trabalharam juntos na franquia Jogos Vorazes, porém eles não tem qualquer parentesco.
    • Jennifer Lawrence fez aulas de ballet por três horas por dia e praticou sotaque russo por quatro meses para interpretar seu papel.


    Nancy (Blake Lively) é uma jovem médica que está tendo de lidar com a recente perda da mãe. Seguindo uma dica sua, ela vai surfar em uma paradisíaca praia isolada, onde acaba sendo atacada por um enorme tubarão. Desesperada e ferida, ela consegue se proteger temporariamente em um recife de corais, mas precisa encontrar logo uma maneira de sair da água.


    • O processo de desenvolvimento do tubarão, grande vilão do filme foi demorado e teve a ajuda do departamento de arte do longa. Segundo o diretor, ele é uma fêmea, já que elas são maiores e mais ameaçadoras.
    • No filme, a ilha onde a personagem vai passar suas férias é no México. Na versão dublada do México, porém, decidiu-se trocar a localização, alterando para o Brasil - e os nativos falam português brasileiro.
    • As filmagens foram dividas entre locações na Austrália e uma gigante piscina construída em estúdio.

    Lorraine Broughton (Charlize Theron), uma agente disfarçada do MI6, é enviada para Berlim durante a Guerra Fria para investigar o assassinato de um oficial e recuperar uma lista perdida de agentes duplos. Ao lado de David Percival (James McAvoy), chefe da localidade, a assassina brutal usará todas as suas habilidades nesse confronto de espiões.


    • Baseado na graphic novel The Coldest City, de Antony Johnston e Sam Hart.
    • Charlize Theron não só estrela esse longa, como assume a produção do mesmo. Falando na loira, ela quebrou dois dentes durantes as filmagens dessa ficção científica.
    • David Leitch teve a oportunidade de dirigir De Volta ao Jogo 2 (2016), protagonizado por Keanu Reeves, mas preferiu assumir a direção deste filme.
    • Charlize Theron teve oito personal trainers para conseguir o corpo ideal para sua personagem. A atriz também já treinou com Keanu Reeves enquanto o ator se preparava para John Wick: Um Novo Dia Para Matar (2017).
    • Antes da retomada das filmagens, James McAvoy quebrou a mão durante as filmagens de Fragmentado (2016). Apesar disso, ele teve que fazer as filmagens de Atômica (2017) fingindo que estava tudo bem com sua mão.
    • Charlize Theron passou cinco anos desenvolvendo esse projeto. A atriz também revelou que a experiência com Mad Max: Estrada da Fúria (2015) ajudou no processo de desenvolvimento deste filme.

    Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.


    • O longa está em desenvolvimento desde 1996. Na época, Ivan Reitman foi contratado para escrever e dirigir o filme, mas o projeto acabou se estendendo por anos. Em 2001, Todd Alcott foi selecionado para assumir o roteiro, mas, em 2003, foi substituído por Laeta Kalogridis. Em 2005, Joss Whedon seria o responsável para dirigir e escrever o roteiro do filme. Em 2014, foi a vez de Michelle MacLaren assumir a direção do filme, mas acabou desistindo do cargo.
    • Zack Snyder faz uma participação especial neste filme como um soldado da Primeira Guerra Mundial.
    • Em 2005, Angelina Jolie foi considerada para protagonizar a trama. Em 2015, a atriz iria assumir a direção do filme.

    Após ser capturado por Immortan Joe, um guerreiro das estradas chamado Max (Tom Hardy) se vê no meio de uma guerra mortal, iniciada pela Imperatriz Furiosa (Charlize Theron) na tentativa se salvar um grupo de garotas. Também tentando fugir, Max aceita ajudar Furiosa em sua luta contra Joe e se vê dividido entre mais uma vez seguir sozinho seu caminho ou ficar com o grupo.


    • Após George Miller exibir algumas cenas no Festival de Cinema SWSX, um homem se levantou e perguntou: "Como diabos você filmou isso!?" Aquele homem era ninguém menos que o diretor Robert Rodriguez.
    • Mais de 80% dos efeitos vistos no filme são verdadeiros efeitos práticos, dublês, maquiagem e cenários. CGI foi usado com moderação, principalmente para melhorar a paisagem da Namíbia, remover indícios de dublê e para amenizar a mão esquerda de Charlize Theron, que no filme é um braço protético.

    Alexia (Maiwenn) viaja com Marie (Cécile de France) até sua casa de campo, para as duas poderem estudar juntas para as provas que se aproximam. Quando anoitece, um violento maníaco aparece armado na casa e mata toda a família de Alexia, incluindo seu cachorro. Marie consegue se esconder do assassino, que leva sua amiga como refém. Ela, então, o segue para tentar salvá-la e descobrir a identidade do bandido.


    • Cécile de France treinou boxe tailandês para poder entrar em forma para o papel. Ela fez a maior parte das filmagens da perseguição de carro pela floresta, contando com pouca ajuda de dublês.
    • As cenas na mata foram particularmente difíceis para as protagonistas, já que ambas tinham que gravar descalças e a temperatura estava muito baixa no dia.
    • Alexandre Aja e Grégory Levasseur são amigos de infância e fizeram este filme como uma homenagem aos filmes de terror que assistiam nos anos 70 e 80.
    • Embora o filme se passe no sul da França, ele teve que ser gravado na Romênia por questões de orçamentárias.

    Evelyn Salt (Angelina Jolie) jurou servir e honrar seu país. Agora trabalhando como agente da CIA, ela é colocada à prova ao ser acusada por um desertor russo de ser uma espiã russa infiltrada. Decidida a provar sua inocência, ela foge e passa a usar suas habilidades para proteger não apenas sua vida, mas também a de seu marido.


