• ÚLTIMAS...

    25 FILMES SOBRE MANIPULAÇÃO MIDIÁTICA QUE PRECISAM CONHECER


    Por definição, manipulação da mídia refere-se a atos que visam influenciar a apresentação da informação dentro dos meios de comunicação. A expressão manipulação da mídia geralmente é usada num sentido negativo.  Existem várias formas de manipulação, como distração ou manter o público "no escuro".


    Algumas listas estão em todos sites ou blogs de cinema. Esta é uma delas. E depois de pesquisar, vi que a maioria (98%) se limita a colocar entre 10 a 15 filmes. Então, tentei fazer um pouco mais abrangente para sair do "lugar comum", diferenciando sensivelmente dos demais.

    FAÇA SELFIES!!

    Abaixo, listei 25 filmes que tratam dos assunto, e que considero imperdíveis.
    Confiram:



    Incitado pelas instâncias superiores a aumentar a circulação de jornal em decadência, o editor resolve desenterrar um caso de assassinato acontecido décadas antes, já julgado e encerrado. Para isso, ele destaca um repórter mau caráter que, ao se intrometer na vida dos envolvidos com mentiras e dissimulações, acaba por provocar uma tragédia.


    Dirigido por Orson Welles, o longa conta a ascensão de um mito da imprensa americana. De garoto pobre no interior a magnata de um império do jornalismo e da publicidade mundial. Inspirado na vida do milionário William Randolph Hearst.
    O filme critica a manipulação das informações pelos órgãos oficiais e pela própria imprensa, além de questionar os valores pessoais dos repórteres, quando o "furo" de reportagem tem um peso muito maior que o objeto de que se está tratando.


    Em Albuquerque, no Novo México, o repórter Charles Tatum foi dispensado de onze jornais, por onze diferentes razões. Está sem dinheiro no bolso e pede a Jacob Q. Boot, dono de um jornal local, que lhe dê um emprego temporário. Sua ideia era trabalhar nesse jornal no máximo por dois meses, mas após um ano não surgiu nenhuma outra oportunidade nem conseguiu escrever um bom artigo. Tatum sente-se desmotivado. Deve acompanhar uma corrida de cascavéis. A primeira vista seria outro artigo sem o menor interesse, mas vai para o local com Herbie Cook, um auxiliar, motorista e fotógrafo. No meio do percurso param em um posto para colocar combustível no carro e Tatum descobre que Leo Minosa ficou preso numa mina enquanto buscava "relíquias indígenas". Tatum sente que esta reportagem é a grande oportunidade para ele.


    Descontente com o relacionamento de sua irmã, que está prestes a se casar com o músico de jazz Steve Dallas, J.J. Hunsecker, o maior e mais temido colunista de um jornal de Nova York, contrata um relações públicas sem escrúpulos para acabar com a relação do casal.
    J.J. Hunsecker é baseado em Walter Winchell, jornalista considerado um dos inventores da coluna social ao estilo moderno.


    A história gira em torno de um andarilho chamado Larry Lonesome Rhodes, interpretado com maestria por Andy Griffith, que é descoberto em uma cadeia no nordeste do Arkansas por Marcia Jeffires (Patricia Neal), uma produtora de um programa de rádio, e seu assistente (Walther Matthau). Rhodes se transforma numa estrela do rádio e da TV da noite para o dia. Mas, à medida que a sua fama aumenta, o sucesso lhe dá mais poder. Virá ele a ser desmascarado como a fraude que se tornou antes que a fama lhe corrompa até destruir a sua vida?


    Um tabloide comandado pelo editor-chefe Bizanti (Gian Maria Volonté), busca manipular a opinião pública em torno de um caso de assassinato. Uma menina rica foi morta na periferia de Milão e um jovem proletário de esquerda é acusado. As manchetes da primeira página não buscam a solução do crime, mas a vitória num complexo jogo político que mira as eleições do final do ano. 
    O dirigido por Marco Bellocchio e estrelado por Gian Maria Volonté, dá enfase às relações  entre imprensa, política e  lei.  Algumas cenas iniciais são reais e trata-se de um comício em Milão, realizada pela 'Maioria Silenciosa', um comitê multipartidário e anticomunista, compostos por democratas cristãos, fascistas, liberais e monarquistas, liderados por Ignazio La Russa que acabou Ministro da Defesa de Silvio Berlusconi.


