10 FILMES IMPERDÍVEIS SOBRE LUTADORES DE BOXE


O boxe ou pugilismo é um esporte de combate, no qual os lutadores usam apenas os punhos, tanto para a defesa, quanto para o ataque. A palavra em si, já quer dizer "bater com os punhos", expressão utilizada na Inglaterra entre 1000 e 1850.

Hoje resolvi enumerar o que seriam os melhores e mais importantes filmes de boxe no cinema.Alguém pode perguntar: "- Onde raios está Creed?". Então, antes que a pergunta surja, já vou responder: Sou daqueles que amam a série Rocky. Até o 5 eu gosto de rever !!! E como é uma lista de apenas 10 indicações, escolhi o primeiro filme para representar a cinessérie. Mas Creed está entre os melhores. Fiz inclusive uma matéria sobre O Rocky Balboa, que falo de todos (Leiam Aqui).

Eu gosto bastante de filmes sobre boxe, tanto que fiz outra matéria também, mais ampla, com todos os filmes importantes no cinema (Leiam aqui).

Boa diversão...


Bill "Stoker" Thompson é um boxeador que, apesar das relutâncias de sua esposa (Audrey Totter), está se preparando para a luta que ele acredita que será a reviravolta de sua carreira. O seu ambicioso agente, Tiny (George Tobias), aceitou uma proposta de um grupo de gângsters contra Stoker, grupo esse liderado por Little Boy (Alan Baxter), que investiu muita grana na vitória do oponente.


Midge Kelly (Kirk Douglas) viaja para o oeste com seu irmão coxo, Connie (Arthur Kennedy), e acaba sendo forçado a participar, mesmo despreparado, de uma luta de boxe profissional. Apesar de ser severamente espancado, o empresário Tommy Haley o considera promissor. Chegando na Califórnia, Midge e Connie encontram nada além do que um trabalho braçal, o qual Midge recebe alguns alívios seduzindo Emma (Ruth Roman), uma jovem garçonete. Midge cai sobre a única opção que ele conhece: o boxe.


Após 17 anos no ringue, toca a última campainha para Mountain Rivera (Quinn). Um especialista confirma mais uma luta para o liquidado peso-pesado, que ele poderá ficar permanentemente inválido. Relutante, mas com o aval de seu leal treinador (Rooney) e um cortês conselheiro (Harris), Rivera tenta obter um emprego fora dos ringues. Mas Maish (Gleason), seu administrador interesseiro tem outros planos. Com uma multidão o cercando para pagar uma dívida imensa de jogo, Maish força Rivera a retornar ao ringue para uma carreira lucrativa, mas humilhante. 


No início do século XX Jack Jefferson (James Earl Jones) torna-se o primeiro boxeador negro a se tornar campeão. Entretanto ao namorar Eleanor (Jane Alexander), uma branca, é vítima de um racismo tão forte que se cria uma artimanha para prendê-lo. Jack foge para a Europa, mas por onde vai é perseguido, já que vários negros não aceitam ele ter uma relação inter-racial.


Durante a Grande Depressão um desempregado se une a um promotor de lutas de rua para poder sobreviver. Falando pouco e lutando muito, ele consegue vitórias expressivas e uma razoável quantia. Porém seu empresário, que ganhou tanto quanto ele, se encontra em sérias dificuldades financeiras. Os dois acabam se desentendendo e se separando, mas a única chance do seu antigo promotor se salvar desta situação é convencê-lo a participar de uma grande luta sem público, com um lutador de Chicago.


Rocky Balboa (Sylvester Stallone), um lutador de boxe medíocre que trabalha como "cobrador" de um agiota, tem a chance de enfrentar Apollo Creed (Carl Weathers), o campeão mundial dos pesos-pesados, que teve a ideia de dar oportunidade a um desconhecido como um golpe publicitário. Mas Rocky decide treinar de modo intensivo, sonhando apenas em terminar a luta sem ter sido nocauteado pelo campeão.


Billy Flynn (Jon Voight) é um ex-lutador de boxe que agora trabalha como adestrador de cavalos em Hialeah. Ele ganha um salário baixo, mas o suficiente para manter a si próprio e seu filho T.J. (Rick Schroder), o qual ganhou a custódia de sua ex-esposa Annie (Faye Dunaway) há sete anos atrás. Visando ter um futuro melhor para o garoto, Billy aceita a oferta de retornar aos ringues.


O pugilista peso-médio Jake LaMotta (Robert De Niro), chamado de "o touro do Bronx", sobe na carreira com a mesma rapidez com que sua vida particular se degrada, graças ao seu temperamento violento e possessivo. Todos ao seu redor são afetados por seu comportamento auto-destrutivo, como seu irmão e empresário Joey LaMotta (Joe Pesci) e sua esposa Vickie (Cathy Moriarty).


Frankie Dunn (Clint Eastwood) passou a vida nos ringues, tendo agenciado e treinado grandes boxeadores. Frankie costuma passar aos lutadores com quem trabalha a mesma lição que segue para sua vida: antes de tudo, se proteja. Magoado com o afastamento de sua filha, Frankie é uma pessoa fechada e que apenas se relaciona com Scrap (Morgan Freeman), seu único amigo, que cuida também de seu ginásio. Até que surge em sua vida Maggie Fitzgerald (Hilary Swank), uma jovem determinada que possui um dom ainda não lapidado para lutar boxe. Maggie quer que Frankie a treine, mas ele não aceita treinar mulheres e, além do mais, acredita que ela esteja velha demais para iniciar uma carreira no boxe. 


Jim Braddock (Russell Crowe) era considerado um prodígio do boxe, mas foi obrigado a se aposentar prematuramente devido a uma série de derrotas no ringue. Com os Estados Unidos em meio à Grande Depressão, Jim aceita viver de bicos para poder sustentar sua esposa, Mae (Renée Zellweger), e os filhos. Jim sempre sonhou com a oportunidade de retornar ao mundo do boxe e tem sua chance quando, devido a um cancelamento de última hora, é escalado para enfrentar o 2º pugilista na disputa do título mundial. Para surpresa de todos Jim vence três lutas consecutivas, mesmo sendo bem mais magro que seus oponentes e tendo ferimentos nas mãos. Ele passa então a ganhar o apelido de "Cinderella Man" e se torna o símbolo de esperança dos desprivilegiados da época. 


Tecnologia do Blogger.