    • Terry George, Michael Mann e Peter Berg estiveram cotados para assumir a direção.
    • O roteiro de Salt foi escrito com o personagem principal sendo interpretado por um homem. Tom Cruise esteve ligado ao projeto, mas desistiu por considerar o personagem parecido demais com o que já havia interpretado na série Missão Impossível. O roteiro foi reescrito para que Angelina Jolie pudesse interpretar o papel principal. A própria Angelina Jolie realizou a maioria de suas cenas perigosas, dispensando o uso de dublês.
    • É o 2º filme em que o diretor Phillip Noyce e a atriz Angelina Jolie trabalham juntos. O anterior foi O Colecionador de Ossos (1999).


    A Noiva (Uma Thurman) é uma perigosa assassina que trabalhava em um grupo, liderado por Bill (David Carradine), composto principalmente por mulheres. Grávida, ela decide escapar dessa vida de violência e decide se casar, mas no dia da cerimônia seus companheiros de trabalho se voltam contra ela, quase a matando. Após cinco anos em coma, ela desperta sem um bebê e com um único desejo: vingança. A Noiva decide procurar, e matar, as cinco pessoas que destruíram o seu futuro, começando pelas perigosas assassinas Vernita Green (Vivica A. Fox) e O-Ren Ishii (Lucy Liu).


    • Kill Bill foi inicialmente planejado como um único filme, mas devido à longa duração que teria, o diretor Quentin Tarantino e os produtores da Miramax Films acabaram concordando em dividi-lo em duas partes, com diferença de seis meses entre os lançamentos.
    • Quentin Tarantino deu a protagonista de Kill Bill a Uma Thurman como presente pelo seu aniversário de 30 anos, em 2000. Tarantino teve a idéia do roteiro ainda durante as filmagens de Pulp Fiction - Tempo de Violência (1994).
    • Inicialmente, seria Warren Beatty o intérprete de Bill no filme. Após sua saída do projeto, Kevin Costner chegou a ser sondado, mas ele preferiu rodar Pacto de Justiça (2003).
    • James Parks, que interpreta Edgar McCraw, fez o mesmo personagem em Um Drink no Inferno 2 - Texas Sangrento (1999), Planeta Terror (2007) e À Prova de Morte (2007).
    • Quentin Tarantino escolheu três atores de diferentes nacionalidades para representar seus países em Kill Bill. No filme, Gordon Liu representa a China, Sonny Chiba representa o Japão e David Carradine representa os Estados Unidos. Tarantino declarou ainda que, caso ainda estivesse vivo, teria convidado Bruce Lee a atuar no filme.
    • Cada personagem do grupo de assassinos de Kill Bill possui um codinome referente a algum tipo de cobra.
    • Os símbolos japoneses que aparecem ao fundo do pôster de Kill Bill significam "kirubiru", que é o modo de dizer "Kill Bill" em japonês.

    Maggie é tudo aquilo que a sociedade condena. Desajustada e viciada em drogas, ela foi condenada a morte por assassinato. Próxima ao momento de sua execução, ela tem a chance de salvar sua vida, aprendendo a matar para uma agência secreta, caso contrário, será executada como a justiça determinou. Depois de meses, Maggie é transformada em assassina profissional - perfeita e sedutora - com uma missão: eliminar vítimas de elite.


    • A Assassina a refilmagem americana de Nikita - Criada Para Matar, filme francêss lançado apenas 3 anos antes deste remake.
    • Um dos pontos altos do filme é sua trilha sonora.  É simplesmente maravilhoso podermos ouvir as belas músicas interpretadas pela fabulosa e inesquecível Nina Simone.

    Cody Zamora (Madeleine Stowe), Anita Crown (Mary Stuart Masterson), Eileen Spenser (Andie MacDowell) e Lilly Laronette (Drew Barrymore) são quatro prostitutas que trabalham no velho oeste. Um dia, Anita é quase molestada por um coronel rude e bêbado. Para impedir o estupro, Cody atira no homem, o que desperta a fúria da comunidade local, que quer enforcar moça. Porém, as outras três entram em ação e salvam a amiga, iniciando uma aventura que envolve: fugir do xerife, roubar bancos e muitas balas.

    A personagem abaixo não é uma mulher, mas um personagem feminino e que se encaixa perfeitamente na publicação:


    Judy Hopps é a pequena coelha de uma fazenda isolada, filha de agricultores que plantam cenouras há décadas. Mas ela tem sonhos maiores: pretende se mudar para a cidade grande, Zootopia, onde todas as espécies de animais convivem em harmonia, na intenção de se tornar a primeira coelha policial. Judy enfrenta o preconceito e as manipulações dos outros animais, mas conta com a ajuda inesperada da raposa Nick Wilde, conhecida por sua malícia e suas infrações.


    • Em Zootopia, há um cartaz de Operação Big Hero (2014), no qual Baymax e Hiro voam sob os trilhos do trem.
    • A casa do Sr. Big é baseada em O Poderoso Chefão (1972). A entrada é trancada com uma corrente, o domicílio é modelado para parecer com a residência de Vito Corleone, e o escritório assemelha-se ao de Corleone. Os personagens principais, oficial Hopps e Nick, também são apresentados ao Sr. Big no dia do casamento de sua filha, que é como O Poderoso Chefão tem início.
    • Na cena do laboratório, os carneiros que entregam o café são chamados Walter e Jesse, referência aos personagens de Breaking Bad de mesmo nome.
    E NÃO DEIXEM DE ACESSAR A LISTA DO ANO PASSADO AQUI

    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Scroll to Top