    Baseado numa história real, Al Pacino brilha no papel de Sonny Wortzik, um ladrão que resolve assaltar um banco num dia de calor escaldante em Nova York. As coisas não correm exatamente como ele planejou e, em pouco tempo, o banco está cercado pela polícia e por um gigantesco circo de mídia – daí em diante, tudo só se complica. Enquanto tudo se desenrola a multidão apóia e aplaude as declarações de Sonny e fica contrária ao comportamento da polícia.


    O âncora Howard Beale (Peter Finch) recebe a notícia de que está demitido em razão dos seus baixos índices de audiência. Um dia, com o programa no ar, comunica a sua saída da emissora e avisa que se matará ao vivo na próxima semana. É imediatamente afastado, mas diante dos apelos do público a emissora decide voltar atrás. A partir de então ele passa a encarnar o profeta louco e seu comportamento insano tem recepção altamente positiva. As pessoas responsáveis pela sua ascensão, no entanto, agora precisam encontrar uma forma de detê-lo.
    O Oscar ganho por Peter Finch como melhor ator por Rede de Intrigas foi entregue postumamente. O ator faleceu em janeiro de 1977. Beatrice Straight tem apenas cinco minutos e quarenta segundos de participação no filme e ainda assim ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante.


    Jack Lemmon, Jane Fonda e Michael Douglas estrelam A Síndrome da China, um vigoroso suspense que alerta sobre os perigos da energia nuclear e o poder dos noticiários de televisão. Em 1979, A Síndrome da China foi o filme do qual todos estavam falando na vida real pelo acidente da usina nuclear de Three Mile Island, que não foi apenas um espelho dos eventos retratados no filme, mas também por ter ocorrido justamente doze dias após as estreia do filme. Indicado para quatro Oscar - melhor ator, atriz, roteiro e direção de arte - A Síndrome da China continua explosivo como a metáfora do título.


    Chance (Peter Sellers), um homem ingênuo, passa toda a sua vida cuidando de um jardim e vendo televisão, seu único contato com o mundo. Ele nunca entrou em um carro, não sabe ler ou escrever, não tem carteira de identidade, resumindo: não existe oficialmente. Quando seu patrão morre, é obrigado a deixar a casa em que sempre viveu e, acidentalmente, é atropelado pelo automóvel de Benjamin Rand (Melvyn Douglas), um grande magnata que se torna seu amigo e chega a apresentá-lo ao Presidente (Jack Warden). Curiosamente, tudo dito por Chance ou até mesmo o seu silêncio é considerado genial. Paralelamente a saúde de Benjamin está crítica e Eve Rand (Shirley MacLaine), sua esposa, se apaixona por Chance.


    Um desconhecido é morto ao ser atropelado por um ônibus e, agonizante, pede a um bancário que lhe de um beijo na boca. Este gesto é transformado em escândalo pela imprensa sensacionalista e o homem que cometeu o "crime" de beijar um agonizante passa a ser alvo de preconceito popular e também a ser investigado pela polícia, que começa a supor que o acidente tenha sido um assassinato.


    Membro de uma família de mafiosos, porém honesto, um executivo vê sua reputação desmoronar ao ler uma matéria em jornal acusando-o injustamente pelo desaparecimento de um líder sindical. Com a ajuda da jornalista responsável pela reportagem, ele inicia uma investigação para descobrir a verdade do caso.
    O filme é um retrato da falta de controle que alguns jornalistas tem ao tentar exercer sua profissão buscando sempre a pauta que poderá alavancar sua carreira, sem preocupar com os danos que isso poderá acarretar na sociedade.


    O Reino Unido está sob o regime socialista, sendo controlado com mão de ferro pelo partido. Há em todo lugar telas de TV, que servem como os olhos do governo para saber o que os cidadãos fazem. No intuito de controlá-los são exibidas constantemente imagens através destas mesmas telas, relatando as batalhas enfrentadas pela Oceania em outros continentes. Winston Smith (John Hurt) vive sozinho e trabalha para um dos departamentos do governo, manipulando informações de forma que as notícias sejam positivas para a população.


    No ano de 2017, os Estados Unidos passam por um regime totalitário em que cada pessoa perdeu toda sua liberdade pessoal. Livros são queimados, discos destruídos e escolas fechadas. A única diversão do povo é a TV, e o programa mais popular é um cruel jogo em que o único prêmio é a sobrevivência. No meio desse caos, um homem é culpado de um crime que não cometeu, assim sua sentença é ou ir para a cadeia, ou entrar para o jogo, que o deixa constantemente entre a vida e a morte.


    John Nada (Roddy Piper) é um trabalhador braçal que chega a Los Angeles e encontra trabalho numa fábrica. Durante uma inusitada operação repressiva, a polícia destrói um quarteirão inteiro do bairro miserável em que vive. Na confusão Nada encontra óculos escuros aparentemente comuns, porém ao usá-los consegue enxergar horrendas criaturas alienígenas disfarçadas de seres humanos, bem como as mensagens subliminares que elas transmitem através da mídia em geral. Nada percebe que os invasores já estão controlando o planeta e, juntamente com seu companheiro de trabalho Frank (Keith David), decide se engajar no movimento de resistência, que é perseguido como subversivo pela polícia.
    Talvez os filme mais marcante sobre o tema e um dos mais citados em redes sociais.


    Mickey Knox (Woody Harrelson) e Mallory Knox (Juliette Lewis) se uniram pelo desejo que um sente pelo outro e por amarem a violência. Eles mataram algumas dezenas de pessoas em 3 semanas, mas sempre deixam alguém vivo para contar quem fez os crimes. Mickey e Mallory viram atração através da imprensa sensacionalista e o repórter Wayne Gale (Robert Downey Jr.), o principal responsável, os coloca no programa de televisão American Maniacs. Mesmo a captura deles pela polícia só aumenta a popularidade enorme dos criminosos, o que motiva Gale em transformar tudo num grande circo.


    Final dos anos 50. Charles Van Doren (Ralph Fiennes) é um professor de literatura, filho de um conceituado ganhador do Prêmio Pulitzer, Mark Van Doren (Paul Scofield), que tentou a sorte no "Twenty-One", um programas de perguntas e respostas, concorrendo com Herbie Stempel (John Turturro), um judeu de memória enciclopédica. Charles descobriu que se tratava de um jogo de cartas marcadas, pois os candidatos sabiam previamente quais perguntas seriam feitas. Os produtores consideraram que Charles encarnava melhor a imagem de um vencedor, o que fez com que Stempel se sentisse preterido e ameaçasse denunciar o engodo, caso não lhe pagassem uma grande quantia. Como isto não surtiu efeito Stempel denunciou a farsa, que se tornou um grande escândalo nacional. Mas para isto acontecer foi necessário o empenho de Dick Goodwin (Rob Morrow), um advogado idealista, que trabalhava para uma subcomissão do Congresso.


    O famoso agente 007 (Pierce Brosnan) descobre que Elliot Carver (Jonathan Pryce), um bilionário que comanda uma gigantesca rede de informações, planeja criar um incidente político e internacional, que pode redundar na Terceira Guerra Mundial. A intenção de Carver é aumentar ainda mais seu poder, que já é enorme. Durante sua missão, o espião inglês se reencontra com Paris Carver (Teri Hatcher), uma linda mulher com quem tivera um relacionamento, mas hoje está casada com o demoníaco mega-empresário.


    As tentativas de fazer um jornalismo sério e realizar uma cobertura imparcial da campanha encontra obstáculos quando Bia recebe pressões de seus superiores do Rio de Janeiro para amenizar as denúncias contra Ronaldo, e quando a assessoria deste, preocupada com o crescimento do negro e humilde Luizinho nas pesquisas, passa a se utilizar de meios como a chantagem para conter o adversário.
    O trabalho de Murat é competente, convincente.  Antônio Fagundes está perfeito no papel do deputado Chico Silva.  Marisa Orth também apresenta uma boa atuação.


    O presidente do EUA envolve-se em um escândalo pouco antes das eleições. O funcionário da Casa Branca, Conrad Brean (Robet De Niro), cria uma guerra fictícia com a ajuda do produtor de Hollywood Stanley Motss (Dustin Hoffman) para tirar o foco da situação.
    Após o início da produção de Mera Coincidência e ainda antes do lançamento do filme nos cinemas norte-americanos, o até então presidente Bill Clinton se envolveu em um escândalo sexual com sua secretária, Monica Lewinski, e também em uma ação militar contra o Iraque. Esta semelhança com os fatos reais e os narrados no filme foi o grande motivo do título brasileiro de "Mera Coincidência".


    Em um museu, um ex guarda do museu (interpretado por John Travolta), demitido, entra no prédio querendo convencer a diretora a lhe dar o seu emprego de volta. Com uma arma na mão aponta para a diretora e para as crianças que estavam visitando o local no momento, faz todos de reféns, mesmo sem nenhuma experiência. Um jornalista procura então fazer desse incidente a “grande reportagem” que lhe traria o prestígio de volta. Ele se esconde e liga para a TV, informando sobre o que estava acontecendo e prometendo dar uma cobertura exclusiva. Os policiais ainda não tinham chegado e a TV já tinha transformado o guarda em um louco aterrorizante.


    Truman Burbank (Jim Carrey) é um pacato vendedor de seguros que leva um vida simples com sua esposa Meryl Burbank (Laura Linney). Porém algumas coisas ao seu redor fazem com que ele passe a estranhar sua cidade, seus supostos amigos e até sua mulher. Após conhecer a misteriosa Lauren (Natascha McElhone), ele fica intrigado e acaba descobrindo que toda sua vida foi monitorada por câmeras e transmitida em rede nacional.
    Todas as ruas da cidade onde reside Truman Burbank tem nomes de atores, como Lancaster Square ou Barrymore Road.


    Em 1994, ex-executivo da indústria do tabaco deu entrevista bombástica ao programa jornalístico "60 Minutos", da rede americana CBS. Dizia que os manda-chuvas da empresa em que trabalhou não apenas sabiam da capacidade viciadora da nicotina como também aplicavam aditivos químicos ao cigarro, para acentuar esta característica. Na hora H, porém, a CBS recuou e não transmitiu a entrevista, alegando que as consequências jurídicas poderiam ser fatais. Baseando-se nesta história real, O Informante narra a trajetória do ex-vice-presidente da Brown & Williamson Jeffrey Wigand (Russell Crowe) e do produtor Lowell Bergman (Al Pacino), que o convenceu a falar em público.


    Enfrentando dificuldades para conseguir um emprego formal, o jovem Louis Bloom (Jake Gyllenhaal) decide entrar no agitado submundo do jornalismo criminal independente de Los Angeles. A fórmula é correr atrás de crimes e acidentes chocantes, registrar tudo e vender a história para veículos interessados.
    Jake Gyllenhaal empenhou-se tanto na cena em que fala com si mesmo no espelho, que o ator deu um soco no espelho, o quebrando e cortando sua mão. Ele teve que ir a um hospital e levar pontos, retornando ao set logo após ser dispensado do hospital. Quando Jake está "no personagem" ele raramente pisca. Gyllenhaal utilizou este método no seu trabalho anterior ao compor o personagem-título Donnie Darko.


    Lee Gates (George Clooney) é o apresentador do programa de TV "Money Monster", onde dá dicas sobre o mercado financeiro mesclando com performances típicas de um popstar. Um dia, um desconhecido (Jack O'Connell) invade o programa exatamente quando ele está sendo gravado e, com um revólver, obriga Lee a vestir um colete repleto de explosivos. Patty Fenn (Julia Roberts), a produtora do programa, imediatamente ordena que o mesmo saia do ar, mas o invasor exige que ele permaneça ao vivo, caso contrário matará Lee. Assim acontece e, a partir de então, tem início uma investigação incessante para descobrir quem é o sequestrador e algum meio de salvar todos os que permanecem no estúdio. Paralelamente, a audiência do programa sobe sem parar e todos passam a acompanhar o que acontecerá com o apresentador.






    COMENTE USANDO SEU FACEBOOK:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    40 FILMES SOBRE AUTISMO PARA CONHECER E EMOCIONAR

    O que é Autismo? O autismo é um transtorno de desenvolvimento que geralmente aparece nos três primeiros anos de vida e compromet...

    Scroll to Top